A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Administração da Produção - Petrônio Garcia Martins e Fernando Piero Laugeni – Editora Saraiva 5 Layout LOCALIZAÇÃO DA UNIDADE INDUSTRIAL DETERMINAÇÃO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Administração da Produção - Petrônio Garcia Martins e Fernando Piero Laugeni – Editora Saraiva 5 Layout LOCALIZAÇÃO DA UNIDADE INDUSTRIAL DETERMINAÇÃO."— Transcrição da apresentação:

1 Administração da Produção - Petrônio Garcia Martins e Fernando Piero Laugeni – Editora Saraiva 5 Layout LOCALIZAÇÃO DA UNIDADE INDUSTRIAL DETERMINAÇÃO DA CAPACIDADE LAYOUT DA EMPRESA LAYOUT DE EMPRESAS INDUSTRIAIS

2 Administração da Produção - Petrônio Garcia Martins e Fernando Piero Laugeni – Editora Saraiva 5 Layout CAPACIDADE PRODUTIVA DAS MÁQUINAS: P = (unidades/hora.máquina(min; s; dia; ano; etc) TC [hora.máquina(min; s; dia; ano; etc)/unidade] TC A =1,5 minuto.maquina/unidade TC B =0,8 minuto.maquina/unidade TC C =2,2 minuto.maquina/unidade TC D =1,2 minuto.homem/unidade n A =1,5x0,667 --> 1 máquina n B =0,8x0,667 --> 0,53 máquina n C =2,2x0,667 --> 1,47 máquina n D =1,2x0,667 --> 0,80 máquina PROCESSO A 60 unid/h PROCESSO B 40 unid/h PROCESSO C 51 unid/h PROCESSO D 66 unid/h DETERMINAÇÃO DO NÚMERO DE EQUIPAMENTOS

3 Administração da Produção - Petrônio Garcia Martins e Fernando Piero Laugeni – Editora Saraiva 5 Layout TIPOS DE LAYOUT o PROCESSO (OU FUNCIONAL OU JOB SHOP) o EM LINHA (OU POR PRODUTO OU FLOW SHOP) o CELULAR o POSIÇÃO FIXA o COMBINADOS

4 Administração da Produção - Petrônio Garcia Martins e Fernando Piero Laugeni – Editora Saraiva 5 Layout LAYOUT POR PROCESSO (OU FUNCIONAL OU JOB SHOP) FIG. 5.2

5 Administração da Produção - Petrônio Garcia Martins e Fernando Piero Laugeni – Editora Saraiva 5 Layout Pintura Embalagem Jateamento Usinagem Colagem Corte Furadeiras Plaina Layout Orientado por Processo para Job Shops

6 Administração da Produção - Petrônio Garcia Martins e Fernando Piero Laugeni – Editora Saraiva 5 Layout O produto flui através dos processos A-E, na seqüência ditada pelas exigência de montagem do produto. AE D BCB E D ACE AB D BC LAYOUT EM LINHA (OU POR PRODUTO OU FLOW SHOP)

7 Administração da Produção - Petrônio Garcia Martins e Fernando Piero Laugeni – Editora Saraiva 5 Layout LAYOUT CELULAR FIG. 5.4

8 Administração da Produção - Petrônio Garcia Martins e Fernando Piero Laugeni – Editora Saraiva 5 Layout Manufatura Celular Célula ACélula B Plaina Pintura Célula C

9 Administração da Produção - Petrônio Garcia Martins e Fernando Piero Laugeni – Editora Saraiva 5 Layout o Projeto o Job Shop o Flow Shop Lotes Linha de Montagem Fluxo Contínuo o Manufatura Celular Alternativas de Processos e de Layout

10 Administração da Produção - Petrônio Garcia Martins e Fernando Piero Laugeni – Editora Saraiva 5 Layout LAYOUT POR POSIÇÃO FIXA FIG. 5.5

11 Administração da Produção - Petrônio Garcia Martins e Fernando Piero Laugeni – Editora Saraiva 5 Layout LAYOUTS COMBINADOS FIG. 5.6

12 Administração da Produção - Petrônio Garcia Martins e Fernando Piero Laugeni – Editora Saraiva 5 Layout IDENTIFICAÇÃO DO FLUXO DE MATERIAIS FIG. 5.7

13 Administração da Produção - Petrônio Garcia Martins e Fernando Piero Laugeni – Editora Saraiva 5 Layout IDENTIFICAÇÃO DO FLUXO DE MATERIAIS FIG. 5.8FIG. 5.9

14 Administração da Produção - Petrônio Garcia Martins e Fernando Piero Laugeni – Editora Saraiva 5 Layout Linha de Montagem Seriada (Layout por produto) Estação 1 Minutos por Unidade 6 Estação 2 7 Estação 3 3 O que vai acontecer?

