A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Catalisadores biológicos. Tripsina Pepsina PepsinaAmilaseLactase Enzimas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Catalisadores biológicos. Tripsina Pepsina PepsinaAmilaseLactase Enzimas."— Transcrição da apresentação:

1 Catalisadores biológicos. Tripsina Pepsina PepsinaAmilaseLactase Enzimas

2 Anticorpos - Imunoglobulinas

3 Transporte de moléculas específicas no sangue. Albuminamonomérica 585 aa 17 pontes dissulfeto Hemoglobina tetramérica 2 cadeias tetramérica 2 cadeias 2 cadeias 2 cadeias Proteínas de Transporte

4 Fornecimento de aminoácidos necessários à nutrição animal. Caseína (leite) Ovoalbumina (clara de ovo) Proteínas de Reserva

5 Proteínas associadas ao DNA Auxiliam no empacotamento do DNA e exercem função de controle da expressão gênica Nucleoproteínas

6 Proteínas de membrana

7

8 Proteínas de membrana Função de transporte

9

10 BIOQUÍMICA CIÊNCIAS DA SAÚDE ÁCIDOS NUCLÉICOS DOENÇAS GENÉTICAS PROTEÍNAS ANEMIA FALCIFORME LIPÍDIOS ATEROSCLEROSE GLICÍDIOS DIABETE MELLITUS O conhecimento dos compostos bioquímicos facilitando o conhecimento das doenças

11

12 ENZIMAS São proteínas especializadas na catálise de reações biológicas. Aceleram a velocidade de uma reação, sem no entanto participar dela como reagente ou produto. Não são consumidas na reação. E + S [ES] E + P

13 ENZIMAS São específicas. São sensíveis a variação de temperatura (termolábeis) e de pH.

14 NOMENCLATURA DAS ENZIMAS Existem 3 métodos para nomenclatura enzimática: -Nome Recomendado: Mais curto e utilizado no dia a dia de quem trabalha com enzimas; Utiliza o sufixo "ase" para caracterizar a enzima. Exs: Lipase, Amilase, Peptidase, etc. -Nome Sistemático: Mais complexo, nos dá informações precisas sobre a função metabólica da enzima. Ex: ATP- Glicose-Fosfo-Transferase. - Nome Usual : Consagrados pelo uso; Exs: Tripsina, Pepsina, Ptialina.

15 COFATORES ENZIMÁTICOS E COENZIMAS Co-fatores são pequenas moléculas orgânicas (Coenzimas) ou inorgânicas (íons metálicos - Zn, Cu, Mn etc.) que podem ser necessárias para a função de uma enzima. Estes co- fatores não estão ligados permanentemente à molécula da enzima mas, na ausência deles, a enzima é inativa. A fração protéica de uma enzima, na ausência do seu cofator, é chamada de apoenzima. Apoenzima + Co-fator = Holoenzima (inativa) (inativo) (ativa)

16

17 INIBIDORES DA ATIVIDADE ENZIMÁTICA Íon Cianeto (CN - ) : Combina-se com a enzima citocromo oxidase impedindo a respiração celular. Penicilina : Inibe a enzima transpeptidase impossibilitando a construção de novas paredes celulares.

18 Fatores que agem sobre a atividade enzimática: - Temperatura

19 Fatores que agem sobre a atividade enzimática: - pH

20 Fatores que agem sobre a atividade enzimática: - Concentração da enzima

21 Fatores que agem sobre a atividade enzimática: - Concentração do substrato

22 EXERCÍCIOS 1) Algumas pessoas que fazem dietas pobres em proteínas ou têm hábitos alimentares anormais podem desenvolver desnutrição protéica. O corpo irá economizar suas proteínas fazendo com que os fios que se encontrem na fase de multiplicação passem para a fase de repouso. Passados dois ou três meses, pode haver uma queda maciça dos cabelos. Devido ao enfraquecimento dos pêlos, arrancá-los juntamente com suas raízes torna-se mais fácil. Essa condição pode ser prevenida e revertida com quantidades adequadas de proteínas na dieta. Com relação ao texto e conhecimentos sobre as proteínas, julgue os itens e assinale a(s) alternativa(s) correta(s). (001) Para evitar o problema exposto no texto, deve-se ingerir alimentos como carnes em geral, leite e ovos. c

