A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Capítulo 17 Mercados com Informação Assimétrica. Capítulo 17Slide 2 Tópicos para Discussão Incerteza na Qualidade e o Mercado de Produtos de Qualidade.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Capítulo 17 Mercados com Informação Assimétrica. Capítulo 17Slide 2 Tópicos para Discussão Incerteza na Qualidade e o Mercado de Produtos de Qualidade."— Transcrição da apresentação:

1 Capítulo 17 Mercados com Informação Assimétrica

2 Capítulo 17Slide 2 Tópicos para Discussão Incerteza na Qualidade e o Mercado de Produtos de Qualidade Duvidosa Sinalização de Mercado Risco Moral O Problema da Relação Agente e Principal

3 Capítulo 17Slide 3 Tópicos para Discussão Incentivos Gerenciais em uma Empresa Integrada Informação Assimétrica no Mercado de Trabalho: Teoria do Salário de Eficiência

4 Capítulo 17Slide 4 Introdução Neste capítulo estudaremos a forma pela qual a existência de informação imperfeita afeta a alocação de recursos e o sistema de preços.

5 Capítulo 17Slide 5 Incerteza na Qualidade e o Mercado de Produtos de Qualidade Duvidosa A falta de informação completa no momento da compra de um automóvel usado aumenta o risco da aquisição e reduz o valor do automóvel.

6 Capítulo 17Slide 6 O Mercado de Automóveis Usados Suponha que: Compradores e vendedores sejam capazes de distinguir entre automóveis de alta e de baixa qualidade Haverá, então, dois mercados Incerteza na Qualidade e o Mercado de Produtos de Qualidade Duvidosa

7 O Problema dos Produtos de Qualidade Duvidosa PHPH PLPL QHQH QLQL SHSH SLSL DHDH DLDL Mercado para automóveis de alta e de baixa qualidade, que ocorre quando compradores e vendedores conseguem identificar a qualidade de cada automóvel DLDL DMDM DMDM Com informação assimétrica os compradores têm dificuldade para determinar a qualidade do bem, o que reduz a qualidade média esperada dos automóveis usados. Em conseqüência disso, a demanda por automóveis de baixa e e alta qualidade se desloca paraD M. D LM O aumento em Q L reduz as expectativas e a demanda cai para D LM. O processo de ajustamento continua até que demanda = D L.

8 Capítulo 17Slide 8 O Mercado de Automóveis Usados Com informação assimétrica: Os produtos de baixa qualidade expulsam os produtos de alta qualidade do mercado. O mercado não é capaz de proporcionar trocas mutuamente vantajosas. No mercado há número excessivo de produtos de baixa qualidade e número insuficiente de produtos de alta qualidade. Ocorre o fenômeno de seleção adversa; os únicos automóveis que permanecem no mercado são os de baixa qualidade. Incerteza na Qualidade e o Mercado de Produtos de Qualidade Duvidosa

9 Capítulo 17Slide 9 Implicações da Informação Assimétrica Seguro Saúde Pergunta As companhias de seguro são capazes de identificar os indivíduos com risco elevado? Se a resposta for não, então apenas os indivíduos de alto risco adquirirão o seguro. Essa seleção adversa tornaria o seguro saúde uma atividade pouco lucrativa. O Mercado de Seguros

10 Capítulo 17Slide 10 Implicações da Informação Assimétrica Seguro de Automóveis Perguntas Quais são os efeitos da informação assimétrica e da seleção adversa nos prêmios de seguros e na ocorrência de acidentes automobilísticos envolvendo segurados? De que forma o governo pode reduzir os efeitos da seleção adversa no setor de seguros? O Mercado de Seguros

11 Capítulo 17Slide 11 Implicações da Informação Assimétrica O Mercado de Crédito Devido à presença de informação assimétrica, é possível que apenas indivíduos com alto risco de inadimplência decidam tomar empréstimos. Pergunta De que forma os históricos de crédito podem contribuir para tornar esse mercado mais eficiente e reduzir o custo do crédito?

