A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Similia Similibus Curantur 1796 (...) escolha para cada caso mórbido um medicamento que possa produzir por si mesmo uma afecção semelhante àquela que ele.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Similia Similibus Curantur 1796 (...) escolha para cada caso mórbido um medicamento que possa produzir por si mesmo uma afecção semelhante àquela que ele."— Transcrição da apresentação:

1 Similia Similibus Curantur 1796 (...) escolha para cada caso mórbido um medicamento que possa produzir por si mesmo uma afecção semelhante àquela que ele deve combater, a fim de obter uma cura suave, rápida, certa, duradoura! Homeopatia Samuel Hahnemann (1755 – 1843)

2

3

4 Corpus hippocraticum A maior parte (das enfermidades) são curadas pelo mesmo que a produz (...) A maior parte (das enfermidades) são curadas pelo mesmo que a produz (...)

5 Jamais se fez tanto pela arte de curar quanto na época de Hipócrates. Este observador escrupuloso investigou a natureza dentro da própria natureza. (...) Nenhum médico depois dele o ultrapassou no talento e na observação pura. Samuel Hahnemann

6

7 Fundamentos da Homeopatia Fundamentos da Homeopatia

8 Vitalismo Vitalismo Organon, Parágrafo 11 No estado de saúde do indivíduo reina, de modo absoluto, a força vital de tipo não material (...) mantendo todas as suas partes em processo vital admiravelmente harmônico nas suas sensações e funções (...)

9 Totalidade sintomática Parágrafo 6 O observador imparcial, (...) não percebe, em cada caso individual de doença, senão alterações do corpo e da alma, reconhecíveis exteriormente através dos sentidos, (…) desvios das anteriores condições de saúde do doente atual, que ele próprio sente, que as pessoas que o rodeiam percebem e que o médico nele observa. Todos estes sinais perceptíveis representam a doença em toda a sua extensão, isto é, eles formam, juntos, o verdadeiro e único quadro concebível da doença*.

10 Psiquismo Psiquismo Parágrafo 210 Parágrafo 210 (...) em todos os casos de doença, que devem ser curados, o estado psíquico deve concorrer como um dos mais notáveis no conjunto característico dos sintomas se quisermos traçar um quadro fidedigno da doença, a fim de, a partir daí, poder tratá-la homeopaticamente com êxito. Parágrafo 211 (...) o estado psíquico do doente, muitas vezes e principalmente, determina a escolha do medicamento homeopático(...)

11 Enfermidade Enfermidade as doenças não podem,(...) deixar de constituir desarranjos dinâmicos (não materiais) de nossa vida de tipo não material nas sensações e funções, isto é, desarranjos imateriais de nosso estado de saúde. as doenças não podem,(...) deixar de constituir desarranjos dinâmicos (não materiais) de nossa vida de tipo não material nas sensações e funções, isto é, desarranjos imateriais de nosso estado de saúde.

12 Anamnese Homeopática Anamnese Homeopática Exame individualizador de um caso de doença Exame individualizador de um caso de doença Imparcialidade Imparcialidade Sentidos perfeitos Sentidos perfeitos Atenção na observação Atenção na observação Fidelidade ao traçar o quadro de doença Fidelidade ao traçar o quadro de doença

13 Cura - Meios de Cura Cura - Meios de Cura Uma enfermidade – dinâmica, um desequilíbrio da força vital. Um medicamento – suscita sintomas semelhantes aos observados no paciente. Uma dose – ou a menor dose suficiente, a dose mínima. Cura – restabelecimento da saúde através da reação da força vital; observações prognósticas.

14 Conservação de Saúde Conservação de Saúde O fundo ou essência fundamental deste princípio vital espiritual, conferido a nós homens pelo Criador infinitamente misericordioso, é incrivelmente grande, se nós médicos, entendermos de que modo manter sua integridade nos períodos de saúde, encaminhando os homens para um modo de vida saudável, e de que modo invoca-lo e intensifica-lo na doença, através de um tratamento puramente homeopático.

15 Aplicações da da Homeopatia Homeopatia.

16 A HOMEOPATIA tem apoiado inúmeras demandas do PSF: Pacientes com contraindicação para tratamentos tradicionais (terapia de reposição hormonal, intolerâncias medicamentosas). Pacientes que não obtiveram melhora com outras abordagens terapêuticas. Pacientes que não obtiveram melhora com outras abordagens terapêuticas. Pacientes que preferem estas racionalidades. Pacientes que preferem estas racionalidades.

