A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Negociando neste cenário Francilene Garcia DSC/CEEI/UFCG

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Negociando neste cenário Francilene Garcia DSC/CEEI/UFCG"— Transcrição da apresentação:

1 Negociando neste cenário Francilene Garcia DSC/CEEI/UFCG
Open Innovation Negociando neste cenário Francilene Garcia DSC/CEEI/UFCG

2 Open Innovation Existem cerca de ½ milhão de citações sobre open innovation no Google Na Amazon.com são listados cerca de livros sobre o tema Segundo Henry Chesbrough, "You cannot meet your growth objectives if you ignore all of the smart people out there who aren’t on your payroll."

3 Modelo de inovação aberta
Inovação fechada: foco em idéias internas Inovação aberta: combina idéias internas e externas

4 Uma (nova) tendência Em sintonia com o conceito de Open Innovation, as empresas adotam como alternativa para inovar a internalização de tecnologias desenvolvidas externamente Nesse caso, a empresa define valores “aceitáveis” a serem pagos pela tecnologia com o intuito de auxiliar no processo de negociação A lógica da comercialização nesse caso é semelhante à do processo de negociação para venda dos direitos de explorar economicamente a tecnologia

5 Seu modelo de negócio pode se beneficiar com inovação aberta?
O QUE: é necessário ter clareza sobre o que você espera (requer) de uma parceria. Quais valores estão sendo criados e como os envolvidos irão partilhá-los BUSCA: você sabe onde encontrar as inovações apropriadas? Ou será que a sua estratégia de busca é aleatória, surge num encontro casual com gerentes de negócios? (http://www.ninesigma.com/) ALIANÇA: você tem alguma estratégia para avaliar e negociar suas parcerias?

6 SETE passos (AMG's Alliance Framework)
Objetivos – o que motiva cada parceiro a fazer parte da aliança? Papéis – qual o papel de cada parceiro na aliança? Recursos – o que cada parceiro trará para a aliança? Limitações – quais as fronteiras da aliança para cada um dos parceiros? Modelo de negócio – quem e o que será percebido pelo cliente? Estratégia de exclusividade: os parceiros adotam exclusividade para qualquer mercado, região, num dado período de tempo? Cruzamentos – algum dos parceiros apresenta acordos anteriores, tais como fornecedores ou canais de venda exclusivos que limitem legalmente as ações propostas pela aliança?

7 Foco nos interesses da aliança
Você adota métricas, ferramentas e algum modelo de gestão para avaliação da aliança em torno da inovação aberta? O processo de negociação nessas alianças poderá ser mais complexo cada parceiro tem seus próprios interesses no negócio cada parceiro deve colaborar para o sucesso, indicadores devem ser aplicados para medição de resultados

8 Estudo de Caso: Natura Mercado alvo: fragrâncias, cuidados para pele, protetor solar, cabelos, desodorantes, maquilagens, sabonetes, produtos para o público masculino Participação de mercado em 2006 – 22,1% vendas diretas cobrindo mais de 90% dos municípios brasileiros 718 mil consultoras na América Latina (2007) pilares sustentabilidade: financeiro, social e ambiental Maior centro de manufatura, logística e P&D na América Latina, em Cajamar, São Paulo, Brasil

9 Natura: receita bruta e expansão internacional

10 P&D interno forte e integrado à Inovação...

11 Inovação aberta na Natura

12 Programa Natura Campus inovação tecnológica com ICT’s

13 Política de cooperação (negociação) Natura Campus
Co-titularidade Confidencialidade de resultados Remuneração por exclusividade de uso e impacto da tecnologia Oportunidades de licenciamento para outros mercados

14 Resultados Programa Natura Campus 2007
20% das propostas de projeto recebidas pelo programa foram aprovadas internamente 200 grupos de pesquisa cadastrados no Portal 6500 acessos por mês - Potenciais parcerias ...

15 Resultados da aplicação do modelo de parcerias ICT’s e Empresas

16 Lições já aprendidas na relação ICT-Empresa
Uma colaboração bem sucedida entre ICT-Empresa deve considerar a missão de cada um. Qualquer esforço gerado em condições de conflito com a missão de um dos parceiros pode levar ao insucesso (modelo ganha-ganha) Políticas institucionais e modelos de fomento devem focar na promoção de condições adequadas para as parcerias de longo prazo entre ICTs-Empresas ICTs e empresas devem focar nos benefícios possíveis para cada um, resultantes de colaborações e processos de negociação que assegurem uma pesquisa orientada a resultados

17 Referências e Leituras interessantes
The Point of the Deal: How to Negotiate When Yes Is Not Enough. Mark Gordon, Danny Ertel. Harvard Business School Press. October 23, 2007 Commercializing New Technologies – getting from mind to market. VijayK Jolly. Harvard Business School Press, 1997 Open Innovation. Chesbrough, Henry W. Boston Harvard University Press, 2003


Carregar ppt "Negociando neste cenário Francilene Garcia DSC/CEEI/UFCG"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google