12 Capítulo 17Slide 12 Implicações da Informação Assimétrica A Importância da Reputação e da Padronização Informação Assimétrica e Decisões de Mercado do Dia-a-dia Vendas no varejo Objetos de arte, antiquários, moedas raras Serviços de manutenção e conserto doméstico Restaurantes

13 Capítulo 17Slide 13 Implicações da Informação Assimétrica Pergunta Tendo em vista que a informação assimétrica tende a expulsar do mercado os produtos de boa qualidade através de seleção adversa, de que forma esses produtores podem fornecer bens de alta qualidade? Resposta Através da reputação

14 Capítulo 17Slide 14 Implicações da Informação Assimétrica Pergunta Por que pessoas que nunca comeriam Big Macs em suas cidades natais gostam de comer esse sanduíche durante viagens a outras localidades? Uma propaganda da rede de hotéis Holiday Inn usava o slogan Nenhuma Surpresa para atrair clientes, em alusão ao problema da seleção adversa.

15 Capítulo 17Slide 15 Jogadores de Qualidade Duvidosa na Liga Principal de Beisebol Informação assimétrica e o mercado de jogadores com passe livre Num mercado de jogadores de qualidade duvidosa, é provável que os jogadores que são donos do próprio passe estejam mais sujeitos a apresentar problemas físicos ou de saúde relativamente aos jogadores com contratos renovados com suas equipes.

16 Capítulo 17Slide 16 Contusões na Temporada Todos os jogadores4,7312,55165,4 Jogadores com4,769,68103,4 contrato renovado Livres-agentes4,6717,23268,9 Dias Perdidos por Contusão na Temporada Pré-contratoPós-contratoVariação (%)

17 Capítulo 17Slide 17 Resultados Empíricos O número de dias perdidos por contusão aumenta, após o contrato, para ambos os jogadores com contrato renovado e para os livres-agentes. O número de contusões é significativamente maior para os livres-agentes do que para os demais. Isso é um indício de que se trata de um mercado de jogadores de qualidade duvidosa. Jogadores de Qualidade Duvidosa na Liga Principal de Beisebol

18 Capítulo 17Slide 18 Pergunta Se você fosse o dono de uma equipe de beisebol, que medidas tomaria para reduzir o problema da informação assimétrica relativa aos livres-agentes? Jogadores de Qualidade Duvidosa na Liga Principal de Beisebol

19 Capítulo 17Slide 19 Sinalização de Mercado Os vendedores podem usar sinais para transmitir informações sobre a qualidade do produto aos compradores, o que reduz os problemas causados pela existência de informação assimétrica.

20 Capítulo 17Slide 20 Sinalização de Mercado Sinal Forte Para que seja eficaz, um sinal deve ser mais facilmente transmitido por vendedores de alta qualidade do que por vendedores de baixa qualidade. Exemplo Trabalhadores muito produtivos sinalizam sua qualidade através da obtenção de elevado nível educacional.

21 Capítulo 17Slide 21 Sinalização de Mercado Um Modelo Simples de Sinalização no Mercado de Trabalho Suponha Dois grupos de trabalhadores Grupo I: Baixa produtividade--PMe & PMg = 1 Grupo II: Alta produtividade--PMe & PMg = 2 O total de trabalhadores está dividido igualmente entre os Grupos I e II--PMe para todos os trabalhadores = 1,5

22 Capítulo 17Slide 22 Sinalização de Mercado Um Modelo Simples de Sinalização no Mercado de Trabalho Suponha Mercado de Produto Competitivo P = $ Tempo médio de permanência no emprego: 10 anos Receita do Grupo I = $ (10.000/ano x 10) Receita do Grupo II= $ (20.000/ano X 10)

23 Capítulo 17Slide 23 Sinalização de Mercado Com Informação Completa w = RmgP Salário do Grupo I = $10.000/ano Salário do Grupo II = $20.000/ano Com Informação Assimétrica w = produtividade média Salário dos Grupos I & II = $15.000

24 Capítulo 17Slide 24 Sinalização de Mercado Sinalização Através da Educação Visando Reduzir a Informação Assimétrica y = índice de educação (anos de educação superior) C = custo de obtenção do nível de educação y Grupo I -- C I (y) = $40.000y Grupo II-- C II (y) = $20.000y

