A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

OFICINA DE CIÊNCIAS: PROPOSTAS DE ENSINO DE FÍSICA CONTEXTUALIZADAS COM A ASTRONOMIA E A ASTRONÁUTICA Hugo Henrique de Abreu Pinto (SEEDUC-RJ)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "OFICINA DE CIÊNCIAS: PROPOSTAS DE ENSINO DE FÍSICA CONTEXTUALIZADAS COM A ASTRONOMIA E A ASTRONÁUTICA Hugo Henrique de Abreu Pinto (SEEDUC-RJ)"— Transcrição da apresentação:

1 OFICINA DE CIÊNCIAS: PROPOSTAS DE ENSINO DE FÍSICA CONTEXTUALIZADAS COM A ASTRONOMIA E A ASTRONÁUTICA Hugo Henrique de Abreu Pinto (SEEDUC-RJ)

2 MATERIAIS DA OFICINA TODO MATERIAL ESTÁ DISPONÍVEL EM: ENLIF ENLIF 2012www.hugo.pro.br

3 A OFICINA contextualizada temas astronômicos e astronáuticos. Apresentar duas propostas de aula de física para o ensino médio, onde conceitos tradicionais da física são introduzidos de forma contextualizada com temas astronômicos e astronáuticos. Por que utilizar a astronomia e astronáutica no ensino de física? Caráter interdisciplinar. Caráter motivador. O que é contextualização???

4 O ENSINO CONTEXTUALIZADO Nova proposta dos PCNEM (BRASIL, 2000): Não se trata, portanto, de elaborar novas listas de tópicos de conteúdo, mas sobretudo (...) promover um conhecimento contextualizado e integrado à vida de cada jovem. Apresentar uma Física que explique a queda dos corpos, o movimento da lua ou das estrelas no céu, o arco- íris e também os raios laser, as imagens da televisão e as formas de comunicação. (...) Uma Física cujo significado o aluno possa perceber no momento em que aprende, e não em um momento posterior ao aprendizado (GRIFOS NOSSOS).

5 O ENSINO CONTEXTUALIZADO PCN+ (BRASIL, 2002): contextualização através de temas estruturadores. Exemplos: Movimentos: variações e conservações. Calor, ambientes, fontes e usos de energia. Equipamentos eletromagnéticos e telecomunicações. Som, imagem e informação. Matéria e radiação. Universo, terra e vida.

6 O ENSINO CONTEXTUALIZADO Algumas grades curriculares baseadas nos PCNs+: Currículo Mínimo de Física (SEEDUC-RJ). Proposta Curricular do Estado de São Paulo (SEE-SP). Algumas referências de ensino contextualizado: GREF. Quanta Física. Dissertação de Mestrado: Uma proposta de ensino de mecânica contextualizado com a astronomia e a astronáutica. ASTRONOMIA DOWNLOADS

7 METODOLOGIA Exemplo: Conteúdo curricularTema astronômico (contexto) Planeta Mercúrio. Temperaturas entre -180 o C e 430 o C. Planeta Vênus. Temperatura média de 482 o C. Calor e temperaturaTemperaturas dos planetas do Sistema Solar ensino

8 PLANO DE AULA 1: INTRODUÇÃO À MECÂNICA E REFERENCIAIS Pressupostos conceituais necessários: Pressupostos conceituais necessários:Nenhum. Objetivos: Objetivos: Entender a mecânica como um ramo da física. Entender a mecânica como um ramo da física. Compreender os conceitos de movimento, repouso e trajetória. Compreender os conceitos de movimento, repouso e trajetória. Entender que movimento, repouso e trajetória dependem do referencial adotado. Entender que movimento, repouso e trajetória dependem do referencial adotado. Duração da aula: 100 min. Duração da aula: 100 min. Materiais necessários: Materiais necessários: Computador com programa Stellarium instalado (http://www.stellarium.org/pt/). Computador com programa Stellarium instalado (http://www.stellarium.org/pt/).http://www.stellarium.org/pt/ Datashow. Datashow.

