A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Logística Internacional I Pedro Calisto Luppi Monteiro Faculdades Atlântico Sul.

Cópias: 1
Logística Internacional I Pedro Calisto Luppi Monteiro Faculdades Atlântico Sul.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Logística Internacional I Pedro Calisto Luppi Monteiro Faculdades Atlântico Sul."— Transcrição da apresentação:

1 Logística Internacional I Pedro Calisto Luppi Monteiro Faculdades Atlântico Sul

2 Logística Internacional LOCALIZAÇÃO DE INSTALAÇÕES E SISTEMA DE ARMAZENAGEM.

3 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional LOCALIZAÇÃO DE INSTALAÇÕES E SISTEMA DE ARMAZENAGEM. Métodos de Localização. Descrição Física e Organização de Armazéns. Embalagens. Soluções de Armazenagem. Classificação e Codificação de Materiais.

4 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional Aspectos Fundamentais do Problema de Localização das Instalações Logísticas

5 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional A armazenagem, uma das áreas mais tradicionais da logística, tem passado nos últimos anos por profundas transformações, por isso exige uma nova abordagem gerencial. Localizar instalações é uma importante decisão que da forma e estrutura ao sistema logístico.

6 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional Armazenagem e manuseio de mercadorias são componentes essenciais do conjunto de atividades logísticas. Seus custos podem absorver 12 a 40% das despesas das firmas. Ao contrário do transporte, que ocorre entre locais e tempos diferentes, a armazenagem e o manuseio de materiais acontece, na grande maioria das vezes, em localidades fixas. Portanto os custos destas atividades estão intimamente associadas à seleção desses locais.

7 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional Necessidade de Espaço Físico Se as demandas forem conhecidas com exatidão e se as mercadorias puderem ser fornecidas instantaneamente, teoricamente, não há necessidade para espaço físico (armazenagem) para estoque. Muitas firmas hoje estão evitando ou minimizando a necessidade de armazenagem pela aplicação do conceito just-in-time. A idéia é ajustar o suprimento e a demanda no tempo e quantidade, de forma que os produtos ou matérias- primas cheguem justamente quando são necessárias.

8 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional Quatro Razões Básicas para Utilização de Espaço Físico de Armazenagem

9 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional 1 – Reduzir custos de transporte e produção Reduzir custos de transporte pela compensação nos custos de produção e estocagem é uma da causas para a necessidade de espaço para armazenagem, por conseqüência, os custos totais de fornecimento e a distribuição podem ser diminuídos.

10 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional Empresas que têm produção fortemente sazonal com demanda por produtos razoavelmente constante enfrentam o problema de coordenar seu suprimento com a necessidade de produtos (industrias alimentícias produtoras de vegetais e frutas enlatadas são forçadas a armazenar produção de modo a atender o mercado na entressafra). (continua) 2 – Coordenação de suprimento e demanda

11 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional Inversamente, firmas que devem fornecer produtos ou serviços a uma demanda sazonal ou incerta produzem, em geral, com nível constante ao longo do ano para minimizar custos de produção, mantendo estoque para atender a curta temporada de vendas (ar condicionado, brinquedos natalinos). Problemas associados às oscilações nos preços de commodities também podem gerar necessidade de armazenagem.

12 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional A armazenagem pode fazer parte do processo de produção. A manufatura de certos produtos como queijos, vinhos e bebidas alcoólicas, requer um período de tempo para maturação ou envelhecimento. Depósitos servem não apenas para guardar o produto durante a fase de manufatura, mas, no caso de produtos taxados, a armazenagem pode ser usada para segurar a mercadoria até a sua venda. Impostos são evitados também até o momento da venda. 3 – Necessidades da produção

13 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional É interessante para a área de marketing a disponibilidade do produto no mercado. A armazenagem é utilizada para agregar esse tipo de valor. Estocagem de produtos próximo aos consumidores, podem-se conseguir entregas mais rápidas. A melhoria do nível de serviço pode ter efeito positivo nas vendas. 4 – Considerações de Marketing

14 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional De todas as decisões de localização enfrentadas pelas empresas, aquelas referentes aos armazéns são as mais freqüentes, envolvendo as seguintes definições: Numero adequado de armazéns. Localização de cada armazém. Tamanho de cada armazém. Alocação de espaço para cada produto em cada armazém. Alocação de produtos e clientes para cada armazém.

15 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional A funcionalidade das instalações dependerá da estrutura de distribuição adotada pele empresa. Podem ser classificada em dois grupos: Estruturas escalonadas - uma rede de distribuição escalonada típica possui um ou mais armazéns centrais e um conjunto de armazéns, ou centros de distribuição avançados próximos das áreas de mercado Estrutura direta - são sistemas de distribuição em que os produtos são expedidos de um ou mais armazéns centrais diretamente para os clientes.

