A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Facilitadora: Drª Mayana Batista Neri Faculdade Regional do Jacu í pe – FARJ Rua Maria Eleonora, 101, Bairro Novo Oeste, Capim Grosso – BA CEP: 44.695-000.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Facilitadora: Drª Mayana Batista Neri Faculdade Regional do Jacu í pe – FARJ Rua Maria Eleonora, 101, Bairro Novo Oeste, Capim Grosso – BA CEP: 44.695-000."— Transcrição da apresentação:

1 Facilitadora: Drª Mayana Batista Neri Faculdade Regional do Jacu í pe – FARJ Rua Maria Eleonora, 101, Bairro Novo Oeste, Capim Grosso – BA CEP: Telefones para contato: Sede: (74) / Núcleo Araripina: (87) Autorizada pelo MEC portaria 563 de 09/05/2008 CNPJ n° /

2

3

4 Introdução a Sociologia Sociologia é a ciência que estuda o convívio entre as pessoas em grupos, associações, comunidades, etc, em vários tamanhos de rede social: desde uma pequena família, até grandes grupos étnicos, religiosos, etc. É a criação de teorias baseadas no cotidiano, em coisas que acontecem muitas vezes, as vezes de forma padronizada, mesmo em sociedades completamente diferentes.

5 Estudar a realidade social diz respeito ao campo do trabalho da sociologia. Estudar a realidade social, diz respeito então, ao estudo da constituição em rede de vida humana. Assim, estudar sociologia diz respeito ás relações que envolve a vida humana em todas as etapas do seu desenvolvimento.

6 O que é sociologia? A sociologia configura configura-se no estudo das sociedades humanas, um processo intelectual fascinante e obrigatório, cuja matéria-prima é nosso próprio comportamento como indivíduos sociais. A expressão sociedades humanas indica a existência de inúmeras sociedades, de vários estilos de vivencia que abrangem e orientam a diversidade humana.

7 História da Sociologia Os primeiros passos da sociologia podem ser identificados na consolidação do sistema capitalista, proporcionada pela Revolução Francesa em Nessa conjuntura, a nascente ordem do capital se alastrou rapidamente pelo continente europeu, oferecendo à sociedade um padrão de comportamento crucial para a fundamentação de estudos sociológicos: trata-se do indivudualismo.

8

9 A queda do domínio feudal e a possibilidade dos indivíduos tornarem-se proprietários habilitaram o individualismo como principal ponto para a compreensão e interpretação daquela realidade.

10 Os conflitos sociais vigentes na nova ordem capitalista, opôs-se à supremacia do individualismo e compreendeu a realidade humana a partir do coletivo. Neste sentindo, os conflitos pôs Revolução Francesa são originados pelos resíduos da antiga denominação da política da nobreza, os quais deveriam ser completamente eliminados pela lógica industrial capitalista.

11 Portanto a sociologia iniciou-se com o esforço dos pensadores em compreender o impacto inicial das transformações que acompanharam o processo de industrialização no Ocidente. Atualmente, o estudo sociológico ainda permanece comprometido com a análise da vida social moderna. No entanto, o mundo de hoje é radicalmente distinto do passado, e a grande tarefa da sociologia é ajudar-nos a compreender este mundo e seu provável futuro.

12

13

14 Objeto de Estudo da Sociologia Quando a sociologia surge realmente de fato no Século XIX se dedicava ao estudo do mudo social, até hoje a inúmeras interpretações para esta ciência, onde alguns dizem que é uma ciência da sociedade, outros falam que é o estudo dos fenômenos sociais e das relações humanas, mas todos concordam que a sociologia é o estudo das relações e interações humanas. Portanto, o objeto de estudo da sociologia são as práticas sociais tais como:

15 As Interações Sociais Ocorre quando dois ou mais indivíduos estão interagindo entre si, porém para que isso ocorra terá que haver mudança de comportamento entre os mesmos. Podendo ter algum veículo de comunicação entre eles como a televisão e o computador (Internet).

