A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Caríssimos, Tendo chegado o tempo de sua partida, Jesus não soube deixar- nos sem um dom qualquer, e o dom foi como só o seu Coração podia achar. O.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Caríssimos, Tendo chegado o tempo de sua partida, Jesus não soube deixar- nos sem um dom qualquer, e o dom foi como só o seu Coração podia achar. O."— Transcrição da apresentação:

1

2

3 Caríssimos, Tendo chegado o tempo de sua partida, Jesus não soube deixar- nos sem um dom qualquer, e o dom foi como só o seu Coração podia achar. O Coração de Jesus dispondo, com a sua onipotência, de meios iguais a seu desejo, achou uma lembrança que realizasse o sonho do amor, isto é, o de estar sempre com a pessoa amada. E ele disse aos seus amados: Isto é o meu corpo, e este é o meu sangue: renovai este sacramento em memória de mim. Que dom é a Eucaristia! Como devemos amá-la! Nós temos no altar o Coração verdadeiro de Jesus no seu corpo vivo: resta- nos adorá-lo, amá-lo e desagravá-lo de tantos pecados que se cometem contra este Sacramento de Amor. (Dom José Silva Chaves, Bispo Emérito da Diocese de Uruaçu/GO) Meditemos. Carinhosamente, Graziela

4 Estar voltado para Deus amando o Amor que se doou. Refletimos com Paulo: Tereis assim a capacidade de compreender com todos os santos qual a largura, o comprimento, a altura, a profundidade, e de conhecer o amor de Cristo, que ultrapassa todo o conhecimento (Ef 3,19).

5 Jesus se expressara: Vim trazer fogo à terra, e como desejaria que já estivesse aceso! (Lc 12,49). É este fogo que quer acender em nós com o amor de seu Coração presente na Eucaristia. Quando o recebemos partilhamos deste amor e o distribuímos. Cada Eucaristia que celebramos ou os momentos em que adoramos estamos agradecendo: Elevo o cálice de minha salvação... Por isso oferto um sacrifício de louvor (Sl 115,4.8). Se este fogo não se acende em nós, quão frio será o mundo!

6 Com toda segurança podemos contemplar e venerar no coração do Redentor divino a imagem eloquente da sua caridade e o testemunho da nossa redenção, e como que uma mística escada para subir ao abraço "de Deus nosso Salvador" (Tt 3,4). O sagrado coração de Jesus é símbolo de amor perfeito: sensível, espiritual, humano e divino, durante a vida terrena do Salvador.

7 O coração do nosso Salvador reflete de certo modo a imagem da divina pessoa do Verbo, e, igualmente, das suas duas naturezas: humana e divina; e nele podemos considerar não só um símbolo, mas também como que um compêndio de todo o mistério da nossa redenção. Quando adoramos o coração de Jesus Cristo, nele e por ele adoramos tanto o amor incriado do Verbo divino como seu amor humano e os seus demais afetos e virtudes, já que um e outro amor moveu o nosso Redentor a imolar-se por nós e por toda a Igreja, sua esposa, segundo a sentença do Apóstolo: "Cristo amou a sua Igreja e sacrificou-se por ela para santificá-la, lavando-a no batismo de água com a palavra de vida, a fim de fazê-la comparecer perante si cheia de glória, sem mancha, nem ruga, nem coisa semelhante, mas santa e imaculada" (Ef 5,25-27).

8 Leão XIII, de feliz memória, nos recorda "aquele ato de amor supremo com que, entornando todas as riquezas do seu coração, afim de prolongar a sua estada conosco até a consumação dos séculos, o nosso Redentor instituiu o adorável sacramento da Eucaristia".Certamente, "não é pequena a parte que na Eucaristia teve o seu coração, sendo tão grande o amor do seu coração com que ele nô-la deu".

9 Tirareis água com alegria das fontes da salvação (Isaías 12,3), abrir-se ao mistério de Deus e de seu amor, deixando-se transformar por ele. É tarefa sempre atual dos cristãos continuar aprofundando-se em sua relação com o Coração de Jesus para reavivar em si mesmos a fé no amor salvífico de Deus, acolhendo-o cada vez melhor em sua própria vida. Devemos recorrer a este manancial para alcançar o verdadeiro conhecimento de Jesus Cristo e experimentar mais profundamente seu amor.

10 Nós temos no altar o Coração verdadeiro de Jesus no seu corpo vivo: resta-nos adorá-lo, amá-lo e desagravá-lo de tantos pecados que se cometem contra este Sacramento de Amor. O Coração de Jesus é digno de culto de veneração; de culto entusiasta, de veneração profunda: não por ser coração de carne, mas por ser Coração de Deus feito homem.

11 O Pão eucarístico que recebemos é a carne imaculada do Filho. Nossa Senhora, interceda por nós seus filhos e filhas. Amém

12 A Igreja vive de Jesus eucarístico, por ele é nutrida, por ele é iluminada. A Eucaristia é mistério de fé e, ao mesmo tempo, mistério de luz.

13 Texto - CARTA ENCÍCLICA DO PAPA PIO XII HAURIETIS AQUAS; Carta encíclica Ecclesia de Eucharistia – Papa João Paulo II e outros textos. Imagens – Google Música – Coração de Deus - Izaías Formatação - Graziela Visite-nos em:


Carregar ppt "Caríssimos, Tendo chegado o tempo de sua partida, Jesus não soube deixar- nos sem um dom qualquer, e o dom foi como só o seu Coração podia achar. O."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google