A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Utilizando ambientes de aprendizagem em EaD Mozart de Melo Alves Jr. Sidney Pontes Viana Mozart de Melo Alves Jr. Sidney Pontes Viana Universidade Federal.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Utilizando ambientes de aprendizagem em EaD Mozart de Melo Alves Jr. Sidney Pontes Viana Mozart de Melo Alves Jr. Sidney Pontes Viana Universidade Federal."— Transcrição da apresentação:

1 Utilizando ambientes de aprendizagem em EaD Mozart de Melo Alves Jr. Sidney Pontes Viana Mozart de Melo Alves Jr. Sidney Pontes Viana Universidade Federal de Alagoas Mestrado em Modelagem Computacional do Conhecimento

2 Roteiro Ambiente de Aprendizagem –Conceitos –Ambientes Interativos de Aprendizagem –Recursos Utilizados Estudo de Caso –Portal Educacional –SEAT (Segurança e Educação ao alcance de Todos)

3 Ambientes de Aprendizagem Lugar ou espaço em que aprendizagem ocorre" (WILSON, 1995:4). Por outro lado, podemos tratar de ambientes de aprendizagem construtivista como "lugares onde grupos de aprendizes aprendem a usar ferramentas de sua cultura, incluindo linguagem e as regras para engajar em diálogo e geração de conhecimento" (MORRISON & COLLINS,1995, apud WILSON, 1995:6). Amplia-se o sentido com a definição de que o ambiente de aprendizagem construtivista é "lugar onde aprendizes podem trabalhar juntos e se apoiarem uns nos outros à medida que eles usam uma variedade de instrumentos e recursos de informação na busca de objetivos de aprendizagem e de atividades de solução de problemas". (WILSON, 1995:6) No mínimo contém: o aprendiz, um espaço em que o aprendiz age, atua usando instrumentos e mecanismos, coletando e interpretando informação, interagindo talvez com outros,etc; e iniciativa do aprendiz ao realizar escolhas.

4 Ambientes Interativos de Aprendizagem Hipermídia - permite ligação interativa de informação, de forma não linear, apresentada em diferentes formatos que podem incluir texto, gráficos estáticos ou animados, clips de filmes, sons e música. Fornece ainda meios flexíveis para que usuários organizem e gerenciem informações de forma a satisfazer diferentes necessidades e pode reunir e produzir coleções complexas, grandes, ricamente conectadas e referenciadas de forma entrelaçada ou cruzada. No entanto, há desafios para sua utilização principalmente quanto ao projeto, desenvolvimento e avaliação de sistemas hipermídias, e de preparação dos professores para envolvimento nestas tarefas e no emprego adequado de hipermídias em ambientes construtivistas de aprendizagem. (SILVA, 1998:18-23)

5 Os Recursos Utilizados Os recursos dos ambientes digitais de aprendizagem são basicamente os mesmos existentes na internet –Correio, fórum, bate-papo, conferência –Bancos de informações representadas em diferentes mídias (textos, imagens, vídeos, hipertextos), e interligadas com conexões constituídas de links internos ou externos ao sistema. Pode-se usar uma tecnologia tanto na tentativa de simular a educação presencial com o uso de uma nova mídia como para criar novas possibilidades de aprendizagem por meio da exploração das características inerentes às tecnologias empregadas.

6 O advento das tecnologias de informação e comunicação (TIC) reavivou as práticas de EaD devido à flexibilidade do tempo, quebra de barreiras espaciais, emissão e recebimento instantâneo de materiais, o que permite realizar tanto as tradicionais formas mecanicistas de transmitir conteúdos, agora digitalizados e hipermediáticos, como explorar o potencial de interatividade das TIC e desenvolver atividades à distância com base na interação e na produção de conhecimento.

7 Abordagem de EaD - TIC Conforme Prado e Valente (2002, p. 29) as abordagens de EaD por meio das TIC podem ser de três tipos: –Broadcast - a tecnologia computacional é empregada para entregar a informação ao aluno da mesma forma que ocorre com o uso das tecnologias tradicionais de comunicação como o rádio e a televisão. –Virtualização da sala de aula presencial - Quando os recursos das redes telemáticas são utilizados da mesma forma que a sala de aula presencial, que procura transferir para o meio virtual o paradigma do espaço–tempo da aula e da comunicação bidirecional entre professor e alunos. –Estar junto virtual - também denominado aprendizagem assistida por computador (AAC), explora a potencialidade interativa das TIC propiciada pela comunicação multidimensional, que aproxima os emissores dos receptores dos cursos, permitindo criar condições de aprendizagem e colaboração.