16 Grupos Sociais É a interação de um grupo de indivíduos onde todos trabalham e compartilham idéias e atitudes em comum. grupos sociais existem quando em determinado conjunto de pessoas há relações estáveis, em razão de objetivos e interesses comuns, assim como sentimentos de identidade grupal desenvolvidos através do contato contínuo

17

18 Relação Social São as diferentes formas de interação social, tais como: professor e aluno, pais e filhos, patrões e empregados, etc. refere-se ao relacionamento entre indivíduos ou no interior de um grupo social. As relações sociais formam a base da estrutura social. Nesse sentido, as relações sociais são o objeto básico da análise das Ciências Sociais.

19 Teorias Sociológicas Karl Marx Teoria Crítica : A sociedade é transitória e permeada por antagonismos e contradições. Materialismo Histórico : a sociedade surgiu da necessidade dos homens de cooperarem para trabalhando, produzirem os bens necessários á vida ( divisão social do trabalho ). Toda forma de divisão social do trabalho (cooperação) é acompanhada de um tipo de propriedade. A separação entre o trabalho manual e o trabalho intelectual permitiu o surgimento da desigualdade e da exploração, resultando na luta de classes. A luta de classes é o movimento real que muda a sociedade e faz a história.

20 A sociedade capitalista é resultado do desenvolvimento das forças produtivas e da luta de classes que existem desde o princípio da vida social. É uma sociedade desigual, em que os trabalhadores ( proletariado ) são explorados pelos capitalistas ( burguesia ). Assim os conflitos da vida social se devem à desigualdade e sua superação só poderá ser alcançada políticamente pela luta dos trabalhadores para fim da exploração capitalista.

21 Émile Durkheim Sociologia Positivista: estabelecer o objeto e o método de investigação da sociologia. Preocupado com os conflitos e com as idéias socialistas das quais discordava. Acreditava que os problemas sociais são de ordem moral e não econômicos e que ocorriam devido à fragilidade moral de sua época. Entendia a sociedade como um sistema formada pela associação dos indivíduos.

22 Dentro desta teoria Emile Durkheim em volve o altruísmo que significa amor desinteressado ao próximo, abnegação, filantropia. O contrário de egoísmo.

23 Max Weber Teoria Compreensiva : Quis separar conhecimento empírico dos julgamentos de valor.. A finalidade da sociologia é compreender a conduta humana, explicando as causas e conseqüências de sua origem. Enfoque na Intenção que dá sentido. Desse modo é possível classificar a ação social.

24

25 A Sociedade e sua Estrutura Segundo Fernando Henrique Cardoso e Octavio Lanni, considera-se uma estrutura social a ligação das partes que compõem o todo, o arranjo no qual os elementos da vida social estão ligados. Dessa forma, são relações que se sobrepõem e se interligam, e possuem certo grau de complexidade, não sendo momentâneas, mas sim possuindo certa constância e continuidade

26 De maneira mais direta, podemos afirmar que a estrutura social diz respeito à forma como a sociedade se organiza, assim como certas funções são necessárias para aquele grupo, e à forma como estão dispostos os status (posições sociais) e papéis sociais, conforme privilégios e deveres.

27 Além disso, é possível afirmar que estrutura social tem a ver com a expectativa do comportamento entre os indivíduos, os quais assumem papéis sociais e possuem status sociais, fatos que nos permitiriam organizar nossas vidas enquanto atores sociais. Isso significa que há uma expectativa para o papel social exercido pelo pai, pela mãe, pelo filho, pelo professor, pelo policial, enfim, por todos aqueles que estão na sociedade e interagem o tempo todo através das relações sociais

28 A estrutura social seria marcada não apenas pelas ações dos homens, mas também pelas chamadas instituições – como o exemplo da família considerando-se, que a instituição é o conjunto de valores e princípios estabelecidos tradicionalmente.

29

30 Sociologia como Disciplina Se você está preocupado com o modo como as pessoas vivem e convivem, com o porquê de ocorrerem tantas coisas que não se entende na sociedade, a Sociologia pode ajudar nesta busca. Essa disciplina procura entender os elementos essenciais do funcionamento de uma sociedade e também procura dar respostas, explicações e compreensão a algumas questões.

31 Questões relacionadas a Sociologia Por que as pessoas agem e pensam de uma forma e não de outra? Por que nos relacionamos de uma forma normalmente padronizada? Por que existe tanta desigualdade em nosso mundo? Por existem as relações de poder e como elas se explicam na sociedade? Quais são os nossos direitos e o que significa concretamente cidadania?

