A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Clique para seguir As Técnicas Básicas do Volley.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Clique para seguir As Técnicas Básicas do Volley."— Transcrição da apresentação:

1

2 Clique para seguir As Técnicas Básicas do Volley

3 Volleyball => Realizada pelo jogador que ocupa a posição 1 e pode ser de vários tipos: 1ª- Saque/Serviço 1-“Por baixo”=> O mais básico, onde o jogador segura a bola na palma da mão não dominante, solta-a ao mesmo tempo que a mão dominante bate na bola de baixo para cima com a região próxima do punho, em simultâneo flexiona ligeiramente as pernas (a não dominante na frente e dá o impulso que dará a força da batida na bola, sem girar o corpo. 2- “Por cima” => Exige um pouco mais de força, com a bola na mão não dominante lança-a, ao mesmo tempo que o membro superior dominante é puxado para trás dá o impulso e bate na bola, com a região da mão próxima do punho, quando esta está descendo, após ser lançada, ficando a perna não dominante na frente para dar estabilidade ao corpo no momento de completar a jogada. (Este raramente eu utilizo, somente depois de ter feito 5 serviços seguidos é que eu arrisco ;)

4 Volleyball 3- “Em suspensão” => Exige força, coordenação e sincronismo nos movimentos (acertar o tempo de subida com a descida da bola e a finalização da ação) é a técnica “por cima” só que ao invés de estar no solo o jogador lança a bola e dá um salto e depois finaliza a jogada. 4- “Balanceado” => Uma variante da técnica “por baixo”, só que a bola é batida por cima da cabeça, havendo ligeira rotação do corpo que está lateralizado, quase de costas para rede, para frente, a bola faz uma trajetória de uma parábola (gosto muito deste, por ser menos simples que o serviço “por baixo”, é preciso menos força do que o serviço “por cima”, porque com o “balanço” que se dá ao fazer a rotação do corpo, já é suficiente para dar força sem muito esforço) 5- “Viajem ao fundo do mar” => variante do “em suspensão” só que a bola tem mais velocidade e descreve uma trajetória em parábola e cai rapidamente antes da linha dos 3 metros, obrigando ao adversário a fazer “peixinho” para tentar alcançá-la. 1ª- Saque/Serviço ( cont.)

5 Volleyball 6- “Jornada nas estrelas” => lançado por Bernardo, jogador brasileiro, há alguns anos atrás. Exige um pavilhão com teto alto, é uma variante do “sac por baixo”o jogador fica de lado e bate na bola com a face lateral do punho para o alto, a bola cai na vertical sobre o adversário. 1ª- Saque/Serviço ( cont.)

6 Volleyball 2ª- “Manchete” => Recepção ao sac/serviço ou ataque do adversário, 1º toque, ou melhor início dos 3 toques requeridos: É feita, preferencialmente pelos jogadores que ocupam a posição 1, 5 e 6, que são os defesa ponta e centro, respectivamente, que devem estar de frente para a rede. Posição básica para recepção: Pés => afastados, em paralelos, mas não na mesma linha, um vai estar na frente dependendo da posição, se estiver na posição 5 o pé que ficará à frente é o esquerdo (paralelo a linha lateral esquerda), se estiver na posição 1 o pé que ficará à frente é o direito, se estiver na posição centro, o pé não dominante fica à frente. Membros inferiores =>coxas flectidas sobre os joelhos e joelhos flectidos sobre as pernas (como que “sentados numa cadeira”). Membros superiores => em paralelos, com as palmas das mãos viradas para cima, a mão dominante sobre a outra, polegares unidos, antebraços semi flectidos. A bola deverá bater no 1/3 médio da região anterior interna dos antebraços.

