A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Inovações Acadêmicas propostas no sistema de universidades federais: as engenharias Prof.Murilo Silva de Camargo UnB/UFBA/UFRB/SESu-MEC Florianópolis,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Inovações Acadêmicas propostas no sistema de universidades federais: as engenharias Prof.Murilo Silva de Camargo UnB/UFBA/UFRB/SESu-MEC Florianópolis,"— Transcrição da apresentação:

1 Inovações Acadêmicas propostas no sistema de universidades federais: as engenharias Prof.Murilo Silva de Camargo UnB/UFBA/UFRB/SESu-MEC Florianópolis, 4 de setembro de 2008

2 Reforma Universitária no mundo Alguns marcos: Reforma Humboldt (1810): Cátredra e disciplinas científicas Reforma Humboldt (1810): Cátredra e disciplinas científicas Contra-Reforma Bonaparte (1794): École Polytechnique, École Normale Superieure Contra-Reforma Bonaparte (1794): École Polytechnique, École Normale Superieure Reforma Flexner (1905): Separação da gestão institucional (Deans) e governança acadêmica nos departamentos constituídos de todos os Full Professor. Fomentava a criação de institutos e centros de pesquisa autônomos dos departamentos Reforma Flexner (1905): Separação da gestão institucional (Deans) e governança acadêmica nos departamentos constituídos de todos os Full Professor. Fomentava a criação de institutos e centros de pesquisa autônomos dos departamentos Reforma de Córdoba (1918): participação dos estudantes na gestão universitária, admissão de professores por concursos públicos, não ingerência do gosverno na gestão das universidades Reforma de Córdoba (1918): participação dos estudantes na gestão universitária, admissão de professores por concursos públicos, não ingerência do gosverno na gestão das universidades Processo de Bologna (1999): Modelo Unificado Europeu – espaço comum universitário Processo de Bologna (1999): Modelo Unificado Europeu – espaço comum universitário

3 Universidade no Brasil Momentos importantes: 1808: Escolas de formação profissional (Bahia, Rio de Janeiro...) 1808: Escolas de formação profissional (Bahia, Rio de Janeiro...) 1921: Ato de criação da Universidade do Brasil (reunião de escolas de formação profissional) 1921: Ato de criação da Universidade do Brasil (reunião de escolas de formação profissional) 1934: Universidade de São Paulo 1934: Universidade de São Paulo 1937: Universidade do Distrito Federal 1937: Universidade do Distrito Federal 1962: Universidade de Brasília 1962: Universidade de Brasília 1968: MEC-USAID 1968: MEC-USAID 2007: REUNI 2007: REUNI

4 Avanços e inovações em quatro dimensões Acesso a universidade Acesso a universidade Organização acadêmica Organização acadêmica Concepção e arquitetura curricular Concepção e arquitetura curricular Práticas educativas no ensino superior Práticas educativas no ensino superior (com apoio e incentivo do MEC)

5 REUNI – Decreto 6.096/2007 O processo O processo PDE (27/04/2007) PDE (27/04/2007) Comissão REUNI (maio/20080 Comissão REUNI (maio/20080 Diretrizes (julho/2008) Diretrizes (julho/2008) Edital e Propostas (setembro a novembro) Edital e Propostas (setembro a novembro) Avaliação das propostas (consultores Ad Hoc) (novembro e dezembro) Avaliação das propostas (consultores Ad Hoc) (novembro e dezembro) Aprovação (dezembro/2007) Aprovação (dezembro/2007) Assinatura dos Acordos de Metas (março/2008) Assinatura dos Acordos de Metas (março/2008) Antecedentes e Motivações Antecedentes e Motivações Proposta de Reforma Universitária (2003) Proposta de Reforma Universitária (2003) Academia Brasileira de Ciências (2004) Academia Brasileira de Ciências (2004) Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (2004) Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (2004) Universidade Nova ( Universidade Nova ( UFABC UFABC UFBA UFBA UnB UnB Algumas inovações em implementação Algumas inovações em implementação Acesso a universidade Acesso a universidade Organização acadêmica Organização acadêmica Concepções e arquitetura curricular Concepções e arquitetura curricular Práticas educativas no ensino superior Práticas educativas no ensino superior

6 REUNI-Meta Global (Decreto) Elevação gradual da taxa de conclusão média dos cursos de graduação presenciais para noventa por cento.Elevação gradual da taxa de conclusão média dos cursos de graduação presenciais para noventa por cento. Elevação gradual da relação de alunos de graduação em cursos presenciais por professor para dezoito.Elevação gradual da relação de alunos de graduação em cursos presenciais por professor para dezoito. Prazo de 5 anos para cumprimento das metas, a contar do início de cada plano.Prazo de 5 anos para cumprimento das metas, a contar do início de cada plano.

7 REUNI – seis dimensões Seis dimensões para o REUNI 1)Ampliação da Oferta de Educação Superior Pública 2)Reestruturação Acadêmico-Curricular 3)Renovação Pedagógica da Educação Superior 4)Mobilidade Intra e Inter-Institucional 5)Compromisso Social da Instituição 6)Suporte da pós-graduação ao desenvolvimento e aperfeiçoamento qualitativo dos cursos de graduação

