A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Introdução ao Sistema Nervoso. 1- CONCEITO Conjunto de órgãos com a finalidade de manter o equilíbrio das funções orgânicas (involuntárias) e de integrar.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Introdução ao Sistema Nervoso. 1- CONCEITO Conjunto de órgãos com a finalidade de manter o equilíbrio das funções orgânicas (involuntárias) e de integrar."— Transcrição da apresentação:

1 Introdução ao Sistema Nervoso

2 1- CONCEITO Conjunto de órgãos com a finalidade de manter o equilíbrio das funções orgânicas (involuntárias) e de integrar o homem ao meio ambiente (voluntária).

3 Contextualização O sistema nervoso é o sistema maestro de controle e de comunicação do organismo. Suas células se comunicam por sinais elétricos e químicos, os quais são rápidos e específicos, em geral provocando respostas quase que imediatas. As três divisões do sistema nervoso são: 1.Divisão Aferente (entrada sensorial); 2.Divisão Integradora (Processamento da informação) e 3.Divisão Eferente (saída motora).

4 DIVISÃO ANATÔMICA CÉREBRO ENCÉFALO CEREBELO SNC TRONCO ENCEFÁLICOMESENCÉFALO PONTE BULBO MEDULA GÂNGLIOS SNPNERVOS TERMINAÇÕES NERVOSAS SN

5 SISTEMA NERVOSO CENTRAL (SNC) CÉREBRO CEREBELO TRONCO ENCEFÁLICO - mesencéfalo - ponte - bulbo MEDULA ESPINAL

6 SISTEMA NERVOSO PERIFÉRICO (SNP) GÂNGLIOS - acúmulo de corpos celulares fora do sistema nervoso central NERVOS - 12 pares de nervos cranianos (sensitivos, mistos e motores) - 31 pares de nervos espinhais (mistos) TERMINAÇÕES NERVOSAS - receptores

7 SNC SUBSTÂNCIA BRANCA = axônios SUBSTÂNCIA CINZENTA = corpos celulares

8 SNC SUBSTÂNCIA BRANCA = axônios SUBSTÂNCIA CINZENTA = corpos celulares

9 ENVOLTÓRIOS DO SNC -Meninges -dura mater -aracnóide -pia mater Espaço subdural (pouco líquor) Espaço subaracnóideo (muito líquor) Espaço epidural (tecido adiposo e vasos)

10 ENVOLTÓRIOS DO SNC

11 -Funções *proteção biológica *proteção mecânica

12 ENVOLTÓRIOS DO SNC - Barreiras encefálicas São barreiras naturais que têm como função dificultar a troca de substâncias entre o sangue, o líquor e o SNC. Tipos Hemo encefálicaLiquor encefálicaHemo liquorica SANGUE LIQUORSNC

13 Divisão com base em critérios embriológicos Divisão embriológica Divisão anatômica - prosencéfalotelencéfalo diencéfalo mesencéfalo mesencéfalo mesencéfalo rombencéfalometencéfalo cerebelo e ponte mielencéfalo bulbo

14 4- ORIGEM EMBRIOLÓGICA DO SNC -Vesículas primordiais prosencéfalotelencéfalo diencéfalo mesencéfalo mesencéfalo mesencéfalo rombencéfalometencéfalo cerebelo e ponte mielencéfalo bulbo -Medula primitiva medula espinal -Luz do tubo neuralventrículos encefálicos cérebro

15 PROSENC. MESENC. ROMBENC. MED. PRIM. TELENCÉFALO DIENCÉFALO MESENCÉFALO METENCÉFALO MIELENCÉFALO MEDULA ESPINAL CÉREBRO MESENCÉFALO CEREBELO PONTE BULBO MEDULA ESPINAL 4- ORIGEM EMBRIOLÓGICA DO SNC

16 PROSENC. MESENC. ROMBENC. MED. PRIM. 4- ORIGEM EMBRIOLÓGICA DO SNC Ventrículos laterais Forame interventricular Terceiro ventrículo Istmo ou aqueduto cerebral Quarto ventrículo Canal medular

17 4- ORIGEM EMBRIOLÓGICA DO SNC

18

19 Divisão com base em critérios funcionais aferente Sistema Nervoso Somático eferente aferente Sistema Nervoso Visceral simpático eferente = SN autônomo parassimpático

20 Níveis de Organização do Sistema Nervoso

21 Células do Sistema Nervoso O sistema nervoso é constituído praticamente por dois tipos principais de células: 1.Neuróglias (células de sustentação) 2.Neurônios

22 Neuróglia Neurônios se associam com células bem menores chamadas de neuróglias (cola nervosa) ou simplesmente células gliais. Há seis tipos de neuróglias – quatro SNC e duas no SNP. Cada tipo possui uma função específica, mas no geral essas células fornecem um arcabouço de sustentação dos neurônios. Algumas produzem substâncias químicas que direcionam os neurônios jovens até suas conexões, promovendo a sobrevivência e o crescimento neuronal. Outras enrolam em torno de prolongamentos neuronais isolando-os e, assim, acelerando a condução dos potênciais de ação. Células do Sistema Nervoso

