A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Obesidade, nediez ou pimelose (tecnicamente, do grego pimelē = gordura e ose = processo mórbido) é uma condição na qual a reserva natural de gordura aumenta.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Obesidade, nediez ou pimelose (tecnicamente, do grego pimelē = gordura e ose = processo mórbido) é uma condição na qual a reserva natural de gordura aumenta."— Transcrição da apresentação:

1 Obesidade, nediez ou pimelose (tecnicamente, do grego pimelē = gordura e ose = processo mórbido) é uma condição na qual a reserva natural de gordura aumenta até o ponto em que passa a estar associada a certos problemas de saúde ou ao aumento da taxa de mortalidade. Apesar de se tratar de uma condição clínica individual, é visto, cada vez mais, como um sério e crescente problema de saúde pública: excesso de peso predispõe o organismo a uma série de doenças, em particular doença cardiovascular, diabetes mellitus tipo 2, apnéia do sono e osteoartrite. A Obesidade

2 A obesidade pode ser definida em termos absolutos e relativos. Na prática, a obesidade é avaliada em termos absolutos pelo IMC (índice de massa corporal) e também pela sua distribuição na circunferência da cintura ou pela razão entre as circunferências da cintura e do quadril. Além disso, a presença de obesidade deve ser avaliada enquanto fator de risco cardiovascular e outras condições médicas que podem aumentar o risco de complicações. IMC IMC, ou índice de massa corporal, é um método simples e amplamente difundido de se medir a gordura corporal. A medida foi desenvolvida na Bélgica pelo estatístico e antropometria, Adolphe Quételet. [1] É calculado dividindo o peso do indivíduo em quilos pelo quadrado de sua altura em metros. [1] Equação: IMC = kg / m 2 Onde kg é o peso do indivíduo em quilogramas e m é sua altura em metros. As actuais definições estabelecem a seguinte convenção de valores, acordada em 1997 e publicada em 2000: [2] [2] IMC menor que 18.5 é abaixo do peso IMC entre 18.5 e 24.9 é normal IMC entre 25.0 e 29.9 é acima do peso IMC entre 30.0 e 39.9 é obeso/a IMC de 40.0 ou mais é severamente (ou morbidamente) 'obeso(a)' Classificação

3 Pacientes com IMC acima de 40 que não alcançam seus objectivos de perda de peso (com ou sem medicamentos) e que desenvolvem outras condições derivadas da obesidade, podem receber indicação para realizarem cirurgia bariátrica. O paciente deve ser informado dos riscos e potenciais complicações. Nesses casos, a cirurgia deve ser realizada em centros que realizam grande número desses procedimentos já que as evidencias indicam que pacientes de cirurgiões que o realizam com frequência tendem a ter menos complicações no pós-cirúrgico. O principal tratamento para obesidade é a redução da gordura corporal por meio de adequação da dieta e aumento do exercício físico. Programas de dieta e exercício produzem perda media de aproximadamente 8% da massa total. Mais difícil do que perder peso, é manter o peso reduzido. Entre oitenta e cinco e noventa e cinco porcento daqueles que perdem 10% ou mais de sua massa corporal, recuperam todo o peso perdido em dois a cinco anos. Existem cinco recomendações para o tratamento clínico da obesidade: Pessoas com IMC acima de 30 devem ser iniciadas num programa de dieta de redução calórica, exercício e outras intervenções comportamentais e estabelecer objectivos realistas de perda de peso. Tratamento

4 FIM


Carregar ppt "Obesidade, nediez ou pimelose (tecnicamente, do grego pimelē = gordura e ose = processo mórbido) é uma condição na qual a reserva natural de gordura aumenta."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google