8 Universidade Nova UnB de 1962 UnB de 1962 UFABC UFABC UFBA UFBA UnB de 2007 UnB de 2007

9 A UnB de 1962

10 O Plano Orientador de Anísio Teixeira e Darcy Ribeiro e o início da Universidade de Brasília 1962

11 Linha do tempo 25 de agosto de de agosto de 1961 Aprovação no Congresso Nacional, no dia da renúncia do presidente Jânio Quadros, em meio à perplexidade da Casa e por uma rápida e estratégica mudança na Ordem do Dia. Aprovação no Congresso Nacional, no dia da renúncia do presidente Jânio Quadros, em meio à perplexidade da Casa e por uma rápida e estratégica mudança na Ordem do Dia. 15 de Dezembro de de Dezembro de 1961 A Lei 3.998, que autoriza a fundação da UnB, é assinada pelo presidente João Goulart A Lei 3.998, que autoriza a fundação da UnB, é assinada pelo presidente João Goulart 15 de janeiro de de janeiro de 1962 É publicado o decreto 500 que institui a Fundação Universidade de Brasília (FUB), aprova seu estatuto e a estrutura da Universidade de Brasília (UnB) É publicado o decreto 500 que institui a Fundação Universidade de Brasília (FUB), aprova seu estatuto e a estrutura da Universidade de Brasília (UnB) 25 a 27 de fevereiro de a 27 de fevereiro de 1962 É realizado o primeiro vestibular da universidade. Como as obras do campus estavam no começo, as inscrições foram realizadas na sede do Ministério da Saúde. É realizado o primeiro vestibular da universidade. Como as obras do campus estavam no começo, as inscrições foram realizadas na sede do Ministério da Saúde. 9 de abril de de abril de 1962 Início das aulas. O primeiro vestibular tem 830 candidatos e 413 estudantes são matriculados em cursos de Graduação e Pós-graduação. Início das aulas. O primeiro vestibular tem 830 candidatos e 413 estudantes são matriculados em cursos de Graduação e Pós-graduação. 21 de abril de de abril de 1962 O campus é inaugurado com cerimônia realizada no primeiro auditório da universidade, o Dois Candangos – terminado 20 minutos antes. O campus é inaugurado com cerimônia realizada no primeiro auditório da universidade, o Dois Candangos – terminado 20 minutos antes.

12 Inovações propostas para na Universidade de Brasília Estrutura da Universidade Institutos Centrais Institutos Centrais Faculdades Faculdades Órgãos complementares Órgãos complementares Organização acadêmica Departamentos (sem cátedras) dentro de institutos e faculdades Departamentos (sem cátedras) dentro de institutos e faculdades Práticas educativas Desenvolvimento de autonomia de aprendizado Desenvolvimento de autonomia de aprendizado Arquitetura e organização curricular Formação em ciclos Formação em ciclos

13 Estrutura da inicial da Universidade de Brasília

14 Estrutura da Universidade de Brasília Aos Institutos Centrais compete ministrar: Cursos introdutórios de duas séries para todos os alunos da universidade, afim de lhes dar preparo intelectual e científico básico para seguir os cursos profissionais nas Faculdades Cursos de bacharelado de 6 semestres em qualquer disciplina departamental, para alunos que desejam seguir a carreira do magistério Cursos de graduação científica de dois anos mais, após o bacharelado, para os alunos que revelem maior aptidão para pesquisas e estudos originais Programas de estudos pós-graduados de dois anos para os candidatos ao doutoramento

15 Estrutura da Universidade de Brasília Formação nos Institutos Centrais: Quatro níveis: 1.Básico (4 semestres), que pode se estender até 2.o bacharelado (6 semestres), 3.o de formação especializada (10 semestres) e 4.o de pós-graduação (14 semestres), ao nível de doutorado

16

17

18

19 Inovações introduzidas pela Estrutura Acadêmica da UnB de 1962 primeira universidade brasileira sem cátedras primeira universidade brasileira sem cátedras primeira universidade concebida sem a integração de faculdades ou escolas existentes primeira universidade concebida sem a integração de faculdades ou escolas existentes favorecia a pesquisa e pós-graduação favorecia a pesquisa e pós-graduação favorecia o trabalho multidisciplinar favorecia o trabalho multidisciplinar estrutura altamente democrática com participação dos estudantes na gestão acadêmica estrutura altamente democrática com participação dos estudantes na gestão acadêmica democracia representativa e eleições indiretas para os cargos mais elevados democracia representativa e eleições indiretas para os cargos mais elevados a UnB provocou movimentação no sistema universitário brasileiro a UnB provocou movimentação no sistema universitário brasileiro

20 Outras inovações introduzidas pelo Plano Orientador da UnB de 1962 Egressos do ensino médio entram na universidade em cursos gerais Egressos do ensino médio entram na universidade em cursos gerais Escolha pela especialização se dá ao longo da formação Escolha pela especialização se dá ao longo da formação Formação humanista-científica-cultural ampla Formação humanista-científica-cultural ampla Formação modular e em camadas no sistema duplo e integrado nos institutos e faculdades Formação modular e em camadas no sistema duplo e integrado nos institutos e faculdades Universidade de ensino e pesquisa Universidade de ensino e pesquisa Desenvolvimento da autonomia de aprendizado Desenvolvimento da autonomia de aprendizado Convívio dos estudantes de várias áreas de estudos Convívio dos estudantes de várias áreas de estudos

21 Outras inovações introduzidas pelo Plano Orientador da UnB de 1962 Flexibilidade curricular (vários currículos para os cursos, disciplinas optativas e módulo livre) Flexibilidade curricular (vários currículos para os cursos, disciplinas optativas e módulo livre) Sistema de créditos e matrículas em disciplinas Sistema de créditos e matrículas em disciplinas Docência estruturada em professores-assistentes- monitores Docência estruturada em professores-assistentes- monitores Coordenação única para várias turmas de uma disciplina Coordenação única para várias turmas de uma disciplina Sistema de avaliação de desempenho acadêmico intra-disciplina coordenado pela equipe de professores da disciplina Sistema de avaliação de desempenho acadêmico intra-disciplina coordenado pela equipe de professores da disciplina Práticas educativas inovadoras - Sistema personalizado de ensino (método Keller) Práticas educativas inovadoras - Sistema personalizado de ensino (método Keller)

22 Problemas nos primeiros anos de implementação do Plano Orientador da UnB O Plano Orientador não foi implementado inteiramente O Plano Orientador não foi implementado inteiramente Acúmulo de estudantes em fases profissionais de alguns cursos Acúmulo de estudantes em fases profissionais de alguns cursos Competição e concorrência exagerada entre os estudantes nas etapas iniciais da formação Competição e concorrência exagerada entre os estudantes nas etapas iniciais da formação

23 Legado do Plano Orientador Disciplinas de serviço aos vários cursos Disciplinas de serviço aos vários cursos Sistema de créditos Sistema de créditos Estrutura universitária (faculdades, institutos, órgãos complementares) Estrutura universitária (faculdades, institutos, órgãos complementares) Currículos dos cursos com alto índice de disciplinas optativas (> 30%) Currículos dos cursos com alto índice de disciplinas optativas (> 30%) Disciplinas módulo livre (> 24 créditos) Disciplinas módulo livre (> 24 créditos) Grandes espaços de aprendizagem e anfiteatros Grandes espaços de aprendizagem e anfiteatros

