A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O Currículo de História PCOP – Carla Simone Vanzela.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O Currículo de História PCOP – Carla Simone Vanzela."— Transcrição da apresentação:

1 O Currículo de História PCOP – Carla Simone Vanzela

2 História: Expressão da Humanidade

3 O que entendemos por currículo? Os conteúdos a serem ensinados e aprendidos; As experiências de aprendizagem escolares a serem vividas pelos alunos; Os planos pedagógicos elaborados por professores, escolas e sistemas educacionais; Os objetivos a serem alcançados por meio do processo de ensino; Os processos de avaliação que terminam por influir nos conteúdos e procedimentos selecionados nos diferentes graus da escolarização.

4 Papel do Educador na Construção do Currículo Papel do educador é fundamental; É um dos grandes responsáveis pela construção dos currículos que se materializam nas escolas e na sala de aula; Importante participar crítica e criativamente da elaboração de currículos mais atraentes, mais democráticos e mais fecundos.

5 Elaboração do Currículo Escolar Devemos recorrer: Aos documentos oficiais; Aos estudos que vêm sendo feitos por estudiosos e pesquisadores do campo; Ao contexto escolar.

6 Documentos Oficiais do Estado de São Paulo

7 Proposta Curricular do Estado de São Paulo HISTÓRIA

8 OBJETIVO: - OBJETIVO: apoiar o trabalho realizado nas escolas estaduais e contribuir para a melhoria da qualidade da aprendizagem dos alunos. - A partir de 2009, torna-se o Currículo Oficial do Estado de São Paulo; - Apresentação Geral da Área de Ciências Humanas e suas Tecnologias, inseridas no conjunto da educação básica levando a uma reflexão no campos dos conhecimentos.

9 Proposta Curricular do Estado de São Paulo HISTÓRIA HISTÓRIA - Trata dos aspectos específicos para a disciplina HISTÓRIA válido para o Ensino Fundamental – Ciclo II e Ensino Médio. Sendo eles: Problemática do professor que deve extrair conhecimentos do passado distante e relacioná-los com o presente; Valorização da vivência cotidiano do aluno; Transformação das informações em conhecimento, levando o aluno a aprender história.

10 Proposta Curricular do Estado de São Paulo HISTÓRIA - O Currículo se apóia sobre os seguintes eixos temáticos: Tempo e Sociedade História e Memória História e Cultura Cultura e Sociedade Ensino Fundamental Ciclo II

11 Proposta Curricular do Estado de São Paulo HISTÓRIA - O Currículo se apóia sobre os seguintes eixos temáticos: Ensino Médio Diversidade Trabalho Cultura e Sociedade HISTÓRIA

12 Caderno do Professor HISTÓRIA

13 Objetivo: apresentar Situações de Aprendizagem, para orientar o trabalho do professor no ensino dos conteúdos disciplinares específicos. Esses conteúdos, habilidades e competências são organizados por série e acompanhados de orientações para a gestão da sala de aula, para a avaliação e recuperação, bem como sugestões de métodos e estratégia nas aulas, experimentações, projetos coletivos e atividades extraclasse.

14 Caderno do Professor HISTÓRIA Todas as Situações de Aprendizagem que compõem o caderno estão baseadas nas orientações para a área de História estabelecidas pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação (Lei nº 9394/1996) e nos Parâmetros Curriculares Nacionais.

15 Qual o significado de SITUAÇÃO DE APRENDIZAGEM? - Situação: é uma prática didática consciente e organizada; - Não é somente uma aula expositiva e magistral; - Não é somente uma resolução de exercícios; - Não é somente um projeto; - Não está somente restrita à sala de aula. - São opções de ferramentas pedagógicas somadas com um objetivo bem planejado, bem específico. Exige uma preparação prévia (antes, durante – realização e posterior –produção do aluno)

16 Tópicos para elaboração da Situação de Aprendizagem 1. Conhecer e elencar os conteúdos específico; 2. Identificar os objetivos da aprendizagem; 3. Partir das representações dos alunos; 4. Utilizar erros e obstáculos como instrumentos de ensino; 5. Construir e planejar dispositivos e seqüências didáticas; 6. Envolver os alunos em atividades de pesquisa, em projetos de pesquisa. PERRENOUD, P. Dez Novas Competências para ensinar. Porto Alegre, Artmed, 2000.