25 Capítulo 17Slide 25 Sinalização de Mercado Sinalização Através da Educação Visando Reduzir a Informação Assimétrica Suponha que a educação não afete a produtividade do trabalhador Regra de Decisão: y* sinaliza que o trabalhador pertence a G II e o salário = $ Abaixo de y* sinaliza que o trabalhador pertence a G I e o salário = $10.000

26 Sinalização Anos de Estudo Universitário Valor da Educação Universitária 0 $100K Valor da Educação Universitária Anos de Estudo Universitário $200K $100K $200K Grupo IGrupo II C I (y) = $40.000y Escolha ótima de y para o Grupo I Que nível de educação as pessoas escolherão? A decisão relativa ao nível de educação baseia-se na comparação de custos e benefícios. B(y) y* B(y) = aumento no salário associado a cada nível de educação C II (y) = $20.000y Escolha ótima de y para o Grupo II

27 Sinalização Anos de Estudo Universitário Valor da Educação Universitária 0 $100K Valor da Educação Universitária Anos de Estudo Universitário $200K $100K $200K C I (y) = $40.000y Escolha ótima de y para o Grupo I B(y) y* Benefícios = $ Custo C I (y) = y $ <$40.000y* y* > 2,5 Escolhe y=0 C II (y) = $20.000y Escolha ótima de y para o Grupo II Benefícios = $ Custo C II (yO)= y $ <$20.000y* y* < 5 Escolhe y*

28 Capítulo 17Slide 28 Sinalização Avaliação Custo/Benefício A regra de decisão funciona adequadamente se o valor de y* está situado entre 2,5 e 5 Se y* = 4 Grupo I escolhe nível de educação igual a zero Grupo II escolhe y* A regra discrimina corretamente os trabalhadores

29 Capítulo 17Slide 29 Sinalização Na verdade, a educação cumpre dois papéis: aumenta a produtividade e fornece um sinal útil acerca da disciplina e capacidade de trabalho do indivíduo.

30 Capítulo 17Slide 30 Trabalhando até tarde Pergunta Como você pode sinalizar para seu empregador que é um trabalhador mais produtivo?

31 Capítulo 17Slide 31 Sinalização de Mercado Garantias e Certificados Fornecem sinalização que permite identificar produtos de alta qualidade e confiabilidade São instrumentos de decisão eficazes, pois o custo das garantias é muito elevado para os produtores de baixa qualidade

32 Capítulo 17Slide 32 Risco Moral O risco moral ocorre quando a parte segurada, cujas ações não são observadas, pode afetar a probabilidade ou magnitude do pagamento associado a um evento.

33 Capítulo 17Slide 33 Risco Moral Determinação do Prêmio do Seguro contra Incêndio Valor do armazém: $ Probabilidade de um incêndio: 0,005 com a implementação de um programa de prevenção de incêndio no valor de $50 0,01 sem o programa

34 Capítulo 17Slide 34 Risco Moral Determinação do Prêmio do Seguro contra Incêndio Com o programa o prêmio é: 0,005 x $ = $500 Após a contratação do seguro, os donos do armazém não têm mais incentivos para implementar o programa, de modo que a probabilidade de incêndio passa a ser 0,01 O prêmio de $500 causará um prejuízo à seguradora, pois sua perda esperada é $1.000 (0,01 x $ )

35 Capítulo 17Slide 35 Os Efeitos do Risco Moral Milhas por Semana 0 $0, Custo por Milha $1,00 $1,50 $2,00 D = BMg CMg Com risco moral, as seguradoras não são capazes de medir a milhagem. O CMg é $1,00 e o número de milhas dirigidas por semana aumenta para 140. Esta é uma alocação ineficiente. CMg CMg é o custo marginal de dirigir. Na ausência de risco moral e supondo que as seguradoras sejam capazes de medir o número de milhas dirigidas, CMg = BMg ao preço de $1.50, com 100 milhas/semana. Esta é uma alocação eficiente.