24 O processo de interrupção da implantação da UnB a partir do golpe militar de 1964 Destituição de Anísio Teixeira da reitoria Destituição de Anísio Teixeira da reitoria Demissão coletiva de centenas de professores e esvaziamento do corpo docente Demissão coletiva de centenas de professores e esvaziamento do corpo docente Descaracterização gradual do projeto pedagógico institucional original da UnB Descaracterização gradual do projeto pedagógico institucional original da UnB Contratação de professores novos sem compreensão ou conhecimento do projeto pedagógico original Contratação de professores novos sem compreensão ou conhecimento do projeto pedagógico original Perda da autonomia administrativa/financeira Perda da autonomia administrativa/financeira

25 A contemporaneidade do projeto de Anísio Teixeira e Darcy Ribeiro para a UnB Plano Orientador da UnB de 1962: Forte formação fundamental para permitir o aprendizado ao longo da vida Forte formação fundamental para permitir o aprendizado ao longo da vida Permite obter alta qualidade e eficiência na formação universitária, sem duplicação de esforços Permite obter alta qualidade e eficiência na formação universitária, sem duplicação de esforços Facilita a mobilidade estudantil Facilita a mobilidade estudantil Estrutura convergente com modelos de ensino superior do resto do mundo Estrutura convergente com modelos de ensino superior do resto do mundo

26 A contemporaneidade do projeto de Anísio Teixeira e Darcy Ribeiro para a UnB Possibilita escolhas profissionais quando o estudante está mais amadurecido Possibilita escolhas profissionais quando o estudante está mais amadurecido Integração dos estudantes com vocações diversas e perfis distintos Integração dos estudantes com vocações diversas e perfis distintos Favorece a criação novas modalidades de formação com terminalidades distintas Favorece a criação novas modalidades de formação com terminalidades distintas Favorece a estruturação de cursos de graduação na perspectiva da interdisciplinaridade Favorece a estruturação de cursos de graduação na perspectiva da interdisciplinaridade Permite alta flexibilidade curricular Permite alta flexibilidade curricular

27 Novo século, novos tempos: Era do conhecimento Características: conhecimento avança rapidamente e recorte das profissões é altamente instável conhecimento avança rapidamente e recorte das profissões é altamente instável apenas uma formação com sólida base científica permite que o profissional se adapte eficientemente ao que dele se exige apenas uma formação com sólida base científica permite que o profissional se adapte eficientemente ao que dele se exige problemas cada vez mais temáticos e menos disciplinares problemas cada vez mais temáticos e menos disciplinares cursos têm de ser suficientemente flexíveis, estudante deve poder reorientar sua formação no meio do caminho e atravessar as fronteiras tradicionais das disciplinas cursos têm de ser suficientemente flexíveis, estudante deve poder reorientar sua formação no meio do caminho e atravessar as fronteiras tradicionais das disciplinas A eliminação de departamentos é um avanço que permite uma interlocução permanente entre os docentes e discentes trabalhando numa forma interdisciplinar A eliminação de departamentos é um avanço que permite uma interlocução permanente entre os docentes e discentes trabalhando numa forma interdisciplinar

28 Movimentação no sistema das universidades federais muitas novas Universidades e o debate Universidade Nova muitas novas Universidades e o debate Universidade Nova muitas universidades tornam-se multicampi e precisam rever suas estruturas acadêmicas – o modelo antigo já não serve mais muitas universidades tornam-se multicampi e precisam rever suas estruturas acadêmicas – o modelo antigo já não serve mais a expansão de cursos observada no REUNI foi disciplinar, sem muita inovação a expansão de cursos observada no REUNI foi disciplinar, sem muita inovação iniciativas interdisciplinares esbarram na estrutura departamental das universidades -o corpo docente já se movimenta iniciativas interdisciplinares esbarram na estrutura departamental das universidades -o corpo docente já se movimenta estudantes já percebem a necessidade de uma estrutura acadêmica que favoreça a interdisciplinaridade estudantes já percebem a necessidade de uma estrutura acadêmica que favoreça a interdisciplinaridade

29 A UnB de 2007

30 Proposta de re-visita ao Plano Orientador da UnB Proposta aprovada no REUNI: Reorganização pedagógica, acadêmica e da arquitetura curricular; Reorganização pedagógica, acadêmica e da arquitetura curricular; Formação superior acadêmica e tecnológica em dois ciclos: Formação superior acadêmica e tecnológica em dois ciclos: Bacharelados em grandes áreas (BGA): 3 anos Bacharelados em grandes áreas (BGA): 3 anos Licenciaturas e Bacharelados Acadêmicos ou Profissionais: BGA + um ou mais anos. Licenciaturas e Bacharelados Acadêmicos ou Profissionais: BGA + um ou mais anos.

31 Princípios norteadores e bases para a proposta Democratização do acesso à formação universitária de qualidade, pública e gratuita; Democratização do acesso à formação universitária de qualidade, pública e gratuita; Ampliação de políticas de inclusão e assistência estudantil; Ampliação de políticas de inclusão e assistência estudantil; Formação para a prática da cidadania ativa; Formação para a prática da cidadania ativa; Integração de valores culturais humanísticos, científicos, artísticos e tecnológicos; Integração de valores culturais humanísticos, científicos, artísticos e tecnológicos; Desenvolvimento do pensamento reflexivo, crítico e transformador; Desenvolvimento do pensamento reflexivo, crítico e transformador; Desenvolvimento da autonomia e da motivação para o aprendizado ao longo da vida; Desenvolvimento da autonomia e da motivação para o aprendizado ao longo da vida; Formação acadêmica e profissional de largo espectro em variados campos do conhecimento; Formação acadêmica e profissional de largo espectro em variados campos do conhecimento;

32 Princípios norteadores e bases para a proposta Incorporação de práticas de pesquisa e extensão na formação de graduação; Incorporação de práticas de pesquisa e extensão na formação de graduação; Abordagem multidisciplinar; Abordagem multidisciplinar; Articulação da educação superior com o ensino médio; Articulação da educação superior com o ensino médio; Flexibilização da arquitetura curricular propícia à criação de trajetórias acadêmicas diversificadas, incluindo aquelas não voltadas à profissionalização precoce; Flexibilização da arquitetura curricular propícia à criação de trajetórias acadêmicas diversificadas, incluindo aquelas não voltadas à profissionalização precoce; Aperfeiçoamento da estrutura acadêmica e aprimoramento de metodologias de ensino- aprendizagem; Aperfeiçoamento da estrutura acadêmica e aprimoramento de metodologias de ensino- aprendizagem; Incentivo à mobilidade estudantil entre cursos e instituições. Incentivo à mobilidade estudantil entre cursos e instituições.

