A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

BA. 13 – Homeostase digestão Apostila 2 – página 19.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "BA. 13 – Homeostase digestão Apostila 2 – página 19."— Transcrição da apresentação:

1 BA. 13 – Homeostase digestão Apostila 2 – página 19

2 1. Nutrição Animais obtêm compostos orgânicos ingerindo outros seres vivos ou parte deles. Digestão ocorre na cavidade digestória (menos em poríferos). Cnidários e platelmintos = sistema digestório incompleto (digestão extra e intracelular). Nematódeos, anelídeos, artrópodes, moluscos,equinodermos e cordados = sistema digestório completo (digestão extracelular). Digestão = macromoléculas dos alimentos são fragmentados em moléculas menores.

3 Dieta – alimentos habitualmente consumidos por um animal. Nutrientes – substâncias ingeridas e usadas no metabolismo. Quanto à função, os nutrientes são classificados: - Energéticos: Fonte de energia para as atividades celulares, são os carboidratos e os lipídios. - Plásticos ou construtores: Constituintes estruturais, são as proteínas. - Reguladores: Regulação do metabolismo, são as vitaminas e minerais. Macronutrientes = requeridos em grandes quantidades. Carboidratos, proteínas e lipídios. Micronutrientes = requeridos em pequenas quantidades. Minerais e vitaminas. 1. Nutrição

4

5 Vitaminas Necessárias em pequenas doses, são essenciais nos processos metabólicos. Hidrossolúveis: solúveis em água. Vitaminas do complexo B e vitamina C. Lipossolúveis: solúveis em gorduras. Vitaminas A, D, E e K. Distúrbios causados pelo excesso de vitaminas é mais severo no caso das lipossolúveis – excreção lenta.

6 Vitaminas Vitamina C (ácido ascórbico) – hidrossolúvel Vitamina C (ácido ascórbico) – hidrossolúvel - Frutas cítricas, acerola, kiwi, tomate, folhas verdes. - Termolábil – não resiste ao cozimento. - Não resiste ao contato com o ar (oxidação). - Deficiência: escorbuto ou doença do marujo.

7 Vitaminas Vitamina B1 (tiamina)- Hidrossolúvel Vitamina B1 (tiamina)- Hidrossolúvel - Carnes, fígado, cereais integrais, leguminosas. - Deficiência: beribéri - fraqueza muscular e dificuldades respiratórias, deficiência cardíaca. Ácido Fólico – Hidrossolúvel Ácido Fólico – Hidrossolúvel - Folhas verdes, cereais integrais, leguminosas, fígado. - Termolábil. - Deficiência: Anemia, distúrbios gastrointestinais.

8 Vitaminas Vitamina D (calciferol)– Lipossolúvel - Vitamina D (calciferol)– Lipossolúvel - Ovos, leites e derivados. - Precursor é ativado na pele pela radiação ultravioleta. - Mineralização dos ossos, facilita a absorção de cálcio. - Deficiência: raquitismo (descalcificação e deformidades ósseas) - Excesso: Descalcificação óssea, com deposição de cálcio em músculos, fígado e vasos sanguíneos. - Diarréia, vômitos, cálculos renais, fraqueza e perda de peso.

9 Vitaminas Vitamina A (retinol) – Lipossolúvel Vitamina A (retinol) – Lipossolúvel - Ovos, leites e derivados, provitaminas (caroteno) de vegetais amarelos e vermelhos. - Mantém epitélios íntegros, componente de pigmentos visuais. - Deficiência: Cegueira noturna, espessamento da córnea, lesões de pele. - Excesso: Dor de cabeça, irritabilidade, náusea, diarréia, fragilidade óssea, pele seca e convulsões.

10 Processamento dos alimentos

11 Tratamento mecânico Tratamento mecânico - Os alimentos quebrados em pedaços menores, expõem uma superfície maior de contato. - Maior área de superfície = maior área de atuação de enzimas digestivas. - Digestão e absorção ocorrem enquanto os alimentos percorrem o tubo digestivo. Tratamento químico Tratamento químico - Grandes moléculas são quebradas por hidrólise: AB + H 2 O A + B Enzima - Enzimas que catalisam esse tipo de reação são chamadas hidrolases.

12 Sistema digestório humano

13 Boca Boca Alimentos são fragmentados com a ajuda dos dentes. Saliva – pH 6.8 (neutro) Língua – ajuda na fragmentação dos alimentos e mistura com a saliva. - Deglutição: bolo alimentar se desloca para a faringe. A epiglote fecha a faringe. Sistema digestório humano

14

15 Movimento peristáltico

16 Esôfago Esôfago Tubo de 25cm de comprimento, que leva ao estômago. Estômago Estômago Forma de um J. Na mucosa: células produtoras de enzimas, células secretoras de ácido clorídrico e células produtoras de muco. Suco gástrico – pH ácido e poder bactericida. Duas válvulas: - cárdia= evita o retorno dos alimentos do estômago para o esôfago. - piloro= impede o refluxo do conteúdo do intestino para o estômago. Sistema digestório humano

17

18

19 Intestino delgado Intestino delgado - 7 a 8m de comprimento. - Duodeno, jejuno e íleo. - Alimentos entram em contato com a bile, produzida pelo fígado e armazenada na vesícula biliar. Fígado Fígado - Armazena substâncias como glicose, ferro e vitaminas, sintetiza proteínas, inativa produtos tóxicos, metaboliza e elimina resíduos gerados no próprio corpo. Pâncreas Pâncreas - Também lança o suco pancreático no interior do intestino delgado. Produz insulina e glucagon. Sistema digestório humano

20

21 Intestino grosso - Tubo em formato de U invertido, com 1,5 m de comprimento. - Primeira porção: ceco – onde se abre o apêndice vermiforme. - Colonizado por uma flora bacteriana, produtora de vitaminas e que dificulta o crescimento de bactérias patogênicas. Reto e canal anal - Reto e canal anal - Porção final do tubo digestório, que se abre no ânus. Sistema digestório humano

22


Carregar ppt "BA. 13 – Homeostase digestão Apostila 2 – página 19."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google