A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 Arte e diversão e arte e os sentidos Índice Bolas-bolhas de Amélia Toledo, 1999. Bolas em PVC inflado, água espumante e corante. Galeria de Arte do Sesi,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 Arte e diversão e arte e os sentidos Índice Bolas-bolhas de Amélia Toledo, 1999. Bolas em PVC inflado, água espumante e corante. Galeria de Arte do Sesi,"— Transcrição da apresentação:

1 1 Arte e diversão e arte e os sentidos Índice Bolas-bolhas de Amélia Toledo, Bolas em PVC inflado, água espumante e corante. Galeria de Arte do Sesi, São Paulo (SP). Foto: Du Ribeiro Oiticica e a Tropicália A arte e os sentidos 1967 – O Brasil fervilha culturalmente Arte e diversão Caricatura Arte lúdica

2 2 Arte e diversão Algumas obras de arte podem ter aspecto irônico ou engraçado. Às vezes os artistas tratam de assuntos sérios, empregando uma forma debochada. É o caso dos cartunistas, que utilizam o desenho para criticar políticos, comportamentos sociais, ou simplesmente para fazer rir. Caricatura feita pelo artista Carlinhos para o jornal O Estado de São Paulo Foto: Agência Estado

3 3 Caricatura É um tipo de desenho que pelo traço e pela escolha dos detalhes acentua as características físicas das pessoas. Caricatura da escritora brasileira Clarice Lispector, feita por Loredano nos anos Foto: Coleção do Artista Caricatura de Beá Meira, feita por Ana Beatriz C. de Souza, 2005, Rio de Janeiro (RJ). Foto: Arquivo da autora

4 4 Alguns artistas se dedicam a construir obras que, além de serem uma forma de expressão artística, são objetos lúdicos, isto é, apresentam algum tipo de brincadeira ou jogo. Mestre Molina Nascido em 1917 na cidade de Bocaina, em São Paulo, só deu início a sua produção artística aos 52 anos. Sua obra é uma espécie de brinquedo-máquina e reproduzem, em sua maioria, cenas do cotidiano. Depois de esculpir as figuras, o artista monta as peças sobre mesas e liga-as a motores que as fazem se movimentar Bonecos de madeira movimentados por motor, de Mestre Molina, Mostra Brinquedos e Geringonças, a arte popular do brinquedo. Espaço Cultural Citibank, São Paulo (SP). Veja alguns exemplos: Arte lúdica Foto: Divulgação/João Caldas

5 5 Saul Steinberg Artista norte-americano de origem romena. Em seus trabalhos apresentava personagens engraçados e cenas urbanas, dando a elas caráter fantástico. Muitas vezes incluía em suas obras pauta de música, suas impressões digitais e fotografias. Arte lúdica Desenho de Saul Steinberg, de 1951.

6 6 Roberto Magalhães Nascido em 1940 no Rio de Janeiro, quando criança costumava desenhar caricaturas dos colegas e professores. Em algumas obras o artista cria situações e figuras engraçadas por meio do recurso do exagero. Arte lúdica Risonho, de Roberto Magalhães. Coleção particular.

7 7 Nelson Leirner Nasceu em São Paulo, em Esta obra é um campo de futebol de botão, cercado por um público formado por miniaturas de santos católicos, personagens de Walt Disney e entidades de cultos afro- brasileiros. Arte lúdica Obra "Futebol" (2001), de Nelson Leirner, na mostra The Overexcited Body Arte e Esporte na Sociedade Contemporânea, no Sesc Pompeia, em São Paulo, SP. Rômulo Fialdini

8 A arte e os sentidos Estamos acostumados a pensar que as artes visuais devem ser observadas, a música ouvida e a comida degustada. Quando se trata de arte, entretanto, é difícil estabelecer limite ou definição para o que é criado. Mauricio Mello Ver um show ao vivo é muito mais estimulante que ouvir um CD porque podemos acompanhar os gestos dos músicos, suas expressões e todo o ambiente que envolve o espetáculo. 8 Sérgio Britto, Tony Bellotto, e Branco Mello, da banda Titãs, no Oi Noites Cariocas, Rio de Janeiro, RJ.

9 A arte e os sentidos Alguns artistas se preocupam em produzir obras que estimulam todos os sentidos: a visão, a audição, o olfato, o tato e o paladar. Bichos, de Lygia Clark, Alumínio, 35,5 cm x 57 cm x 60 cm. Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro (RJ). Veja alguns exemplos: 9 A escultura da artista brasileira Lygia Clark ( ),é formada por chapas metálicas, que são unidas por dobradiças, permitindo sua movimentação. O público é convidado a participar da obra manipulando as placas de metal e descobrindo as várias combinações possíveis. 1) Escultura Bichos

10 Autobang, de Chelpa Ferro, Maverick 74, elevador de carro, baquetas variadas de madeira, chaves de roda, barras de ferro, ossos, microfones, caixas de som e projeção de vídeo. Ao lado, vista geral da performance e acima detalhe do grupo em ação. Fotos: Coleção do Artista 2) Performance Autobang Apresentada na 25ª Bienal de São Paulo, por Chelpa Ferro, grupo de artistas cariocas. Os artistas usaram uma série de ferramentas e esculturas dos compositores Beethoven, Bach e Mozart para fazer a percussão/destruição do Maverick do ano de Todo o som produzido durante a apresentação foi gravado pelo grupo. 10

11 1967 – O Brasil fervilha culturalmente 11 Teatro Surgimento de novas companhias Cinema Glauber Rocha renova as idéias do cinema Música Canções criticam a situação social e política do país Artes plásticas Surgem as primeiras experiências de arte ambiental de Lígia Clark e Helio Oiticica

12 Oiticica e a Tropicália Em 1967, o artista plástico Hélio Oiticica ultrapassou os limites da tela, abandonando a idéia de arte como um objeto deve ser contemplado. Ele começou a criar obras que hoje chamamos de instalações, como Tropicália. Helio Oiticica, artista plástico, Nova York, EUA 12 Andreas Valentim

13 Para apreciar a obra Tropicália, o espectador deve atravessar um ambiente formado por um labirinto de madeira, sem teto, com chão de areia e pedras. No local, também há pássaros vivos, plantas tropicais e papéis com poemas. No final do percurso, o espectador encontra um aparelho de televisão. Oiticica e a Tropicália Tropicália, de Hélio Oiticica, Instalação apresentada no Museu de Arte Moderna, no Rio de Janeiro (RJ). Foto: Keiju Kobayashi/Editora Abril 13

14 Neste mesmo e ano, o músico Caetano Veloso, fez uma canção com o mesmo nome da instalação de Oiticica. Oiticica e a Tropicália A palavra acabou batizando o movimento cultural tropicalismo, que defendia o encontro das raízes culturais brasileiras com a música pop internacional. Capa do disco "Tropicália ou Panis et Circencis", de edição histórica. 14 Editora Abril


Carregar ppt "1 Arte e diversão e arte e os sentidos Índice Bolas-bolhas de Amélia Toledo, 1999. Bolas em PVC inflado, água espumante e corante. Galeria de Arte do Sesi,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google