33 Elementos da Proposta

34 Reestruturação pedagógica e acadêmica Processo ensino-aprendizagem centrado no estudante Processo ensino-aprendizagem centrado no estudante Organização dos créditos como atividades realizadas pelos estudantes: Organização dos créditos como atividades realizadas pelos estudantes: aulas, práticas, estudos orientados, extensão, pesquisa, seminários, atividades na comunidade, apoio à docência, atividades complementares, etc aulas, práticas, estudos orientados, extensão, pesquisa, seminários, atividades na comunidade, apoio à docência, atividades complementares, etc Períodos letivos: Períodos letivos: anual, semestral, trimestral ? anual, semestral, trimestral ? Re-pactuação entre as unidades acadêmicas para se ter as unidades curriculares necessárias às formações para os vários diplomas da UnB Re-pactuação entre as unidades acadêmicas para se ter as unidades curriculares necessárias às formações para os vários diplomas da UnB

35 Reestruturação pedagógica e acadêmica Alguns tipos de atividades didáticas: Aulas expositivas, aulas práticas, seminários, estudos orientados, extensão e atividades na comunidade, pesquisa, etc Alguns tipos de atividades didáticas: Aulas expositivas, aulas práticas, seminários, estudos orientados, extensão e atividades na comunidade, pesquisa, etc Avaliação de desempenho acadêmico (avaliação formativa processual e bancos de questões para múltiplas turmas de uma mesma unidade curricular) Avaliação de desempenho acadêmico (avaliação formativa processual e bancos de questões para múltiplas turmas de uma mesma unidade curricular) Reorganização da docência: professores, tutores, monitores Reorganização da docência: professores, tutores, monitores

36 Reestruturação pedagógica e acadêmica Criação de Núcleo de Orientação, Acompanhamento e Apoio Estudantil Criação de Núcleo de Orientação, Acompanhamento e Apoio Estudantil Instituição de programas de auxílio à permanência estudantil Instituição de programas de auxílio à permanência estudantil Validação e concessão de créditos para conhecimentos adquiridos anteriormente (cf. LDB/96) Validação e concessão de créditos para conhecimentos adquiridos anteriormente (cf. LDB/96) Avaliação para verificação e validação de competências adquiridas (proficiência) Avaliação para verificação e validação de competências adquiridas (proficiência) Mobilidade estudantil entre cursos, campi, instituições e países ( sistema de créditos + acreditação) Mobilidade estudantil entre cursos, campi, instituições e países ( sistema de créditos + acreditação)

37 Reestruturação pedagógica e acadêmica Construção, reestruturação, modernização, equipamento de salas de aula, laboratórios e espaços de aprendizagem (bibliotecas, salas de estudo e acesso à internet, etc) Construção, reestruturação, modernização, equipamento de salas de aula, laboratórios e espaços de aprendizagem (bibliotecas, salas de estudo e acesso à internet, etc) Núcleo de Apoio Pedagógico para formação docente em tecnologias e práticas pedagógicas para o ensino superior Núcleo de Apoio Pedagógico para formação docente em tecnologias e práticas pedagógicas para o ensino superior Centros de desenvolvimento de competências e habilidades específicas: Línguas estrangeiras, língua Portuguesa, informática, etc Centros de desenvolvimento de competências e habilidades específicas: Línguas estrangeiras, língua Portuguesa, informática, etc

38 Definição de nova política de organização curricular Organização curricular: Cada curso dividido em um conjunto de sub-áreas e créditos contabilizados em cada sub-área, de acordo com a especificidade do curso Organização curricular: Cada curso dividido em um conjunto de sub-áreas e créditos contabilizados em cada sub-área, de acordo com a especificidade do curso Modelo de formação por objetivos Modelo de formação por objetivos Objetivos formativos baseados em acúmulo de créditos nas diversas áreas de um curso Objetivos formativos baseados em acúmulo de créditos nas diversas áreas de um curso Desenvolvimento de competências e habilidades Desenvolvimento de competências e habilidades Estrutura curricular flexível Estrutura curricular flexível Várias trajetórias para um mesmo diploma Várias trajetórias para um mesmo diploma

39 Definição de nova política de organização curricular Organização curricular: Cada curso dividido em um conjunto de sub-áreas e créditos contabilizados em cada sub-área, de acordo com a especificidade do curso Organização curricular: Cada curso dividido em um conjunto de sub-áreas e créditos contabilizados em cada sub-área, de acordo com a especificidade do curso Modelo de formação por objetivos Modelo de formação por objetivos Objetivos formativos baseados em acúmulo de créditos nas diversas áreas de um curso Objetivos formativos baseados em acúmulo de créditos nas diversas áreas de um curso Desenvolvimento de competências e habilidades Desenvolvimento de competências e habilidades Estrutura curricular flexível Estrutura curricular flexível Várias trajetórias para um mesmo diploma Várias trajetórias para um mesmo diploma

40 Criação de 4 Cursos de Bacharelados em Grandes Áreas – BGAs Formação para prática da cidadania ativa, do desenvolvimento cultural, artístico, científico Formação acadêmica sólida e desenvolvimento de competências e habilidades relacionadas a uma grande área do conhecimento Duração aproximada: três anos Bacharelado s em Grandes Áreas Características: Diploma de Bacharel em: Ciências da Vida, Ciências Humanas e Sociais, Ciências Exatas e Tecnologias, Letras e Artes …

41 Cursos de Bacharelado em uma Grande Área - BGA Requisitos: Acúmulo de um número majoritário de créditos em uma grande área (ex.: 55% Créditos_em_área 75% ) Acúmulo de créditos em todas as grandes áreas (Ciências da Vida, Ciências Exatas e Tecnologias, Ciências Humanas e Sociais, Letras e Artes) Créditos em: unidades curriculares com os desafios epistêmicos das áreas, unidades curriculares sobre grandes problemas, unidades curriculares específicas Desenvolvimento das qualidades e competências fundamentais necessárias no mundo do trabalho, independente da área profissional Bacharelado s em Grandes Áreas

42 Licenciatura/ bacharelado/ Profissional – etapa final Licenciatura/ bacharelado/ Profissional – etapa inicial Definir equivalências entre as etapas iniciais das licenciaturas e bacharelados e os BGAs Bacharelado em Grandes Áreas Equivalências entre unidades curriculares dos BGAs e disciplinas dos cursos específicos Quatro BGAs Vários cursos específicos