9 PLANO DE AULA 1: INTRODUÇÃO À MECÂNICA REFERÊNCIAIS Estratégias: Estratégias: 1.Definir Mecânica. Dar exemplos. 2.Questionar os alunos: como saber se algo está em movimento ou em repouso? 3.Apresentar exemplo da observações dentro e fora de um ônibus. 4.Questionar os alunos: um poste na rua, está em movimento ou em repouso?

10 PLANO DE AULA 1: INTRODUÇÃO À MECÂNICA E REFERENCIAIS Estratégias: Estratégias: 5.Questionar os alunos: a Terra, está em movimento ou em repouso? Utilização de animação computacional para responder à questão anterior. (disponível para download livre em

11 PLANO DE AULA 1: INTRODUÇÃO À MECÂNICA E REFERENCIAIS Estratégias: Estratégias: 7.Questionar os alunos: o Sol, está em repouso ou em movimento? 8.Utilização do programa Stellarium para responder à questão anterior.

12 PLANO DE AULA 1: INTRODUÇÃO À MECÂNICA E REFERENCIAIS Estratégias: Estratégias: 9.Exibir vídeo do brinquedo de parque de diversão, para exemplificar observações em referenciais em movimento. (disponível em (disponível em Retomar a questão: um poste está em repouso ou em movimento?

13 PLANO DE AULA 1: INTRODUÇÃO À MECÂNICA E REFERENCIAIS Atividade para casa: Atividade para casa: Leitura do site: Física e o Universo, Unidade 2, seções 1 a 6. Leitura do site: Física e o Universo, Unidade 2, seções 1 a 6.Física e o UniversoFísica e o Universo (www.hugo.pro.br/astronomia.htm) (www.hugo.pro.br/astronomia.htm)www.hugo.pro.br/astronomia.htm Resolução de alguns exercícios. Resolução de alguns exercícios. Atividade relacionada: Atividade relacionada: Observação do céu com telescópio (Galilescópio). Observação do céu com telescópio (Galilescópio).

14 PLANO DE AULA 2: INTRODUÇÃO ÀS LEIS DE NEWTON Pressupostos conceituais necessários: Pressupostos conceituais necessários: Movimento, repouso e referenciais. Movimento, repouso e referenciais. Velocidade (média e instantânea). Velocidade (média e instantânea). Movimento Retilíneo Uniforme. Movimento Retilíneo Uniforme. Objetivo: Objetivo: Ter uma apresentação qualitativa das Leis de Newton e compreender sua importância na atualidade. Ter uma apresentação qualitativa das Leis de Newton e compreender sua importância na atualidade. Tempo de aula: 100 min. Tempo de aula: 100 min.

15 PLANO DE AULA 2: INTRODUÇÃO ÀS LEIS DE NEWTON Materiais necessários: Materiais necessários: Computador. Computador. Datashow. Datashow. Garrafa PET de 2 litros. Garrafa PET de 2 litros. Arame. Arame. Alicate. Alicate. Prego. Prego. Fio de Nylon (ou linha de pesca, ou linha de pedreiro). Fio de Nylon (ou linha de pesca, ou linha de pedreiro). Borrifador de plantas. Borrifador de plantas. Álcool etílico líquido (92,8º). Álcool etílico líquido (92,8º). Fósforo ou isqueiro. Fósforo ou isqueiro.

16 PLANO DE AULA 2: INTRODUÇÃO ÀS LEIS DE NEWTON Estratégias: Estratégias: 1.Apresentar a Mecânica Newtoniana. 2.Explicar que a Mecânica Newtoniana continua a ser usada até hoje. Exemplos: Satélites. Satélites. Previsões de eclípses e posicionamento de planetas. Previsões de eclípses e posicionamento de planetas. Monitoramento de asteroides. Monitoramento de asteroides. Lançamento de foguetes espaciais. Lançamento de foguetes espaciais.

