A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Capítulo 16 – Dinâmica dos Métodos de Avaliação de Investimentos Introdução Decisões de investimento em condições de restrição de capital restrição de.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Capítulo 16 – Dinâmica dos Métodos de Avaliação de Investimentos Introdução Decisões de investimento em condições de restrição de capital restrição de."— Transcrição da apresentação:

1 Capítulo 16 – Dinâmica dos Métodos de Avaliação de Investimentos Introdução Decisões de investimento em condições de restrição de capital restrição de capital Avaliação de projetos com diferentes maturidades e a Avaliação de projetos com diferentes maturidades e a distribuição dos fluxos de caixa no tempo distribuição dos fluxos de caixa no tempo Principais limitações dos métodos de avaliação e decisões conflitantes que podem ocorrer diante de alternativas conflitantes que podem ocorrer diante de alternativas mutuamente excludentes mutuamente excludentes Temas estudados no capítulo:

2 Capítulo 16 – Dinâmica dos Métodos de Avaliação de Investimentos 16.1 Análise Comparativa dos Métodos para um Único Investimento Proporcionar um IL maior ou igual a 1,0 Possuir uma IRR superior à taxa mínima requerida Apresentar NPV positivo ou, no mínimo, igual a zero Um investimento será economicamente atrativo se:

3 Capítulo 16 – Dinâmica dos Métodos de Avaliação de Investimentos 16.1 Análise Comparativa dos Métodos para um Único Investimento Admitindo o seguinte investimento: PERÍODOS (ANOS) ANO 0ANO 1ANO 2ANO 3ANO 4ANO 5 ($ 1.200,00)$ 200,00$ 400,00 $ 600,00 Ao definir em 15% a taxa periódica de atratividade para o investimento, temos:

4 Capítulo 16 – Dinâmica dos Métodos de Avaliação de Investimentos NPV Apresenta um NPV positivo (NPV > 0), indicando retorno em excesso em relação ao ganho exigido IRR A IRR supera a taxa de atratividade definida, revelando rentabilidade acima da mínima requerida para o investimento IL O IL é maior que 1,0, que representa o ponto de corte entre aceitação e rejeição desse método payback O período de payback deve ser comparado com o limite-padrão estabelecido pela empresa 16.1 Análise Comparativa dos Métodos para um Único Investimento O projeto é classificado como economicamente atraente, pois:

5 Capítulo 16 – Dinâmica dos Métodos de Avaliação de Investimentos Desempenho comparativo: NPV e IRR 16.1 Análise Comparativa dos Métodos para um Único Investimento

6 Capítulo 16 – Dinâmica dos Métodos de Avaliação de Investimentos Perfil do NPV e Payback 16.1 Análise Comparativa dos Métodos para um Único Investimento

7 Capítulo 16 – Dinâmica dos Métodos de Avaliação de Investimentos 16.2 Extensões ao Perfil dos Métodos do NPV e IRR Investimento de capital Taxas superiores a 15% produzem NPV negativo, desaconselhando o investimento Tomada de capital emprestado A taxa de 15% representa a taxa mínima que deve ser auferida na aplicação de recursos

8 Capítulo 16 – Dinâmica dos Métodos de Avaliação de Investimentos 16.3 Decisões Conflitantes Pelas escalas dos investimentos Pelas diferentes contribuições dos fluxos de caixa no tempo As razões dessas diferenças são explicadas: NPVIRR Em projetos mutuamente excludentes, os métodos NPV e IRR resultados conflitantes poderão produzir resultados conflitantes para a decisão

9 Capítulo 16 – Dinâmica dos Métodos de Avaliação de Investimentos 16.3 Decisões Conflitantes ALTERNA- TIVAS , , , , ,00B , , , ,00A T 1 ($) BENEFÍCIOS ESPERADOS DE CAIXA INVESTIMENTO INICIAL ($) T 1 ($) Exemplo ilustrativo Alternativas de investimento com taxa de retorno de 20% no período 1,267$ ,1029,7% B 1,272$ ,5035,1% A ILNPVIRR ALTERNATIVAS Aplicando os métodos de análise, temos:

10 Capítulo 16 – Dinâmica dos Métodos de Avaliação de Investimentos 16.3 Decisões Conflitantes Em investimentos de diferentes escalas, o NPV é superior ao IRR O NPV mensura a riqueza do projeto em valores absolutos A IRR é expressa em termos relativos (percentual) Conflito de decisões em projetos mutuamente excludentes

