A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PROGRAMA NACIONAL ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PROGRAMA NACIONAL ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA"— Transcrição da apresentação:

1 PROGRAMA NACIONAL ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA
PNAIC UFSC – 2013/2014/2015

2 ASPECTOS GERAIS O Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa é um compromisso formal assumido pelos governos federal, do Distrito Federal, dos estados e municípios de assegurar que todas as crianças estejam alfabetizadas até os oito anos de idade, ao final do 3º ano do ensino fundamental.

3 Ações do Pacto oferecidas pelo MEC Conjunto integrado de programas, materiais e referências curriculares e pedagógicas que são disponibilizados pelo MEC e que contribuem para a alfabetização e o letramento, tendo como eixo principal a formação continuada dos Professores alfabetizadores. Estas ações apoiam-se em quatro eixos de atuação:

4 1. Formação Continuada de Professores Alfabetizadores 2
1.Formação Continuada de Professores Alfabetizadores 2. Materiais Didáticos e Pedagógicos 3 Avaliações 4. Gestão, Controle Social e Mobilização

5 ESCLARECIMENTOS IMPORTANTES Para a Formação Continuada de Professores Alfabetizadores foram definidos conteúdos que contribuem, dentre outros, para o debate acerca dos direitos de aprendizagem das crianças do ciclo de alfabetização; para os processos de avaliação e acompanhamento da aprendizagem das crianças; para o planejamento e avaliação das situações didáticas;

6 ESCLARECIMENTOS IMPORTANTES e para o conhecimento e o uso dos materiais distribuídos pelo Ministério da Educação voltados para a melhoria da qualidade do ensino no ciclo de alfabetização.

7 PACTO - Formação Continuada de Professores Alfabetizadores - processo de formação entre pares, em curso presencial horas objetivando articulação entre diferentes componentes curriculares, com ênfase em Linguagem. Estratégias formativas priorizadas - atividades de estudo, planejamento e socialização da prática

8 2014 – 160 horas objetivando aprofundamento e ampliação de temas tratados em 2013, contemplando também o foco na articulação entre diferentes componentes curriculares, mas com ênfase em Matemática. Essa formação será conduzida por orientadores de estudos.

9 2015 – 80 horas. Serão implantadas ações do pacto em todas as áreas do currículo da Educação Básica em âmbito nacional.. Essa formação será conduzida por orientadores de estudos.

10 Perfis do PACTO No âmbito das IES – Coordenador Geral
Perfis do PACTO No âmbito das IES – Coordenador Geral. Coordenadores Adjuntos, Supervisores e Formadores Coordenador Estadual Coordenadores Locais Orientadores de Estudo Alfabetizadores

11 Carga horária de formação Professor Alfabetizador: 80 horas - 8 horas seminário inicial - 40 horas encontros presenciais - 12 horas seminário final horas outras atividades à distância

12 Orientador de Estudos: 100 horas - Formação inicial: 24 horas; - Encontros : 24 horas e 16 horas - Seminário de encerramento: 16 horas - Outras atividades: 20 horas

13 Coordenador local : 32 horas - Formação inicial: 08 horas - Encontro : 08 horas - Seminário de encerramento: 16 horas

14 Avaliação Cronograma mensal: - Do dia 15 a 17: professor alfabetizador avalia orientador e orientador avalia professor alfabetizador e coordenador local; - Do dia 18 a 20: coordenador local avalia seus orientadores; - Do dia 20 a 26: avaliação dos perfis da IES; - Do dia 27 a 30: aprovação das avaliações pelo coordenador adjunto e coordenador IES; - Do dia 1 a 3: autorização de pagamento da bolsa do coordenador geral da IES.

15 BOLSAS – Só serão pagas as bolsas aprovadas pelo coordenador geral até 60 dias após a abertura da avaliação mensal. Vamos ter que aprovar seguindo o cronograma. Portaria nº 90, de 6 de fevereiro de Documento Orientador Pacto Coordenação de Formação Continuada de Professores DAGE/SEB/MEC - Janeiro 2014.

16 - Integração entre os componentes curriculares;
-O Programa PNAIC tem sido desenvolvido por meio de ações que estimulam a ação reflexiva do professor sobre o tempo e o espaço escolares. Cinco princípios centrais orientam a proposta: - Currículo inclusivo, que defende os direitos de aprendizagem de todas as crianças, fortalecendo as identidades sociais e individuais; - Integração entre os componentes curriculares; - Foco na organização do trabalho pedagógico; - Seleção e discussão de temáticas fundantes em cada área de conhecimento; - Ênfase na alfabetização e letramento das crianças.

17 FREQUÊNCIA E CERTIFICAÇÃO Para certificação, o Orientador de Estudos e o Professor Alfabetizador deverão ter 75% de presença nos encontros presenciais, assim como ter realizado todas as atividades solicitadas pelo formador da IES e pelo SisPacto de modo satisfatório. O sispacto gera a listagem apta para certificado.

18 AVALIAÇÃO DOS ENVOLVIDOS - Todos farão relatórios sucintos e enviarão por para seus perfis responsáveis até o dia 10 de cada mês. - Alfabetizadores enviarão 5 relatórios (ou trabalhos dos alunos para os OES – datas 10/08 até 10/12) - Orientadores enviarão 6 relatórios para os formadores- datas 10/07até 10/12. - Coord. locais enviarão para supervisores 7 relatórios – 10/07 até 10/01/

19 Informações Gerais - UFSC
Coordenação PNAIC – Núcleo de Estudos e Pesquisa em Alfabetização e Ensino de Língua Portuguesa/NEPALP/CED/UFSC Coordenação Geral – Profa. Nilcéa Lemos Pelandré Coordenação Adjunta para Linguagem –Profa Rosângela Pedralli Coordenação Adjunta para a Matemática –Prof. Everaldo Silveira Coordenação Pedagógica – Profa. Vânia Luz Supervisoras – Profas. Nadir Peixer, Rosângela Pedralli, Lilane Moura, Joanildes Felipe, Clara Bewiahn , Professores Formadores - 18 Locais de formação – 05 polos .

20 Informações Gerais - UFSC
. MEC – pacto.mec.gov.br MEC – UFSC –  http://www.certificado.prpe.ufsc.br/index.php?action=logout UFSC –pnaic.ufsc.br


Carregar ppt "PROGRAMA NACIONAL ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google