16 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional Estruturas Escalonadas

17 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional Centros de distribuição avançados São típicos sistemas de distribuição escalonados, em que o estoque é posicionado em vários elos de uma cadeia de suprimentos. Seu objetivo é permitir rápido atendimento às necessidades dos clientes de determinada área geográfica distantes dos centros produtores. Possibilitam a obtenção de economias de transporte, visto que operam como centro consolidadores de carga.

18 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional Centro de distribuição avançado Fornecedor ou armazém central (Fonte: adaptação Coppead ) Centro de distribuição avançado Cliente 1 Cliente 2 Cliente 3 Carga fracionada Pequenas distancias Carga consolidadas Grandes distancias

19 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional Quando utilizados por múltiplos fornecedores, os centros de distribuição avançados apresentam vantagens adicionais. Além de obter consolidação no transporte de transferência, pode-se também realizar a entrega final de forma consolidada, quando os pedidos dos clientes aos diversos fornecedores são combinados. Para os clientes, as vantagens são grandes, uma vez que recebem em um único carregamento os pedidos que de outra forma seriam feitos por vários veículos. Esse é o típico caso de centro de distribuição controlados por cadeias de varejistas, ou operadores logísticos que atendem várias industrias.

20 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional Estrutura Direta

21 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional Os sistemas de distribuição diretos podem também utilizar instalações intermediárias, não para manter estoque, mas para permitir rápido fluxo de produtos aliado a baixos custos de transporte. Essas são as instalações do tipo transit point, cross-docking e merge in transit.

22 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional Transit point São bastantes similares aos centros de distribuição avançados, mas não mantém estoques. O Transit point é localizado de forma a atender determinada área do mercado distantes dos armazéns centrais e opera como uma instalação de passagem, recebendo carregamentos consolidados e separando-os para entregas locais e a clientes individuais. Uma característica básica dos sistemas Transit point é que os produtos recebidos já tem os destinos definidos, ou seja, já estão pré-alocados aos clientes e podem ser imediatamente expedidos para entrega local. Não há espera pela colocação dos pedidos.

23 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional Transit point As instalações tipo Transit point são estruturalmente simples, necessitando de baixo investimento em sua instalação. Seu gerenciamento é facilitado, pois não são executadas atividades de estocagem, que exigem grande nível de controle gerencial. Seu custo de manutenção é baixo. Os Transit point, guardam as mesmas relações de custo de transporte que os centros de distribuições avançados, visto que permitem que as movimentações em grandes distancias sejam feitas com cargas consolidadas, que resultam em baixos custos de transporte.

24 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional Transit point A operação Transit point, no entanto, depende da existência de volume suficiente para viabilizar o transporte de cargas consolidadas com freqüência regular. Quando não há escala para realizar entregas diárias, por exemplo, podem ser necessários procedimentos, como a entrega programada, em que os pedidos de uma área geográfica são atendidos em determinados dias da semana.

25 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional Cross-docking As instalações tipo Cross-dockink operam sob o mesmo formato que os Transit point, mas caracterizam-se por envolver múltiplos fornecedores que atendem a clientes comuns. Cadeias de varejo são candidatas naturais à utilização desse sistema. Em sistemas de Cross-docking automatizados, são utilizados leitores de código de barras que identificam a origem e o destino de cada palete.

26 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional Cross-docking Embora seja operacionalmente simples, para que haja sucesso na operação de Cross-docking é preciso alto nível de coordenação entre os participantes (fornecedores,transportadores) viabilizada pela utilização intensiva de sistemas de informação, como transmissão eletrônica de dados e identificação de produtos por código de barras. Além disso, é de fundamental importância a existência de softwares de gerenciamento de armazenagem para coordenar o intenso e rápido fluxo de produtos entre as docas.

27 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional Cross-docking As instalações de Cross-docking que operam com alto nível de eficiência possuem de um lado, apenas uma plataforma com as docas de recebimento e, de outro, as docas de expedição. Não há portanto, necessidade de grandes áreas para o estoque em transito, sendo a utilização das docas e dos veículos é muito maior.

28 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional Sistema de cross-docking A B C AC ABC

29 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional Merge in transit O merg in transit é uma extensão do conceito de cross- docking combinado com o sistema de just-in-time. Ele tem sido aplicado à distribuição de produtos de alto valor agregado, formado por multicomponentes que têm suas partes produzidas em diferentes plantas especializadas (estações de trabalho, formadas por CPUs, monitores e teclados).

30 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional Merge in transit Tradicionalmente os componentes são consolidados em armazéns centrais e expedidos aos clientes com base na disponibilidade estoque. Esse esquema, além de levar a movimentações redundantes, apresenta alto custo de estocagem e grande risco de obsolescência, em virtude da grande perecibilidade dos produtos de alta tecnologia.

31 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional Merge in transit A operação merge in transit procura coordenar o fluxo de componentes, gerenciando os respectivos lead time de produção e transporte, para que estes sejam consolidados em instalações próximas aos mercados consumidores, no momento de sua necessidade, sem implicar estoques intermediários. As necessidades de coordenação são muito mais rigorosas que nos sistemas cross-docking tradicionais, e por isso utilizam o estado-da-arte em termos de sistemas de informação para rastreamento e controle de fluxos.