36 Capítulo 17Slide 36 Reduzindo o Risco Moral --Certificados de Saúde Animal Situação Os compradores de gado desejam adquirir animais saudáveis. Existe informação assimétrica. Muitos estados dos EUA exigem a apresentação de certificados de saúde animal Os compradores têm poucos incentivos para reduzir a incidência de doenças nos animais (risco moral). Pergunta Como esse risco moral pode ser reduzido?

37 Capítulo 17Slide 37 Crise no Setor de Poupança e Empréstimo Pergunta Quantas pessoas têm conhecimento da saúde financeira de seus bancos? Por que isso ocorre? Seguro para depósitos, risco moral, e falências no setor de poupança e empréstimo

38 Capítulo 17Slide 38 Custo da assistência ao setor Mais de falências $200 bilhões (em 1990) No Texas --$42 bilhões (1990) Despesas estimadas pelas agências responsáveis pelo seguro para depósitos--$100 bilhões (1990) Pergunta Como esse risco moral pode ser reduzido? Crise no Setor de Poupança e Empréstimo

39 Capítulo 17Slide 39 O Problema da Relação Agente e Principal Relação de Agência O bem-estar de uma pessoa depende do que outra pessoa faz Agente Pessoa que atua Principal Pessoa que é afetada pelas ações do Agente

40 Capítulo 17Slide 40 O Problema da Relação Agente e Principal Os proprietários de empresas são principais. Os trabalhadores e administradores são agentes. Os proprietários não têm conhecimento completo das ações dos agentes. Os empregados podem estar interessados em atingir seus próprios objetivos, o que pode levar a lucros menores para os proprietários.

41 Capítulo 17Slide 41 O Problema da Relação Agente e Principal O Problema da Relação Agente e Principal nas Empresas Privadas Dentre as 100 maiores corporações, em apenas 16 casos uma família ou instituição financeira individual detém mais de 10% das ações da empresa. A maioria das grandes empresas é controlada por administradores. O monitoramento do comportamento dos administradores é dispendioso (devido à informação assimétrica).

42 Capítulo 17Slide 42 O Problema da Relação Agente e Principal O Problema da Relação Agente e Principal nas Empresas Privadas Os administradores podem procurar atingir seus próprios objetivos. Crescimento Utilidade derivada do emprego

43 Capítulo 17Slide 43 O Problema da Relação Agente e Principal O Problema da Relação Agente e Principal nas Empresas Privadas Há limites para a capacidade dos administradores visarem objetivos distintos daqueles propostos pelos proprietários Os acionistas podem pressionar pela remoção dos administradores Podem ocorrer tentativas de takeover se a empresa não for bem administrada Há demanda por administradores capazes de maximizar lucros

44 Capítulo 17Slide 44 O Problema da Relação Agente e Principal O Problema da Relação Agente e Principal nas Empresas Públicas Observações Os objetivos dos administradores e das organizações podem diferir (p.ex. no que se refere ao tamanho da organização) Monitoramento é difícil (informação assimétrica) As forças de mercado não atuam

45 Capítulo 17Slide 45 O Problema da Relação Agente e Principal O Problema da Relação Agente e Principal nas Empresas Públicas Limites ao Poder da Administração Os administradores podem estar interessados em servir o interesse público Existência de mercado para executivos Supervisão e controle por parte da legislação e outros órgãos Competição entre empresas públicas

46 Capítulo 17Slide 46 Os Gerentes de Hospitais sem Fins Lucrativos como Agentes As organizações sem fins lucrativos são mais ou menos eficientes do que empresas que visem lucros? Estudo de 725 hospitais de 14 redes de hospitais Medição do retorno do investimento e do custo médio de cada hospital

47 Capítulo 17Slide 47 Com Fins 11,6%12,7% Lucrativos Sem Fins8,8%7,4% Lucrativos Retorno do Investimento Os Gerentes de Hospitais sem Fins Lucrativos como Agentes

