A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A Pesquisa e Desenvolvimento de (Novos) Produtos é algo reservado aos grandes gênios da ciência, possíveis vencedores de prêmios Nobel (Física, Química,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A Pesquisa e Desenvolvimento de (Novos) Produtos é algo reservado aos grandes gênios da ciência, possíveis vencedores de prêmios Nobel (Física, Química,"— Transcrição da apresentação:

1

2 A Pesquisa e Desenvolvimento de (Novos) Produtos é algo reservado aos grandes gênios da ciência, possíveis vencedores de prêmios Nobel (Física, Química, Medicina...)?

3 Robert Edwards – Nobel de Medicina 2010 (fertilização in vitro, 1978) Albert Einstein – Nobel de Física 1922 (efeito fotoelétrico) Irène Joliot-Curie – Nobel de Química 1935 (descoberta do nêutron e da radioatividade artificial) Madame Curie – Nobel de Física (1903: radioatividade) e Nobel de Química (1911: descoberta dos elementos rádio e polônio)

4 Os japoneses Ei-ichi Negishi, de 75 anos, Akira Suzuki, 80, e o americano Richard F. Heck, de 79 – Nobel de Química 2010 (criação de moléculas orgânicas complexas, essenciais na fabricação de remédios (sobretudo de combate ao câncer) e até produtos eletrônicos, como telas de cristal líquido)

5 Ou será o resultado da criatividade frente a uma necessidade sentida no dia a dia de uma pessoa comum, mas curiosa, inconformada, criativa e empreendedora?

6 Erick, de 12 anos, percebeu um problema muito sério: muitas ruas de seu bairro ficavam iluminadas o dia todo, desperdiçando energia. Inicialmente, ele pensou em duas soluções: instalar sensores de luminosidade que apagassem as luzes durante do dia, e sensores de contato nas lombadas que ativassem a iluminação apenas quando houvesse carros circulando. Erick teve depois uma terceira idéia: porque não usar as lombadas para gerar energia quando o carro passa por ela, capturando a energia da rotação dos pneus e do peso do carro? Depois de três semanas de muito trabalho e pesquisa, Erick tinha um protótipo em funcionamento (...), usando uma placa de robótica programável conectada a diversos componentes eletrônicos que ele jamais havia visto na vida.

7

8 Em 10 de setembro de 2009, sete anos depois, o renomado site americano de notícias de tecnologia Endgadget publicou a seguinte notícia... Nada menos que a rede de fast-food Burger King havia começado a instalar lombadas que geram energia, seguindo exatamente a idéia de Erick...

9

10 Em 2002, um outro grupo de alunos da 8ª. série de uma escola de Campinas (SP) criou um vaso sanitário com dois botões, para o sólido e o líquido, com um sofisticado sistema robotizado para não só economizar água como facilitar sua reciclagem. Alguns anos depois, vários países europeus começaram a adotar vasos com dois botões, seguindo a mesma idéia daquelas crianças de 14 anos...

11 Projeto dos estudantes da 8ª série, em 2002 Um banheiro na Suécia, em 2006

12 Jaíne estava terminando o ensino médio em uma escola pública em Paraisópolis e também participava das oficinas de robótica promovidas pelo Colégio Santo Américo (às quartas-feiras). Ela observou que a sua irmã, que acabara de ter uma filha, tinha que parar o que estava fazendo a todo momento quando ela começava a chorar, para ir balançar o carrinho de bebê. Jaíne então pensou em criar um mecanismo automático que detectasse o choro e balançasse o carrinho automaticamente para fazer a criança dormir de novo. Mas ela tinha um problema: havia conseguido um emprego em uma loja e não mais poderia [ir às aulas de robótica] às quartas- feiras. Ela foi então falar com o seu chefe e pediu para trocar a folga do sábado para quarta-feira – e conseguiu.