17 Caderno do Professor HISTÓRIA Todas as Situações de Aprendizagem partem de uma situação problema....uma situação – problema, em um contexto de avaliação, defini-se por uma questão que coloca um problema, ou seja, faz uma pergunta e oferece alternativas, das quais apenas uma corresponde ao que é certo quanto ao que foi enunciado. Para isso, a pessoa deve analisar o conteúdo proposto na situação–problema e recorrer às habilidades (ler, comparar, interpretar, construir, etc.) para decidir sobre a alternativa que melhor expressa o que foi proposto. MACEDO, Lino. A situação-problema como avaliação como aprendizagem. ENEM, INEP, 1999.

18 Caderno do Professor HISTÓRIA ENEM As competências e as habilidades desenvolvidas nas Situações de Aprendizagem, foram inspiradas na Matriz do ENEM, cujas principais habilidades são: I – Dominar a língua: LER; II – Construir e aplicar conceitos: COMPARAR; III – Selecionar e interpretar dados: INTERPRETAR; IV – Construir argumentação: PRODUZIR; V – Elaborar propostas de intervenção: PRODUZIR.

19 Caderno do Professor HISTÓRIA Instrumentos /ferramentas para a disciplina de História utilizada nas Situações de Aprendizagem: Análise documental, produção de textos, realização de pesquisas, debates, seminários, jogos, etc.

20 Situação de Aprendizagem Os Cadernos seguem a mesma estrutura tanto para o Ensino Fundamental quanto para o Ensino Médio. Tópicos que estruturam o caderno são: Orientações sobre o conteúdo do bimestre /Introdução às Situações de Aprendizagem: Evidenciar a complexidade dos ambientes culturais, das dimensões sociais, econômicas e políticas ao longo do processo histórico. Evidenciar a complexidade dos ambientes culturais, das dimensões sociais, econômicas e políticas ao longo do processo histórico. Apresentar discussões historiográficas recentes acerca de cada um dos temas ou conjuntos temáticos. Apresentar discussões historiográficas recentes acerca de cada um dos temas ou conjuntos temáticos.

21 Situação de Aprendizagem Sondagem inicial / sensibilização: Roteiro para aplicação da Situação da Aprendizagem: Em grande medida o assunto deve partir da realidade dos os alunos, despertando o interesse na temática a ser trabalhada. Tempo previsto, conteúdo e tema, habilidades e competências, estratégias, recursos e avaliação.

22 Situação de Aprendizagem Matriz Curricular: Propostas de questões para aplicação em avaliação: Opção por um corte cronológico, em princípio entendido como tradicional (oferecer ao aluno conhecimento básico, referencial e essencial); Corte cronológico é diferente dos modelos tradicionais (contemplar temas que comumente não são tratados nos livros didáticos ou aparecem apenas como tópicos); Situações que possibilitam problematização dos conteúdos e conceitos básicos; Não há intenção de fechamento ou engessamento da Situação de Aprendizagem. Sugestão em consonância com os conteúdos; Questões de múltipla escolha e reflexivas.

23 Situação de Aprendizagem Propostas de situações de recuperação: Recursos para ampliar a perspectiva do professor: Considerações finais: Retomada do conteúdo com outro formato. Espaço para detalhamento do conhecimento acerca do conteúdo (indicação de livros, sites, filmes). Comentários acerca dos objetivos do caderno.

24 Caderno do Professor HISTÓRIA OBSERVAÇÕES IMPORTANTES: - As Situações de Aprendizagem tiram o monopólio dos documentos escritos. A história não se apoia somente sobre documentos escritos. Evidência disso, a história da pré-história que trata dos povos ágrafos. - Procurou-se em grande medida disponibilizar os diferentes suportes documentais no próprio caderno.

