A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

FUNÇÃO TEÓRICA E FUNÇÃO PRÁTICA DA FILOSOFIA Raimundo de Farias Brito.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "FUNÇÃO TEÓRICA E FUNÇÃO PRÁTICA DA FILOSOFIA Raimundo de Farias Brito."— Transcrição da apresentação:

1 FUNÇÃO TEÓRICA E FUNÇÃO PRÁTICA DA FILOSOFIA Raimundo de Farias Brito

2 A VERDADE COMO REGRA DAS AÇÕES Capítulo I A filosofia é a organização do conhecimento científico; é a investigação do desconhecido; é a atividade mesma do espírito, elaborando o conhecimento e produzindo a ciência. A filosofia é a organização do conhecimento científico; é a investigação do desconhecido; é a atividade mesma do espírito, elaborando o conhecimento e produzindo a ciência. Trata-se de uma atividade permanente do espírito humano. Trata-se de uma atividade permanente do espírito humano. A filosofia é como uma árvore de que resulta como fruto a ciência. A filosofia é como uma árvore de que resulta como fruto a ciência.

3 FUNÇÃO TEÓRICA E FUNÇÃO PRÁTICA DA FILOSOFIA Esta ideia de filosofia de Farias Brito se justifica: Esta ideia de filosofia de Farias Brito se justifica: 1º Pela significação etimológica da palavra: 1º Pela significação etimológica da palavra: A palavra filosofia vem do grego philos e sophos e significa assim originariamente amor da ciência. A palavra filosofia vem do grego philos e sophos e significa assim originariamente amor da ciência. Ora, se se trata de amor, é evidente que se trata de uma força mesma do espírito. Ora, se se trata de amor, é evidente que se trata de uma força mesma do espírito.

4 FUNÇÃO TEÓRICA E FUNÇÃO PRÁTICA DA FILOSOFIA 2º Pelo exame crítico da inteligência: 2º Pelo exame crítico da inteligência: A filosofia é a investigação do desconhecido. Esta investigação resulta de uma necessidade fundamental de nosso espírito: a necessidade de saber, que se manifesta como uma sede que nunca se esgota. A filosofia é a investigação do desconhecido. Esta investigação resulta de uma necessidade fundamental de nosso espírito: a necessidade de saber, que se manifesta como uma sede que nunca se esgota. Ela é, de fato, a atividade mesma do espírito; é o espírito mesmo elaborando o conhecimento; é o espírito investigando, analisando, estudando e, em consequência desta investigação, desta análise, deste estudo, produzindo a ciência. Ela é, de fato, a atividade mesma do espírito; é o espírito mesmo elaborando o conhecimento; é o espírito investigando, analisando, estudando e, em consequência desta investigação, desta análise, deste estudo, produzindo a ciência.

5 FUNÇÃO TEÓRICA E FUNÇÃO PRÁTICA DA FILOSOFIA 3º Pela história mesma do pensamento: 3º Pela história mesma do pensamento: Ninguém desconhece que o conhecimento científico começou por um todo informe; e foi só sucessivamente que deste todo informe se foram, com períodos mais ou menos longos, destacando as diferentes disciplinas científicas. Ninguém desconhece que o conhecimento científico começou por um todo informe; e foi só sucessivamente que deste todo informe se foram, com períodos mais ou menos longos, destacando as diferentes disciplinas científicas. Destacou-se do conjunto filosófico, como ciência independente, em primeiro lugar, a matemática; depois a astronomia; depois a física, a química, a biologia, etc. Destacou-se do conjunto filosófico, como ciência independente, em primeiro lugar, a matemática; depois a astronomia; depois a física, a química, a biologia, etc.

6 FUNÇÃO TEÓRICA E FUNÇÃO PRÁTICA DA FILOSOFIA Crítica: Crítica: É uma ideia que está em antagonismo radical com a opinião comum que dá a filosofia como um produto das ciências, e só a admite como uma sistematização geral do conhecimento científico. É a intuição positivista, ou a chamada filosofia científica. É uma ideia que está em antagonismo radical com a opinião comum que dá a filosofia como um produto das ciências, e só a admite como uma sistematização geral do conhecimento científico. É a intuição positivista, ou a chamada filosofia científica. “A filosofia é a concepção do problema científico; a ciência é a sua solução”, mas não se segue daí que façam com que a filosofia desapareça. “A filosofia é a concepção do problema científico; a ciência é a sua solução”, mas não se segue daí que façam com que a filosofia desapareça.