13 O projeto durou um ano. Foi um período de trabalho exaustivo: Jaíne teve que aprender a usar placas programáveis de robótica e sensores de som, assim como muitos tópicos de Física (torque, força, engrenagens). No final, a solução que funcionou foi a adaptação de um motor de pára-brisa para o carrinho, uma bateria de motocicleta e uma corrente de bicicleta. No final de 2008, muito emocionada, ela apresentou o projeto para uma platéia de pais, alunos e professores. (...) o que ela havia aprendido durante o projeto – ela respondeu, sem hesitar: persistência.

14

15

16

17

18 A cultura brasileira é marcada por uma característica ímpar: o famoso jeitinho. O jeitinho, junto com a malandragem, são uma forma de contornar as dificuldades (mesmo legais ou jurídicas) para se conseguir alcançar um objetivo. Muitas vezes, a técnica utilizada para auxiliar o jeitinho é a gambiarra.

19 Hoje, talvez por uma evolução do significado, o uso informal do termo muitas vezes reflete idéias como adaptação, improvisação, dar um jeito, conserto ou remendo. (Boufleur, 2006, p. 23).

20

21 O segredo de um bom desenvolvimento de produtos é garantir que as incertezas sejam minimizadas por meio da qualidade das informações, e que, a cada momento de decisão, exista um controle constante dos requisitos a serem atendidos e uma vigilância das possíveis mudanças de mercado. As atividades típicas do PDP seguem a seqüência Projetar- Construir-Testar-Otimizar. Determinar do custo final do produto, é o momento no qual se tem o maior grau de incerteza sobre o produto e suas especificações, sobre o seu processo de fabricação e mesmo se ele será um sucesso no mercado

22 Incertezas vão diminuindo, de acordo com as definições que vão sendo tomadas. tomar as melhores decisões e acertar as definições no início do desenvolvimento, sempre ocorrem mudanças no projeto ao longo do desenvolvimento, uma vez que as decisões tomadas envolvem muitas incertezas. As incertezas típicas dizem respeito não apenas à falta de informações relevantes sobre eventos previstos, mas, também, à existência de problemas tecno-econômicos

23 Classificação mais comum e útil é baseada no grau de mudanças que o projeto representa em relação a projetos anteriores. Projetos radicais (breakthrough) - são os que envolvem significativas modificações no projeto do produto ou do processo existente, podendo criar uma nova categoria ou família de produtos para a empresa. Projetos plataforma ou próxima geração - normalmente representam alterações significativas no projeto do produto e/ou do processo, sem a introdução de novas tecnologias ou materiais, mas representando um novo sistema de soluções para o cliente. Projetos incrementais ou derivados - envolvem projetos que criam produtos e processos que são derivados, híbridos ou com pequenas modificações em relação aos projetos já existentes

24 Follow-source (seguir a fonte) - projetos que chegam da matriz ou de outras unidades do grupo ou de clientes, e que não requerem alterações significativas da unidade brasileira que irá adequar o projeto e produzir o produto. Projetos de Pesquisa Avançada - objetivo criar conhecimento para projetos futuros.

25 Projetos radicais (breakthrough) alterações significativas nova categoria ou família de produtos novas tecnologias e materiais requer processo de manufatura inovador Projetos follow-source (seguir a fonte) de outras unidades do grupo, clientes ou contrato tecnologia não requer alterações significativas unidade local adapta para condições locais envolve validação do processo, equipamentos, ferramentas, a produção do lote piloto e o início da produção. Projetos plataformas ou próxima geração alterações significativas sem novas tecnologias ou materiais novo sistema de soluções para o cliente estrutura comum entre os diversos modelos de uma família Projetos incrementais ou derivados pequenas modificações em relação aos existentes para redução de custo, por exemplo inovações incrementais nos produtos/processos

26 Casos em que a empresa dispõe de um portfólio de produtos e de projetos, adotando uma abordagem de gerenciamento de multiprojetos e de projetos plataforma, dependendo do escopo da nova tecnologia ou de mudanças na plataforma e de quão rápido a empresa transfere a plataforma de um projeto para outro. Os quatro tipos de projeto são: Novo projeto: é aquele em que é desenvolvida uma nova plataforma tecnológica.

