A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Pais - Trabalhar com vigor para construir uma família sadia. Pais - Trabalhar com vigor para construir uma família sadia. mesmo em unidade familiar forte,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Pais - Trabalhar com vigor para construir uma família sadia. Pais - Trabalhar com vigor para construir uma família sadia. mesmo em unidade familiar forte,"— Transcrição da apresentação:

1 Pais - Trabalhar com vigor para construir uma família sadia. Pais - Trabalhar com vigor para construir uma família sadia. mesmo em unidade familiar forte, o jovem pode fazer escolhas inadequadas. mesmo em unidade familiar forte, o jovem pode fazer escolhas inadequadas. Intervenção precoce e recuperação bem sucedidas serão mais prováveis em famílias preparadas. Intervenção precoce e recuperação bem sucedidas serão mais prováveis em famílias preparadas. INFLUÊNCIAS EXTERNAS NEGATIVAS SOBREPUJAM INFLUÊNCIAS POSITIVAS CONSIDERAÇÕES GERAIS

2 Ambiente familiar caótico – pais fazem uso de drogas ou sofrem de algum TM. Ambiente familiar caótico – pais fazem uso de drogas ou sofrem de algum TM. Função parental ineficiente, especialmente com crianças de temperamento difícil e transtornos de conduta. Função parental ineficiente, especialmente com crianças de temperamento difícil e transtornos de conduta. Falta de relacionamento e cuidado recíproco. Falta de relacionamento e cuidado recíproco. FATORES DE RISCO ASSOCIADOS COM GRANDE POTENCIAL DE USO DE DROGAS. FATORES DE RISCO NA FAMÍLIA

3 Tímidez / agressividade na sala de aula Tímidez / agressividade na sala de aula Desempenho escolar pobre / baixo (repetência) Desempenho escolar pobre / baixo (repetência) Inabilidades no manejo social Inabilidades no manejo social Filiação a grupos problemáticos ou de comportamento delinqüente Filiação a grupos problemáticos ou de comportamento delinqüente Percepção de aprovação ao uso de drogas pela escola, grupo de pares, comunidade e família. Percepção de aprovação ao uso de drogas pela escola, grupo de pares, comunidade e família. Tímidez / agressividade na sala de aula Tímidez / agressividade na sala de aula Desempenho escolar pobre / baixo (repetência) Desempenho escolar pobre / baixo (repetência) Inabilidades no manejo social Inabilidades no manejo social Filiação a grupos problemáticos ou de comportamento delinqüente Filiação a grupos problemáticos ou de comportamento delinqüente Percepção de aprovação ao uso de drogas pela escola, grupo de pares, comunidade e família. Percepção de aprovação ao uso de drogas pela escola, grupo de pares, comunidade e família. FATORES DE RISCO RELACIONADOS A CRIANÇA COM OUTROS AGENTES SOCIALIZANTES FORA DA FAMÍLIA. (ESCOLA, GRUPO DE PARES E A COMUNIDADE)

4 Laços fortes e união com a família Laços fortes e união com a família Acompanhamento do desenvolvi/ dos filhos pelos pais Acompanhamento do desenvolvi/ dos filhos pelos pais Regras claras de conduta na familia Regras claras de conduta na familia Envolvimento dos pais na vida dos filhos Envolvimento dos pais na vida dos filhos Sucesso no desempenho escolar Sucesso no desempenho escolar Laços firmes com instituições sociais como a família, a escola, e as organizações religiosas. Laços firmes com instituições sociais como a família, a escola, e as organizações religiosas. FATORES DE PROTEÇÃO FATORES ASSOCIADOS A REDUZIDO POTENCIAL DE USO DE DROGAS (OPOSTOS AOS FATORES DE RISCO)

5 FATORES DE RISCO E DE PROTEÇÃO ENGLOBAM CARACTERÍSTICAS FÍSICAS (GENÉTICAS) PSÍQUICAS, COMPORTAMENTAIS, FAMILIARES E SOCIAIS.