17 PLANO DE AULA 2: INTRODUÇÃO ÀS LEIS DE NEWTON Estratégias: Estratégias: 3.Realizar o Experimento do Foguete de Garrafa PET. OBS.: ALERTAR OS ALUNOS PARA NÃO REPETIREM O EXPERIMENTO EM CASA!!! 4.Explicar, de forma qualitativa, a terceira lei de Newton aplicada ao lançamento de foguetes.

18 PLANO DE AULA 2: INTRODUÇÃO ÀS LEIS DE NEWTON Estratégias: Estratégias: 5.Mostrar vídeo sobre lançamento de ônibus espacial. (disponível em 6.Explicar de forma qualitativa a Primeira e a Segunda Lei de Newton, ambas aplicadas à missão do ônibus espacial.

19 PLANO DE AULA 2: INTRODUÇÃO ÀS LEIS DE NEWTON Atividade para casa: Atividade para casa: Leitura do site: A Física e o Universo, Unidade 2, seções de 8 a 12. (www.hugo.pro.br/astronomia.htm) Leitura do site: A Física e o Universo, Unidade 2, seções de 8 a 12. (www.hugo.pro.br/astronomia.htm)A Física e o Universowww.hugo.pro.br/astronomia.htmA Física e o Universowww.hugo.pro.br/astronomia.htm Resolução de alguns exercícios. Resolução de alguns exercícios. Atividade relacionada: Atividade relacionada: Exibição do filme Exibição do filme O Céu de Outubro (1999).

20 QUESTÕES As propostas são aplicáveis em diferentes contextos escolares? As propostas podem contribuir para a aprendizagem dos conteúdos físicos curriculares? E para a formação cidadã? As propostas estão de acordo com as orientações dos PCNs?

21 REFERÊNCIAS BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Média e Tecnológica. Parâmetros Curriculares Nacionais Ensino Médio. Brasília: SEMTEC/MEC, Disponível em: Acesso em: 2 out http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/ciencian.pdf BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Média e Tecnológica. PCN+ Ensino Médio: orientações educacionais complementares aos parâmetros curriculares nacionais - Física. Brasília: SEMTEC/MEC, Disponível em:. Acesso em 2 out http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/CienciasNatureza.pdf KANTOR, C. A. et al. Coleção Quanta Física. Editora PD. Material de presentação disponível em. Acesso em 2 out 2012.http://www.edicoessm.com.br/pnld/pnld-2012-em/quantafisica/quanta-fisica O GREF – Grupo de Reorientação do Ensino de Física. Disponível em:. Acesso: 2 out www.if.usp.br/gref PINTO, H. H. A. Uma Proposta de Ensino de Mecânica no Ensino Médio Contextualiado com a Astronomia e a Astronáutica. Dissertação de mestrado (Mestrado Profissional em Ensino de Ciências e Matemática). CEFET/RJ, Rio de Janeiro, Disponível em:. Acesso em 2 out http://www.hugo.pro.br/astronomia_downloads.htm RIO DE JANEIRO. Currículo mínimo 2012 – Física. SEEDUC-RJ, Disponível em:. Acesso em 2 out http://www.rj.gov.br/web/seeduc/exibeconteudo?article-id= SÃO PAULO. Proposta Curricular do Estado de São Paulo – Física – Ensino Médio. São Paulo: SEE, Disponível em:. Acesso em 2 out http://www.rededosaber.sp.gov.br/portais/Portals/18/arquivos/Prop_FIS_COMP_red_md_20_03.pdf

22 FIM


Carregar ppt "OFICINA DE CIÊNCIAS: PROPOSTAS DE ENSINO DE FÍSICA CONTEXTUALIZADAS COM A ASTRONOMIA E A ASTRONÁUTICA Hugo Henrique de Abreu Pinto (SEEDUC-RJ)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google