A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

DIDÁTICA DO ENSINO SUPERIOR Prof. Marco Aurélio Togatlian

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "DIDÁTICA DO ENSINO SUPERIOR Prof. Marco Aurélio Togatlian"— Transcrição da apresentação:

1 DIDÁTICA DO ENSINO SUPERIOR Prof. Marco Aurélio Togatlian

2 DIDÁTICA DO ENSINO SUPERIOR PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM: diferentes concepções; tendências pedagógicas; interdisciplinaridade; ensino de Direito.. EMENTA

3 FORMAÇÃO DO PROFESSOR DO ENSINO SUPERIOR: paradigmas que orientam a formação docente; paradigmas que orientam a formação docente; novas competências para ensinar; novas competências para ensinar; prática docente e relação professor-aluno prática docente e relação professor-aluno PLANEJAMENTO DO ENSINO E AVALIAÇÃO: planos de ensino; planos de ensino; elementos estruturais: objetivos, conteúdos, procedimentos, recursos e avaliação. elementos estruturais: objetivos, conteúdos, procedimentos, recursos e avaliação.

4 DIDÁTICA MEDIAÇÃO ENTRE AS BASES TEÓRICO- CIETÍFICAS DA EDUCAÇÃO ESCOLAR E A PRÁTICA DOCENTE (LIBÂNEO, 1994). O QUÊCOMO DIDÁTICA

5 TEORIAPEDAGÓGICA AÇÃO EDUCATIVA OBJETIVOS; CONTEÚDOS; FORMAÇÃO CULTURAL E CIENTÍFICA PROCURAM ATENDER ÀS EXIGÊNCIAS CONCRETAS DA SOCIEDADE AÇÃO EDUCATIVA – ATIVIDADE PRÁTICA DO PROFESSOR

6 TEORIAS DA APRENDIZAGEM Na aprendizagem existem os seguintes elementos centrais, para que o desenvolvimento escolar ocorra com sucesso: o aluno, o professor e a situação de aprendizagem. Na aprendizagem existem os seguintes elementos centrais, para que o desenvolvimento escolar ocorra com sucesso: o aluno, o professor e a situação de aprendizagem. As teorias de aprendizagem buscam reconhecer a dinâmica envolvida nos atos de ensinar e aprender, partindo do reconhecimento da evolução cognitiva do homem, e tentam explicar a relação entre o conhecimento pré-existente e o novo conhecimento. A aprendizagem não seria apenas inteligência e construção de conhecimento, mas, basicamente, identificação pessoal e relação através da interação entre as pessoas. As teorias de aprendizagem buscam reconhecer a dinâmica envolvida nos atos de ensinar e aprender, partindo do reconhecimento da evolução cognitiva do homem, e tentam explicar a relação entre o conhecimento pré-existente e o novo conhecimento. A aprendizagem não seria apenas inteligência e construção de conhecimento, mas, basicamente, identificação pessoal e relação através da interação entre as pessoas.

7 TeoriasCaracterísticas Epist. Genét. de Piaget Ponto central: estrutura cognitiva do sujeito. As estruturas cognitivas mudam através dos processos de adaptação: assimilação e acomodação. A assimilação envolve a interpretação de eventos em termos de estruturas cognitivas existentes, enquanto que a acomodação se refere à mudança da estrutura cognitiva para compreender o meio. Níveis diferentes de desenvolvimento cognitivo. Teoria Const. Bruner O aprendizado é um processo ativo, baseado em seus conhecimentos prévios e os que estão sendo estudados. O aprendiz filtra e transforma a nova informação, infere hipóteses e toma decisões. Aprendiz é participante ativo no processo de aquisição de conhecimento. Instrução relacionada a contextos e experiências pessoais. Teoria Sócio- Cultural de Vygotsky Desenvolvimento cognitivo é limitado a um determinado potencial para cada intervalo de idade (ZDP); o indivíduo deve estar inserido em um grupo social e aprende o que seu grupo produz; o conhecimento surge primeiro no grupo, para só depois ser interiorizado. A aprendizagem ocorre no relacionamento do aluno com o professor e c/ outros alunos.

8 TeoriasCaracterísticas Aprend. baseada em Prob. s/ Instrução ancorada Aprendizagem se inicia com um problema a ser resolvido. Aprendizado baseado em tecnologia. As atividades de aprendizado e ensino devem ser criadas em torno de uma "âncora", que deve ser algum tipo de estudo de um caso ou uma situação envolvendo um problema. Gestalt Enfatiza a percepção ao invés da resposta. A resposta é considerada como o sinal de que a aprendizagem ocorreu e não como parte integral do processo. Não enfatiza a seqüência estímulo-resposta, mas o contexto ou campo no qual o estímulo ocorre e o insight tem origem, quando a relação entre estímulo e o campo é percebida pelo aprendiz. Teoria da Inclusão (D. Ausubel) O fator mais importante de aprendizagem é o que o aluno já sabe. Para ocorrer a aprendizagem, conceitos relevantes e inclusivos devem estar claros e disponíveis na estrutura cognitiva do indivíduo. A aprendizagem ocorre quando uma nova informação ancora-se em conceitos ou proposições relevantes preexistentes.

