A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ANESTESIA DISSOCIATIVA Anestésicos Dissociativos Definição: É o ato anestésico capaz de dissociar o córtex cerebral, causando analgesia e sono do paciente,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ANESTESIA DISSOCIATIVA Anestésicos Dissociativos Definição: É o ato anestésico capaz de dissociar o córtex cerebral, causando analgesia e sono do paciente,"— Transcrição da apresentação:

1

2 ANESTESIA DISSOCIATIVA

3 Anestésicos Dissociativos Definição: É o ato anestésico capaz de dissociar o córtex cerebral, causando analgesia e sono do paciente, sem com que ocorra a perda dos reflexos protetores. (MASSONE, 2003).

4 Anestésicos dissociativos  Depressão cerebral e tálamo ( amnésia profunda e analgesia)  Estimulação do sistema límbico (rigidez muscular, excitação, convulsão) Efeitos psicossomáticos ( alucinações, confusão mental, agitação e medo – humanos) animais em doses elevadas

5 Anestésicos dissociativos  Boa analgesia somática  Pode ser usado com opióides  Contenção química (dardos anestésicos)  OBS: podem ser usados como MPA  Pequenas doses potencializam analgesia somática (recep. NMDA)

6 Anestésicos dissociativos  Relaxamento muscular precário  Salivação e lacrimejamentos são comuns  Temores, rotação ocular, espaticidade tônica e convulsões – deses excessivas  Únicos usados via IV e IM  Boa margem de segurança

7 Anestésicos dissociativos QUETAMINA ( Ketalar, vetanarcol) –2mg/kg IV e 10 mg/kg IM –Concentrações 5% e 10% –Inconsciência e analgesia dose dependente maior para dor somática –I.V efeito em 1 min. Por 10 a 20 min. –I.M. efeito em 5 a 10min. Por 20 a 40 min. –Potencializa a ação de outros depressores do SNC

8 QUETAMINA –Ação no SNC –aumento da pressão intracraniana –aumento do consumo de oxigênio ( dióxido de carbono –depressão respiratória) –Aumenta atividade excitatória (ocorre no tálamo e sistema límbido

9 QUETAMINA Ação no Sist. Cardiovascular –aumento da PA, débito e freqüência –aumento do consumo de oxigênio pelo miocárdio

10 QUETAMINA Ação no Sist. Respiratório –Apnéia transitória (I.V.)

11 QUETAMINA Geral – Aumento da pressão intra-ocular –Preserva os reflexos protetores que podem ser deprimidos pelas drogas MPA –Em gatos 80% é eliminado intacto pela urina –Pouca analgesia em procedimentos torácicos e abdominais –Aumento das secreções salivares e no trato respiratório

12 Tiletamina TILETAMINA (zoletil) –Liofilizado em pó associado ao zolazepam (benzodiazepinico) –Depois de diluído, deve ficar sob refrigeração ( 14 dias) ou congelado –Dose deve ser feita pela soma dos fármacos –Mais cara –Mais potente que cetamina –Efeito e recuperação mais prolongados mais prolongado

13 Tiletamina GERAL –fenômeno exitatório –hipersensibilidade a estímulos visuais sonoros e táteis –retorno longo com agitação (meia vida do zolazepam mais curta que a tiletamina) –em gatos é o inverso

14 ASSOCIAÇÕES ANESTESICAS Fatores que influenciam a farmacocinética e farmacodinâmica –Idade –Peso –Função renal –Função hepatica

15 ANESTESICOS DISSOCIATIVOS Atropina (0,05 mg/kg SC) + Xilazina ( 2mg/kg) + quetamina (15mg/kg IM) Acepromazina (0,1mg/kg) + midazolan (1mg/kg) + quetamina ( 6 a 10 mg/kg) Acepromazina (0,1mg/kg) Tiletamina +zolazepam (6 a 12mg/kg IM) + um opióide


Carregar ppt "ANESTESIA DISSOCIATIVA Anestésicos Dissociativos Definição: É o ato anestésico capaz de dissociar o córtex cerebral, causando analgesia e sono do paciente,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google