8 Conforme Almeida (2000, p. 79) é preciso criar um ambiente que favoreça a aprendizagem significativa ao aluno, desperte a disposição para aprender (Ausubel apud Pozo, 1998), disponibilize as informações pertinentes de maneira organizada e, no momento apropriado, promova a interiorização de conceitos construídos.

9

10 Lançamento Em meados de 2004, surgiu da parceria entre a Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP) e a Academia Nacional de Polícia do Departamento de Polícia Federal (ANP).

11 O que é ? Um ambiente de ensino-aprendizagem que tem o propósito de informar, formar, atualizar e especializar gratuitamente os operadores de Segurança Pública do Brasil.

12 Público Alvo –Policiais Civis, –Policiais Federais, –Policiais Rodoviários Federais, –Policiais Militares, –Policiais do Corpo de Bombeiros –Guardas Municipais

13 Credibilidade Profissionais da Segurança Pública atuarão na elaboração dos cursos, nas ações de tutoria, em palestras e entrevistas, incrementando, assim, a construção da doutrina e do conhecimento disponibilizado.

14 Como Funciona ? Ao se inscrever no site da SENASP, o inscrito faz o curso pela internet e assiste às aulas no canal de TV para a segurança pública (opcional) que, através de transmissões via satélite, alcança os profissionais localizados nos mais longínquos municípios. Site da SENASP:

15 Alcance Para facilitar e promover o acesso ao SEAT, a parceria SENASP/ANP colocou em funcionamento estruturas especiais em todas as unidades da federação: TELECENTROS.

16 Telecentro Local de encontros e intercâmbio, espaço de aprendizagem,crescimento pessoal e profissional; Um instrumento poderoso para apoiar o desenvolvimento local de programas de capacitação através do uso das tecnologias digitais de informação e comunicação.

17 Telecentro-AL LOCAL: Prédio da Secretaria de Estado da Defesa Social – SEDS, 1º andar, salas 107 e 109 TELEFONE: (082)

18 Como funcionaComo funciona? Através da disposição de quatro ambientes definidos, todos dotados dos mais modernos recursos de informática, comunicação de dados e de apoio educacional: Tele Sala, Sala Web, Sala de Tutoria e Sala de Conexão.

19 Tele Sala Destinada à assistência de vídeos, palestras ou conferências pela tv, eventos estes atrelados a algum curso à distância que esteja em andamento.

20 Sala Web Espaço onde poderão ser ministrados cursos presenciais – Informática Básica ou freqüentado pelos alunos dos cursos à distância para realizar alguma atividade presencial.

21 Sala de Tutoria Cumpre um papel fundamental na concepção, projeção e coordenação do Projeto. Os tutores poderão utilizá-la para realizar as atividades de tutoria.

22 Resultados Até 2006, foram capacitados, através do Projeto de Educação à Distância promovido pela SENASP/ANP, 149 Profissionais da Segurança Pública do Estado de Alagoas.

23 PORTAL EDUCACIONAL

24

25

26

27

28

29

30

31

32

33

34

35

36

37

38

39

40

41

42

43

44

45

46

47

48 Referências ALMEIDA, M. E. B. O computador na escola: contextualizando a formação de professores Tese (Doutorado em Educação)_ Pontifícia, Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, ALMEIDA, M. E. B. O Educação a distância na internet: abordagens e contribuições dos ambientes digitais de aprendizagem. Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, PERAYA, D. O ciberespaço: um dispositivo de comunicação e de formação midiatizada. In: ALAVA, S. Ciberespaço e formações abertas: rumo a novas práticas educacionais? Porto Alegre: Artmed, 2002.

49 Referências PRADO, M. E. B. B.; VALENTE, J. A. A. Educação a distância possibilitando a formação do professor com base no ciclo da prática pedagógica. In: MORAES, M. C. Educação a distância: fundamentos e práticas. Campinas: Unicamp/NIED, SILVA, C.M.T. Hipermídia na educação: Potencialidades e desafios. Tecnologia educacional, v. 26, n. 140, p , jan/fev/mar WILSON,B.G. Metaphors for Instruction: Why we talk about learning environments.Educational Technology, V.35, n.5,p

50


Carregar ppt "Utilizando ambientes de aprendizagem em EaD Mozart de Melo Alves Jr. Sidney Pontes Viana Mozart de Melo Alves Jr. Sidney Pontes Viana Universidade Federal."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google