A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Cooperativismo Orgânico: uma estratégia social de acesso a mercados.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Cooperativismo Orgânico: uma estratégia social de acesso a mercados."— Transcrição da apresentação:

1 Cooperativismo Orgânico: uma estratégia social de acesso a mercados

2 SUMÁRIO Cenário Mundial, alimentos orgânicos e fusões e aquisições no mercado Formação do Condomínio Rural e Consórcio de Exportação Espaço da Griffe Orgânica – Loja Conceito: Hipermercado Muffato - Tarumã (Curitiba) (a ser inaugurado em julho de 2009)

3 Demanda por Alimentos Cenário Mundial

4 POPULAÇÃO MUNDIAL Rural Urbana Fonte: ONU, Elaboração: ICONE.

5 EVOLUÇÃO DO CONSUMO DE ORGÂNICOS: MUNDO E NO BRASIL Crescimento mundial: 35 % últimos 5 anos Crescimento no Brasil: 30% últimos 3 anos

6 Fusões e Aquisições no Mercado

7 Fusões e Aquisições Brasil: Brasil: Setores 2008

8

9 TENDÊNCIA NO MERCADO BRASILEIRO DE PRODUTOS ORGÂNICOS: Alimento in natura e processado Cosméticos Produtos de limpeza Moda orgânica Matérias-primas Bens ambientais

10 INTERCOOPERAÇÃO Acordo Prévio das Regras do Condomínio Rural e Consórcio de Exportação Segurança Jurídica do negócio Garantia ao investidor nacional e internacional Escala de fornecimento Competitividade dos micro e pequenos produtores em âmbito nacional e internacional

11 INTERCOOPERAÇÃO 1° Passo – Criação de uma associação que congregue os produtores: fase de constituição da Griffe Orgânica 2° Passo – Criação de Consórcio de Exportação através da formação de joint-venture

12 Cooperativa Agroindústria Distribuição Cooperativa Condominio Rural e Consórcio: operação

13 uma causa: lucro social uma idéia: saúde integral um propósito: consumo consciente interatividade neuromarketing

14 Compromisso dos associados: SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL RESPONSABILIDADE ASOCIAL E ÉTICA RATREABILIDADE MELHORIA CONTÍNUA

15 R EQUISITOS Identificação com saúde e qualidade de vida Experiência sensorial Reconhecimento da importância do estilo de vida do Consumidores e escolha dos canais de distribuição e das fontes de informação Formação do consumidor Interface com Confederação Nacional das de Donas de Casa e Associações de Consumidores

16 M ODELO DE NEGÓCIO Fornecimento regular de produtos orgânicos de qualidade e preços adequados Margem de Comercialização Justa Embalagem biodegrádavel ou sem (LFV) Perda minorada – desonerar produtor Loja conceito: Minishopping Horários de recebimento da mercadoria flexíveis

17 S ELO E MARCA : 2 ª FASE 1. Qualidade do produto 2. Qualidade da prática agrícola 3. Qualidade da embalagem 4. Qualidade da comunicação 5. Qualidade do processo produtivo 6. Qualidade da formação de preço 7. Qualidade da semente 8. Qualidade do meio ambiente 9. Qualidade ética 10. Qualidade cultural

18 Relação de sócios: Sócios fundadores: Parque de Tecnologia Social Cooperativa dos Produtores de Campina Grande do Sul Sitio Tucano Natural Market Bandeirante Eco Saúde Mate Herbal Naturama Indústria e Comércio Sócios a integrar: Cooperativa dos Empreendedores do Vale do Ribeira Cooperativa Agrofamiliar Solidária - COOFAMEL Mel Ariane Associação dos Apicultores do Vale do Aço - AAPIVALE

19 P RODUTOS SECOS : Grãos em geral (arroz, feijão, soja, trigo, canjica, milho de pipoca, linhaca, quinua, gergelim, girassol, aveia...) Farináceos em geral (farinha de trigo integral e branca, fubá, farinha de soja, farinha de linhaça); Café, Chá; Achocolatados, cacau em pó, chocolates; leites (bovino, arroz, soja...); óleos (soja, óleo de castanha do para, azeites...) biscoitos; bolos; frios (queijos, iogurte, tofu, carne de tofu, manteigas, requeijão); congelados (comidas, polpas de frutas); produtos de limpeza; geléias com e sem açúcar, compotas; mel / melado; chimarrão; granolas,aveias, fibra de trigo; vinagres (maca, balsâmico); molhos de tomates; condimentos e temperos secos e úmidos, pimentas e especiarias massas e picles sucos e vinhos produtos funcionais: clorofila de trigo, aloe vera, quinua, linhaça dourada, óleo de coco virgem, guaraná (xarope e pó); castanhas; revistas, livros direcionados a orgânicos

20 P RODUTOS MERCEARIA

21 Frutas, Legumes e Verduras - FLV Alface americana, Alface crespa, Alface lisa, Alface roxa, Alface vermelha, alface mimosa; Almeirão pão de açúcar, Banana caturra, Banana prata; Batata doce, Batata inglesa, Beterraba; Brócolis, Cebola, Cenoura, Couve, Couve chinesa, Couve flor, Escarola, Escarola frissé; Feijão carioca, Feijão preto; Morango, maçã; Nabo redondo, Radiccio catalonha, Rúcula,Tomate, gengibre, rabanete, pimentão, pepino, berinjela abóbora cabutiá, moranga, alho, alho poró, inhame, ervilha torta, ervilha de grão, abóbora menina, laranja, abacate, mamão

22 PROJETOS Ciclo de eventos Orgânica (nacional e regional): Curitiba, Londrina e Cascavel e participação em eventos temáticos (alimentos, moda, cosméticos e produtos de limpeza e comércio justo)

23 PROJETOS 112 Expositores R$ 7.850,00 mil de negócios gerados Projeto Merenda Escolar Acordo Paraná / Emilia-Romagna: fomento Banco de Oportunidades Máquinas, equipamentos e implementos Insumos de base biológica Cooperação tecnológica e investimento Integração com empresa de biotecnologia Integração produtiva regional: Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul

24 CONVÊNIOS, PATROCÍNIO E APOIO Sistema SEBRAE Banco do Brasil ECT INFRAERO Ministério de Agricultura e Abastecimento Ministério da Ciência e Tecnologia Governo Estado do Paraná: SEAB e SETI Prefeitura Municipal de Maringá Federação das Indústrias do Estado do Paraná Associação Paranaense de Supermercados

25 Ousadia e realismo na dose certa!


Carregar ppt "Cooperativismo Orgânico: uma estratégia social de acesso a mercados."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google