A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 Resultados 1T11 6 de maio 2011. 2 Agenda nOutro trimestre extraordinário nCrescimento contínuo à frente.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 Resultados 1T11 6 de maio 2011. 2 Agenda nOutro trimestre extraordinário nCrescimento contínuo à frente."— Transcrição da apresentação:

1 1 Resultados 1T11 6 de maio 2011

2 2 Agenda nOutro trimestre extraordinário nCrescimento contínuo à frente

3 3 Outro trimestre extraordinário

4 4 nminério de ferro +3,9 nPelotas +26,5 nManganês+25,5 nFerro ligas+3,5 Apesar das condições meteorológicas adversas, tivemos bom desempenho operacional 1T11/1T10 em % nNíquel+79,7 nCobre+107,9 nCarvão+0,2

5 5 Um excelente desempenho financeiro 1T11 US$ bilhões 1T10 US$ bilhões Lucro operacional 13,5436,84897,8 EBIT ajustado¹6,4562,062213,1 Margem EBIT ajustado¹48,9%31,2% bps EBITDA Ajustado¹7,6632,855168,6 Lucro líquido 6,8261,604325,6 % 1 Valores excluindo o lucro da venda de ativos no valor de US$ 1,513 bilhão dólares, um evento não-recorrente. O melhor primeiro trimestre

6 6 Temos lidado com pressões de custo sazonais e cíclicas US$ milhões¹ sazonal Pressões de custo principal 1T11 vs. 4T10 Fonte nManutenção de materiais n Combustíveis e gás n Compra de produtos cíclica / política cíclica ¹ líquido dos efeitos de volume e FX

7 7 4T10 Variação de preço Volume de vendas R&D US$ milhões EBITDA Ajustado Dividendos² FX 1T11 Além do aumento de preços, a redução de custos foi importante para o desempenho do EBITDA ajustado custos e despesas¹ 1 SG & A + despesas operacionais + outras CPV ² Dividendos recebidos de empresas afiliadas não consolidadas Ganho na venda de ativos

8 8 EBITDA Ajustado (últimos 12 meses) US$ bilhões A geração de caixa já está bem acima do pico pré-crise

9 9 ¹ no final do trimestre / ² caixa e equivalentes de caixa Dívida total ¹,²¹,² Custo da dívida e maturidade % Anos 9,1 10,1 4,7 5,5 Fluxo de caixa poderoso ajuda a manter um balanço saudável, com um portfólio de dívida de baixo risco

10 10 Crescimento contínuo à frente

11 11 A produção industrial global % 3mma, as¹ ¹ taxa anualizada sazonalmente ajustada Fonte: Vale e J. P. Morgan Produção Industrial Global cresceu desde o final de 2010, contribuindo para a demanda global por minérios e metais

12 12 Global manufacturing PMI, as¹ novas encomendas / estoque, as¹ ¹ dessazonalizados Fontes: JP Morgan e Vale Dada a mudança no ciclo de estoque, o crescimento da produção industrial global deverá ser moderado

13 13 ¹ Taxa anualizada sazonalmente ajustada Crescimento do PIB chinês % A China continua com crescimento acelerado, impulsionado pela demanda interna Fonte: CEIC

14 14 crescimento de IAF e PI ¹ taxa anualizada sazonalmente ajustada Fonte: Haver Analytics Investimentos em ativos fixos (IAF) e produção industrial estão mostrando sinais de reaceleração na China FAI IP

15 15 nCrescimento médio anual do PIB de 7% nHabitação: 36 milhões de unidades de habitação social nRedução de 16% no consumo de energia por unidade do PIB n17% menos emissões de carbono por unidade de PIB nProporção de residentes urbanos atingirá 51,5% x 47,5% no final de 2010 nCriação de 45 milhões de empregos urbanos. As prioridades do plano quinquenal da China para 2011/2015 reforçam a demanda pelo minério de ferro da Vale

16 16 Meta de construções iniciadas de habitações populares na China milhões de unidades 72,4%