43 UnB Implementação da arquitetura de formação proposta para a graduação Ensino médio/ técnico Bacharelad o em Grandes Áreas Diploma de Licenciado ou Bacharel ou Profissional em cursos específicos Diploma de Bacharel em: Ciências da Vida, Ciências Exatas e Tecnologias, Ciências Humanas e Sociais, Letras e Artes … Processo seletivo Licenciatura/ bacharelado / Profissional

44 UnB Implementação da arquitetura de formação proposta para a graduação Ensino médio/ técnico Bacharelad o em Grandes Áreas Diploma de Licenciado ou Bacharel ou Profissional em cursos específicos Diploma de Bacharel em: Ciências da Vida, Ciências Exatas e Tecnologias, Ciências Humanas e Sociais, Letras e Artes … Processo seletivo Licenciatura/ bacharelado / Profissional

45 UnB Implementação da arquitetura de formação proposta para a graduação Ensino médio/ técnico Licenciatur a/ bacharelad o - etapa final Bacharelad o em Grandes Áreas Diploma de Licenciado ou Bacharel ou Profissional em cursos específicos Diploma de Bacharel em: Ciências da Vida, Ciências Exatas e Tecnologias, Ciências Humanas e Sociais, Letras e Artes … Processo seletivo Licenciatur a/ bacharelad o – etapa inicial

46 UnB Implementação da arquitetura de formação proposta para a graduação Ensino médio/ técnico Licenciatur a/ bacharelad o - etapa final Bacharelad o em Grandes Áreas Diploma de Licenciado ou Bacharel ou Profissional em cursos específicos Diploma de Bacharel em: Ciências da Vida, Ciências Exatas e Tecnologias, Ciências Humanas e Sociais, Letras e Artes … Processo seletivo Licenciatur a/ bacharelad o – etapa inicial

47 Revigoramento pedagógico e acadêmico Processo ensino-aprendizagem centrado no estudante Processo ensino-aprendizagem centrado no estudante Organização dos créditos como atividades realizadas pelos estudantes: Organização dos créditos como atividades realizadas pelos estudantes: aulas, práticas, estudos orientados, extensão, pesquisa, seminários, atividades na comunidade, apoio à docência, atividades complementares, etc aulas, práticas, estudos orientados, extensão, pesquisa, seminários, atividades na comunidade, apoio à docência, atividades complementares, etc Re-pactuação entre as unidades acadêmicas para se ter as disciplinas necessárias, em quantidade e qualidade, às formações para os vários diplomas da UnB Re-pactuação entre as unidades acadêmicas para se ter as disciplinas necessárias, em quantidade e qualidade, às formações para os vários diplomas da UnB

48 Revigoramento pedagógico e acadêmico Alguns tipos de atividades didáticas: Alguns tipos de atividades didáticas: Aulas expositivas, Aulas expositivas, aulas práticas, aulas práticas, seminários, estudos orientados, seminários, estudos orientados, extensão e atividades na comunidade, extensão e atividades na comunidade, pesquisa, etc pesquisa, etc Reorganização da docência: professores, tutores, monitores Reorganização da docência: professores, tutores, monitores

49 Revigoramento pedagógico e acadêmico Criação de Núcleo de Orientação, Acompanhamento e Apoio Estudantil Criação de Núcleo de Orientação, Acompanhamento e Apoio Estudantil Instituição de programas de auxílio à permanência estudantil Instituição de programas de auxílio à permanência estudantil Validação e concessão de créditos para conhecimentos adquiridos anteriormente (cf. LDB/96) Validação e concessão de créditos para conhecimentos adquiridos anteriormente (cf. LDB/96) Avaliação para verificação e validação de competências adquiridas (proficiência) Avaliação para verificação e validação de competências adquiridas (proficiência) Mobilidade estudantil entre cursos, campi, instituições e países ( sistema de créditos + acreditação) Mobilidade estudantil entre cursos, campi, instituições e países ( sistema de créditos + acreditação)

50 Revigoramento pedagógico e acadêmico Construção, reestruturação, modernização, equipamento de salas de aula, laboratórios e espaços de aprendizagem (bibliotecas, salas de estudo e acesso à internet, etc) Construção, reestruturação, modernização, equipamento de salas de aula, laboratórios e espaços de aprendizagem (bibliotecas, salas de estudo e acesso à internet, etc) Núcleo de Apoio à Docência para formação docente em tecnologias e práticas pedagógicas para o ensino superior Núcleo de Apoio à Docência para formação docente em tecnologias e práticas pedagógicas para o ensino superior Centros de desenvolvimento de competências e habilidades específicas: Línguas estrangeiras, língua Portuguesa, informática, etc Centros de desenvolvimento de competências e habilidades específicas: Línguas estrangeiras, língua Portuguesa, informática, etc

51 Programa de Expansão UnB: Planaltina, Ceilândia e Gama Planaltina: 480 vagas anuais em 4 cursos: Planaltina: 480 vagas anuais em 4 cursos: Licenciatura em Ciências Naturais Licenciatura em Ciências Naturais Gestão do Agronegócio Gestão do Agronegócio Gestão Ambiental Gestão Ambiental Licenciatura em Educação do Campo Licenciatura em Educação do Campo Ceilândia: 480 vagas anuais em 6 cursos: Ceilândia: 480 vagas anuais em 6 cursos: Bacharelado em Ciências da Saúde Bacharelado em Ciências da Saúde Enfermagem Enfermagem Farmácia Farmácia Gestão da Saúde Pública Gestão da Saúde Pública Fisioterapia Fisioterapia Terapia Ocopacional Terapia Ocopacional Gama: 480 vagas anuais em 5 cursos: Gama: 480 vagas anuais em 5 cursos: Bacharelado em Ciências Exatas e Tecnologia Bacharelado em Ciências Exatas e Tecnologia Engenharia de Software Engenharia de Software Engenharia Eletrônica Engenharia Eletrônica Engenharia de Energias Engenharia de Energias Engenharia Automotiva Engenharia Automotiva

52 Sistema UnB no Distrito Federal Câmpus Câmpus Darcy Ribeiro (Central) Darcy Ribeiro (Central) Norte (Planaltina) Norte (Planaltina) Sul (Gama) Sul (Gama) Oeste (Ceilândia) Oeste (Ceilândia) Pólos Brazlândia (Oeste) Paranoá / Itapoã (Centro) Sobradinho (Norte) Guará (Centro) São Sebastião (Centro) Santa Maria (Sul) Recanto das Emas / Riacho Fundo (Oeste)

