A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O Uso do Trombolítico no Infarto Agudo do Miocárdio em Hospital Geral Dr. Clóvis Hoepfner, Bruna Bettega, Marjorie Medeiros, Vivian Poletto Maran, Adriana.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O Uso do Trombolítico no Infarto Agudo do Miocárdio em Hospital Geral Dr. Clóvis Hoepfner, Bruna Bettega, Marjorie Medeiros, Vivian Poletto Maran, Adriana."— Transcrição da apresentação:

1 O Uso do Trombolítico no Infarto Agudo do Miocárdio em Hospital Geral Dr. Clóvis Hoepfner, Bruna Bettega, Marjorie Medeiros, Vivian Poletto Maran, Adriana Cristina Piontkoski, Mary Almira Laranjeira Albrecht, Jeovane Nascimento do Rosário Hospital Municipal São José

2 INTRODUÇÃO Na oclusão coronariana aguda a necrose tissular se inicia após vinte minutos e continua por três e seis horas, progredindo da região subendocárdica para a subepicárdica. A presença de circulação colateral pode manter a viabilidade de partes do miocárdio por mais algumas horas. A angioplastia coronariana e o trombolítico, utilizados nas primeiras horas do infarto agudo do miocardio (IAM) podem reduzir a extensão do dano muscular e modificar a evolução da doença.

3 COMPARAÇÃO DA TERAPIA FIBRINOLÍTICA COM O TRATAMENTO CONVENCIONAL Início do Fibrinolítico Vidas adicionais salvas por 1000 pacientes tratados Na 1ª hora Na 2ª hora Na 3ª hora Entre a 3ª e 6ª hora Entre a 6ª e 12ª hora Entre 12ª e 24ª hora Achados de 22 estudos randomizados e controlados ( )

4 PROTOCÓLO DO TROMBOLÍTICO Droga: Estreptoquinase IV Droga: Estreptoquinase IV Local da Aplicação Pronto Socorro ou UTI Local da Aplicação Pronto Socorro ou UTI Momento da Aplicação: Em até 6 horas de dor ou conforme orientação do cardiologista Momento da Aplicação: Em até 6 horas de dor ou conforme orientação do cardiologista

5 RECURSOS DO HOSPITAL HUMANOSHUMANOS Socorristas Clínicos, Intensivistas, Residentes*, Cardiologista em sobreaviso a distância, Enfermagem* MATERIAISMATERIAIS ECG, Enzimas, ECO * Curso de ECG no IAM

6 OBJETIVOS DE ESTUDO Fatores ligados ao paciente, ao profissional da saúde e a infraestrutura do sistema de saúde podem interferir com a utilização plena do recurso terapêutico. Nossos objetivos foram identificar as causas de utilização inadequada do trombolítico e propor medidas de otimização do uso em nosso meio.

7 Estudo prospectivo e retrospectivo MATERIALEMÉTODOS 150 casos consecutivos de IAM no período de janeiro de 2002 a setembro de 2003 Impresso standart de identificação de cardiopatas do PREVENCOR Revisão do prontuário

8 RESULTADOS CAUSAS DE NÃO-UTILIZAÇÃO DO TROMBOLÍTICO TOTAL DE 45 PACIENTES

9 UTILIZAÇÃO DO TROMBOLÍTICO NO IAM Intervalo t TOTAL DE 47 PACIENTES

10 USO DO TROMBOLÍTICO EM HOSPITAL GERAL TOTAL DE 92 CASOS

11 CONCLUSÃO PACIENTE Busca tardia do socorro profissional 17,4%PROFISSIONAL Diagnóstico tardio ou ausente 13% Infusão desnecessária 5,4% Infusão tardia (>6 a 12 h) 17,4% Total 35,8%PACIENTE Busca tardia do socorro profissional 17,4%PROFISSIONAL Diagnóstico tardio ou ausente 13% Infusão desnecessária 5,4% Infusão tardia (>6 a 12 h) 17,4% Total 35,8% FALHAS DE UTILIZAÇÃO DO TROMBOLÍTICO TOTAL GERAL 53,2%

12 PROPOSTAS DE OTIMIZAÇÃO Treinamento dos profissionais; UNIDADES DE DOR TORACICA; Otimização do laudo do ECG a distância: FAX Orientação para população de risco: ambulatórios, consultórios e mídia. Orientação para população de risco: ambulatórios, consultórios e mídia. Treinamento dos profissionais; UNIDADES DE DOR TORACICA; Otimização do laudo do ECG a distância: FAX Orientação para população de risco: ambulatórios, consultórios e mídia. Orientação para população de risco: ambulatórios, consultórios e mídia.

13 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 1.Sarmento Leite, R, Krepsky, A.M, Gottschall, C.M Infarto Agudo do Miocárdio. Um século de História.Arq. Bras. Cardiol, Vol 77 (nº6) , Pimenta L, Bassan R, et al – É o Sexo Feminino um Preditor Independente de Mortalidade Hospitalar no Infarto Agudo da Miocárdio? Arq. Bras. Cardiol, Vol 77 (nº1) 37-43, Ribeiro, D.G.L, Andrade, P. JN, Pres Junior JN, Saraiva, L.R. Infarto Agudo do Miocárdio.Preditores de Mortalidade em Hospital Público em Fortaleza, Ceará. Arq. Bras. Cardiol. Vol. 80 (nº6), , 2003.

14 4.Timmerman, A et al. Síndromes Coronarianas Agudas. Projeto Emerge Brasil. SBC Funcor. 5.Koerselmann J, Van der Graaf Y, de Jaegere P.T. Grobbee D.E. Coronary Collaterals.An Important and underexposed Aspect of Coronary Atery Disease. Circulation 2003; 107:


Carregar ppt "O Uso do Trombolítico no Infarto Agudo do Miocárdio em Hospital Geral Dr. Clóvis Hoepfner, Bruna Bettega, Marjorie Medeiros, Vivian Poletto Maran, Adriana."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google