32 Por que existem movimentos sociais? Como surgem e se organizam? O que é cultura e ideologia? Como elas estão presentes nos meios de comunicação em massa?

33 O fundamental da sociologia é fazer com que pensemos as questões sociais e individuais de um modo mais sistemático e com mais argumentos, além daqueles do senso comum. Ela nos da ferramentas e conceitos para podermos analisá-las a partir de uma visão mais consistente.

34 Surgimento da Sociologia como Disciplina A sociologia se mostrou presente em várias datas importantes desde as grandes revoluções, desde lá cada vez mais foi de fundamental participação para a sociedade mundial e também brasileira. Desde o início a sociologia vem-se preocupando com a sociedade no seu interior, isto diz respeito, por exemplo, aos conflitos de classes sociais.

35 Sociologia como Disciplina no Brasil Década de 20 e 30 – a sociologia estava num estudo sobre a formação da sociedade brasileira, e analisando temas como abolição da escravatura, êxodos, e estudos sobre índios e negros. Década de 40 e 50 – a sociologia voltou para as classes trabalhistas tais como salários e jornadas de trabalho, e também comunidades rurais. Década de 60 – preocupação com o processo de industrialização do país, nas questões de reforma agrária.

36 Em o trabalho dos sociólogos se voltou para os problemas sócios políticos e econômicos originados pela tensão de se viver em um país cuja forma de poder era o regime militar. Década de 80 – desta década ocorreu a profissionalização da sociologia. Neste período a preocupação era voltada para o estudo da mulher, do trabalhador rural.

37 Em Houve uma grande luta para que a sociologia voltasse obrigatoriamente às escolas de Ensino Médio, pois desde a década de 40 isso não acontecia. Em 2007, é que ela se torna obrigatória como disciplina, havendo uma luta para que ela seja ministrada com qualidade, e para isso é necessário o empenho de todos, professores qualificados e alunos exigentes.

38 A Sociologia e a Organização Social Organização Social - refere-se aos sistemas de relações de obrigação que existem entre os grupos que constituem determinada sociedade. Distingue-se da estrutura social que se refere à colocação e posição de indivíduos e de grupos dentro desse sistema de relações de obrigação (Brown e Barnett). é o conjunto de relações entre membros de um grupo, entre grupos ou entre pessoas e grupos. Até os grupos socias se organizam e mantêm relações recíprocas, como entre famílias, entre escolas, entre fábricas, etc.

39 A Sociologia e a temática dos Grupos Sociais A própria natureza exige que os homens se agrupem. A vida me sociedade é condição necessária à sobrevivência da espécie humana. Desde o início os homens tem vivido juntos, formando agrupamentos, como as famílias. Os contatos e os processos sociais que aproximam ou afastam os indivíduos provocam o surgimento de formas diversas de agrupamentos sociais. Tais formas são os grupos sociais e os agregados sociais.

40 Grupos Sociais Forma básica de associação humana. Aqueles que, devido ao contato social duradouro resultam em formas mais estáveis de integração social. Nos tipos sociais há normas, hábitos e costumes próprios, divisão de funções e posição definidas. É toda reunião de duas ou mais pessoas associados pela integração.

41 Principais Grupos Sociais Grupo familiar – família; Grupo vicinal – vizinhança; Grupo educativo – escola; Grupo religioso – igreja; Grupo de lazer – clube, associação; Grupo profissional – empresa; Grupo político – Estado, partidos políticos.

42 As principais características de um Grupo Social são: Pluralidade de indivíduos; Interação social; Organização; Objetividade e Exterioridade; Conteúdo internacional ou Objetivo comum; Consciência grupal ou sentimento de nós; Continuidade.

43

44 Agregados Sociais É uma reunião de pessoas frouxamente aglomeradas que, no entanto, mantêm entre si um mínimo de comunicação e de relações sociais. São de indivíduos caracterizados pela proximidade física. Não há distribuição de funções nem qualquer outra forma de estruturação. A comunicação é nula ou escassa e pontual. Não é organizado e as pessoas que dele participam são relativamente anônimas.