53 Sistema UnB no Distrito Federal Câmpus Câmpus BGAs + bacharelados, licenciaturas específicas, pesquisa, mestrado e doutorado BGAs + bacharelados, licenciaturas específicas, pesquisa, mestrado e doutorado Infra-estrutura física e equipamentos complexos típicos de um câmpus universitário Infra-estrutura física e equipamentos complexos típicos de um câmpus universitário Cursos regulares de graduação e de pós- graduação, além de atividades de pesquisa e extensão Cursos regulares de graduação e de pós- graduação, além de atividades de pesquisa e extensão

54 Sistema UnB no Distrito Federal Pólos Pólos Cursos de graduação EAD - UAB Cursos de graduação EAD - UAB unidades de ensino e extensão unidades de ensino e extensão ponto de contato mais próximo da universidade com a comunidade ponto de contato mais próximo da universidade com a comunidade unidades dependentes de um câmpus específico unidades dependentes de um câmpus específico bibliotecas, auditório, laboratórios (quando necessário) e ambiente de convivência bibliotecas, auditório, laboratórios (quando necessário) e ambiente de convivência turmas eventuais de cursos de graduação (presencial e EAD) turmas eventuais de cursos de graduação (presencial e EAD) atividades: aulas, acompanhamento pedagógico, apoio a estudantes da educação básica, cultura e extensão atividades: aulas, acompanhamento pedagógico, apoio a estudantes da educação básica, cultura e extensão

55 Sistema UnB Mobilidade Mobilidade Câmpus A Pólo x Câmpus B Pólo y

56

57 A UFBA Nova

58 Bacharelados Interdisciplinares Mestra- dos Profis- sionais Licencia- turas Cursos Profissionais Douto- rados Mestra- dos Acadê- micos Arquitetura Curricular da Universidade Nova

59 Bacharelado Interdisciplinar (BI): Curso de formação universitária interdisciplinar, geral e propedêutica Duração: 6 semestres (9 quadrimestres) Requisito para: a) formação profissional de graduação b) formação científica ou artística de pós- graduação.

60 Bacharelado Interdisciplinar em Artes Artes Visuais, Teatro, Dança, Música, Cinema e Vídeo Bacharelado Interdisciplinar em Humanidades Letras, Filosofia, Educação, Comunicação, Ciências Humanas Bacharelado Interdisciplinar em Ciências Ciências Exatas, Ciências da Matéria, Ciências da Terra, Ciências da Vida, Ciências da Saúde, Ciências Sociais Aplicadas

61 Formação Geral: Eixos Básicos: Língua Portuguesa como Leitura do Mundo Língua Portuguesa como Leitura do Mundo Línguas Estrangeiras Modernas (Espanhol, Francês, Inglês, Alemão) Línguas Estrangeiras Modernas (Espanhol, Francês, Inglês, Alemão) Estudos da Contemporaneidade Estudos da Contemporaneidade Eixos Interdisciplinares: Cultura Humanística Cultura Humanística Cultura Artística Cultura Artística Cultura Científica Cultura Científica (Conceito de interdisciplinas) Eixo Integrador Seminários Interdisciplinares Atividades em Comunidade Formação Específica: componentes totalmente optativos (mínimo: 08; máximo: 20) Componentes Curriculares do Bacharelado Interdisciplinar :

62 Estrutura Curricular dos Bacharelados Interdisciplinares CH Cultura Humanística Ano I EB1- Língua Portuguesa – 3 blocos semestrais EB2- Língua Estrangeira Moderna – 4 blocos Ano IIAno III Eixo Integrador (Seminários Interdisciplinares; ACC) FE1* FE2 * FE3 EB3- Estudos da Contemporaneidade – 3 blocos FE1 0 FE 9 FE1 3 FE11 FE17 FE1 5 FE16 FE8 FE12 FE18 FE20 FE19 CA Cultura Artística CC Cultura Científica Cursos de Tecnólogo * Componentes curriculares de orientação profissional FE6 FE4 FE5 FE7

63 Processos Seletivos: Para entrar no BI Regulação do ingresso em vez de seleção/exclusão Teste Geral de Capacidade & Potencial (Novo ENEM?) Para entrar no BI Regulação do ingresso em vez de seleção/exclusão Teste Geral de Capacidade & Potencial (Novo ENEM?) Do BI para carreiras profissionais (Processos específicos para cada carreira profissional) Do BI para carreiras profissionais (Processos específicos para cada carreira profissional) Desempenho médio nos módulos do BI Desempenho médio nos módulos do BI Desempenho em trajetórias pré-profissionais na FE do BI Desempenho em trajetórias pré-profissionais na FE do BI Exame de Avaliação Seriada a cada ano do BI Exame de Avaliação Seriada a cada ano do BI Seminário/workshop aptidão/vocação Seminário/workshop aptidão/vocação Teste de conhecimento dos cursos básicos de cada carreira profissional Teste de conhecimento dos cursos básicos de cada carreira profissional

64 Prosseguimento da formação profissional: Prosseguimento da formação profissional: Licenciaturas Licenciaturas mais 1 a 2 anos de formação específica, incorporando créditos dos módulos FG e FE, habilita egresso a lecionar no ensino básico Carreiras profissionais de média duração (ex. Arquitetura, Administração, Geologia) Carreiras profissionais de média duração (ex. Arquitetura, Administração, Geologia) mais 2 a 3 anos de formação específica, incorporando créditos dos módulos FG e FE Carreiras profissionais de longa duração (ex. Direito, Odontologia, Medicina) Carreiras profissionais de longa duração (ex. Direito, Odontologia, Medicina) mais 3 a 4 anos de formação específica, incorporando créditos dos módulos FG e FE

65 UFABC O projeto acadêmico Luiz Bevilacqua Agosto 2008

66 Um Mundo Complexo Ciências da Natureza, Ciências Sociais, Humanidades Matemática Modelagem Simulação Representação INTERDISCIPLINARIDADE SISTEMAS COMPLEXOS Tecnologias

67 Colapso das Barreiras Mecânica Elétrica Civil Materiais Física Química Biologia NOVA CIÊNCIA - INTERDISCIPLINARIDADE COMPUTAÇÃO, SIMULAÇÃO, MODELAGEM

68 Formação para o Futuro Revisão da estrutura de conteúdos: 100 anos de ciência Revisão da estrutura de conteúdos: 100 anos de ciência Ênfase na formação básica: menor obsolescência Ênfase na formação básica: menor obsolescência Liberdade de trajetórias: novos perfís profissionais Liberdade de trajetórias: novos perfís profissionais Eliminar barreiras: interdisciplinaridade Eliminar barreiras: interdisciplinaridade