7 FUNÇÃO TEÓRICA E FUNÇÃO PRÁTICA DA FILOSOFIA Função teórica da filosofia: produzir a ciência. Função teórica da filosofia: produzir a ciência. “A filosofia é a concepção do problema científico; a ciência é a sua solução”. “A filosofia é a concepção do problema científico; a ciência é a sua solução”. É por isto que as ciências particulares foram precedidas pela filosofia. É por isto que as ciências particulares foram precedidas pela filosofia. Função prática: dedução das leis e a ordem moral da sociedade. Função prática: dedução das leis e a ordem moral da sociedade. investigar o desconhecido. investigar o desconhecido. tende necessariamente a abraçar o todo universal, lançando as bases para uma concepção do mundo. tende necessariamente a abraçar o todo universal, lançando as bases para uma concepção do mundo. Transforma-se em metafísica e deduz as leis da conduta, explicando ao homem: Transforma-se em metafísica e deduz as leis da conduta, explicando ao homem: 1º) qual a significação racional da natureza; 1º) qual a significação racional da natureza; 2º) qual o papel que representamos no mundo; 2º) qual o papel que representamos no mundo; 3º) como devemos proceder nas múltiplas relações da vida. 3º) como devemos proceder nas múltiplas relações da vida.

8 FUNÇÃO TEÓRICA E FUNÇÃO PRÁTICA DA FILOSOFIA O homem tem sobre todos os outros seres este privilégio excepcional: que é ele próprio quem formula as leis a que deve obedecer. O homem tem sobre todos os outros seres este privilégio excepcional: que é ele próprio quem formula as leis a que deve obedecer. Tem consciência de si mesmo. Tem consciência de si mesmo. Nisto precisamente consiste a liberdade. Nisto precisamente consiste a liberdade. Que é uma conquista do espírito, que é um princípio, uma força que tanto mais cresce, quanto mais se aprofunda o homem em seus conhecimentos. Que é uma conquista do espírito, que é um princípio, uma força que tanto mais cresce, quanto mais se aprofunda o homem em seus conhecimentos. E não basta que o homem se conheça a si mesmo como princípio de atividade; é preciso que conheça também a natureza, teatro em que esta atividade se exerce. E não basta que o homem se conheça a si mesmo como princípio de atividade; é preciso que conheça também a natureza, teatro em que esta atividade se exerce.

9 FUNÇÃO TEÓRICA E FUNÇÃO PRÁTICA DA FILOSOFIA De modo que é da noção do conhecimento que resulta o conceito da liberdade, sendo que é pelo conhecimento que o homem se torna livre. De modo que é da noção do conhecimento que resulta o conceito da liberdade, sendo que é pelo conhecimento que o homem se torna livre. E sendo, como vimos, a filosofia, o princípio gerador do conhecimento, logo por aí se compreende que é também da filosofia que nasce a liberdade, e com esta o direito que não é senão o organismo objetivo da liberdade. E sendo, como vimos, a filosofia, o princípio gerador do conhecimento, logo por aí se compreende que é também da filosofia que nasce a liberdade, e com esta o direito que não é senão o organismo objetivo da liberdade. A filosofia não é, pois, somente conhecimento abstrato; é também força social, força viva, capaz de exercer influência sobre a sociedade; e esta influência é real e decisiva pois é da filosofia que nasce o sentimento moral. A filosofia não é, pois, somente conhecimento abstrato; é também força social, força viva, capaz de exercer influência sobre a sociedade; e esta influência é real e decisiva pois é da filosofia que nasce o sentimento moral. Por isso é considerada por Brito a gênese da religião. Por isso é considerada por Brito a gênese da religião.


Carregar ppt "FUNÇÃO TEÓRICA E FUNÇÃO PRÁTICA DA FILOSOFIA Raimundo de Farias Brito."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google