45 As pessoas que compõem o agregado permanecem estranhas umas às outras, de tal modo que no agregado não existe o sentido do outro como pessoa, mas apenas como indivíduo indiferenciado. As relações sociais no seio do agregado são, portanto, muito limitadas e de carácter provisório. Os indivíduos podem entrar e sair de um agregado sem que tal modifique o seu estilo de vida e a sua posição social. Lúcia Demartis, Compêndio de Sociologia, Edições 70, Lisboa, 2006, pág. 78.

46 Tipos de Agregados Sociais: A) manifestação pública: são pessoas reunidas deliberadamente com um determinado objetivo. Participam de uma determinada ação coletiva. Seguindo geralmente um plano preestabelecido; B) agregados residenciais: difere da vizinhança porque apesar de estarem próximos se mantém relativamente estranhos não há entre eles, contato, interação entre pessoas que se conhecem. Exemplos: quem vivi em zona de transição como hotéis, pensões, grandes prédios e apartamentos.

47 C) agregados funcionais: constituem uma zona territorial onde os indivíduos têm funções específicas. Exemplo: os distritos policiais e zonas escolares. D) multidão: tumulto de pessoas ocupando o mesmo espaço físico. Exemplos: bairro que se junta para linchar um preso ou pessoas que se juntam na rua na brincar o carnaval.

48

49 As Instituições Sociais As instituições sociais são uns dos diversos tipos de organização social. Sendo conceituada como uma estrutura relativamente permanente de padrões, papeis e relação que os indivíduos realizam segundo determinadas formas sancionadas e unificadas, com o objetivo de satisfazer necessidades sociais básicas

50 Características das Instituições Sociais A) finalidade: satisfação das necessidades sociais; B) conteúdo relativamente permanente: padrões e relações entre indivíduos na mesma cultura; C) possuem valores: código de conduta; D)estrutura unificada: cada instituição apesar de não poder ser completamente separada das demais, funciona como uma unidade.

51 Instituição Familiar A família é considerada o fundamento básico e universal das sociedades por se encontrar em todos os agrupamentos humanos, embora variem as estruturas e o funcionamento. Essa variação pode ser quanto ao número de casamentos, quanto à forma, relações de parentesco, relação sexual. Toda sociedade tem regras que abrangem as relações sexuais e a procriação de filhos, situando a criança em determinado grupo de descendência. Todavia, essas regras não são as mesmas em toda parte.

52 De modo geral, é o casamento que estabelece os fundamentos legais da família, mais pode haver famílias sem casamentos.

53 Família É um grupo social caracterizado pela resistência comum com cooperação econômica e reprodução. É um grupo doméstico no qual os pais e filhos vivem juntos. É um grupo social cujos membros estão unidos pelos laços de parentesco. Grupos de parentes afins e seus descendentes que vivem juntos.

54 Classificação de Família Família elementar – é a unidade formada pelo homem com sua esposa e seus filhos que vivem juntos em uma união reconhecida pelos outros membros de sua sociedade. Família nuclear – encontra-se em quase toda a parte, como tipo dominante.É a família ocidental de origem monogâmica. Família extensa – é um estrutura consanguínea, no sentindo de que certo número de parentes consanguíneos estão ligados entre si por deveres e direitos mútuos reconhecidos, exemplos: tios, sobrinhos, avós, afilhados,etc.

55 Família fantasma – é uma unidade familiar formada por uma mulher casada e seus filhos e o fantasma. O marido não desempenha o papel de pai, é apenas o genitor.

56 União União Estável – de acordo com o art do CC, é reconhecida como entidade familiar a união estável entre homem e mulher, configurada na convivência pública, contínua e duradoura e estabelecida com o objetivo de constituição de família. É o conhecido como amasiados ou amigados, podendo ser a união temporária ou indissolúvel. O concubinato é um tipo de união, são as relações não eventuais entre o homem e uma mulher, impedidos de casar, art CC.

57 Casamento De acordo com o art do CC, o casamento estabelece comunhão plena de vida, com base na igualdade de direitos e deveres dos cônjuges. A expectativa é de que o casamento seja uma relação permanente sendo o divórcio uma exceção.