25 Caderno do Professor HISTÓRIA EXEMPLOS: Situação de Aprendizagem 2 – Tema: Crise de 1929 – O Impacto da Grande Depressão 8ª série/9ºano Fotos Dorothea Lange

26 Caderno do Professor HISTÓRIA EXEMPLOS: Situação de Aprendizagem 1 – Tema: Crise e seus efeitos mundiais de 1929 – Sobre e desce, compra e venda 3ª série

27 Caderno do Professor HISTÓRIA EXEMPLOS: Situação de Aprendizagem 3 – Tema: a Indepedência do Brasil– Monarquia X República 7ª série/8ºano(Vol 02)

28 Caderno do Professor HISTÓRIA EXEMPLOS: Situação de Aprendizagem 1– Formação das Monarquias Européias Modernas 6ª série/5ºano

29 Caderno do Aluno HISTÓRIA

30 - Não é um livro didático; - Não é um manual de instrução programada; - É um apoio cuja base está no Caderno do Professor; - Traz atividades, mapas, textos, lição de casa estruturada, seção para síntese do conteúdo e orientações sobre livros,sites que servirão para pesquisas orientadas, dentre outros; - Caderno do Professor e Caderno do Aluno, são complementares, harmônicos, mas não idênticos; - Auxilia o professor no andamento da aula, mas a substituição de atividades é livre.

31 Matriz de Referência para o Saresp História

32 O que é uma Matriz de Referência? Documento onde estão listadas os conteúdos, competências e habilidades referentes aos diferentes componentes curriculares.

33 Matriz de Referência para o Saresp História Matriz de Referên cia Autores da Proposta Especialistas da CENP PCOPs de Oficinas Pedagógicas Especialistas em Avaliação

34 Matriz de Referência para o Saresp História Competências Conjunto de ações que o sujeito utiliza para estabelecer relações com e entre objetos, situações, fenômenos e pessoa que deseja conhecer. GRUPO I: GRUPO I: Presentativa – aquilo que se observa em relação aos objetos. GRUPO II: GRUPO II: Procedimental – procedimentos para a tomada de decisão. GRUPO III: GRUPO III: Operatório – Requer reflexão, dedução.

35 Matriz de Referência para o Saresp História Habilidades São indicadores, descrevem o que se espera que o sujeito deve saber fazer. Descreve o que o aluno deve fazer como tarefa para sabermos se ele aprendeu.

36 Matriz de Referência para o Saresp História Situação de Aprendizagem / Matriz - ESTUDAR RELACIONAR - As Situações de Aprendizagem foram elaboradas antes da construção da Matriz de Referência para o SARESP, portanto deve-se ESTUDAR e RELACIONAR, ambos os documentos para que haja maior sintonia nas informações. - As Situações de Aprendizagem trazem como referência as habilidades da Matriz do ENEM, que por sua vez são mais amplas e mais gerais podendo se aplicar a uma gama maior de atividades. Já as Matrizes de Referência para o SARESP tem habilidades mais específicas do conteúdo. Veja os exemplos:

37 Matriz de Referência para o Saresp História Situação de Aprendizagem – 3 A Reforma e a Contrarreforma 6ª Série – Caderno 2 Matriz de Referência do SARESP H 29 – Identificar os principais fundamentos das transformações religiosas ocorridas na Europa no final da Idade Média (Reforma e Contra- Reforma). Compreender processos sociais, selecionar, organizar e interpretar dados e informações, desenvolvimento de sínteses.

38 Matriz de Referência para o Saresp História Situação de Aprendizagem – 4 Pai dos Pobres ou Mãe dos Ricos? 8ª Série – Caderno 2 Matriz de Referência do SARESP Posturas de colaboração em equipe,realização de pesquisa, sistematização, análise e esquematização de dados, apresentação de conceitos e informações e coerência argumentativa. H 30 – Identificar as principais características do Estado brasileiro em diferentes períodos da República.