11 Capítulo 16 – Dinâmica dos Métodos de Avaliação de Investimentos ALTERNA- TIVAS , , , , ,00B , , , ,00A T 1 ($) BENEFÍCIOS ESPERADOS DE CAIXA INVESTIMENTO INICIAL ($) T 1 ($) , ,00(10.000,00)(30.000,00)( ,00) Valores incre- mentais (B-A) 16.3 Decisões Conflitantes Análise incremental NPV incremental: NPV incremental: $ ,60 O NPV incremental define a riqueza adicional acrescida pelo investimento B de maior escala

12 Capítulo 16 – Dinâmica dos Métodos de Avaliação de Investimentos 16.3 Decisões Conflitantes Interseção de Fischer É a IRR incremental. Revela a taxa de desconto que produz o mesmo NPV para as duas alternativas de investimento A IRR incremental é obtida por meio da seguinte expressão de cálculo: Resolvendo-se: IRR (r) = 27,0% ao período

13 Capítulo 16 – Dinâmica dos Métodos de Avaliação de Investimentos 16.3 Decisões Conflitantes Para uma taxa de desconto de até 27,0% ao período, o investimento B é preferível a A, apresentando maior riqueza líquida gerada. A partir de 27,0%, o investimento A passa a ser o mais atraente, mantendo essa superioridade até a taxa de 35,1% ao período

14 Capítulo 16 – Dinâmica dos Métodos de Avaliação de Investimentos 16.3 Decisões Conflitantes $ ,00$ ,00$ ,00$ ,00$ ,00E $ ,00 $ ,00 $ ,00 $ ,00A ANO 4 ($)ANO 3 ($)ANO 2 ($)ANO 1 ($) BENEFÍCIOS ESPERADOS DE CAIXA INVESTI- MENTO ALTERNA- TIVAS Seleção de investimentos com mesmo desembolso inicial e diferentes fluxos de caixa no decorrer do tempo $ ,70 31,2%E $ ,90 35,1%A NPV TAXA INTERNA DE RETORNO ALTERNA- TIVAS Definindo em 15% ao período o retorno exigido do investimento, temos:

15 Capítulo 16 – Dinâmica dos Métodos de Avaliação de Investimentos 16.3 Decisões Conflitantes No projeto A, os fluxos de caixa comportam-se de maneira decrescente, enquanto que no projeto E, os resultados de caixa são crescentes O método que apresentar fluxos de caixa decrescentes (investimento A) é levado a determinar a maior IRR e menor NPV

16 Capítulo 16 – Dinâmica dos Métodos de Avaliação de Investimentos 16.3 Decisões Conflitantes A partir de 35,1%, os retornos oferecidos não alcançam a taxa mínima requerida. Para uma taxa entre 24,0% e 35,1%, a situação inverte-se, devendo-se optar pela alternativa A (maior NPV) Para uma taxa inferior a 24,0% a.a., torna-se mais interessante o projeto E, com maior NPV Se os projetos forem mutuamente excludentes...

17 Capítulo 16 – Dinâmica dos Métodos de Avaliação de Investimentos 16.4 Algumas Conclusões Não considera o custo de oportunidade definido pela empresa Dificilmente representa as oportunidades de reaplicação dos fluxos intermediários de caixa É expressa em valores percentuais, o que distorce a avaliação de projetos com diferentes níveis de investimento Críticas ao método da IRR

18 Capítulo 16 – Dinâmica dos Métodos de Avaliação de Investimentos 16.4 Algumas Conclusões $ $ $ $ ($ ) D $ $ $ $ ($ ) C ANO 4ANO 3ANO 2ANO 1 ANO 0 FLUXOS DE CAIXA INVESTI- MENTO 25,4% a.a.1,108$ ,45D 31,8% a.a.1,215$ ,45C IRRILNPV INVESTI- MENTO Considerando os seguintes investimentos com taxa mínima de atratividade de 20% ao período, temos:

19 Capítulo 16 – Dinâmica dos Métodos de Avaliação de Investimentos 16.4 Algumas Conclusões Logo, o investimento C (pelo métodos do IL) é mais atraente pela maior riqueza em relação ao capital aplicado Porém, o investimento D exige um desembolso de capital duas vezes maior que C para produzir o mesmo NPV Pelo método do NPV, os dois investimentos são atraentes, pois produzem o mesmo montante de riqueza Análise dos resultados

20 Capítulo 16 – Dinâmica dos Métodos de Avaliação de Investimentos 16.4 Algumas Conclusões Considerando-se a hipótese de que o investidor possui $ ,00 e apenas os projetos C e D, podemos representar os valores incrementais:

21 Capítulo 16 – Dinâmica dos Métodos de Avaliação de Investimentos 25,4% a.a. 1,108 $ ,45D 31,8% a.a. 1,215 $ ,45C IRR IL NPV PROJETO 20% a.a. 1, D - C 16.4 Algumas Conclusões Os resultados dos métodos de avaliação econômica são: Selecionar o projeto D significa aplicar metade do capital a uma IRR igual a 31,8%, e aplicar a outra metade a uma IRR igual a 20,0%, o que produz um retorno exatamente igual ao mínimo exigido pelo acionista. Assim, a decisão correta é a escolha do projeto D, desprezando o método do IL.