7 Volleyball 2ª- “Manchete” (cont.) A força que se imprime à bola é inversamente proporcional a força com que a bola vem, se vem com muita força, não se imprime nenhuma força, apenas serve como amortecedor, deixando simplesmente a bola bater no antebraço ao mesmo tempo fazendo a extensão da coxa sobre a perna, ou melhor voltando a posição vertical, suspendendo assim a bola para o levantador/passador. O objectivo dessa técnica é suspender uma bola que está abaixo do nível da cintura do jogador. Porém há situações em que a bola vem acima da cabeça do jogador e não tem nenhum jogador atrás para recebê-la, então pode-se usar a chamada “manchete invertida”, que consiste em: O jogador na posição vertical, antebraços flectidos, mãos sobrepostas, polegares unidos, só que o lugar de receber a bola é no 1/3 médio da região posterior interna dos antebraços, procurando que a bola faça a trajectória em parábola. Se for o terceiro toque da jogada, deverá imprimir maior força para ultrapassar a rede, caso esteja no fundo da quadra.

8 Volleyball 3ª- “Toque” Preferencialmente utilizado pelo levantador/passador para distribuir para o atacante, é o 2º toque, dos três requeridos em cada jogada. 1 – Toque em apoio (o mais comum) => o jogador se descola em direção à bola, coloca-se “em baixo” dela com os pés em paralelo, afastados ligeiramente, as pernas flectidas, braços e antebraços suspensos ao nível do tórax, dedos semi flectidos ao nível da região frontal da cabeça, formando um “triângulo” com os polegares e os indicadores, é onde a bola irá se encaixar. Ao mesmo tempo que a bola é encaixada na mão, os braços são estendidos empurrando a bola, com o impulso gerado pela volta a posição vertical (esse impulso é que determinará a altura que a bola atingirá)

9 Volleyball 3ª- “Toque” (cont.) 2 – Toque em suspensão (bolas altas) => A mesma posição anterior, só que ao invés de flexionar as pernas, dá um salto para alcançar a bola. Há variantes do toque: Toque de costas => como o nome indica o jogador está de “costas” para o atacante, neste o movimento que permitirá esse toque, é a extensão do tronco, a bola tem que ter uma trajectória em parábola para permitir que o atacante finalize a jogada. É utilizado quando o passador quer “fintar” o bloqueio estando de frente para um batedor/atacante, mas envia para o outro atacante que está “nas suas costas” ou quando um jogador vai buscar uma bola no fundo da quadra e portanto está de costas para a rede e não consegue virar o corpo.

10 Volleyball 4ª- “Cortada/remate” => Realizada pelos atacantes, os jogadores que, normalmente, ocupam a posição 2,4 e corresponde à finalização da jogada, o 3º e último toque de bola requerido (embora possa ser o 2º se a situação assim o exigir ou se proporcionar) Posicionamento correcto: O jogador afasta-se da rede, dá 2 passos em direcção à rede, junta os pés em paralelo, afastados, flexiona as pernas dá o impulso na vertical com o membro superior não dominante levantado na frente, o antebraço dominante é flectido e suspenso ao nível da orelha e bate na bola, num movimento síncrono, ao mesmo tempo que o membro não dominante é baixado (este é que vai dar orientação ao remate), o dominante é suspenso e atinge a bola de cima para baixo, com a palma da mão, mais próxima do punho. Exige uma perfeita coordenação dos movimentos, conjugando com o tempo, velocidade e altura da bola.

11 Volleyball 5- “Bloqueio” => Realizada pelos atacantes, Posicionamento correcto: O jogador aproxima~se da rede, passos junta os pés em paralelo, afastados, flexiona as pernas dá o impulso na vertical com os membros superiores levantados num movimento Exige uma perfeita coordenação dos movimentos, conjugando com o tempo, velocidade do atacante adversário. Pode ser: Simples => 1 jogador Duplo => 2 jogadores Triplo => 3 jogadores

12 Música: Aquarela do Brasil Voz Gal Costa Fotografia: Internet


Carregar ppt "Clique para seguir As Técnicas Básicas do Volley."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google