A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Open Innovation Negociando neste cenário Francilene Garcia DSC/CEEI/UFCG.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Open Innovation Negociando neste cenário Francilene Garcia DSC/CEEI/UFCG."— Transcrição da apresentação:

1 Open Innovation Negociando neste cenário Francilene Garcia DSC/CEEI/UFCG

2 Open Innovation Existem cerca de ½ milhão de citações sobre open innovation no Google Na Amazon.com são listados cerca de livros sobre o tema Segundo Henry Chesbrough, "You cannot meet your growth objectives if you ignore all of the smart people out there who arent on your payroll."

3 Modelo de inovação aberta Inovação fechada: foco em idéias internas Inovação aberta: combina idéias internas e externas

4 Uma (nova) tendência Em sintonia com o conceito de Open Innovation, as empresas adotam como alternativa para inovar a internalização de tecnologias desenvolvidas externamente Nesse caso, a empresa define valores aceitáveis a serem pagos pela tecnologia com o intuito de auxiliar no processo de negociação A lógica da comercialização nesse caso é semelhante à do processo de negociação para venda dos direitos de explorar economicamente a tecnologia

5 Seu modelo de negócio pode se beneficiar com inovação aberta? O QUE: é necessário ter clareza sobre o que você espera (requer) de uma parceria. Quais valores estão sendo criados e como os envolvidos irão partilhá-los BUSCA: você sabe onde encontrar as inovações apropriadas? Ou será que a sua estratégia de busca é aleatória, surge num encontro casual com gerentes de negócios? (http://www.ninesigma.com/)http://www.ninesigma.com/ ALIANÇA: você tem alguma estratégia para avaliar e negociar suas parcerias?

6 SETE passos ( AMG's Alliance Framework ) 1.Objetivos – o que motiva cada parceiro a fazer parte da aliança? 2.Papéis – qual o papel de cada parceiro na aliança? 3.Recursos – o que cada parceiro trará para a aliança? 4.Limitações – quais as fronteiras da aliança para cada um dos parceiros? 5.Modelo de negócio – quem e o que será percebido pelo cliente? 6.Estratégia de exclusividade: os parceiros adotam exclusividade para qualquer mercado, região, num dado período de tempo? 7.Cruzamentos – algum dos parceiros apresenta acordos anteriores, tais como fornecedores ou canais de venda exclusivos que limitem legalmente as ações propostas pela aliança?

7 Foco nos interesses da aliança Você adota métricas, ferramentas e algum modelo de gestão para avaliação da aliança em torno da inovação aberta? O processo de negociação nessas alianças poderá ser mais complexo – cada parceiro tem seus próprios interesses no negócio – cada parceiro deve colaborar para o sucesso, indicadores devem ser aplicados para medição de resultados

8 Estudo de Caso: Natura Mercado alvo: fragrâncias, cuidados para pele, protetor solar, cabelos, desodorantes, maquilagens, sabonetes, produtos para o público masculino Participação de mercado em 2006 – 22,1% – vendas diretas cobrindo mais de 90% dos municípios brasileiros – 718 mil consultoras na América Latina (2007) – pilares sustentabilidade: financeiro, social e ambiental Maior centro de manufatura, logística e P&D na América Latina, em Cajamar, São Paulo, Brasil

9 Natura: receita bruta e expansão internacional

10 P&D interno forte e integrado à Inovação...

11 Inovação aberta na Natura

12 Programa Natura Campus inovação tecnológica com ICTs

13 Política de cooperação (negociação) Natura Campus Co-titularidade Confidencialidade de resultados Remuneração por exclusividade de uso e impacto da tecnologia Oportunidades de licenciamento para outros mercados

14 Resultados Programa Natura Campus % das propostas de projeto recebidas pelo programa foram aprovadas internamente 200 grupos de pesquisa cadastrados no Portal 6500 acessos por mês - Potenciais parcerias...

15 Resultados da aplicação do modelo de parcerias ICTs e Empresas

16 Lições já aprendidas na relação ICT- Empresa Uma colaboração bem sucedida entre ICT-Empresa deve considerar a missão de cada um. Qualquer esforço gerado em condições de conflito com a missão de um dos parceiros pode levar ao insucesso (modelo ganha-ganha) Políticas institucionais e modelos de fomento devem focar na promoção de condições adequadas para as parcerias de longo prazo entre ICTs-Empresas ICTs e empresas devem focar nos benefícios possíveis para cada um, resultantes de colaborações e processos de negociação que assegurem uma pesquisa orientada a resultados

17 Referências e Leituras interessantes The Point of the Deal: How to Negotiate When Yes Is Not Enough. Mark Gordon, Danny Ertel. Harvard Business School Press. October 23, 2007 Commercializing New Technologies – getting from mind to market. VijayK Jolly. Harvard Business School Press, 1997 Open Innovation. Chesbrough, Henry W. Boston Harvard University Press, 2003


Carregar ppt "Open Innovation Negociando neste cenário Francilene Garcia DSC/CEEI/UFCG."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google