A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Administração Jorge Surian Administração: Teoria Clássica Aula 03.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Administração Jorge Surian Administração: Teoria Clássica Aula 03."— Transcrição da apresentação:

1 Administração Jorge Surian Administração: Teoria Clássica Aula 03

2 2 2 HENRI FAYOL (França) m Nasceu em Constantinopla, morreu em Paris. mDesenvolveu a Teoria Clássica na França. mEngenheiro de Minas aos 25 anos. mGerente Geral aos 47 anos. mViveu consequências da Revolução Industrial e da Primeira Guerra Mundial. TEORIA CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO

3 3 3 mOs aspectos organizacionais são analisados de cima para baixo (da direção, para execução) e do todo para as partes (da síntese para a análise), exatamente ao contrário da abordagem da administração científica. mOs objetivos tanto da Administração Científica quanto da Teoria Clássica são os mesmo: a busca da eficiência das organizações. TEORIA CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO

4 Funções Técnicas: relacionadas com a produção de bens ou de serviços da empresa. 2. Funções Comerciais: relacionadas com a compra, venda e permutação. 3. Funções Financeiras: relacionadas com a procura e gerência de capitais. 4. Funções de Segurança: relacionadas com a proteção e preservação dos bens e das pessoas. 5. Funções Contábeis: relacionadas com inventários, registros, balanços, custos e estatísticas. 6. Funções Administrativas: coordenam e sincronizam as demais funções. SEGUNDO FAYOL A EMPRESA TINHA 6 FUNÇÕES BÁSICAS: TEORIA CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO

5 5 5 As funções universais da Administração são: mPrevisão: envolve avaliação do futuro e aprovisionamento em funções dele. Unidade, continuidade, flexibilidade e apreciação são os aspectos principais de um plano de ação. mOrganização: Proporciona todas as coisas úteis ao funcionamento da empresa e pode ser dividida em organização material e organização social. mComando: Leva a organização a funcionar. Seu objetivo é alcançar o máximo retorno de todos os empregados no interesse dos aspectos globais. CONCEITO DE ADMINISTRAÇÃO TEORIA CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO

6 6 6 As funções universais da Administração são: mCoordenação: Harmoniza todas as atividades do negócio, facilitando seu trabalho e seu sucesso. Ela sincroniza coisas e ações em suas proporções certas e adapta os meios aos fins. mControle: Consiste na verificação para certificar se todas as coisas ocorrem em conformidade com o plano adotado, as instruções transmitidas e os princípios estabelecidos. O objetivo é localizar as fraquezas e os erros no sentido de retificá-los e prevenir a recorrência. TEORIA CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO CONCEITO DE ADMINISTRAÇÃO

7 7 7 mPara Fayol, existe uma proporcionalidade da função administrativa, isto é, ela se reparte por todos os níveis da hierarquia da empresa e não é privativa da alta cúpula. Em outros termos, a função administrativa não se concentra exclusivamente no topo da empresa, nem é privilégio dos diretores, mas é distribuída proporcionalmente entre todos os níveis hierárquicos. À medida que se desce na escala hierárquica, mais aumenta a proporção das outras funções da empresa e, à medida que se sobe na escala hierárquica, mais aumenta a extensão e o volume das funções administrativas. PROPORCIONALIDADE DAS FUNÇÕES ADMINISTRATIVAS TEORIA CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO

8 8 8 mA Administração é o todo do qual a organização é uma das partes. mA organização pode ser usada com dois significados diferentes: 1. Organização como na unidade ou entidade social, na qual as pessoas interagem entre si para alcançar objetivos específicos. Ex.: A empresa. Pode ser formal ou informal. 2. Organização como função administrativa e parte do processo administrativo (como a previsão, o comando, a coordenação e o controle) neste sentido organização significa atos de organizar e estruturar. DIFERENÇA ENTRE A ADMINISTRAÇÃO E ORGANIZAÇÃO TEORIA CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO

9 Divisão do trabalho: Consiste na especialização das tarefas e das pessoas para aumentar a eficiência. 2. Autoridade e responsabilidade: Autoridade e o direito de dar ordens e o poder de esperar obediência. A responsabilidade é uma consequência natural da autoridade e significa o dever de prestar contas. Ambas devem estar equilibradas entre si. 3. Disciplina: Depende da obediência, aplicação, energia, comportamento e respeito aos acordos estabelecidos. 4. Unidade de comando: Cada empregado deve receber ordens apenas de um superior. É o princípio da autoridade única. PRINCÍPIOS GERAIS DE ADMINISTRAÇÃO PARA FAYOL TEORIA CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO

10 10 5. Unidade de direção: Uma cabeça e um plano para cada conjunto de atividades que tenham o mesmo objetivo. 6. Subordinação dos interesses individuais aos gerais: Os interesses gerais da empresa devem sobrepor-se aos interesses particulares das pessoas. 7. Remuneração do pessoal: Deve haver justa e garantida satisfação para os empregados e para a organização em termos de retribuição. 8. Centralização: Refere-se à concentração da autoridade no topo da hierarquia da organização. 9. Cadeia escalar: É a linha de autoridade que vai do escalão mais alto ao mais baixo em função do princípio do comando. PRINCÍPIOS GERAIS DE ADMINISTRAÇÃO PARA FAYOL TEORIA CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO

11 Ordem: Um lugar para cada coisa e cada coisa em seus lugar. É a ordem material e humana. 11. Equidade: Amabilidade e justiça para alcançar a lealdade do pessoal. 12. Estabilidade pessoal: A rotatividade do pessoal é prejudicial para a eficiência da organização. Quanto mais tempo uma pessoa permanecer no cargo, tanto melhor para a empresa. 13. Iniciativa: a capacidade de visualizar um plano e assegurar pessoalmente o seu sucesso. 14. Espírito de equipe: A harmonia entre as pessoas são grandes forças para a organização. PRINCÍPIOS GERAIS DE ADMINISTRAÇÃO PARA FAYOL Os 14 princípios gerais, segundo Fayol, são: TEORIA CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO

12 12 1. A capacidade principal de um operário é a capacidade técnica. 2. A medida que se eleva na escala hierárquica, a importância relativa da capacidade administrativa aumenta, enquanto a capacidade técnica diminui. 3. A capacidade principal do diretor é a capacidade administrativa. Quanto mais elevado o nível hierárquico do diretor, mais essa capacidade domina. CONCLUSÕES SOBRE A CAPACIDADE DAS PESSOAS SEGUNDO FAYOL TEORIA CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO

13 13 Fayol afirma a necessidade de um ensino organizado e metodológico da Administração, de caráter geral para formar administradores, a partir de suas aptidões e qualidades pessoais. Em sua época, essa idéia era uma novidade. 1. Administração como Ciência TEORIA CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO

14 14 A Teoria Clássica concebe a organização como se fosse uma estrutura, forma e disposição das partes que a constituem, além do inter-relacionamento entre as partes. 2. Teoria da Organização TEORIA CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO

15 15 A divisão do trabalho constitui a base da organização; na verdade, é a própria razão da organização. A divisão do trabalho conduz à especialização e à diferenciação das tarefas, ou seja, à heterogeneidade. A Teoria Clássica ao contrário da Administração Científica se preocupa com a divisão no nível dos órgãos que compõem a organização, isto é, com os departamentos, divisões, seções e unidades. 3. Divisão do Trabalho e Especialização TEORIA CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO

16 16 A divisão do trabalho pode se dar em duas direções: 1. Verticalmente, segundo os níveis de autoridade e responsabilidade. Esta aumenta à medida que se sobe a hierarquia da Organização. 2. Horizontalmente, segundo os diferentes tipos de atividades desenvolvidas na organização. Num mesmo nível hierárquico, cada departamento passa a ser responsável por uma atividade específica e própria. 3. Divisão do Trabalho e Especialização TEORIA CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO

17 17 Fayol incluirá a coordenação como um dos elementos da Administração, enquanto outros autores clássicos a incluem nos Princípios de Administração. A coordenação indica que há um alvo ou objetivo a alcançar e que deve guiar os atos de todos. A pressuposição básica era de que quanto maior a organização e quanto maior a divisão do trabalho, tanto maior será a necessidade de coordenação, para assegurar a eficiência da organização como um todo. 4. Coordenação TEORIA CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO

18 18 Fayol dava a preferência pela organização linear, que constitui um dos tipos mais simples de organização. A organização linear se baseia nos princípios de: 1. Unidade de comando e supervisão técnica; 2. Unidade de direção; 3. Centralização da autoridade; 4. Cadeia escalar. 5. Conceito de Linha e Staff TEORIA CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO

19 19 A organização Linear é um tipo de estrutura que apresenta uma forma piramidal. mSupervisão linear, baseada na unidade de comando e que é o oposto da supervisão funcional proposta pela Administração Científica. mPresença de órgãos de staff ou de assessoria: fornecem aos órgãos de linha serviços, conselhos, recomendações, assessoria e consultoria, que esses órgãos não têm condições de prover por si próprios. 6. Organização Linear TEORIA CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO

20 20 TEORIA CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO Qualidades, Conhecimentos e Experiências necessárias aos Administradores, segundo Fayol –Qualidades físicas: saúde, vigor, trato; –Qualidades mentais: habilidade de aprender e de entender, vigor mental e adaptabilidade; –Qualidades morais: energia, firmeza, iniciativa, lealdade, tato –Educação geral: familiaridade com outros assuntos; –Conhecimento especial: aquele peculiar à função; –Experiência: conhecimento advindo do próprio trabalho

21 21 TEORIA CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO Seguidores de Fayol: –Luther Gulick (1892–1983): POSDCORB planning(planejamento), organizing(organização), staffing(assessoria), directing(direção), coordination(coordenação), reporting(informação), budgeting(orçamentação) –Lyndall Urwick ( ): princípio da especialização (uma função); autoridade (linha clara); amplitude administrativa (chefe para 5 subordinados) –James Mooney & Alan Reiley(autores em 1931 da Indústria progressiva): princípios de eficiência organizacional que permitiriam o alcance dos objetivos industriais de lucro através de serviço. Líderes da história => superior x subordinado => princípio escalar

22 22 É considerado o autor mais erudito da Teoria Clássica. Propõe sete elementos da Administração: mPlanejamento; mOrganização; mAssessoria; mDireção; mCoordenação; mInformação; mOrçamento. Elementos da Administração para Gulick TEORIA CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO

23 23 As funções do Administrador, são sete: mInvestigação; mPrevisão; mPlanejamento; mOrganização; mCoordenação; mComando; mControle. Urwick foi um dos importantes autores da Escola Clássica, defendia quatro princípios: As atividades devem ser desempenhadas por quem melhor a conhece; Organização com fluxo de autoridade transparente; Gerentes com número de subordinados limitado; Estrutura de funções e responsabilidades bem definidas; Elementos da Administração para Urwick TEORIA CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO

24 24 1. Abordagem Simplificada da Organização Formal; 2. Ausência de Trabalhos Experimentais; 3. O Extremo Racionalismo na Concepção da Administração; 4. Teoria da Máquina; 5. Abordagem Incompleta da Organização; 6. Abordagem de Sistema Fechado; APRECIAÇÃO CRÍTICA DA TEORIA CLÁSSICA TEORIA CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO

25 25 Copyright © 2009 Prof. Jorge Surian Todos direitos reservados. Reprodução ou divulgação total ou parcial deste documento é expressamente proíbido sem o consentimento formal, por escrito, do Professor Jorge Surian. Referências Bibliográficas: CHIAVENATO, Idalberto. Princípios de Administração: 1ª ed. São Paulo: Elsevier, FAYOL, Henri. Administração Industrial e Geral: previsão, organização, comando, coordenação e controle. 10 ed. São Paulo: Atlas, 1989 MAXIMIANO, Antonio Cesar Amaru. Teoria geral da administração: da revolução urbana à revolução digital. 5ª ed. São Paulo: Atlas, 2005, v.1. RIBEIRO, ANTONIO DE LIMA. Introdução à Teoria Geral da Administração: ed. Rio de Janeiro: Campus, 2004.


Carregar ppt "Administração Jorge Surian Administração: Teoria Clássica Aula 03."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google