22 Capítulo 16 – Dinâmica dos Métodos de Avaliação de Investimentos 16.5 Decisões de Investimento sob Restrição de Capital Selecionar um conjunto de alternativas de investimentos que maximize os benefícios econômicos para a empresa Evitar o uso parcial de recursos para que não haja ociosidade dos fundos programados para investimentos Em condições onde o capital é limitado por restrições orçamentárias, deve-se:

23 Capítulo 16 – Dinâmica dos Métodos de Avaliação de Investimentos 16.5 Decisões de Investimento sob Restrição de Capital As diferentes escalas de investimento determinam uma subavaliação dos retornos da empresa quando mensurados pelo método da IRR a utilização do método da IRR não garante necessariamente o atendimento da maximização dos benefícios econômicos Em condições onde o capital é limitado por restrições orçamentárias... O que interessa é o resultado econômico agregado, e não a rentabilidade específica de cada proposta de investimento

24 Capítulo 16 – Dinâmica dos Métodos de Avaliação de Investimentos 16.5 Decisões de Investimento sob Restrição de Capital % % % % % Valor do Investimento Necessário Valor Presente dos Benefícios Econômicos Esperados Taxa Interna de Retorno E ($) D ($) C ($) B ($) A ($) ALTERNATIVAS: Suponha-se que uma empresa tenha selecionado cinco propostas de investimentos cujas características essenciais são: Se as propostas forem independentes e os recursos ilimitados, todas poderão ser implementadas

25 Capítulo 16 – Dinâmica dos Métodos de Avaliação de Investimentos 16.5 Decisões de Investimento sob Restrição de Capital produzem Esses três grupos de investimentos são os que produzem o maior retorno econômico o maior retorno econômico para a empresa ABDACEBCDE As combinações ABD, ACE e BCDE são as opções que absorvem todo o orçamento, não restando valores inativos Admitindo-se que a empresa disponha unicamente de $ para investimentos: O grupo que promove a maximização da riqueza é o que maior valor presente líquido apresenta o maior valor presente líquido total

26 Capítulo 16 – Dinâmica dos Métodos de Avaliação de Investimentos 16.5 Decisões de Investimento sob Restrição de Capital GRUPO ABD NPV da Alternativa A : $ – $ = $ NPV da Alternativa B : $ – $ = $ NPV da Alternativa D : $ – $ = $ NPV DO GRUPO ABD : $

27 Capítulo 16 – Dinâmica dos Métodos de Avaliação de Investimentos GRUPO ACE: NPV da Alternativa A : $ – $ = $ NPV da Alternativa C : $ – $ = $ NPV da Alternativa E : $ – $ = $ NPV DO GRUPO ACE : $ Decisões de Investimento sob Restrição de Capital

28 Capítulo 16 – Dinâmica dos Métodos de Avaliação de Investimentos 16.5 Decisões de Investimento sob Restrição de Capital GRUPO BCDE: NPV da Alternativa B : $ – $ = $ NPV da Alternativa C : $ – $ = $ NPV da Alternativa D : $ – $ = $ NPV da Alternativa E : $ – $ = $ NPV DA GRUPO BCDE : $ Conclui-se que as alternativas A, B e D (maior NPV) é que devem ser implementadas

29 Capítulo 16 – Dinâmica dos Métodos de Avaliação de Investimentos Bibliografia ASSAF NETO, Alexandre. Matemática financeira e suas aplicações. 7. Ed. São Paulo: Atlas, BENNINGA, Simon Z.; Sarig, Oded H. Corporate finance: a valuation approach. New York: McGraw-Hill, BREALEY, Richard A.; MYERS, Stewart C. Principles of corporate finance. 6. Ed. New York: McGraw-Hill, BRIGHAM, Eugene F.; GAPENSKI, Louis C.; EHRHARDT, Michael C. Administração Financeira. São Paulo: Atlas, ROSS, Stephen A.; WESTERFIELD, Randolph W.; JAFFE, Jeffrey F. Administração financeira. 2. Ed. São Paulo: Atlas, 2002 VAN HORNE, James C. Financial management and policy. 12. Ed. New York: Prentice Hall, 2002.


Carregar ppt "Capítulo 16 – Dinâmica dos Métodos de Avaliação de Investimentos Introdução Decisões de investimento em condições de restrição de capital restrição de."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google