6 DQ. tem componente genético. DQ. tem componente genético. Fatores ambientais e familiares influenciam fortemente no surgimento da DQ. Fatores ambientais e familiares influenciam fortemente no surgimento da DQ. Pessoas que tenham sido criadas em família dependente ou disfuncional correm o risco de se tornar dependente, casar com dependente, ser pai ou mãe de uma criança dependente. Pessoas que tenham sido criadas em família dependente ou disfuncional correm o risco de se tornar dependente, casar com dependente, ser pai ou mãe de uma criança dependente. VULNERABILIDADE FAMILIAR À DEPENDÊNCIA QUÍMICA PESQUISAS ATUAIS INDICAM QUE:

7 è è CRIANÇAS INICIAM O USO DE DROGAS POR VOLTA DOS 12 OU 13 ANOS è COM DROGAS LÍCITAS: TABACO, ÁLCOOL E INALANTES, - E DAÍ PASSAM PARA DROGAS ILÍCITAS A MACONHA É GERALMENTE A PRIMEIRA. A SEQÜÊNCIA É A SEGUINTE: Tabaco > Álcool > Maconha > Outras drogas, conforme as crianças vão crescendo (esta sequência tem sido encontrada na maioria dos estudos de longo termo) QUANDO OS JOVENS INICIAM O USO DE DROGAS?

8 A FORMA DO USO DE DROGAS NESSA PROGRESSÃO ESTÁ MUITO ASSOCIADA COM: Hábitos sociais / Normas e regras familiares / Disponibilidade das drogas Hábitos sociais / Normas e regras familiares / Disponibilidade das drogas APESAR DISSO NÃO SE PODE DIZER QUE: Fumar e beber na juventude são as causas do uso de drogas mais tarde. Fumar e beber na juventude são as causas do uso de drogas mais tarde. A seqüência dessa progressão é inevitável A seqüência dessa progressão é inevitável ESTUDOS INDICAM QUE:

9 . NAQUELE QUE FUMOU OU BEBEU, O RISCO DE SE ENVOLVER COM MACONHA É 65 VEZES MAIOR DO QUE NAS PESSOAS QUE NUNCA FUMARAM OU BEBERAM. NAQUELE QUE FUMOU OU BEBEU, O RISCO DE SE ENVOLVER COM MACONHA É 65 VEZES MAIOR DO QUE NAS PESSOAS QUE NUNCA FUMARAM OU BEBERAM. O RISCO DE PASSAR AO USO DE COCAÍNA É 104 VEZES MAIOR PARA QUEM FUMOU MACONHA PELO MENOS UMA VEZ NA VIDA DO QUE PARA QUEM JAMAIS FEZ USO DELA. O RISCO DE PASSAR AO USO DE COCAÍNA É 104 VEZES MAIOR PARA QUEM FUMOU MACONHA PELO MENOS UMA VEZ NA VIDA DO QUE PARA QUEM JAMAIS FEZ USO DELA SABE-SE QUE: (Fonte: NATIONAL HOUSEHOLD SURVEY ON DRUG ABUSE)

10 PROGRAMAS DEVEM SER PROJETADOS PARA AUMENTAR OS FATORES DE PROTEÇÃO E DIMINUIR OS FATORES DE RISCO. PROGRAMAS DEVEM SER PROJETADOS PARA AUMENTAR OS FATORES DE PROTEÇÃO E DIMINUIR OS FATORES DE RISCO. DEVEM ABRANGER TODAS AS FORMAS DE USO DE DROGAS: DEVEM ABRANGER TODAS AS FORMAS DE USO DE DROGAS: TABACO, ÁLCOOL, MACONHA, INALANTES E MEDICAMENTOS EM RECEITA MÉDICA. TABACO, ÁLCOOL, MACONHA, INALANTES E MEDICAMENTOS EM RECEITA MÉDICA. BASES GERAIS PARA A PREVENÇÃO DA DEPENDÊNCIA QUÍMICA ENTRE FAMILIAS E JOVENS

11 v RESISTIR AO OFERECIMENTO DE DROGAS v FORTALECER AS CONVICÇÕES PESSOAIS CONTRA O USO v AUMENTAR O DESEMPENHO SOCIAL EM: COMUNICAÇÃO / RELACIONAMENTOS GRUPAIS / AUTO EFICIÊNCIA E ASSERTIVIDADE. DEVEM INCLUIR O DESENVOLVIMENTO DE HABILIDADES PARA:

12 ENFOQUE FAMILIAR GLOBAL TEM MAIOR IMPACTO QUE ESTRATÉGIAS SÓ PARA PAIS OU FILHOS EM SEPARADO. QUANTO MAIS ALTO O NÍVEL DE RISCO MAIS INTENSIVO DEVE SER O ESFORÇO DE RECUPERAÇÃO E MAIS PRECOCEMEMTE DEVE INICIÁ-LO. ` ESTRATÉGIAS DEVEM SER DELINEADAS PARA IDADES ESPECÍFICAS, E DEVEM CONSIDERAR ASPECTOS CULTURAIS.

