A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Parâmetros Curriculares Nacionais Os Parâmetros Curriculares Nacionais - PCN - são referências de qualidade para os Ensinos Fundamental e Médio do país,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Parâmetros Curriculares Nacionais Os Parâmetros Curriculares Nacionais - PCN - são referências de qualidade para os Ensinos Fundamental e Médio do país,"— Transcrição da apresentação:

1 Parâmetros Curriculares Nacionais Os Parâmetros Curriculares Nacionais - PCN - são referências de qualidade para os Ensinos Fundamental e Médio do país, elaboradas pelo Governo Federal. O objetivo é propiciar subsídios à elaboração e reelaboração do currículo, tendo em vista um projeto pedagógico em função da cidadania do aluno e uma escola em que se aprende mais e melhor.

2 O QUE SÃO TEMAS TRANSVERSAIS? Os temas transversais devem ser abordados como parte integrante das áreas de ensino. Não podem ser vistos como aulas especiais nem muito menos devem ser considerados como novas matérias, disciplinas ou áreas de ensino. Os temas transversais devem fazer parte do trabalho compartilhado entre professores e alunos e devem ser discutidos, debatidos e analisados concretamente. Os temas propostos nos PCNs, foram escolhidos com base nos seguintes critérios:

3 Urgência Social: questões graves que se apresentam socialmente e que impedem o pleno desenvolvimento da cidadania; Abrangência Nacional: questões que, de alguma maneira são comuns e pertinentes à todas as regiões brasileiras; Possibilidade de Ensino e Aprendizagem no Ensino Fundamental: questões que já vêm sendo trabalhadas pelas escolas, como por exemplo saúde, meio-ambiente, orientação sexual, etc. Favorecer a Compreensão da Realidade e a Participação Social: questões que possibilitem a participação social dos alunos e que desenvolvam sua capacidade de posicionar-se e de intervir no meio social.

4 A partir desses critérios foram eleitos temas transversais para serem trabalhados durante os quatros ciclos, ou oito séries, ou ainda durante os nove anos do ensino fundamental:

5 ÉTICA; PLURALIDADE CULTURAL; MEIO-AMBIENTE; ORIENTAÇÃO SEXUAL; SAÚDE. O TEMA TRÂNSITO

6 Temas Transversais ÉTICA PLURALIDADE CULTURAL MEIO AMBIENTE SAÚDE ORIENTAÇÃO SEXUAL TRABALHO E CONSUMO

7 Matemática e os Temas Transversais Centrado em si mesmo, sem qualquer conexão entre seus próprios campos ou com outras áreas de conhecimento, o ensino da matemática pouco tem contribuído para a formação integral do aluno com vistas à conquista da cidadania. No intuito de reverter esse quadro, a alternativa do desenvolvimento de projetos vem sendo praticada por muitas escolas. Projetos proporcionam contextos que geram a necessidade e a possibilidade de organizar os conteúdos de forma a lhes conferir significado.

8 Matemática e os Temas Transversais Tendo em vista o estabelecimento de conexões entre Matemática e os Temas Transversais, algumas considerações devem ser ponderadas.

9 Matemática e os Temas Transversais Ética A formação de indivíduos éticos pode ser estimulada nas aulas de Matemática ao direcionar-se o trabalho ao desenvolvimento de atitudes no aluno. Exemplos a confiança na própria capacidade e na dos outros para construir conhecimentos matemáticos o empenho em participar ativamente das atividades em sala de aula e o respeito à forma de pensar dos colegas.

10 Atitudes do Professor Valorizar a troca de experiências entre os alunos como forma de aprendizagem, Promover o intercâmbio de idéias como fonte de aprendizagem, Respeitar ele próprio o pensamento e a produção dos alunos e desenvolver um trabalho livre do preconceito de que Matemática é um conhecimento direcionado apenas para poucos indivíduos talentosos.

11 Atitudes do Professor A construção de uma visão solidária de relações humanas a partir da sala de aula contribuirá para que os alunos superem o individualismo e valorizem a interação e a troca, percebendo que as pessoas se complementam e dependem umas das outras.

12 Matemática e os Temas Transversais Orientação Sexual A igualdade nos papéis desempenhados por homens e mulheres na construção da sociedade encontra barreiras ancoradas em diferentes expectativas em relação ao papel futuro de meninos e meninas. A escola não pode estabelecer qualquer tipo de diferença em relação à capacidade de aprendizagem entre alunos de diferentes sexos.

13 Atitudes do Professor Cabe ao professor de matemática fornecer os mesmos instrumentos de aprendizagem e de desenvolvimento de aptidões a todos, valorizando a igualdade de oportunidades sociais para homens e mulheres.

14 Matemática e os Temas Transversais Meio Ambiente A compreensão das questões ambientais pressupõe um trabalho interdisciplinar em que a Matemática está inserida. Quantificar aspectos envolvidos em problemas ambientais ajuda na tomada de decisões permitindo intervenções necessárias (reciclagem, por exemplo).

15 Matemática e os Temas Transversais Meio Ambiente Conceitos (médias, áreas, volumes, proporcionalidade, etc.) e procedimentos matemáticos (formulação de hipóteses, realização de cálculos, coleta, organização e interpretação de dados estatísticos, prática da argumentação, etc.) ajudam a compreender os fenômenos que ocorrem no ambiente (poluição, desmatamento, limites para uso dos recursos naturais, desperdício.

16 Matemática e os Temas Transversais Saúde As informações sobre saúde, muitas vezes apresentadas em dados estatísticos, Permitem comparações e previsões, que contribuem para o autoconhecimento, Possibilitam o autocuidado Ajudam a compreender aspectos sociais relacionados a problemas de saúde.

17 Matemática e os Temas Transversais Saúde Trabalhos que podem servir de contexto para a aprendizagem de conteúdos matemáticos Acompanhamento do próprio desenvolvimento físico (altura, peso, musculatura) Estudo dos elementos que compõem a dieta básica

18 Matemática e os Temas Transversais Pluralidade Cultural A construção e a utilização do conhecimento matemático não são feitas apenas por matemáticos, cientistas ou engenheiros, mas, de formas diferenciadas, por todos os grupos socioculturais, que desenvolvem e utilizam habilidades para contar, localizar, medir, desenhar, representar, jogar e explicar, em função de suas necessidades e interesses

19 Assista ao vídeo, que fala sobre os Parâmetros Curriculares Nacionais disponivel na página: m2.html

20 EXIBIÇÃO DE VÍDEO

21 PROJETOS Os projetos são uma das formas de organizar o trabalho didático, que pode integrar diferentes modos de organização curricular. Pode ser utilizado, por exemplo, em momentos específicos do desenvolvimento curricular de modo a envolver mais de um professor e uma turma, articular o trabalho de várias áreas, ou realizar-se no interior de uma única área.

22 PROJETOS A organização dos conteúdos em torno de projetos, como forma de desenvolver atividades de ensino e aprendizagem, favorece a compreensão da multiplicidade de aspectos que compõem a realidade, uma vez que permite a articulação de contribuições de diversos campos de conhecimento.

23 PROJETOS Esse tipo de organização permite que se dê relevância às questões dos Temas Transversais, pois os projetos podem se desenvolver em torno deles e serem direcionados para metas objetivas, com a produção de algo que sirva como instrumento de intervenção nas situações reais (como um jornal, por exemplo).


Carregar ppt "Parâmetros Curriculares Nacionais Os Parâmetros Curriculares Nacionais - PCN - são referências de qualidade para os Ensinos Fundamental e Médio do país,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google