9 TeoriasCaracterísticas Aprend. Experim. (Carl Rogers) Deve-se buscar sempre o aprendizado experimental, pois as pessoas aprendem melhor aquilo que é necessário. O interesse e a motivação são essenciais para o aprendizado bem sucedido. Enfatiza a importância do aspecto interacional do aprendizado. O professor e o aluno aparecem como os co-responsáveis pela aprendizagem. Intelig. Múltiplas (Gardner) No processo de ensino, deve-se procurar identificar as inteligências mais marcantes em cada aprendiz e tentar explorá-las para atingir o objetivo final, que é o aprendizado de determinado conteúdo.

10 TEORIAS E PRÁTICAS Cada teoria pedagógica supõe uma prática concernente! As metodologias utilizadas nas práticas docentes refletem as tendências pedagógicas.

11 TENDÊNCIAS PEDAGÓGICAS TEND. PED.P. ESCOLACONTEÚDOSMÉTODOS PROF./AL.APREND.MANIFEST. Pedagogia Tradicional Preparação intelectual e moral dos alunos para assumir seu papel na sociedade Conhecim. e valores sociais acumulados através dos tempos e repassados aos alunos como verdades absolutas. Exposição e demonst. verbal da matéria e/ou por meios de modelos. Autoridade do professor que exige atitude receptiva do aluno. É receptiva e mecânica, sem se considerar as característ. próprias de cada idade. Nas escolas que adotam filosofias clássicas ou científicas Pedagogia Liberal Renov. Progr. A escola deve adequar as necessid. individuais ao meio social. São estabel. a partir das exper. vividas pelos alunos frente às situações problemas. Por meio de exper., pesquisas e método de solução de problemas O professor é auxiliador no desenvolv. livre do aluno. É baseada na motivação e na estimulação de problemas. Montessori Decroly Dewey Piaget

12 TENDÊNCIAS PEDAGÓGICAS TEND.PED.P. ESCOLA CONTEÚDOS MÉTODOSPROF./ AL.APREND.MANIFEST. Tendência Liberal Renov. não- diretiva (Escola Nova) Formação de atitudes. Baseia-se na busca dos conhecim. pelos próprios alunos. Método baseado na facilitação da aprendiz. Educação centralizad a no aluno e o professor é quem garantirá um relacion. de respeito. Aprender é modificar as percepções da realidade. Carl Rogers, "Sumerhill " escola de A. Neill Tendência Liberal Tecnicista. É modelador a do comport. humano através de técnicas específ. São inform. ordenadas numa seqüência lógica e psicológic a. Procedim. e técnicas para a transmissã o e recepção de informaçõe s Relação objetiva onde o professor transmite inform.e o aluno vai fixá-las. Aprend. baseada no desempenh o Leis 5.540/68 e 5.692/71.

13 TENDÊNCIAS PEDAGÓGICAS TEND. PEDAG.P.ESCOLACONTEÚDOSMÉTODOSPROF./ ALAPREND.MANIFEST. Progressista Libertadora Visa a levar professores e alunos a atingir um nível de consciência da realidade em que vivem na busca da transform. social Temas geradores Grupos de discussão A relação é de igual para igual, horizont. Resolução da situação problema. Paulo Freire. Tendência Progressista "crítico social dos conteúdos ou "histórico- crítica" Difusão dos conteúdos. Conteúdos culturais universais que são incorporados pela humanidade frente à realidade social. O método parte de uma relação direta da experiência do aluno confrontada com o saber sistematiza do. Papel do aluno como participador e do professor como mediador entre o saber e o aluno. Baseadas nas estruturas cognitivas já estrut. nos alunos. Makarenko B. Charlot Suchodoski Manacorda G. Snyders Demerval Saviani.

14 INTERDISCIPLINARIDADE Que se entende por interdisciplinaridade? Como se dá nossa relação com o mundo social, natural e cultural? Esta relação se dá fragmentada, de tal modo que cada fenômeno observado ou vivido é entendido ou percebido como fato isolado? Ou essa relação se dá de forma global, entendendo que cada fenômeno observado ou vivido está inserido numa rede de relações que lhe dá sentido e significado? Enfim como se dá o conhecimento? E como se realiza um fazer docente pautado no conceito de interdisciplinaridade?

15 é a integração de dois ou mais componentes curriculares na construção do conhecimento. A interdisciplinaridade surge como uma das respostas à necessidade de uma reconciliação epistemológica, processo necessário devido à fragmentação dos conhecimentos ocorrido com a revolução industrial e a necessidade de mão de obra especializada. A interdisciplinaridade buscou conciliar os conceitos pertencentes às diversas áreas do conhecimento a fim de promover avanços como a produção de novos conhecimentos ou mesmo, novas sub-áreas.conhecimento INTERDISCIPLINARIDADE

16 CONHECIMENTO O tema "conhecimento" inclui, mas não está limitado, às descrições, hipóteses, conceitos, teorias, princípios e procedimentos que são ou úteis ou verdadeiros. (WIKIPÉDIA, 2007)

17 INTERDISCIPLINARIDADE NA EDUCAÇÃO Com o processo de especialização do saber, a interdisciplinaridade mostrou-se como uma das respostas para os problemas provocados pela excessiva compartimentalização do conhecimento. No final do séc. XX, surge a necessidade de mudanças nos métodos de ensino, buscando viabilizar práticas interdisciplinares.


Carregar ppt "DIDÁTICA DO ENSINO SUPERIOR Prof. Marco Aurélio Togatlian"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google