48 Capítulo 17Slide 48 Após ajustes que levam em consideração as diferenças entre os serviços prestados: A relação entre o CMe e um dia de paciente nas organizações sem fins lucrativos é 8% maior do que os lucros Conclusão A perspectiva do lucro afeta o desempenho Os custos e benefícios dos subsídios às empresas sem fins lucrativos devem ser analisados. Os Gerentes de Hospitais sem Fins Lucrativos como Agentes

49 Capítulo 17Slide 49 Incentivos no Contexto da Relação entre Agente e Principal Formulação de um sistema de incentivos que compatibilize os objetivos do agente e do principalum exemplo: Fabricante de relógios Insumos de produção: trabalho e máquinas Objetivo dos proprietários: maximizar lucros A pessoa responsável pela manutenção e conserto das máquinas pode afetar a confiabilidade das máquinas e, portanto, os lucros da enpresa Os Gerentes de Hospitais sem Fins Lucrativos como Agentes

50 Capítulo 17Slide 50 O Problema da Relação Agente e Principal Incentivos no Contexto da Relação entre Agente e Principal Formulação de um sistema de incentivos que compatibilize os objetivos do agente e do principalum exemplo Os lucros também dependem da qualidade das peças e da confiabilidade dos trabalhadores. O alto custo do monitoramento faz com que seja difícil avaliar o trabalho do funcionário responsável pela manutenção

51 Capítulo 17Slide 51 Receita da Produção de Relógios Pouco empenho (a = 0)$10.000$ Muito empenho (a = 1) $20.000$ AzarSorte

52 Capítulo 17Slide 52 O Problema da Relação Agente e Principal Incentivos no Contexto da Relação entre Agente e Principal Formulação de um sistema de incentivos que compatibilize os objetivos do agente e do principalum exemplo O funcionário encarregado da manutenção pode se empenhar muito ou pouco Os lucros dependem da combinação entre empenho do funcionário e outros fatores (azar ou sorte) Os proprietários não conseguem determinar se o funcionário se empenhou muito ou pouco quando o lucro é de $20.000

53 Capítulo 17Slide 53 O Problema da Relação Agente e Principal Incentivos no Contexto da Relação entre Agente e Principal Formulação de um sistema de incentivos que compatibilize os objetivos do agente e do principalum exemplo O objetivo do encarregado da manutenção é maximizar sua remuneração descontados os custos Custo = 0 para pouco empenho Custo = $ para muito empenho w(R) = Remuneração do encarregado da manutenção baseada apenas na produção

54 Capítulo 17Slide 54 O Problema da Relação Agente e Principal Incentivos no Contexto da Relação entre Agente e Principal Escolhendo um esquema de remuneração w = 0; a = 0; R = $ R = $ ou $20.000, w = 0 R = $40.000; w = $ R = $30.000; Lucro = $ Salário líquido = $2.000

55 Capítulo 17Slide 55 O Problema da Relação Agente e Principal Incentivos no Contexto da Relação entre Agente e Principal Escolha do salário w = R - $ Salário líquido= $2.000 Muito empenho

56 Capítulo 17Slide 56 O Problema da Relação Agente e Principal Conclusão A estrutura de incentivos que recompensa o resultado obtido por altos níveis de empenho pode induzir os agentes a procurar alcançar os objetivos estabelecidos pelos proprietários.

57 Capítulo 17Slide 57 O Problema da Relação Agente e Principal Informação Assimétrica e Incentivos em uma Empresa Integrada Em uma empresa integrada, os administradores das diferentes divisões dispõem de informações mais completas (assimétricas) sobre a produção do que a administração central

58 Capítulo 17Slide 58 O Problema da Relação Agente e Principal Informação Assimétrica e Incentivos em uma Empresa Integrada Duas questões De que modo a administração central pode obter informações precisas? De que modo a administração central pode estimular os administradores das divisões a produzir da forma mais eficiente possível?

59 Capítulo 17Slide 59 O Problema da Relação Agente e Principal Possíveis Planos de Incentivo Gratificação baseada na produção ou no lucro Esse plano incentivará a obtenção de informações precisas?