23 (002) O papel das proteínas, que o texto faz referência, está relacionado ao de construção e reposição da matéria viva. C (004) As proteínas são responsáveis, entre outras funções, pela transmissão da informação genética. E – As moléculas responsáveis pela transmissão de informações genéticas são os ácidos nucléicos (008) Podemos afirmar que nos fios de cabelos encontramos proteínas estruturais como o colágeno e a queratina. E – O cabelo não apresenta colágeno, apenas queratina.

24 (016) Existem proteínas que atuam como linhas de defesa do organismo e algumas delas são conhecidas como anticorpos. C SOMA : = 019

25 2) (UEM-PR) A figura a seguir mostra as velocidades de reação de duas enzimas: enzima humana (A) e de bactérias de fontes termais (B). Considerando os dados da figura e a ação da temperatura na atividade enzimática, assinale o que for correto. (001) A temperatura é um fator importante para a atividade enzimática. C

26 (002) Dentro de certos limites, a velocidade de uma reação enzimática aumenta com o aumento da temperatura. (004) A partir de determinado ponto, o aumento de temperatura faz que a velocidade de reação diminua bruscamente e cesse. C C (008) A temperatura ótima para a atividade da enzima humana está em torno de 37 ºC. (016) A temperatura ótima para a atividade de enzimas de bactérias de fontes termais está em torno de 78 ºC. (032) Somente na enzima humana o aquecimento acima da temperatura ótima provoca desnaturação. C C E

27 (064) Para ambas as enzimas, se for ultrapassada a temperatura ótima, a agitação das moléculas se torna tão intensa que as ligações que estabilizam a estrutura espacial da enzima se rompem. C SOMA : = 095

28 3)(UFMS-2006) Quando é analisada a matéria que constitui os organismos vivos, são encontrados principalmente os elementos carbono, hidrogênio, oxigênio, nitrogênio, fósforo e enxofre (os quatro primeiros são os mais abundantes), embora uma série de outros elementos químicos sejam funcionalmente necessários. Com relação à matéria viva e seus constituintes, assinale a(s) alternativa(s) correta(s). (001) Os carboidratos (glicídios, açúcares ou hidratos de carbono) são moléculas orgânicas constituídas fundamentalmente por átomos de carbono, hidrogênio e oxigênio; os dois últimos elementos estão sempre na proporção de 1:1 na molécula. E – Em monossacarídeos a fórmula geral é C n (H 2 O) n.

29 (002) Aminoácidos naturais (ou não-essenciais) são aqueles que um organismo consegue produzir a partir de outras substâncias; aminoácidos essenciais são aqueles que um organismo não consegue produzir. C (004) O termo lipídio é usado de forma genérica para designar alguns tipos de substâncias orgânicas que têm solubilidade em água e em diversos solventes orgânicos. (008) Duas proteínas que possuam o mesmo número e os mesmos tipos de aminoácidos podem ser diferentes, dependendo da seqüência em que os aminoácidos estiverem inseridos na cadeia polipeptídica. E – Os lipídios são insolúveis em água C

30 (016) Os glicídios têm nos seres vivos uma única função (energética), ou seja, constituem a principal fonte de energia para os organismos vivos. (032) Nas células humanas, podem ser produzidos todos os diferentes tipos de aminoácidos que constituem as nossas proteínas. E – Existem glicídios estruturais como a celulose e a quitina. E – Células humanas produzem apenas 12 tipos de aminoácidos (naturais), 8 tipos são necessários na alimentação SOMA : = 010

