A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 Jevons, Menger e Walras Antecedentes (1840-1873): Rápida expansão econômica Concorrência agressiva e destrutiva Cartéis, trustes e fusões Concentração.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 Jevons, Menger e Walras Antecedentes (1840-1873): Rápida expansão econômica Concorrência agressiva e destrutiva Cartéis, trustes e fusões Concentração."— Transcrição da apresentação:

1 1 Jevons, Menger e Walras Antecedentes ( ): Rápida expansão econômica Concorrência agressiva e destrutiva Cartéis, trustes e fusões Concentração do capital Revolução transportes/comunicações Sociedades Anônimas Administração hierárquica/burocrática Gerência científica Mão invisível? Teoria do valor-trabalho: conclusões perigosas

2 2 Jevons, Menger e Walras Individualismo e utilitarismo Teoria do valor-utilidade: cerne do pensamento neoclássico Noção de equilíbrio geral (Walras) Rigor matemática/lógica Utilidade marginal (marginalismo) Utilidade marginal decrescente (utilidade determinando o valor)

3 3 Jevons: Teoria de Utilidade Marginal Teoria da Economia Política, (1871) Valor depende da utilidade Análise econômica restrita a esfera da circulação Todos os homens são iguais (racionalismo, maximização da utilidade) Trocas voluntárias: bem-estar social Formulação científicada mão invisível

4 4 Jevons: Teoria de Utilidade Marginal Utilidade marginal decrescente Maximização: UMx/Px=UMy/Py Harmonia social: Renda reflete a utilidade dos fatores de produção (quando há liberdade para as trocas) Teoria do capital: produção=lucros+salários Operários só têm a ganhar com a acumulação

5 5 Jevons: Teoria de Utilidade Marginal Críticas a Ricardo Elogios a Say e Malthus (um dos homens mais humanos e excelentes) Um homem que nasce num mundo onde já existem posses, se não puder conseguir que a subsistência lhe seja assegurada pelos seus pais, de quem pode exigí-la com justiça, e se a sociedade não quiser o seu trabalho, não pode querer ter direito a qualquer quantidade de alimento e, na verdade, nada tem a fazer no mundo. Na natureza não há abrigo para ele...

6 6 Menger: Teoria de Utilidade Marginal Princípios de Economia (1871) Utilidade marginal (Jevons) Determinação dos preços: oferta e demanda Preços do trabalho, do capital e da terra dependem dos preços dos bens de consumo (tanto para consumidores quanto para produtores) Preços dos insumos dependem de sua utilidade Utilidade do dinheiro

7 7 Menger: Teoria de Utilidade Marginal Curva de demanda Oferta: quantidade pré-existente Lucros/renda da terra: absolutamente necessários e inevitáveis A economia como ciência pura, sem questões éticas: Pode até parecer deplorável, para quem ame a humanidade, que a posse de capital ou de terra permita, muitas vezes, que seu possuidor tenha uma renda maior durante algum tempo do que a renda auferida por um trabalhador que realize uma atividade intensa no mesmo período. No entanto, a causa disso não é imoral.

8 8 Walras: a teoria do equilíbrio geral Relações entre os diversos mercados Oferta X Procura em um mercado depende dos preços em outros mercados Maximização da utilidade= igualdade nas utilidades marginais de outras mercadorias (Jevons e Menger)

9 9 Walras: a teoria do equilíbrio geral Procura por um bem depende dos preços de todos os outros bens Pa depende de Pb, Pc, Pd,...Pz Pb, Pc, Pd,...Pz dependem de Pa Teoria que mostrasse como todos esses preços poderão ser determinados ao mesmo tempo

10 10 Walras: a teoria do equilíbrio geral Pressupostos: Aceitação da propriedade e distribuição da renda como moralmente corretas e justas Economia formada por firmas pequenas sem poder sobre o mercado Cada consumidor tem sua própria tabela de utilidade marginal(constante no curto prazo) Preços refletem a utilidade das pessoas, por isso levariam a maximização da satisfação da sociedade

11 11 A lei de Walras Oferta = Demanda Walras X Say A utilidade do dinheiro A possibilidade de superprodução Total da oferta = Total da demanda (mesmo se todos os mercados estiverem desequilibrados) Excesso de oferta de alguns bens= excesso de demanda de outros bens

12 12 Estabilidade e equilíbrio geral Forças do mercado corrigirão automaticamente os desequilíbrios? Bentham, Malthus e Marx: os enormes custos humanos Say, Ricardo e Senior: Ajuste rápido e eficaz Walras: a crença na mão invisível Demanda>Oferta Preços sobem A realocação de recursos

13 13 O leiloeiro walrasiano Se os preços são estabelecidos no mercado e, depois, as firmas reagem a eles, como é então que se estabelecem os novos preços? O leiloeiro imaginário (onisciente) Desequilíbrios em um mercado afetaria outros Efeitos primários/secundários Reduções na oferta-reduções na produção-reduções na demanda (o subconsumo) A anarquia do mercado - o equilíbrio como questão de fé

14 14 A defesa do capitalismo Valor-trabalho X valor-utilidade A utilidade dos fatores de produção: relação entre empresários Cidadãos racionais A liberdade econômica


Carregar ppt "1 Jevons, Menger e Walras Antecedentes (1840-1873): Rápida expansão econômica Concorrência agressiva e destrutiva Cartéis, trustes e fusões Concentração."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google