A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Biblioteca Híbrida Reempacotando informações para uma referência personalizada © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB-7 - 1450.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Biblioteca Híbrida Reempacotando informações para uma referência personalizada © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB-7 - 1450."— Transcrição da apresentação:

1

2 Biblioteca Híbrida Reempacotando informações para uma referência personalizada © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB

3 Biblioteca Híbrida Conceitos, objetivos, estratégias e resultados esperados da personalização de serviços de referência em bibliotecas. © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB

4 Biblioteca Híbrida Conteúdo Programático 1. Conceitos, definições e uso das palavras 1.1 Informação: aspectos e ambiência 1.2 Biblioteca: leis, paradigmas 1.3 Híbrido: um conceito 1.4 Rempacotamento da informação 1.5 Personalização dos serviços de referência 2. Objetivos 3. Estratégias 3.1 Estabelecendo políticas de referência 3.2 Planejando a oferta de serviços 3.3 Definindo a equipe e sua formação 4. Resultados esperados 4.1 A interface 5. Biblioteca híbrida e o compartilhamento de recursos © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB

5 Biblioteca Híbrida Conceitos, definições e uso das palavras –o uso real dos termos pode diferir de suas definições mais formais; –o uso ordinário de um termo poder ter significados diferentes de sua definição formal; –definições científicas explícitas podem conflitar com definições implícitas de uso comum; –as definições não são verdadeiras ou falsas, mas sim, mais ou menos produtivas. © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB

6 Biblioteca Híbrida Conceitos fundamentais Informação Biblioteca Híbrido Empacotamento da informação Personalização © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB

7 Biblioteca Híbrida Informação –definições científicas de termos como informação dependem das funções que damos a elas em nossas teorias: conhecimento comunicado; tecnologias da informação; sociedade da informação: © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB

8 Biblioteca Híbrida Informação –Conceito etimológico do latim informationem, ("delinear, conceber idéia"), ou seja, dar forma ou moldar na mente, como em educação, instrução ou treinamento. © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB

9 Biblioteca Híbrida Informação como mensagem Informação é a qualidade da mensagem que um emissor envia para um ou mais receptores. Informação é sempre sobre alguma coisa; A teoria da comunicação analisa a medida numérica da incerteza de um resultado. A teoria da comunicação tende a usar o conceito de entropia da informação, geralmente atribuído a Shannon & Weaver ; Mesmo que informação e dados sejam freqüentemente usados como sinônimos, eles realmente são coisas muito diferentes. Dados representam um conjunto de fatos não associados e como tal, não têm utilidade até que tenham sido apropriadamente avaliados. © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB

10 Biblioteca Híbrida Informação como mensagem PERIGO © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB

11 Biblioteca Híbrida Informação é qualquer padrão representado. Esta visão não assume nem exatidão nem partes que se comuniquem diretamente, mas em vez disso, assume uma separação entre o objeto e sua representação, bem como o envolvimento de alguém capaz de entender este relacionamento. Logo, este ponto de vista parece exigir uma mente consciente. Informação como padrão © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB

12 Biblioteca Híbrida um tipo de estímulo a um organismo ou a um determinado dispositivo. Informação como estímulo sensorial © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB

13 Biblioteca Híbrida qualquer tipo de padrão que influencia a formação ou transformação de outros padrões; não há necessidade de que uma mente consciente perceba, muito menos reconheça, tal padrão Informação como uma influência que leva a transformação © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB

14 Biblioteca Híbrida Informação tem um papel bem definido em Física. Exemplos disto incluem o fenômeno da armadilha quântica, onde partículas podem interagir sem qualquer referência a sua separação ou à velocidade da luz. Informação como uma propriedade na Física © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB

15 Biblioteca Híbrida Informação como registros informações produzidas como subprodutos de atividades comerciais ou transações, ou conscientemente, como registros de tais atividades ou transações e retidas em virtude do seu valor. © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB

16 Biblioteca Híbrida Informação Força constitutiva da sociedade © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB

17 Biblioteca Híbrida Informação na ambiência Informação educadora para o trabalho em atividades de comércio de bens, serviços e turismo através de cursos e atividades, em 15 áreas de atuação, e em três tipos de ensino. © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB

18 Biblioteca Híbrida Ambiência CENTROS DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL São unidades fixas de ensino espalhadas por todo o território nacional que funcionam como laboratórios de aprendizagem, com salas-ambiente, mobiliário e equipamentos adequados. EMPRESAS PEDAGÓGICAS São unidades de ensino que funcionam como uma empresa. Nelas, o aluno aprende a teoria e coloca em prática seus conhecimentos como se já estivesse no mercado de trabalho UNIDADES MÓVEIS Equipes técnicas, com recursos especializados, se deslocam para a periferia das grandes cidades e regiões do interior do país, a fim de desenvolver atividades de educação profissional e cidadania. O Projeto SenacMóvel, leva ao interior do Brasil cursos com o mesmo padrão de qualidade daqueles ministrados nos Centros de Formação Profissional - CFPs. CAPACITAÇÃO IN COMPANY Treinamento de recursos humanos realizado no próprio local de trabalho possibilitando a análise e solução para os problemas gerenciais e estruturais das empresas. PROGRAMA DE INCLUSÃO DE PESSOAS PORTADORAS DE DEFICIÊNCIA © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB

19 Biblioteca Híbrida Áreas de informação na ambiência Artes Comércio Comunicação Conservação e Zeladoria Design Gestão Idiomas Imagem pessoal Informática Lazer e Desenvolvimento Social Meio Ambiente Saúde Turismo e Hospitalidade Telecomunicações Tecnologia educacional © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB

20 Biblioteca Híbrida Tipos de ensino na ambiência Presencial - O processo ensino-aprendizagem ocorre numa relação direta e dialógica entre professor e aluno e desenvolve-se em laboratórios ou em salas de aula. A distância - A mediação didático-pedagógica ocorre pela utilização de meios e tecnologias de informação e comunicação, com estudantes e professores desenvolvendo atividades educativas em lugares ou tempos diversos. Nos cursos a distância, o aluno tem acesso a materiais didáticos nos mais diferentes formatos (impresso, VHS, CD e DVD) e conta com acompanhamento de coordenadores e instrutores capacitados para essa modalidade de educação. Semipresencial - Modalidade de ensino em que o processo ensino- aprendizagem realiza-se em duas fases distintas, embora complementares. Numa das fases, ocorre a relação direta do professor com o aluno e, na outra, há momentos individualizados de estudos, orientados a distância, sem a presença física do professor. © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB

21 Biblioteca Híbrida Biblioteca do grego βιβλιο ϑ ήκη, composto de βιβλίον, "livro", e ϑ ήκη "depósito") todo espaço (concreto, virtual ou híbrido) destinado a uma coleção de informações de quaisquer tipos, sejam escritas em folhas de papel ou ainda digitalizadas e armazenadas em outros tipos de materiais A disciplina que rege o funcionamento das bibliotecas é a Biblioteconomia, onde as Leis de Ranganathan ou Cinco Leis da Biblioteconomia são os princípios fundamentais. © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB

22 Biblioteca Híbrida Leis de Ranganathan ou Cinco Leis da Biblioteconomia Os livros são para serem usados O livro é um meio que impulsiona o conhecimento. quem tem informação, tem poder. Aponta para o livro como um meio e não como tendo um fim em si mesmo. Todo leitor tem seu livro Aponta para a seleção de acordo com o perfil do usuário. Todo livro tem seu leitor Aponta para a disseminação da informação, antecipando a estética da recepção. Poupe o tempo do leitor Aponta para o livre acesso ao acervo, o serviço de referência e a simplificação dos processos técnicos. Uma biblioteca é um organismo em crescimento Decorre da explosão documental que exige atualização das coleções e previsão do crescimento da área ocupada pela biblioteca, além de sistemáticos levantamentos estatísticos da consulta e do empréstimo © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB

23 Biblioteca Híbrida 'Cinco Novas Leis da Biblioteconomia', de Michael Gorman (1995) 1. Bibliotecas servem a humanidade. 2. Respeite todas as formas de transmissão do conhecimento. 3. Utilize inteligência tecnológica para melhoria de serviço. 4. Proteja o acesso livre ao conhecimento. 5. Honre o passado e crie o futuro © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB

24 Biblioteca Híbrida Paradigmas da Biblioteca Acervamento Referência Acesso © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB

25 Biblioteca Híbrida Paradigmas da Biblioteca Acervamento é um neologismo especializado, no sentido de um processo de formação e desenvolvimento de coleções mediante uma política específica, conforme sugere o sufixo mento (de mentar, conceber, idealizar). Existe, no entanto, o vocábulo acervação, de uso incomum na esfera biblioteconômica, por sugerir mais uma práxis que uma conceituação. © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB

26 Biblioteca Híbrida Paradigmas da Biblioteca Referência O serviço de referência e informação (SRI) visa atender as necessidades cognitivas dos indivíduos e saciar a ânsia informacional de cada um. Ciclo dinâmico da informação, educação e pesquisa. Atenção às necessidades diversas do usuário, mas também à complexidade das relações humanas e sua multiculturalidade. © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB

27 Biblioteca Híbrida Paradigmas da Biblioteca Referência Provisão de documentos – virtual e física –Pesquisa do acervo da biblioteca –Comutação bibliográfica –Fornecimento de cópias –Empréstimo entre bibliotecas –Remessa de material bibliográfico –Preparação de traduções © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB

28 Biblioteca Híbrida Paradigmas da Biblioteca Referência Provisão de auxílio bibliográfico – presencial e virtual –Questões simples e complexas de referência –Localização de material –Levantamentos bibliográficos © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB

29 Biblioteca Híbrida Paradigmas da Biblioteca Referência Serviço de alerta eletrônico –Informais: boletins e alertas na página da biblioteca –Formais: Listagens de divulgação de novas aquisições e duplicatas; Formulários eletrônicos para solicitação de novas aquisições e de duplicatas © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB

30 Biblioteca Híbrida Paradigmas da Biblioteca Referência Orientação ao usuário –Orientação e Normalização Bibliográfica Web –Vocabulário controlado © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB

31 Biblioteca Híbrida Paradigmas da Biblioteca Acesso processos de autenticação –identifica quem acessa o sistema processo de autorização –determina o que um usuário autenticado pode fazer processo de auditoria –diz o que o usuário fez © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB

32 Biblioteca Híbrida Híbrido qualidade de tudo o que resulta de elementos de natureza distinta. © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB

33 Biblioteca Híbrida Empacotamento da informação Multimídia (informações pertinentes sob várias mídias) Empacotar significa selecionar toda informação pertinente à uma busca e pô-la à disposição do usuário. Mais importante que o documento é a informação, independente do suporte. Documentar significa fazer com que a informação não seja volátil, que não desapareça, que possa ser utilizada mais de uma vez, que não se consuma, que esteja disponível sempre, para possibilitar, através de sua análise e combinação, a criação de novos conhecimentos. Do paradigma do acervo para o paradigma da informação © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB

34 Biblioteca Híbrida Personalização é um conceito moderno que vem sendo utilizado por empresas inovadoras e tem revolucionado a maneira como os clientes são atendidos em sites de comércio eletrônico; permite recomendar aos clientes os produtos que melhor se adaptam ao seu perfil, aumentando, dessa forma, as chances de satisfação. Com milhares de produtos disponíveis na Internet, a personalização está cada vez mais sendo utilizada em negócios virtuais; Personalizar é: –oferecer um tratamento diferenciado aos usuários –entender as reais necessidades de oferecer um serviço personalizado a seus clientes; –detectar os hábitos de seus clientes; –implementar técnicas de personalização; –aumentar a fidelização de seus usuários oferecendo um atendimento personalizado a cada um de seus usuários. © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB

35 Biblioteca Híbrida Objetivos Definir um grupo básico de usuários: Antes de estabelecer um serviço de referencia personalizada é conveniente definir a clientela. A utilização de tecnologias da informação pode ampliar este grupo inicial de usuários. A localização é menos importante quando se utiliza a tecnologia mediática. Além dos usuários tradicionais da biblioteca, vários tipos de novos usuários podem se beneficiar dos serviços. Analisar procedimentos e políticas vigentes: Antes de criar um serviço de referencia personalizada, devem ser examinados os procedimentos e políticas institucionais existentes e estabelecer o grau em que podem ser afetados pela transição a uma ambiência nova. Talvez reconsiderar as políticas de serviços tradicionais, e adaptá-las ao novo entorno seja um bom começo. © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB

36 Biblioteca Híbrida Estratégias: Estabelecendo Políticas de Referência Definir os objetivos para o novo serviço; Elaborar normas de funcionamento em consonância com os objetivos do serviço e a missão da instituição; Estabelecer uma equipe supervisora, responsável por desenvolver melhores práticas, definir a conduta aceitável e as normas de funcionamento; Estabelecer a periodicidade com que estas políticas serão revistas, como se dará esse procedimento e quais serão seus responsáveis; Assegurar regras de respeito aos direitos autorais e demais restrições legais aplicáveis; Definir e delimitar a clientela primária; Estabelecer o tipo de informação que se pretende oferecer: dados de conteúdo ou referências. © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB

37 Biblioteca Híbrida Estratégias: Planejando a oferta de serviços a) Identificar as opções de serviço possíveis e estabelecer prioridades; b) Definir os serviços que pretende oferecer de imediato e aqueles que pretende oferecer a médio e longo prazo; c) Avaliar os serviços e programas informatizados disponíveis; d) Determinar os serviços e programas informatizados necessários; e) Identificar fontes de financiamento; f) Identificar outras instituições locais ou regionais que poderiam estar interessadas em fomentar um serviço cooperativo; g) Coletar informações em uma amostra da clientela; h) Elaborar um plano de ação e assegurar o apoio institucional © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB

38 Biblioteca Híbrida Estratégias: Definindo a equipe Selecionar pessoal participativo atendendo aos interesses,capacidades, disponibilidade, conhecimento de Informática e atitudes de comunicação interpessoal; Definir claramente suas responsabilidades e tarefas específicas; Estabelecer quem proporcionará o apoio técnico necessário dentro da instituição ou consorcio. Um grupo de suporte técnico organizado é fundamental para o êxito do serviço de referencia; Decidir quem controlará o cumprimento das restrições de uso; Decidir quem será responsável de assegurar que as normas se cumpram; Planejar a integração do serviço com os procedimentos diários e o fluxo de trabalho; Normalizar os procedimentos para que na ausência de alguém não haja perda de qualidade no atendimento. © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB

39 Biblioteca Híbrida Estratégias: Formação da equipe Estabelecer quem formará o pessoal e dedicará tempo a sua formação, orientação e desenvolvimento profissional; Habilidades essenciais: –Multitarefa. –Clara capacidade de comunicação, sobretudo escrita. –Conhecimentos para realizar buscas em recursos convencionais e bases de dados em linha. –Capacidade para entrevistar a distância, e de superar a falta de indicações visuais ou auditivas. –Conhecimento dos recursos de referencia. –Estar familiarizado com os programas informáticos selecionados. Atualizar a formação caso seja necessário. Animar e dar facilidades para que o pessoal se mantenha em dia com os novos avanços da área. © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB

40 Biblioteca Híbrida Resultados esperados: A interface Estrutura e desenho padrão que facilite ao usuário compreender o modo de navegação evitando saturar a página com grandes blocos de texto; Pergunte ao bibliotecário - em todas as páginas da interface; Indicar claramente na página principal da instituição um vínculo para a biblioteca; Incluir uma breve informação sobre os serviços de referencia oferecidos, o tempo médio de resposta, quem responde as perguntas e o que o serviço não fará; Proporcionar informação de ajuda para orientar o usuário no uso dos serviços; Incluir vínculos para: –outros recursos internos ou externos que considerar relevantes; –informação sobre políticas gerais de referencia adotadas pela instituição; –remessa de correspondência por qualquer meio:chat, correio eletrônico, formulário web, fax, correio postal, telefone, etc... Incorporar as políticas e cumprir as leis que asseguram a todos os usuários o acesso ao serviço; © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB

41 Biblioteca Híbrida Resultados esperados: A interface Aspetos legais Os bibliotecários devem estar familiarizados com a legislação sobre informação pública de sua região –Referencia digital e liberdade de informação / Cultura local –Políticas Nacionais de Informação. Qual é o panorama político? –Legislação sobre Informação Pública –Direitos do Autor –Privacidade e Confiabilidade –Contratos de Licença –Relações de Consórcio © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB

42 Biblioteca Híbrida Resultados esperados: A interface Publicidade e Promoção Identificar audiência Especificar uma identificação do projeto e um nome ou logomarca associada aos objetivos da comunidade a qual se dirige Fomentar a comunicação direta entre a equipe, os dirigentes e os patrocinadores Criar vínculos estratégicos na página web da Biblioteca, e nas páginas de colaboradores institucionais Entrar em contato com os meios de comunicação locais, publicações periódicas, emissoras de radio e tv, jornais e centros educativos Enviar informação às listas de distribuição profissionais ou de especial interesse © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB

43 Biblioteca Híbrida Resultados esperados: A interface Avaliação e Colaboração Efetuar pesquisas e supervisionar problemas e perguntas Avaliar as estatísticas e alterar os serviços Estabelecer uma visão comum dos serviços que prestará Elaborar normas para prática e procedimentos Estabelecer responsabilidades © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB

44 Biblioteca Híbrida © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB Compartilhamento de recursos no processo de prestação de serviços em bibliotecas híbridas

45 Biblioteca Híbrida © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB Fluxograma do processo de atendimento – usuário presencial

46 Biblioteca Híbrida © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB Fluxograma do processo de atendimento – usuário off campus

47 Biblioteca Híbrida © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB Fluxograma do Processo de Atendimento – Usuário de Acesso Remoto

48 Biblioteca Híbrida © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB Fluxograma do processo de atendimento – Bibliotecas cooperantes e participantes

49 Biblioteca Híbrida © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB Integração de bens e serviços prestados em bibliotecas híbridas

50 Biblioteca Híbrida © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB VANTAGENS APRESENTADAS PELAS BIBLIOTECAS HÍBRIDAS acesso fácil a informação específica em suas bases de dados; seleção de vínculos para os melhores sites da Internet, sob a ótica do usuário; rapidez nas operações, ficando a critério do usuário o tempo de recebimento das informações, graças às facilidades apresentadas pela tecnologia da informação; cobertura nacional ou internacional, regional ou local oferecendo na hora a informação, tanto por meio de citações, sinaléticas ou analíticas, ou texto na íntegra, nos formatos eletrônicos e impressos; associação com bibliotecas, centros de informações, arquivos, museus etc., para disponibilizar acervos tanto virtuais, quanto para atendimento de usuários que residem próximo às mesmas, agregando maior abrangência de sua área de competência, diferenciando mais seus serviços, ampliando-os, importando as tecnologias desses centros, com isso, agregando maior valor na prestação de seus serviços; formação de alianças, por meio de redes e consórcios inter-bibliotecas, propiciando a ampliação do grau de abrangência e maior acesso a uma variedade de bens e serviços;

51 Biblioteca Híbrida © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB VANTAGENS APRESENTADAS PELAS BIBLIOTECAS HÍBRIDAS personalização do atendimento, por meio de perfis de usuários, tanto manuais como eletrônicos; vantagens competitivas, por serem difusoras de novas tecnologias; eficácia, porque objetivam adequar seus produtos às necessidades e expectativas de seus usuários; eficiência, uma vez que flexibilizam suas operações utilizando recursos internos e externos na produção de informações adequadas às necessidades e expectativas de sua clientela; prestadoras de serviços, porque, em sua função primordial, está a de armazenar e disponibilizar a informação, visando a atender a um público específico, de forma precisa e rápida, já que a informação só tem valor quando absorvida em tempo hábil.

52 Biblioteca Híbrida © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB

53 Biblioteca Híbrida Reempacotando informações para uma referência personalizada © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB-7 – 1450


Carregar ppt "Biblioteca Híbrida Reempacotando informações para uma referência personalizada © 2007 Clarice Muhlethaler de Souza - CRB-7 - 1450."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google