A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Identidade em Rede Não somos seres finalizados, mas sim um leque de possibilidades inesgotáveis. Martin Heidegger Filosofo Alemão.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Identidade em Rede Não somos seres finalizados, mas sim um leque de possibilidades inesgotáveis. Martin Heidegger Filosofo Alemão."— Transcrição da apresentação:

1 Identidade em Rede Não somos seres finalizados, mas sim um leque de possibilidades inesgotáveis. Martin Heidegger Filosofo Alemão

2 Desafio No mundo em rede, somos forçados a enfrentar o desafio de re-construir constantemente nosso "ser" e "estar no mundo.

3 Relação Tempo-Espaço Nossa identidade sofre as influências de novos códigos cotidianamente, e a vida, como resultado de uma rede de interações de naturezas diversas, torna- se um fluxo que corre numa velocidade sem precedentes num tempo-espaço altamente tecnológico.

4 Condições Surge, então, a necessidade de constante atualização de nossa capacidade de transformação e acumulo de conhecimentos para enfrentar os riscos diante de uma sociedade inconstante.

5 Segurança Ontológica Em rede, o simples ato de responder a simples questões cotidianas demanda pôr entre parênteses uma gama quase infinita de possibilidades abertas ao indivíduo, o que pode acarretar numa desorientação cognitiva e emocional.

6 Eu, os outros e o mundo Isso ocorre porque uma atitude natural do cotidiano põe entre parênteses perguntas sobre nós mesmos, sobre os outros e sobre o mundo dos objetos que devem ser dadas como respondidas para que se possa enfrentar os desafios e riscos cotidianos.

7 Primeiro Contato Através da atenção das primeiras pessoas a oferecerem proteção a uma criança, desenvolve-se uma confiança básica que liga a auto-identidade à apreciação dos outros.

8 Ansiedades Existenciais Esta confiança serve de suporte emocional contra as ansiedades existenciais e a legitimação pessoal de seus valores e interesses. Esperança/Coragem Planejamento/Objetivo

9 Alvo O aprendizado das qualidades dos outros se liga às primeiras explorações do mundo-objeto e à formação da auto- identidade (valores e interesses). Por isso, as crianças são hoje o principal alvo da sociedade de formação social baseada no consumo. Porém...

10 Que tipo de consumidor? A transição do ser social moldado pelo trabalho para o ser social moldado pelo consumo (do ambiente industrial trabalhista para o informacional flexível) deve ser acompanhada pelos objetivos e exigências dos paradigmas da nova sociedade.

11 Tipo Ideal Um indivíduo ativo, dinâmico/flexível, capacitado para processar informações e gerar conhecimentos em rede.

12 Consciência O que significa um indivíduo consciente de sua posição em um ou mais campos sociais nos quais esta simultaneamente inserido. Essa consciência inclui um domínio tanto dos processos pelos quais passam as informações quanto de suas relações de poder com outros campos sociais. Estas são informações essenciais para uma postura estratégica em rede.

13 Consequência Caráter Individualista: As redes conectam o indivíduo com o restante da sociedade em sua experiência participativa ao mesmo tempo em que o atomiza em sua autonomia. Estar em rede também significa estar exposto, o que pode gerar uma retração da personalidade, inibindo o fluxo de informações.

14 Questionamentos Países ainda em desenvolvimento (3º mundo) teriam condições de atender as exigências impostas por uma sociedade informacional configurada em redes? Diante de um paradigma baseado em flexibilidade, consciência e conhecimento dos indivíduos, qual lugar os países em desenvolvimento ocuparão nesta sociedade?


Carregar ppt "Identidade em Rede Não somos seres finalizados, mas sim um leque de possibilidades inesgotáveis. Martin Heidegger Filosofo Alemão."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google