17 Pacientes com transtornos psíquicos moderados Pacientes com transtornos psíquicos moderados (a ESF a indica para evitar psicotrópicos ou retirá-los). Pacientes com transtornos relacionados à convivência familiar (ACS identifica). Pacientes com transtornos relacionados à convivência familiar (ACS identifica). Pacientes com transtornos considerados psicosomáticos. Pacientes com transtornos considerados psicosomáticos. Doenças epidêmicas -> DENGUE. Doenças epidêmicas -> DENGUE.

18 Giovano Iannotti Da Convergência de Princípios e Objetivos entre a Homeopatia e o Sistema Único de Saúde do Brasil, Instituto Mineiro de Homeopatia, IMH, Brasil. Orientadora: Cláudia Prass Santos. De la Influencia de la Especialidad del Médico de Atención Primaria en la Resolución de Problemas de Salud en las Unidades Básicas de Salud de Belo Horizonte, Brasil, Universidad Nacional de Córdoba - CONEAU Categoria A, UNC, Argentina. Orientador: Luis Santos Spitale.

19 A Homeopatia unifica, simplifica o cuidado, é econômica, tem resolubilidade com poucos exames e demanda poucos especialistas, além de humanizar o contato do médico com o paciente. Penso que Hahnemann se alegraria em ver o PSF como uma terra lavrada onde a semente da Homeopatia pode ser lançada e se atualizar em árvores frondosas com frutos promissores.

20 PNPIC Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares Portaria ATITUDE DE AMPLIAÇÃO DE ACESSO Diretriz Homeopatia 1 Incorporação da Homeopatia nos diferentes níveis de complexidade do Sistema, com ênfase na atenção básica, por meio de ações de prevenção de doenças e de promoção e recuperação da saúde. Para tanto, as medidas a serem adotadas buscarão: Priorizar mecanismos que garantam a inserção da atenção homeopática dentro da lógica de apoio, participação e coresponsabilização com as ESF.

21 No caso da unidade da Saúde da Família (SF) possuir um profissional homeopata como Médico da Saúde da Família, a ele deve ser oportunizada a prática da Homeopatia, sem prejuízo das atribuições pertinentes ao profissional da estratégia saúde da família.

22 Orientações sobre Formação Formação em Homeopatia em Homeopatia

23 ASSOCIAÇÃO MÉDICA HOMEOPÁTICA BRASILEIRA ESCOLAS FORMADORAS Instituto Homeopático Alfredo Soares Da Cunha - Bahia Instituto De Saude Integral – ISI – DF Associação Médica Homeopática do Mato Grosso Do Sul Instituto Mineiro De Homeopatia – IMH Associação Médica Homeopática de Minas Gerais

24 Paraná Centro de Especialização em Homeopatia de Londrina Centro Paranaense para o Progresso da Ciência (C.P.P.C.) - Escola Homeopática de Curitiba Associação Homeopática de Pernambuco Rio de Janeiro Federação Brasileira de Homeopatia (FBH) Sociedade de Homeopatia do Estado do Rio de Janeiro – SOHERJ Instituto de Homeopatia James Tyler Kent – IHJTK Instituto Hahnemanniano do Brasil (IHB) - Fundado Em Rio Grande Do Sul Sociedade Gaúcha De Homeopatia - SGH FUNDAÇÃO CEGEPH. Santa Catarina Fundação Homeopática Benoit Mure – Fhbm. São Paulo Centro De Estudos Avançados Em Homeopatia- Cesaho INSTITUTO HOMEOPÁTICO FRANÇOIS LAMASSON – IHFL Ribeirão Preto/SP ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE RECICLAGEM E ASSISTÊNCIA EM HOMEOPATIA – ABRAH Faculdade De Ciências Da Saúde De São Paulo – (Facis-ibehe) Instituto Samuel Hahnemann – Ihs Associação Paulista De Homeopatia - Aph Grupo De Estudos De Estudos Homeopáticos De São Paulo Benoit Mure– Instituto Hahnemaniano George Galvão - Ihgg.