13 VULNERABILIDADE FAMILIAR À DEPENDÊNCIA QUÍMICA. A FORÇA DO EXEMPLO DOS PAIS. RELACIONAMENTO CONJUGAL SADIO. PAIS SEPARADOS TEM NECESSIDADES ESPECIAIS. PONTOS FUNDAMENTAIS PARA ELEBORAR UM PROGRAMA DE PREVENÇÃO PARA PAIS

14 FORTALECIMENTO DA FAMÍLIA BASEADO NO SISTEMA DE COOPERAÇÃO OU TRABALHO EM EQUIPE. FORTALECIMENTO DA FAMÍLIA BASEADO NO SISTEMA DE COOPERAÇÃO OU TRABALHO EM EQUIPE. DIREITOS E RESPONSBILIDADES (PAIS ATUANDO COMO PAIS) DIREITOS E RESPONSBILIDADES (PAIS ATUANDO COMO PAIS) CONSCIENTIZAÇÃO DE COMPORTAMENTOS HABILITADORES. (NÃO FAZER PELOS FILHOS O QUE ELES DEVEM FAZER. APRENDER COM OS ERROS) CONSCIENTIZAÇÃO DE COMPORTAMENTOS HABILITADORES. (NÃO FAZER PELOS FILHOS O QUE ELES DEVEM FAZER. APRENDER COM OS ERROS) SINCERIDADE (CAPACITAR A EXPRESSÃO DE SENTIMENTOS) SINCERIDADE (CAPACITAR A EXPRESSÃO DE SENTIMENTOS) PROGRAMA DE PREVENÇÃO PARA PAIS

15 O LAZER – (COMO ALTERNATIVAS PARA O CONSUMO DE ÁLCOOL E DROGAS). O LAZER – (COMO ALTERNATIVAS PARA O CONSUMO DE ÁLCOOL E DROGAS). A TRANSPARÊNCIA NA ATITUDE NO POSICIONAMENTO DE NÃO USAR ( A MELHOR FORMA DE PREVENÇÃO) A TRANSPARÊNCIA NA ATITUDE NO POSICIONAMENTO DE NÃO USAR ( A MELHOR FORMA DE PREVENÇÃO) EDUCAÇÃO SOBRE ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS. EDUCAÇÃO SOBRE ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS. (O CONHECIMENTO COMO FORMA DE PREVENÇÃO) CONHECIMENTO DAS SITUAÇÕES VULNERÁVEIS ( A PRESSÃO DOS PARES) CONHECIMENTO DAS SITUAÇÕES VULNERÁVEIS ( A PRESSÃO DOS PARES) PROGRAMA DE PREVENÇÃO PARA PAIS

16 DOIS DOS MAIORES DONS QUE PODEMOS OFERECER ÀS NOSSAS CRIANÇAS SÃO: RAÍZES E ASAS PAIS NÃO SÃO PERFEITOS

17 FÉ NA PREVENÇÃO DIVULGAÇÃO: CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EaD / (EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA) – 2 MESES – CERTIFICAÇÃO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA EXPEDIDA PELA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO – AOS ALUNOS APROVADOS NO CURSO MATERIAL DIDÁTICO PEDAGÓGICO: LIVRO TEXTO LIVRO TEXTO 3 VIDEOS-AULAS 3 VIDEOS-AULAS CARTILHAS (JOVENS, PAIS, CONJUGES) CARTILHAS (JOVENS, PAIS, CONJUGES) AMBIENTE VIRTUAL DE ENSINO / APRENDIZAGEM / TELECONFERÊNCIA / SISTEMA CONTINUO DE APOIO AO ALUNO A DISTÂNCIA (TUTORIA) / ATENDIMENTO POR TELEFONE (0800) FAX E INTERNET. AMBIENTE VIRTUAL DE ENSINO / APRENDIZAGEM / TELECONFERÊNCIA / SISTEMA CONTINUO DE APOIO AO ALUNO A DISTÂNCIA (TUTORIA) / ATENDIMENTO POR TELEFONE (0800) FAX E INTERNET.CONTATOS: Fones: (61) 3411 – 3435 (61)

18

19 QUE A LUZ DO MESTRE CONTI NUE ABENÇOANDO NOSSO LINDO PLANETA TERRA E A CADA UM DE NÓS COMO SEMPRE TEM FEITO...


Carregar ppt "Pais - Trabalhar com vigor para construir uma família sadia. Pais - Trabalhar com vigor para construir uma família sadia. mesmo em unidade familiar forte,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google