32 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional MÉTODOS DE LOCALIZAÇÃO

33 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional Um dos maiores investimentos de uma empresa e aquele que tem um dos maiores períodos de retorno são as instalações. A localização das instalações é um fator crítico, pois determina custos fixos e variáveis durante a exploração do negócio. Dependendo do tipo de empresa e da área de negócio, os custos com operações de transporte normalmente atingem os 25% do preço de venda do produto. O que significa que 1/4 das receitas da empresa são utilizadas para cobrir os gastos com a entrada de matéria-prima e a distribuição de produto acabado.

34 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional Os custos das matérias-primas e os impostos locais também dependem da localização. De acordo com estudos internacionais, a localização das instalações condiciona os custos de produção e distribuição. Uma localização bem escolhida permite poupar 10% nos custos de produção, o que a posteriori já não é possível. Depois de determinar a localização das instalações, existe todo um conjunto de custos já assumidos e muito difíceis de reduzir. Se uma fábrica for localizada numa região onde a energia elétrica é muito cara, mesmo uma excelente equipe de gestores com uma estratégia de compra de energia bem afinada terá dificuldades.

35 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional Existem quatro métodos para resolver problemas de localização de instalações (fábricas, armazéns, entrepostos e outras instalações): 1. MÉTODOS BASEADOS NA PONDERAÇÃO DE DIVERSOS FATORES. Estes métodos consistem em: atribuir um peso a cada um dos fatores que influenciem a localização; determinar custos tangíveis, tais como impostos, terrenos e mão-de-obra; identificar custos intangíveis, tais como a reação da comunidade local, política das autarquias locais; e considerar os custos de curto prazo e longo prazo.

36 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional Multicritério De acordo com diversos autores, os principais fatores que influenciam a localização de uma unidade industrial ou armazém são os descritos no quadro seguinte, e o peso relativo de cada um desses fatores é também apresentado nesse quadro.

37 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional

38 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional Este método é muito popular pela facilidade de utilização e por considerar uma série de fatores qualitativos. Os métodos mais quantitativos (centro de gravidade e transportes) podem ser utilizados complementarmente na tomada da decisão final.

39 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional Os diferentes passos que constituem o método são os seguintes: 1. Identificar os fatores relevantes (como os do quadro); 2. Determinar um peso a cada fator de forma a refletir sobre a sua importância relativa nos objetivos globais da empresa; 3. Definir uma escala para cada fator (por exemplo, 1-10 ou pontos); 4. Atribuir uma pontuação a cada localização para cada fator, utilizando a escala referida em 3; 5. Multiplicar a pontuação pelo peso de cada fator e apurar a pontuação total para cada localização; e 6. Fazer uma recomendação baseada na máxima pontuação obtida.

40 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional 2. MÉTODO DO PONTO DE EQUILÍBRIO (BREAK-EVEN) O método do ponto de equilíbrio baseia-se na identificação dos custos fixos e variáveis para cada alternativa. Através da representação gráfica dos custos em função do volume de produção, é possível determinar a localização de menor custo. Os passos necessários para a análise de ponto de equilíbrio são: 1. Determinar os custos fixos e variáveis para cada localização; 2. Representar graficamente os custos para cada localização em função do volume de produção/vendas; e 3. Selecionar a localização que tiver o custo total mínimo para o volume de produção/vendas previsto.

41 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional 3. MÉTODO DO CENTRO DE GRAVIDADE – é uma técnica matemática utilizada para determinar a localização de um armazém que serve um conjunto de pontos de venda, minimizando os custos de transporte. Este método leva em consideração a localização dos mercados, o volume de vendas previsto em cada mercado e os respectivos custos de transporte entre o armazém e os pontos de venda.

42 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional A primeira fase consiste na utilização de um sistema de coordenadas onde se identificam as localizações dos diferentes pontos de venda. O mesmo se passa no início do popular jogo de batalha naval, em que começamos por distribuir os diferentes barcos por uma matriz com coordenadas de linha e coluna.

43 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional 4. MÉTODO DOS TRANSPORTES – um método de programação linear baseado nas técnicas estudadas através de Matemática Aplicada. O objetivo do método dos transportes é determinar o melhor plano de expedição, a partir de pontos de produção/armazenagem (fonte), para pontos de venda (destino), de forma a minimizar os custos totais de produção e transporte.

44 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional Os fatores que influenciam a localização das Instalações são resumidos na figura abaixo:

45 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional ESTUDO DE CASOS

46 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional

47 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional

48 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional

49 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional

50 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional

51 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional

52 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional

53 Faculdades Atlântico Sul Logística Internacional


Carregar ppt "Logística Internacional I Pedro Calisto Luppi Monteiro Faculdades Atlântico Sul."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google