15 Administração da Produção - Petrônio Garcia Martins e Fernando Piero Laugeni – Editora Saraiva 5 Layout Exemplo--Balanceamento de Linha oVocê acabou de ser nomeado para implantar uma linha de montagem seriada de um ventilador, com as seguintes operações: TarefaDuração (min)DescriçãoPrecedência A2Montagem do corpo B1Montagem das botoeirasA C3,25Montagem do compartimento do motor D1,2Montagem do suporte do compartimentoA, C E0,5Colocar pásD F1Montar e colocar protetor de segurançaE G1Colocar o cabo de forçaB H1,4TestarF, G

16 Administração da Produção - Petrônio Garcia Martins e Fernando Piero Laugeni – Editora Saraiva 5 Layout Diagrama de Precedências oQual dos processos define a capacidade máxima de produção? A C B DEF G H

17 Administração da Produção - Petrônio Garcia Martins e Fernando Piero Laugeni – Editora Saraiva 5 Layout O Gargalo Produção máxima = = = 129 unid/dia Tempo disponível TCgargalo 420 min/dia 3,25 min/unid TarefaDuração (min)DescriçãoPrecedência A2Montagem do corpo B1Montagem das botoeirasA C3,25Montagem do compartimento do motor D1,2Montagem do suporte do compartimentoA, C E0,5Colocar pásD F1Montar e colocar protetor de segurançaE G1Colocar o cabo de forçaB H1,4TestarF, G

18 Administração da Produção - Petrônio Garcia Martins e Fernando Piero Laugeni – Editora Saraiva 5 Layout Queremos montar 100 ventiladores por dia O que representa esta figura? Duração do ciclo, TC = Tempo disponível no período Produção requerida TC = = 4,2 min/unid 420 min/dia 100 unid/dia

19 Administração da Produção - Petrônio Garcia Martins e Fernando Piero Laugeni – Editora Saraiva 5 Layout Por que devemos arredondar? Número teórico de Estações (ou Postos) de Trabalho, N t N t = Somatório das durações das operações ( t i ) Duração do Ciclo (TC) N t = = 2,702 --> N r = 3 11,35 min/unid 4,2 min/unid

20 Administração da Produção - Petrônio Garcia Martins e Fernando Piero Laugeni – Editora Saraiva 5 Layout Regra básica para agrupamento das operações AGRUPAR AS OPERAÇÕES DE TAL FORMA QUE O SOMATÓRIO DAS SUAS RESPECTIVAS DURAÇÕES MAIS SE APROXIME DA DURAÇÃO DO CICLO DE MONTAGEM E NÃO SEJA QUEBRADA A SEQÜÊNCIA LÓGICA DA MONTAGEM

21 Administração da Produção - Petrônio Garcia Martins e Fernando Piero Laugeni – Editora Saraiva 5 Layout A C B DEF G H Diagrama de Precedência

22 Administração da Produção - Petrônio Garcia Martins e Fernando Piero Laugeni – Editora Saraiva 5 Layout C ( )=.95 Ocioso =.95 Qual Posto é o Gargalo? Qual a duração real do ciclo? A C B DEF G H D ( )=3 E (3-.5)=2.5 F (2.5-1)=1.5 H ( )=.1 Ocioso =.1 TarefaSucessorTempo (min) A62 C43.25 D31.2 B2 1 E20.5 F11 G1 1 H0 1.4 A (4.2-2=2.2) B (2.2-1=1.2) G (1.2-1=.2) Ocioso =.2 Estação 1Estação 2 Estação 3

23 Administração da Produção - Petrônio Garcia Martins e Fernando Piero Laugeni – Editora Saraiva 5 Layout Eficiência do Balanceamento Eficiência = Somatório das durações das operações ( t i ) Número real de Postos (Nr)xDuração do Ciclo de Montagem (TC) Eficiência = = 0,901 ou 90,1% 11,35 unid/min (3)(4,2 min/unid)

24 Administração da Produção - Petrônio Garcia Martins e Fernando Piero Laugeni – Editora Saraiva 5 Layout EXEMPLO( p ): UM FABRICANTE DE ARMÁRIOS ESTRUTUROU A LINHA DE MONTAGEM A PARTIR DE PARTES PRÉ-FABRICADAS E QUE DEVE PRODUZIR 6 ARMÁRIOS POR HORA. A FIG. ABAIXO REPRESENTA A SEQÜÊNCIA DAS OPERAÇÕES COM OS TEMPOS EM MINUTOS. CADA OPERADOR TRABALHA 48 MINUTOS POR HORA. DETERMINAR: a) O TEMPO DE CICLO b) O NÚMERO TEÓRICO DE OPERADORES c) A DISTRIBUIÇÃO DO TRABALHO E O NÚMERO REAL DE OPERADORES d) A EFICIÊNCIA DO BALANCEAMENTO A B C DE 4,4 0,8 3,5 7,014,6

25 Administração da Produção - Petrônio Garcia Martins e Fernando Piero Laugeni – Editora Saraiva 5 Layout t i = 4,4+0,8+3,5+7,0+14,6 --> 30,3 min. TC = = 8 min/unid. 48 min/h 6 unid/h TC < 14,6 ??USAR 2 OPERADORES PARA A OPERAÇÃO E Nt = = 3,79 postos ---> 4 postos 30,3 min A B C DE 4,4 0,8 3,5 7,014,6

26 Administração da Produção - Petrônio Garcia Martins e Fernando Piero Laugeni – Editora Saraiva 5 Layout Sem Fluxo Fluxo descontínuo Misturado com Fluxos Dominantes Line Flow Contínuo ou Automático Projeto Job Shop Lotes Linha Montagem Processo Contínuo Variedade e Volume do Produto Matriz Produto Processo Característica do Processo Baixo Volume- Único Muitos Produtos Baixo Volume Vários Produtos Alto Volume Produto Único Muito altos volumes


Carregar ppt "Administração da Produção - Petrônio Garcia Martins e Fernando Piero Laugeni – Editora Saraiva 5 Layout LOCALIZAÇÃO DA UNIDADE INDUSTRIAL DETERMINAÇÃO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google