17 17 Global 1 1 Os dados mensais, em uma base ajustada sazonalmente. Fontes: Vale do Aço e do Mundo. Produção global de aço está em 1,5 bilhões de toneladas métricas por ano, tendo expandido 7,6% até 4T10. Apesar da China ser o principal responsável pelo crescimento com 50%, a expansão tem se alastrado. 3 meses de média móvel China 1

18 18 Platts IODEX 62% Fe US$/tonelada métrica seca Fonte: Platts. 183 Maio 3, 2011 Preços de minério de ferro continuam flutuando em alto nível frente a um forte crescimento da demanda global e restrições de oferta

19 19 1 sazonalidade ajustada Produção global de aço inoxidável 1 Produção global de aço inoxidável alcançou a maior alta em todos os tempos com 8,6 Mt em 1T11. Rápida expansão de despesas em consumo nos países emergentes irá levar um crescimento da demanda no longo prazo SA taxa de variação trimestral.

20 20 Fonte: Bloomberg Estoques Preços Os preços do níquel US$/tonelada métrica Apesar da expansão da produção de ferro gusa e ferro níquel, o mercado de níquel continua aquecido em razão do amplo crescimento da demanda global

21 21 De acordo com estimativas de analistas, a Vale tem a maior taxa de crescimento potencial entre as maiores companhias mineradoras crescimento do volume em base de cobre (C , base 2010) Fonte: J.P. Morgan Vale Competidor1Competidor2Competidor4 Vale Competidor3

22 22 Brownfield Greenfield 2012 De 2011 à 2015, 34 grandes projetos serão entregues, contribuindo para a criação de valor para os acionistas Conceição ItabiritosCarajás 40 Mtpy Teluk Rubiah Salobo Tubarão VIII Karebbe Long-Harbour Serra Sul (S11D) Rio Colorado Moatize Totten Simandou I Biodiesel Konkola North Vargem Grande Itabiritos Salobo II ALPA CSP CSU Iron ore & pellets Nickel Coal Copper Fertilizers Logistics Energy Steel 2014 Serra Leste Bayovar II CLN 150 Mtpy Cauê Itabiritos Moatize II Conceição Itabiritos II CLN S11D Ellensfield Apolo Nacala Cristalino Salitre Simandou II Belo Monte Samarco IV

23 23 Disciplina na alocação de capital: o retorno do capital investido voltou ao nível pré-crise e está bem acima do custo do capital 1 Um ROIC LTM = retorno sobre o capital investido nos últimos períodos de doze meses. ROIC LTM 1 Capital investido US$ bilhões

24 24 ü Usina de Estreito => entregue ü Vale Brasil, primeiro Valemax de dwt => entregue Fortalecimento em infra-estrutura

25 25 nTres Vallescobre nOnça Pumaníquel nOman pelotas Produção em fase de ramping up

26 26 Liderança global em pelotas de minério de ferro: capacidade deve chegar a 80 milhões de toneladas métricas até 2014¹ São Luís Zhuhai Oman 2 plantas Tubarão 7 plants Samarco 3 plants Vargem Grande Fábrica Anyang Tubarão VIII Samarco IV Para entrar em funcionamento 1 61,8 milhões de toneladas a partir de plantas próprias e arrendadas e 18,2 Mt de empresas afiliadas (parte atribuível). 19 usinas de pelotização em todo o mundo

27 27 nAdiciona uma média de 400 MW a capacidade de geração própria da Vale. nEstreita o crescente desequilíbrio esperado entre o consumo de energia da Vale e a capacidade de geração do Brasil. nReduz o custo de energia¹ já que custo de geração própria é bem abaixo dos preços de mercado. nMitiga exposição a risco de preço e oferta. nTaxa de retorno esperada maior que nosso custo de capital. Aquisição de 9% do projeto da hidrelétrica de Belo Monte ¹ custo com energia elétrica em 2010 foi US$ 1,2 bihões.

28 28 Vale: um líder global


Carregar ppt "1 Resultados 1T11 6 de maio 2011. 2 Agenda nOutro trimestre extraordinário nCrescimento contínuo à frente."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google