58 Religião Todas as sociedades conhecem alguma forma de religião. A religião é um fato social universal. Não resta dúvida de que a religião é uma das instituições mais importantes para a organização social, pelo seu conteúdo moral. A religião inclui crença ao sobrenatural, ritos e cerimônias. É inegável a tendência moderna de dar mais ênfase aos valores sociais do que religiosos, prova disso, é o surgimento de doutrinas mais modernas como a Teologia da Libertação.

59

60 Política São instituições políticas fundamentais a autoridade, o governo, o Estado (com os três poderes), partidos políticos e as constituições. Classificamos também os sistemas políticos como o anarquismo, ditadura, democracia.

61 Educação Constitui uma instituição universal pelo fato de que em todas as sociedades é necessário garantir a estrutura educacional como processo de transmissão de conhecimentos e valores presentes na sociedade.

62 Sociologia e Educação A educação surge como um conjunto de maneiras de transmitir e assegurar a outras pessoas um conhecimento de crenças, técnicas e hábitos que um grupo social já desenvolveu a partir de suas experiências de sobrevivência. A educação é a dimensão essencial do predomínio do ser humano. A educação a priori é informal, nasce espontaneamente, sem necessitar, num primeiro momento de professores e instituições escolares, está em todo lugar e atinge a todos em meios de atividades cotidianas.

63 ONDE UM SABE, FAZ E ENSINA, OUTRO NÃO SABE, OBSERVA E APRENDE.

64 Educação nas Sociedades Modernas Nas sociedades modernas a educação não tem a característica de informalidade, nos fenômenos sociais modernos exige a institucionalização do ensinar e aprender. É nesse contexto que nasce a instituição escolar, que nunca estará sozinha, será constantemente permeada por outras instituições, como a igreja e a família, juntamente com outras formas de socialização, como o trabalho e o lazer.

65 Função da Educação A principal função do professor é formar cidadãos capazes de contribuir para a harmonia. Emile Durkheim. Numa sociedade organizada pela moral social, pode ocorrer que certos indivíduos não se adaptem á moral a que estão sujeitos e isto origina os problemas básicos de nossa sociedade. Segundo Durkheim o conflito básico é o de interesses sociais.Nesse contexto, a educação aparece nas sociedades humanas com a função social de evitar a contradição existente entre interesses pessoais e sociais.

66 Processo Educativo Durkheim acreditava que a sociedade seria mais beneficiada pelo processo educativo: a educação é uma socialização da jovem educação pela geração adulta. E quanto mais eficiente o processo, melhor será o desenvolvimento da comunidade em que a escola esteja inserida.

67 Tipos de processo educativo Processo educativo uno – é que a educação é reprodutora da moral social que garante a harmonia natural das sociedades. Processo educativo múltiplo – a educação é múltipla pela diversidade dos conhecimentos envolvidos. O fato de existirem inúmeras especialidades (disciplinas) legitima esse aspecto.

68 O homem, mais do que formador da sociedade, é um produto dela. Essa teoria, além de caracterizar a educação como um bem social, a relacionou pela 1ª vez ás normas sociais e à cultura local, diminuindo o valor que as capacidades individuais têm na constituição de um desenvolvimento coletivo. É com esse pensamento que quem prevalece na atualidade é o processo educativo múltiplo.

69 Educação e a Sociedade Brasileira O primeiro estabelecimento como orientação pedagógica aconteceu em 1808, com a vinda da família real portuguesa para o Brasil. Em é criada a ABE ( Associação Brasileira de Educação) – é implantada o ensino noturno, a criação de cursos supletivos e a distribuição gratuita de material escolar para os segmentos de baixa renda. Na atualidade temos a massificação dos cursos profissionalizantes e de ensino superior.

70 Educação na Lógica Globalizada É um exemplo do capitalismo nos permitem afirmar que essa formação social tem uma vocação para conquistar o planeta: as lutas por novos mercados, a ampliação do comércio exterior e a expansão das idéias e moral burguesas. Na atualidade, os avanços tecnológicos (indústrias, satélites, internet) possuem uma importância bastante significativa. Como em tais evoluções, distâncias foram encurtadas, e a formação de poderosos complexos industriais surgem.


Carregar ppt "Facilitadora: Drª Mayana Batista Neri Faculdade Regional do Jacu í pe – FARJ Rua Maria Eleonora, 101, Bairro Novo Oeste, Capim Grosso – BA CEP: 44.695-000."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google