69 A Proposta da UFABC Eliminar departamentos Eliminar departamentos Reorganizar o recorte do conhecimento científico Reorganizar o recorte do conhecimento científico Instituir disciplinas com conteúdos abertos sob a coordenação da pro-Grad. Instituir disciplinas com conteúdos abertos sob a coordenação da pro-Grad. Maior liberdade na composição do currículo Maior liberdade na composição do currículo Admissão á Universidade Admissão á Universidade

70 Os Centros Centro de Ciências da Natureza e Humanidades. A descoberta. Centro de Ciências da Natureza e Humanidades. A descoberta. Centro de Matemática, Computação e Cognição. A crítica. Centro de Matemática, Computação e Cognição. A crítica. Centro de Engenharia, Modelagem e Ciências Sociais Aplicadas. A invenção. Centro de Engenharia, Modelagem e Ciências Sociais Aplicadas. A invenção.

71 O Novo Recorte Estrutura da Matéria Estrutura da Matéria Energia Energia Processos de Transformação Processos de Transformação Informação e Comunicação Informação e Comunicação Representação e Simulação Representação e Simulação Humanidades Humanidades

72 Formação Básica Cerca de 45% dos créditos obrigatórios Cerca de 45% dos créditos obrigatórios Cerca de 30% dos créditos selecionados dentre as disciplinas BCT (Conteúdo dinâmico) Cerca de 30% dos créditos selecionados dentre as disciplinas BCT (Conteúdo dinâmico) Cerca de 25% livres Cerca de 25% livres

73 Uma Experiência Bem Sucedida Base Experimental das Ciências Naturais Base Experimental das Ciências Naturais Essencialmente Experimental: mão na massa Essencialmente Experimental: mão na massa Disciplina do primeiro trimestre: exige criatividade e dedicação Disciplina do primeiro trimestre: exige criatividade e dedicação Apresentação de poster num simpósio de fim de curso: interação com a sociedade e exercício de exposição Apresentação de poster num simpósio de fim de curso: interação com a sociedade e exercício de exposição

74 Exemplos de Disciplinas do BCT ( sob coordenação da Pro-Grad) Dinâmica de sistemas complexos; Dinâmica de sistemas complexos; Estados limite de sistemas naturais; Estados limite de sistemas naturais; Lógica, cognição e computação; Lógica, cognição e computação; Filosofia da Ciência; Filosofia da Ciência; Modelagem de Sistemas; Modelagem de Sistemas; Introdução à Teoria dos Jogos; Introdução à Teoria dos Jogos; Teoria dos Jogos e Evolução; Teoria dos Jogos e Evolução; Filosofia da Religião. Filosofia da Religião. Princípios de Mecânica Quantica. Princípios de Mecânica Quantica. Biologia da Célula. Biologia da Célula. Introdução à Genética. Introdução à Genética.

75 As Trajetórias

76 Flexibilidade e Competição BCT Competição pelos melhores alunos: Engenharias vs. Ciências da Natureza vs. Matemática e Computação Engenharia Ciências da Natureza Matemática e Computação Engenharia Ciências da Natureza Matemática e Computação

77 Os Cursos Ciências da Natureza Ciências da Natureza Matemática Matemática Computação Computação Engenharias Engenharias Engenharia de Materiais Engenharia de Materiais Engenharia de Gestão Engenharia de Gestão Engenharia de Instrumentação, Automação e Controle Engenharia de Instrumentação, Automação e Controle Bioengenharia Bioengenharia Engenharia Ambiental -Engenharia Urbana Engenharia Ambiental -Engenharia Urbana Engenharia de Informação Engenharia de Informação Engenharia de Energia Engenharia de Energia Engenharia Aero-espacial Engenharia Aero-espacial Acadêmico versus Profissional

78 Mobilidade de Estudantes e Professores Intercâmbio de Estudantes: Graduação e Pós-graduação Intercâmbio de Estudantes: Graduação e Pós-graduação Intercâmbio de Professores: Universidades e Empresas Intercâmbio de Professores: Universidades e Empresas Professores Conferencistas nos temas profissionais Professores Conferencistas nos temas profissionais

79 Educar Estimular a criatividade – Mais estudo e menos aula – Pensar Estimular a criatividade – Mais estudo e menos aula – Pensar Conquistar auto-confiança – Ousar e reduzir a aversão ao risco Conquistar auto-confiança – Ousar e reduzir a aversão ao risco Tomar decisões e ter iniciativas – Menos queixas e mais soluções Tomar decisões e ter iniciativas – Menos queixas e mais soluções

80 Em Construção Docentes 157 todos doutores Docentes 157 todos doutores Funcionários técnicos e administrativos Funcionários técnicos e administrativos Alunos 1000 alunos Alunos 1000 alunos Infra-estrutura Infra-estrutura Espaço físico Espaço físico Equipamentos Equipamentos INSTITUTO DE COGNIÇÃO E SISTEMAS COMPLEXOS

81 Missão Ensino- Para o trabalho e conquista da liberdade Ensino- Para o trabalho e conquista da liberdade Pesquisa- Básica e aplicada sempre original Pesquisa- Básica e aplicada sempre original Extensão- Para abrir as portas do mundo da inteligência – Ciência e Arte Extensão- Para abrir as portas do mundo da inteligência – Ciência e Arte Regional versus Universal

82 Alguns Nós Legislação Legislação Autonomia Administrativa e Financeira Autonomia Administrativa e Financeira Desvalorização de outras missões do Ensino Superior Desvalorização de outras missões do Ensino Superior Universidade, Elitismo, Inclusão e Avaliação. Universidade, Elitismo, Inclusão e Avaliação. TCU, CGU e futuros XXU TCU, CGU e futuros XXU A Torre de Marfim e a Extensão A Torre de Marfim e a Extensão

83 Programa de Pós- Graduação MestradoDoutoradoTotalEspeciaisDocentes Ciência e Tecnologia / Química Energia Engenharia da Informação Física Matemática Aplicada Nanociências e Materiais Avançados Totais PÓS-GRADUAÇÃO

84 Matemática Aplicada– Linhas de pesquisa Álgebra Álgebra Biomatemática Biomatemática Física-matemática Física-matemática Sistemas Dinâmicos Sistemas Dinâmicos Geometria e Topologia Geometria e Topologia Probabilidade Probabilidade Corpo Docente 24 Corpo Docente 24 Pós-Doc e Visitantes: 1 Pós-Doc e Visitantes: 1 Discentes 18 Discentes 18