23

24 Propriedades dos neurônios duas propriedades fundamentais: a irritabilidade e a condutibilidade. Irritabilidade: capacidade que permite a uma célula responder estímulos Condutibilidade: capacidade de transmissão da resposta em grande velocidade Impulso Nervoso

25 Propriedades comuns dos neurônios: Gerar e propagar atividades elétricas (impulso nervoso). Comunicam-se entre si por meio de sinapses nervosas químicas ou elétricas. Processar digitalmente os sinais elétricos integrando potenciais elétricos excitatórias e inibitórios. Comunicam-se com células efetuadoras musculares ou glandulares. Neurônios

26 Corpo celular ou Pericário (centro metabólico) –Síntese das proteínas neuronais –Processos de degradação e renovação dos constituintes celulares Dendritos (receber estímulos) –Alterações do potencial de repouso Despolarização (excitatória) Hiperpolarizaçã o (inibitória) Axônio (gerar e conduzir) –Potencial de ação ou impulso nervoso

27 Neurônio Aferente (sensitivo) Trazem impulsos a uma determinada área do sistema nervoso Eferente (motor) Levam impulsos desta área Interneurônio (neurônio de associação) Transmite impulsos de um neurônio a outro

28

29 Classificação Morfológica dos Neurônios Número, comprimento e padrão de ramificação dos neuritos Neurônios pseudo-unipolares –Neurito único que se divide a curta distancia do corpo celular –Ramo periférico (terminação nervosa sensitiva) –Ramo central (SNC) Neurônios multipolares –Vários dendritos e um axônio que pode atingir metros de comprimento Neurônios bipolares –Neurito único que emerge de cada lado do corpo celular Neuritos = Dentritos + axônio

30 Retina, células dos gânglios sensoriais da cóclea e do vestíbulo Raíz posterior Tractos fibrosos do encéfalo e medula espinal, nervos periféricos e cel. motoras da medula espinal

31 Sinapses Sinapses interneuronais –Entre os neurônios Sinapses ou junções neuroefetuadoras –Entre o neurônio e as células musculares Esqueléticas, cardiácas ou lisas –Entre o neurônio e as células secretoras Glândulas endócrinas e exócrinas

32 Sinapses Tipos morfo-funcionais (transmissão do impulso nervoso) Sinapses elétricas (raras em vertebrados) Canais iônicos (acoplamento elétrico) Sinapses interneuronais Sinapses químicas Vesículas sinápticas (terminações sinápticas) Liberação dos neurotransmissores (mediadores químicos) Sinapses interneuronais e neuroefetuadoras

33 Sinapse elétrica

34 Sinapses

35 Membrana polarizada Quando o neurônio é estimulado, os canais iônicos se abrem e ocorre um influxo de Na + para o citoplasma

36 Propagação do impulso A duração destes eventos é muito curta: 5 mili segundos Porém, o potencial se propaga pela membrana do axônio, transmitindo o sinal nervoso Quando o potencial chega na terminação do axônio, libera os neurotransmissores armazenados, que vão estimular ou inibir os neurônios ou células efetoras

37 Sinapses Tipos de Sinapse NervosasUm neurônio faz sinapse com muitos neurônios

38 Componentes Estruturais Substância cinzenta (tecido nervoso) –Corpos de neurônio, células da glia e fibras amielínicas Substância branca (tecido nervoso) –Fibras mielínicas e células da glia Núcleo (interna) –Grupo de corpos de neurônios com estrutura e função aproximadas Córtex (superficial) –Camada de 4 a 6 mm de espessura constituída por substância cinzenta e localizada na superfície do cérebro ou do cerebelo Fibras de projeção –Fibras que saem fora dos limites de uma área ou órgão Fibras de associação –Fibras que associam pontos distantes de uma área ou órgão, sem abandoná-los

39 Componentes Estruturais Tracto (fibras mielínicas ou amielínicas) –Feixe de fibras com mesma origem, função e destino localizados na ssubstancia branca do SNC Fascículo –Trato formado por fibras mais compactadas Funículo (cordão) –Substância branca da medula contendo tratos ou fascículos Lemnisco (fita) –Conjunto de fibras sensitivas (aferentes) que levam impulsos ao tálamo Comissura (formação anatômica) –Fibras nervosas que cruzam perpendicularmente o plano mediano Decussação (formação anatômica) –Fibras nervosas que cruzam obliquamente o plano mediano

40

41


Carregar ppt "Introdução ao Sistema Nervoso. 1- CONCEITO Conjunto de órgãos com a finalidade de manter o equilíbrio das funções orgânicas (involuntárias) e de integrar."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google