31 4) (UFMS) Os organismos animais conseguem sintetizar a maioria dos aminoácidos. As reações de síntese ocorrem nas células do parênquima hepático. Porém, alguns aminoácidos não são sintetizados pelos animais. Em relação a essas moléculas, é CORRETO afirmar: (001) Os aminoácidos naturais são aqueles produzidos no organismo. (002) Os aminoácidos essenciais são aqueles que devem ser obtidos através da alimentação. (004) Nas proteínas da carne, do leite e dos ovos encontram-se todos os aminoácidos essenciais, sendo, por isso, considerados alimentos completos. C C C

32 (016) Um elevado número de aminoácidos pode se originar por hidrólise de uma proteína (008) Os aminoácidos são unidades dos ácidos nucléicos. E – Aminoácidos são unidades das proteínas. SOMA = = 023 C

33 5) (UFMS-2003) Todas as proteínas dos organismos vivos são constituídas por vinte tipos diferentes de aminoácidos, encontrados nas células desses organismos. Os aminoácidos que formam essas proteínas podem ser obtidos diretamente do alimento consumido pelo organismo ou sintetizado nas células, a partir de outras moléculas orgânicas. No quadro a seguir, estão relacionadas 3 diferentes espécies de organismos e indicados os números correspondentes aos aminoácidos essenciais e aos não-essenciais ou naturais para cada uma delas. OrganismoAminoácidos essenciais Aminoácidos naturais Total Homem Bactéria Bactéria Assinale, nas alternativas apresentadas a seguir, a(s) correta(s).

34 (001) Aminoácidos essenciais são aqueles que o organismo não consegue sintetizar e que, portanto, precisam estar presentes em sua dieta. (002) Aminoácidos essenciais são aqueles que o organismo consegue sintetizar a partir de outras moléculas orgânicas e não precisam estar presentes em sua dieta. (004) Aminoácidos não-essenciais, ou naturais, são aqueles que o organismo consegue sintetizar a partir de outras moléculas orgânicas. (008) Aminoácidos naturais são aqueles que o organismo não consegue sintetizar, necessitando estar incluídos na sua dieta. C E C E

35 (032) A espécie humana seria mais efetiva que as duas espécies de bactérias indicadas no quadro, pois é capaz de fazer a síntese de um maior número de aminoácidos. (016) Dentre os organismos relacionados no quadro, a Bactéria 1 é a que exibe menor capacidade de síntese, obtendo todos os aminoácidos através dos alimentos. E E SOMA: = 005

36 6) Tarde da noite, estudando para o vestibular, Luís fez uma pausa para um lanche. Foi à cozinha e se serviu de um pão com queijo e um copo de leite. Enquanto comia, aproveitou para revisar mentalmente uma das lições que havia estudado. Relacionando o que havia aprendido ao alimento que estava consumindo, tirou algumas conclusões. Assinale as corretas. (001) A hidrólise enzimática dos polissacarídeos presentes no pão promove a liberação de moléculas menores de dissacarídeos e monossacarídeos que podem ser imediatamente absorvidos. (002) As proteínas do queijo irão sofrer a ação das enzimas liberando aminoácidos. E – A hidrólise do amido do pão libera maltose (dissacarídeo) que sofrerá nova hidrólise para liberação de glicose (monossacarídeo) que então será absorvido. C

37 (016) A quebra das moléculas de polissacarídeos liberará aminoácidos. (008) A lactase, enzima encontrada no estômago, atuará sobre a lactose do leite, transformando-a em sacarose. (004) Os peptídeos resultantes da degradação das proteínas, no estômago, serão convertidos em ácidos graxos e glicerol no intestino delgado. E – Os peptídeos liberam aminoácidos após a hidrólise. E – A lactase é encontrada no intestino delgado e quebra a lactose liberando glicose e galactose. E – A quebra de polissacarídeos libera moléculas de monossacarídeos


Carregar ppt "Catalisadores biológicos. Tripsina Pepsina PepsinaAmilaseLactase Enzimas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google