25 Rio Grande do Sul - Sociedade Gaúcha de Homeopatia - SGH - FUNDAÇÃO CEGEPH. Santa Catarina - Fundação Homeopática Benoit Mure – FHBM São Paulo - Centro de Estudos Avançados em Homeopatia- Cesaho - INSTITUTO HOMEOPÁTICO FRANÇOIS LAMASSON – IHFL Ribeirão Preto/SP - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE RECICLAGEM E ASSISTÊNCIA EM HOMEOPATIA – ABRAH

26 São Paulo - Faculdade de Ciências da Saúde de São Paulo – (FACIS - IBEHE) - Instituto Samuel Hahnemann – ISH - Associação Paulista de Homeopatia - APH - Grupo de Estudos Homeopáticos de São Paulo Benoit Mure - Instituto Hahnemaniano George Galvão - IHGG

27 Evidências científicas

28 Evidências científicas da episteme homeopática Marcus Zulian Teixeira Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP); A homeopatia fundamenta-se em princípios e conhecimentos distintos do modelo biomédico convencional, dificultando sua compreensão e aceitação pela racionalidade científica contemporânea. Para que se consiga legitimar a homeopatia perante a episteme moderna, torna-se fundamental a produção de pesquisas que confirmem esses princípios homeopáticos: princípio da similitude, experimentação no indivíduo sadio, medicamento dinamizado e medicamento individualizado.

29 Painel Científico da Homeopatia Homeopatia Baseada em Evidências Dr. Michel Van Wassenhoven Secretário de Pesquisa da Liga Medicorum Homeopathica Internationales (LMHI) European Committee for Homeopathy (ECH) Tradução: Dra. Amarilys de Toledo Cesar

30 Painel Científico da Homeopatia Homeopatia Baseada em Evidências Os medicamentos homeopáticos têm indicações muito precisas. Sua ação é provada por pesquisas e testes clínicos validados. A pesquisa homeopática tem apenas um pequeno apoio internacional. A homeopatia anseia por validação e apoio a pesquisas.

31 Painel Científico da Homeopatia Estrutura da prática: Bélgica como exemplo Mais de 22% médicos de família prescrevem medicamentos homeopáticos. Destes, 3% os prescrevem como primeira escolha. 87% dos médicos homeopatas da União Profissional Nacional Homeopática da Bélgica são médicos generalistas. Há também amplo uso de Homeopatia por veterinários e dentistas. Farmacêuticos a procuram cada vez mais.

32 Painel Científico da Homeopatia Estrutura da prática: Bélgica como exemplo PESQUISA COM MAIS DE 6000 PESSOAS 45% usa homeopatia. 17% para doenças graves e crônicas. 17% para doenças específicas como condições alérgicas. 7% devido à ineficácia dos tratamentos convencionais 3% por intolerância a algumas drogas convencionais

33 Painel Científico da Homeopatia Estrutura da prática: Bélgica como exemplo PESQUISA COM MAIS DE 6000 PESSOAS De crianças a pessoas com mais de 75 anos. O grupo acima de 55 anos é considerado como o mais caro no orçamento do Serviço Nacional de Saúde (estudos ECHO com nível IIIa de Evidência)

34 Painel Científico da Homeopatia Meta análise – Revisão Sistemática Kleijen & al British Medical Journal – 105 estudos Há um argumento legal para posterior avaliação da Homeopatia. 77% dos estudos mostraram resultados positivos para a Homeopatia (ressalva da qualidade).

35 Painel Científico da Homeopatia Meta análise – Revisão Sistemática Boissel & al Report for the European Commission - 15 estudos É evidente que a Homeopatia é mais eficiente do que o placebo. Justifica-se pesquisa posterior.

36 Painel Científico da Homeopatia Meta análise – Revisão Sistemática Linde & al The Lancet. 89 estudos. A taxa e probabilidade combinada foi de 2,45 (95% IC) em favor da Homeopatia. Não é possível que os efeitos clínicos da Homeopatia sejam completamente devidos ao placebo.