60 Capítulo 17Slide 60 O Problema da Relação Agente e Principal Possíveis Planos de Incentivo Gratificação baseada no grau de precisão das previsões de produção e de lucros feitas pelos administradores Q f = estimativa do nível de produção exeqüível B = gratificação em dólares Q = produção real B = – 0,5(Q f - Q) Incentivo para subestimar Q f

61 Capítulo 17Slide 61 O Problema da Relação Agente e Principal Possíveis Planos de Incentivo Outro esquema de gratificação ligada à precisão da previsão Se Q > Q f ;B = 0,3Q f + 0,2(Q - Q f ) Se Q < Q f ;B = 0,3Q f - 0,5(Q f - Q)

62 Capítulo 17Slide 62 Incentivos em uma Empresa Integrada Produção (unidades por ano) Bônus ($ por ano) Se Q f = , o bônus é $6.000, Essa é a maior quantia possível. Q f = Q f = Se Q f = , o bônus é $5.000 Q f = Se Q f = , o bônus é $4.000

63 Capítulo 17Slide 63 Informação Assimétrica no Mercado de Trabalho: Teoria do Salário de Eficiência Em um mercado de trabalho competitivo, todos que desejarem trabalhar conseguirão empregos com remuneração igual a seu produto marginal. Entretanto, há desemprego na maioria dos países

64 Capítulo 17Slide 64 A Teoria do Salário de Eficiência pode explicar a presença do desemprego e da discriminação de remuneração. Nos países em desenvolvimento, a produtividade depende do nível de remuneração por razões nutricionais. Informação Assimétrica no Mercado de Trabalho: Teoria do Salário de Eficiência

65 Capítulo 17Slide 65 No caso dos Estados Unidos, o modelo dedissimulação no trabalho é mais adequado para explicar o desemprego e a discriminação de remuneração. Pressupõe mercados perfeitamente competitivos Entretanto, os trabalhadores podem trabalhar com seriedade ou fingir que trabalham. Como a informação sobre o desempenho é limitada, pode ser que os trabalhadores não sejam demitidos. Informação Assimétrica no Mercado de Trabalho: Teoria do Salário de Eficiência

66 Capítulo 17Slide 66 Sem dissimulação, o salário de mercado é w *, e o pleno emprego ocorre em L * Demanda de Trabalho w* L* SLSL Desemprego no Modelo de Dissimulação no Trabalho Quantidade de Trabalho Salário Restrição de ausência de negligência A curva de restrição de ausência de negligência (RAN) aponta o salário necessário para impedir que os trabalhadores optem pela dissimulação. wewe LeLe A um salário de equilíbrio, W e,a empresa emprega L e trabalhadores criando um desemprego de L* - L e.

67 Capítulo 17Slide 67 Salários de Eficiência na Companhia Ford Rotatividade de Pessoal na Ford Em 1913: 380% Em 1914: 1000% Remuneração média = $2 - $3 A Ford aumentou o salário para $5

68 Capítulo 17Slide 68 Salários de Eficiência na Companhia Ford Resultados A produtividade cresceu 51% O absenteísmo caiu pela metade A lucratividade aumentou de $30 milhões em 1914 para $60 milhões em 1916.

69 Capítulo 17Slide 69 Resumo A informação assimétrica cria uma falha de mercado na qual os produtos de baixa qualidade tendem a fazer com que os produtos de boa qualidade saiam do mercado. Os mercados de seguros freqüentemente envolvem informações assimétricas porque o comprador do seguro possui melhores informações a respeito do risco envolvido do que a companhia seguradora.

70 Capítulo 17Slide 70 Resumo A informação assimétrica pode tornar mais dispendiosa para os proprietários de empresas o monitoramento exato do comportamento de seus administradores. A informação assimétrica pode explicar a razão pela qual os mercados de trabalho apresentam substanciais níveis de desemprego mesmo quando há trabalhadores tenazmente procurando emprego.

71 Fim do Capítulo 17 Mercados com Informação Assimétrica


Carregar ppt "Capítulo 17 Mercados com Informação Assimétrica. Capítulo 17Slide 2 Tópicos para Discussão Incerteza na Qualidade e o Mercado de Produtos de Qualidade."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google