27 Transferência de tecnologia simultânea: quando um novo projeto utiliza a plataforma de um projeto base, antes que o desenvolvimento deste tenha sido concluído. Transferência de tecnologia seqüencial: quando um novo projeto utiliza a plataforma de um projeto base, cujo desenvolvimento já foi concluído e encontra-se em fase de produção. Modificação de projeto: neste tipo, não há transferência de tecnologia ou de plataforma de um projeto para outro. Um projeto é modificado, mas sem que haja mudança na plataforma. Há apenas modificações em um projeto existente.

28 Projetos de novos produtos podem ser classificados também em termos de projetos de produtos que são novos para a empresa e de projetos que são novos para o mercado. Projeto novo para a empresa - é aquele cujo produto já existe no mercado, mas que, para a empresa, é totalmente novo. Projeto novo para o mercado - é aquele cujo produto ainda não existe no mercado.

29 A importância de classificar os projetos de uma empresa está na necessidade de planejar estrategicamente e de forma conjunta todos os projetos de desenvolvimento, os quais possuem relevância e necessidades de recursos que são específicas a cada caso.

30 Processo de Desenvolvimento de Produto desenvolver produtos produção planejamento estratégico pessoas de diversas áreas Desenvolvimento Pré-Desenvolvimento Pós-Desenvolvimento

31 Desenvolvimento PósPré Processo de Desenvolvimento de Produto Início: Planejamento Estratégico do Negócio concluído (Corporação e Unidade de Negócio) Fim: Portfolio de produtos definido Minuta dos projetos elaboradas

32 Desenvolvimento PósPré Processo de Desenvolvimento de Produto Descrição. Envolve as atividades de desenvolvimento dos projetos definidos e aprovados na fase anterior. Nesta macro-fase cada produto é gerenciado como um projeto. Início: Minuta do projeto aprovada Fim: Todos os documentos de especificação do produto foram preparados e aprovados.

33 tempo Quantidade de Escolhas tempo Grau de Incerteza ? $ tempo 85% Influência no Custo Projeto Detalhado Projeto Conceitual Projeto Informacional Lançamento do Produto Preparação Produção X

34 $ tempo Custo de Modificação Projeto Detalhado Projeto Conceitual Projeto Informacional Lançamento do Produto Preparação Produção

35 Número de Alterações Engenharia Simultânea Quantidade de mudanças Tempo

36 Desenvolvimento PósPré Processo de Desenvolvimento de Produto Importância. É nesta fase que se realiza a concepção do produto e, portanto, é fundamental para o seu desempenho técnico e quanto ao atendimento aos requisitos do mercado. Nesta fase também são definidos os processos de fabricação e montagem, influenciando sobremaneira no custo do produto final.

37 Desenvolvimento PósPré Processo de Desenvolvimento de Produto Definição. A macro-fase de desenvolvimento compreende a retirada sistemática do produto do mercado e, finalmente, uma avaliação de todo o ciclo de vida do produto, parar que as experiências contrapostas ao que foi planejado anteriormente sirvam de referência a desenvolvimento futuros. Início: Produto Lançado Fim: Produto Retirado do Mercado

38 1. Identificação de oportunidade(s) 2. Geração de ideias 3. Seleção: análise e triagem 4. Desenvolvimento e Teste de conceito 5. Desenvolvimento das estratégias de marketing 6. Análise do negócio 7. Desenvolvimento de produto 8. Teste de mercado 9. Lançamento 10. Plano de Negócio

39 1. F. de Performance 2. F. de Estabilidade 3. F. de Crescimento 4. F. de Assimilação 5. F. de Comercialização 6. F. de Desenvolvimento 7. F. de Produção 8. F. Legais

40


Carregar ppt "A Pesquisa e Desenvolvimento de (Novos) Produtos é algo reservado aos grandes gênios da ciência, possíveis vencedores de prêmios Nobel (Física, Química,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google