85 Engenharia da Informação- Linhas de Pesquisa Redes de Informação : Redes de Comunicação e Segurança da Informação. Redes de Informação : Redes de Comunicação e Segurança da Informação. Redes de InformaçãoRedes de ComunicaçãoSegurança da Informação Redes de InformaçãoRedes de ComunicaçãoSegurança da Informação Processamento Multimídia: Processamento de Sinais Áudio-Visuais e Processamento de Sinais em Comunicações. Processamento Multimídia: Processamento de Sinais Áudio-Visuais e Processamento de Sinais em Comunicações. Processamento MultimídiaProcessamento de Sinais Áudio-VisuaisProcessamento de Sinais em Comunicações Processamento MultimídiaProcessamento de Sinais Áudio-VisuaisProcessamento de Sinais em Comunicações Sistemas Inteligentes:Inteligência Artificial e Inteligência Social. Sistemas Inteligentes:Inteligência Artificial e Inteligência Social. Sistemas InteligentesInteligência Artificial Inteligência Social Sistemas InteligentesInteligência Artificial Inteligência Social Corpo Docente 27 Corpo Docente 27 Pós-Doc e Visitantes: 1 Pós-Doc e Visitantes: 1 Discentes 13 Discentes 13

86 Energia- Linhas de Pesquisa Ambiente e Sociedade Ambiente e Sociedade Planejamento e Operação de Sistemas de Energia Planejamento e Operação de Sistemas de Energia Tecnologia, Engenharia e Modelagem. Tecnologia, Engenharia e Modelagem. Corpo Docente: 19 Corpo Docente: 19 Pós-Doc e Visitantes: Pós-Doc e Visitantes: Discentes: 46 Discentes: 46

87 FÍSICA -Linhas de Pesquisa Física da Matéria Condensada Física da Matéria Condensada Física da Matéria Condensada Física da Matéria Condensada Física das Partículas Elementares e de Campos Física das Partículas Elementares e de Campos Física das Partículas Elementares e de Campos Física das Partículas Elementares e de Campos Gravitação, Cosmologia e Astrofísica Gravitação, Cosmologia e Astrofísica Gravitação, Cosmologia e Astrofísica Gravitação, Cosmologia e Astrofísica Sistemas Nano-estruturados e Informação Quântica Sistemas Nano-estruturados e Informação Quântica Sistemas Nano-estruturados e Informação Quântica Sistemas Nano-estruturados e Informação Quântica Corpo Docente 19 Corpo Docente 19 Pós-Doc e Visitantes: 5 Pós-Doc e Visitantes: 5 Discentes 20 Discentes 20

88 ORIGENS E ARQUITETOS Carta de Angra Carta de Angra Comitê para Educação Superior da Academia Brasileira de Ciências Comitê para Educação Superior da Academia Brasileira de Ciências Comitê da Estrutura Geral da UFABC Comitê da Estrutura Geral da UFABC Comitê de Detalhamento do projeto pedagógico Comitê de Detalhamento do projeto pedagógico

89 Algumas inovações em implementação em outras universidades Acesso a universidade Acesso a universidade Organização acadêmica Organização acadêmica Concepção e arquitetura curricular Concepção e arquitetura curricular Práticas educativas no ensino superior Práticas educativas no ensino superior

90 Acesso a Universidade UnB UnB UFABC UFABC UFBA UFBA UFRN UFRN UFJF UFJF

91 Organização Acadêmica UFABC UFABC UFRB UFRB UFBA UFBA UFRN UFRN

92 Concepção e arquitetura curricular Formação em ciclos, pode? Formação em ciclos, pode? Serve para que? Serve para que?

93 Concepção e arquitetura curricular UnB UnB UFABC UFABC UFBA UFBA UFJF UFJF UFG UFG UFRN UFRN UFV UFV UFRB UFRB UNIFESP UNIFESP UFAL UFAL......

94 Práticas educativas no ensino superior UFABC UFABC UFBA UFBA......

95 Algumas propostas para reestruturação acadêmica Estruturar equipe pedagógica Estruturar equipe pedagógica Professor ou professores coordenadores Professor ou professores coordenadores Palestrante(s) Palestrante(s) Tutores para atividades dirigidas Tutores para atividades dirigidas Monitores para dúvidas mais diretas Monitores para dúvidas mais diretas Trabalho em grupo Trabalho em grupo Equipe de orientação pedagógica: Equipe de orientação pedagógica: Professores orientadores Professores orientadores Orientação por colegas capacitados Orientação por colegas capacitados Apoio psico-pedagógico e aconselhamento Apoio psico-pedagógico e aconselhamento

96 Algumas propostas para reestruturação acadêmica Centro de Apoio à Docência Centro de Apoio à Docência Apoio sob demanda Apoio sob demanda Capacitação permanente Capacitação permanente Apoio tecnológico Apoio tecnológico Estrutura de tutores e monitores Estrutura de tutores e monitores Sistema de orientação e apoio aos estudantes Sistema de orientação e apoio aos estudantes Coordenação de disciplinas de serviço Coordenação de disciplinas de serviço

97 Algumas propostas para reestruturação acadêmica Enriquecer práticas pedagógicas: Enriquecer práticas pedagógicas: Além da aula expositiva Além da aula expositiva Estudo dirigido Estudo dirigido Trabalho de grupo Trabalho de grupo Estudo em rede + orientação Estudo em rede + orientação Menos horas-aula Menos horas-aula Aulas de menor duração Aulas de menor duração Menos encontros semanais Menos encontros semanais Maior estruturação das disciplinas Maior estruturação das disciplinas

98 Obrigado!

99 Pessoas de 23 anos ou mais de idade trabalhando em área correspondente à formação, Brasil 2000 Edson Nunes Fonte: Tabulação do Observatório Universitário com os microdados do Censo Demográfico de 2000 do IBGE

100 Rendimento médio mensal (R$) em todos os trabalhos, segundo o grupo etário e o nível de instrução, Brasil 2000 – Edson Nunes Fonte: Tabulação do Observatório Universitário com os microdados do Censo Demográfico de 2000 do IBGE


Carregar ppt "Inovações Acadêmicas propostas no sistema de universidades federais: as engenharias Prof.Murilo Silva de Camargo UnB/UFBA/UFRB/SESu-MEC Florianópolis,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google