37 Painel Científico da Homeopatia Meta análise – Revisão Sistemática Shang & al The Lancet. 110 ensaios, mas a conclusão final é embasada em uma selelção de 8 ensaios. Conclusão final para 8 ensaios heterogêneos: evidência fraca para um efeito específico dos medicamentos homeopáticos, mas evidência forte para efeitos específicos de intervenções convencionais. Não foram apresentados os dados sobre os ensaios conclusivos. Conclusões embasadas em 8 estudos para 8 indicações diferentes.

38 Painel Científico da Homeopatia Nível I de Evidência – diarréia infantil e rinite alérgica sazonal. Nível IIa de Evidência – asma, fibrosite, gripe, dores musculares, otite média, várias sensações de dor, efeitos colaterais de radioterapia, tensão, infecções e ouvido, nariz e garganta. Nível IIb de Evidência – ansiedade, hiperatividade, cólon irritável, enxaqueca, osteoartrite do joelho, síndrome pré- menstrual, aftas e outras.

39 Painel Científico da Homeopatia Um tema retundante: EM DILUIÇÕES ALTAS E ULTRA ALTAS NÃO HÁ MAIS TRAÇOS DE QUALQUER SUBSTÂNCIA QUÍMICA ORIGINAL. As soluções homeopáticas não seriam nada além do solvente em si. Vários séculos de observações clínicas cuidadosas demonstram a evidência de ações terapêuticas e distintas personalidades destas soluções. Propriedades que não podem ser encontradas em meros solventes.

40 Painel Científico da Homeopatia Um tema retundante: EM DILUIÇÕES ALTAS E ULTRA ALTAS NÃO HÁ MAIS TRAÇOS DE QUALQUER SUBSTÂNCIA QUÍMICA ORIGINAL. De maneira óbvia, este problema tornou-se um desafio definitivo para todos os pesquisadores em física, química e ciências dos materiais. Desvendar a informação homeopática. RMNuclear; outra RM; espectrometria; captura eletrofotônica dinâmica; medidas calorimétricas e elétricas, termoluminescencia.

41 Painel Científico da Homeopatia HOMEOPATIA E DOENÇAS EPIDÊMICAS Ainda que sua eficácia tenha sido demonstrada no tratamento de indivíduos com doenças agudas ou crônicas, uma revisão histórica mostra que as maiores habilidades da Homeopatia parecem ser demonstradas no tratamento das doenças epidêmicas. Há exemplos impressionantes das amplas aplicações da Homeopatia nos séculos XIX e XX.maneira óbvia, este problema tornou-se um desafio definitivo para todos os pesquisadores em física, química e ciências dos materiais. Desvendar a informação homeopática..

42 Painel Científico da Homeopatia HOMEOPATIA E DOENÇAS EPIDÊMICAS Os resultados curativos do gênio epidêmico foram tão positivos durante a epidemia nas décadas seguintes, nas quais eles não só curaram a maioria daqueles afetados nos quais nada mais funcionava, mas também obtiveram aclamação internacional para a Homeopatia, a medicina nova, racional. Há algo intrinsicamente poderoso sobre o sucesso da Homeopatia na cura de grandes populações que é inegavelmente atrativo para qualquer um que tenha o poder de observação, e é através destas curas rápidas nas epidemias que Hahnemann foi capaz de rápida e largamente, divulgar a palavra: Homeopatia. Greg Bedayn

43 Painel Científico da Homeopatia HOMEOPATIA E DOENÇAS EPIDÊMICAS A Homeopatia tornou-se muito popular na América do Norte durante seus primeiros anos devido ao incrível sucesso obtido por sua velha guarda durante as epidemias de difteria, escarlatina, cólera, malária, febre amarela. (From its Roots Upwards, Interview with André Saine, N.D. D.H.A.N.P Vienna January 1994).

44 Painel Científico da Homeopatia HOMEOPATIA E DOENÇAS EPIDÊMICAS Talvez o uso mais recente da Homeopatia em uma grande epidemia tenha sido durante a pandemia de Influenza de O Journal of the American Institute for Homeopatia, de maio de 1921, em longo artigo, relatou que em casos de gripe espanhola tratados alopaticamente, houve uma proporção de mortalidade de 28,2%. Em casos tratados homeopaticamente, esta proporção foi de 1,05%. (...) Winston, 2006


Carregar ppt "Similia Similibus Curantur 1796 (...) escolha para cada caso mórbido um medicamento que possa produzir por si mesmo uma afecção semelhante àquela que ele."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google