39 Matriz de Referência para o Saresp História Situação de Aprendizagem – 2 A Guerra Civil Espanhola e as Artes 3ª Série – Caderno 2 Matriz de Referência do SARESP Confrontar interpretações diversas de situações ou fatos de natureza histórico-geográfica, técnico- científica, artístico-cultural ou do cotidiano, comparando diferentes pontos de vista, identificando os pressupostos de cada interpretação e analisando a validade dos argumentos utilizados. H 28 – Reconhecer a importância de utilizar, criticamente, as fontes e informações históricas, independentemente de sua natureza (documentos escritos e iconográficos, cultura material, entrevistas, imprensa).

40 Matriz de Referência para o Saresp História MATRIZ – 6ª SÉRIE – ENSINO FUNDAMENTAL OBJETOS DO CONHECIMENTO (CONTEÚDOS ) GRUPO IGRUPO IIGRUPO III Tema 1 – História, Memória e Sociedade H 01 – H04H 05 Tema 2 – História e Trabalho H 06 – H11 Tema 3 – História e Temporalidades H 12 e H 13H 14 Tema 4 – História e suas fontes H 15 – H 19 Tema 5 – História, movimentos e conflitos H 20, 21, 22, 23, 25, 27, 28, 29, 30 H 24, 26, 31, 32, 33, 34

41 Matriz de Referência para o Saresp História MATRIZ – 8ª SÉRIE – ENSINO FUNDAMENTAL OBJETOS DO CONHECIMENTO (CONTEÚDOS ) GRUPO IGRUPO IIGRUPO III Tema 1 – História, Cultura e Sociedade H 01 – H03 – H02 H04H05 Tema 2 – História e Trabalho H06,07,08,09,10,11, 12 - H13 – H14 Tema 3 – História e Temporalidade H15 e H16 Tema 4 – Fontes Históricas H17,18, 19H20 Tema 5 – História, movimentos e conflitos H 21 até H32H33 até H40

42 Matriz de Referência para o Saresp História MATRIZ – 3ª SÉRIE – ENSINO MÉDIO OBJETOS DO CONHECIMENTO (CONTEÚDOS ) GRUPO IGRUPO IIGRUPO III Tema 1 – História, Cultura e Sociedade H01 –H05H06 – H07 Tema 2 – História e Trabalho H10 – H18H19 – H22 Tema 3 – História e Temporalidade H23H24H25 e H26 Tema 4 – Fontes Históricas H27 e H28H29 Tema 5 – História, movimentos e conflitos H30 e H32 – H42H31 e H43 – H46 Tema 6 – História,cultura e identidade H47 e H48H49 e H50

43 Matriz de Referência para o Saresp História Orientações para os professores - - Ensinar os alunos a responderem as questões; - - Não desvincular o processo de aprendizagem, avaliação da aprendizagem e avaliação externa; - - Não focar apenas na avaliação externa – SARESP; - Não teve na sua formação acadêmica o trabalho com competências e habilidades, o que justifica algumas dificuldades;

44 Matriz de Referência para o Saresp História - Embora muitas vezes não tenha clareza, as habilidades e competências sempre foram trabalhadas; - Conscientizar o aluno da importância da avaliação (aprendizagem e externa); - A avaliação é referencial para alunos e professores para analisar o quanto foi aprendido e absorvidos para que se faça as intervenções necessárias.

45 Matriz de Referência para o Saresp História Itens da Prova - Interpretação de textos; - Análise de excertos; - Contextualização dos temas; - Itens que contenham: imagens (fotos, figuras, etc.), mapas, charges, gráficos e poesias; - Metodologia TRI (Teoria de Resposta ao Item); - Metodologia BIB (Bloco de Itens Balanceados); - Itens pré-testados.

46 Agradecemos a participação. BOM TRABALHO!


Carregar ppt "O Currículo de História PCOP – Carla Simone Vanzela."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google