A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Curso Desenhos: produção de imagens, diálogos poéticos e outras possibilidades.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Curso Desenhos: produção de imagens, diálogos poéticos e outras possibilidades."— Transcrição da apresentação:

1 Curso Desenhos: produção de imagens, diálogos poéticos e outras possibilidades.

2 Ementa: Noções básicas e fundamentais de desenho. Observação e análise das imagens do artista Pirandello. Criação de imagens a partir de experimentações visuais e orais, e novas possibilidades de exploração do desenho. Noções básicas e fundamentais de desenho. Observação e análise das imagens do artista Pirandello. Criação de imagens a partir de experimentações visuais e orais, e novas possibilidades de exploração do desenho.

3 Objetivo: Produzir imagens estabelecendo diálogos poéticos entre os elementos retirados da observação das obras selecionadas para o exercício e a prática cotidiana do ensino na escola. Produzir imagens estabelecendo diálogos poéticos entre os elementos retirados da observação das obras selecionadas para o exercício e a prática cotidiana do ensino na escola.

4 Desenho: É uma linha de contorno que envolve determinada forma. É uma linha de contorno que envolve determinada forma. Todo o corpo está envolvido no ato de desenhar. Todo o corpo está envolvido no ato de desenhar. Conforme a relação da criança com o coletivo ela se torna mais consciente de sua cultura e sua produção se modifica. Conforme a relação da criança com o coletivo ela se torna mais consciente de sua cultura e sua produção se modifica.

5 Ao longo da história da arte, o desenho foi utilizado com diferentes funções. Albrecht Dürer – desenho primoroso: linha limpa, precisa, estudada, calculada, de volumes sugeridos pela direção do traço realista submetido às regras estilísticas clássicas de ideais de beleza. Albrecht Dürer – desenho primoroso: linha limpa, precisa, estudada, calculada, de volumes sugeridos pela direção do traço realista submetido às regras estilísticas clássicas de ideais de beleza.

6

7 Flávio de Carvalho – Utilizou da função dramática da linha: uso de várias linhas sobrepostas, criando uma texturização, que não para em um único traço, mas que une-se para criar a idéia sobre a cena. Flávio de Carvalho – Utilizou da função dramática da linha: uso de várias linhas sobrepostas, criando uma texturização, que não para em um único traço, mas que une-se para criar a idéia sobre a cena.

8

9 Elementos básicos da comunicação visual: Sempre que alguma coisa é projetada, esboçada, pintada, desenhada, construída, esculpida ou gesticulada, a substância visual da obra é composta a partir de uma lista básica de elementos. Sempre que alguma coisa é projetada, esboçada, pintada, desenhada, construída, esculpida ou gesticulada, a substância visual da obra é composta a partir de uma lista básica de elementos. Os elementos visuais constituem a substância básica daquilo que vemos, e seu número é reduzido: o ponto, a linha, a forma, a direção, o tom, a cor, a textura, a dimensão, a escala e o movimento. Os elementos visuais constituem a substância básica daquilo que vemos, e seu número é reduzido: o ponto, a linha, a forma, a direção, o tom, a cor, a textura, a dimensão, a escala e o movimento.

10 O desenho é uma escrita, é o resultado de um gesto feito no espaço, numa superfície. ( Álvaro Apocalypse) O desenho é uma escrita, é o resultado de um gesto feito no espaço, numa superfície. ( Álvaro Apocalypse) O desenho é um processo complexo que envolve imaginação, realidade cotidiana, figuração, e tem como mediação a palavra. O desenho é um processo complexo que envolve imaginação, realidade cotidiana, figuração, e tem como mediação a palavra. Toda e qualquer atividade que proponha o desenho de forma criativa e inovadora, e considere as habilidades das crianças, tem aumentadas suas chances de resultados satisfatórios e de um maior envolvimento por parte dos alunos. Toda e qualquer atividade que proponha o desenho de forma criativa e inovadora, e considere as habilidades das crianças, tem aumentadas suas chances de resultados satisfatórios e de um maior envolvimento por parte dos alunos.

11 A imaginação não se limita à reprodução de imagens historicamente constituídas, mas, com base nelas, cria novas combinações. Experiências históricas e culturais influem na imaginação individual e é pelo enlace emocional que são selecionados os pensamentos, as imagens e as expressões. ( Vygotsky ) A imaginação não se limita à reprodução de imagens historicamente constituídas, mas, com base nelas, cria novas combinações. Experiências históricas e culturais influem na imaginação individual e é pelo enlace emocional que são selecionados os pensamentos, as imagens e as expressões. ( Vygotsky )

12 Pirandello Pirandello Pseudônimo : Vladimir Martins da Silva Pseudônimo : Vladimir Martins da Silva Natural de Planaltina DF Natural de Planaltina DF

13 Apresentação do vídeo: Fico assim sem você ( Adriana Calcanhoto)

14 Reflexão: Toda imagem produzida pelo homem traduz uma idéia, transmite uma sensação, nos comunica algo. Toda imagem produzida pelo homem traduz uma idéia, transmite uma sensação, nos comunica algo. Quais os recursos utilizados pelos autores do vídeo para transmitirem emoções e sensações? Quais os recursos utilizados pelos autores do vídeo para transmitirem emoções e sensações? Que sensações o vídeo desperta em você? Que sensações o vídeo desperta em você? Apesar de vivermos cercados de imagens temos o hábito de observá-las com atenção? Apesar de vivermos cercados de imagens temos o hábito de observá-las com atenção?

15 Atividades: Grafismo com linhas sinuosas/retas ou quebradas: Grafismo com linhas sinuosas/retas ou quebradas: –Reproduzir os movimentos dos personagens através de linhas. Continuar traçando outras linhas, repetindo esse mesmo movimento, de modo que fiquem próximas e paralelas até completar toda a folha.

16 Imagens poéticas: Imagens poéticas: –Criar imagens ligadas a infância ou algum momento especial de sua vida. –Recorte e colagem, estabelecendo diálogos poéticos entre as linhas trabalhadas e as imagens elaboradas.

17 Outras possibilidades: Desenho de observação fora de sala de aula. Desenho de observação fora de sala de aula. Ditado de uma história ou obra de arte. Ditado de uma história ou obra de arte. Desenho com intervenção de papel rasgado. Desenho com intervenção de papel rasgado. Desenho com durex colorido ou fita crepe. Desenho com durex colorido ou fita crepe. Desenho na lixa com giz de cera. Desenho na lixa com giz de cera. Desenhar e imprimir com plático. Desenhar e imprimir com plático.

18 Contorno do corpo humano em tamanho natural. Contorno do corpo humano em tamanho natural. Painel coletivo. Painel coletivo. Xerox de uma obra de arte (detalhe). Xerox de uma obra de arte (detalhe). Desenho com a mão esquerda. Desenho com a mão esquerda. Painel: repetição de uma única forma Painel: repetição de uma única forma Interferências sobre imagem de revista. Interferências sobre imagem de revista. Painel: Objetos do cotidiano. Painel: Objetos do cotidiano.

19 Complementação da forma. Complementação da forma. Aplicação de desenho sobre fundo estampado com carimbos, pedaços de tecidos ou grafites. Aplicação de desenho sobre fundo estampado com carimbos, pedaços de tecidos ou grafites. Imagens através de janelas. Imagens através de janelas. Releituras e apropriações de imagens. Releituras e apropriações de imagens.


Carregar ppt "Curso Desenhos: produção de imagens, diálogos poéticos e outras possibilidades."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google