A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Metodologia Práticas Investigativas. O Modelo de Estudo Classificação das pesquisas conforme o objetivo: indica os objetivos gerais que o autor pretende.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Metodologia Práticas Investigativas. O Modelo de Estudo Classificação das pesquisas conforme o objetivo: indica os objetivos gerais que o autor pretende."— Transcrição da apresentação:

1 Metodologia Práticas Investigativas

2 O Modelo de Estudo Classificação das pesquisas conforme o objetivo: indica os objetivos gerais que o autor pretende obter com uma pesquisa – Pesquisa exploratória: busca aprofundar o conhecimento sobre determinado tema. – Pesquisa descritiva: analisa as características de determinada população ou o estabelecimento de relações entre determinadas variáveis. – Pesquisa explicativa: busca explicar as causas das características de uma população ou de relações entre variáveis observadas na pesquisa descritiva.

3 O Modelo de Estudo Classificação da pesquisa quanto aos procedimentos técnicos: busca evidenciar os procedimentos de coleta e analise de dados que serão utilizados para testar a hipótese. – Pesquisa bibliográfica: obtém e interpreta dados a partir de trabalhos publicados por outros autores. – Pesquisa documental: análise de material não previamente interpretado. – Pesquisa experimental: manipulação de variáveis através de experiências. – Pesquisa ex-post-facto: analisa a repetição de um fenômeno. – Pesquisa de levantamento: analisa dados sobre determinada população – Estudo de caso: estudo exaustivo de um objeto. – Pesquisa ação: busca a solução de um problema da coletividade.

4 Coleta de Dados em Pesquisas Descritivas Coleta de dados: deve ocorrer após – Escolha e delimitação do assunto, a revisão bibliográfica, a definição dos objetivos, a formulação do problema e das hipóteses e a identificação das variáveis. – Determinação da população, da elaboração de instrumentos de coleta e da programação da coleta e dos dados. Utilizar a Biblioteca, antes da coleta de dados, com a finalidade de: a) buscar subsídios que orientem a escolha e definição do tema de pesquisa; b) saber se o trabalho proposto é original ou repetição; c) conhecer os procedimentos metodológicos utilizados pelos autores consultados; d) buscar a fundamentação teórica que servirá de base à pesquisa; e) possibilitar que a pesquisa realize a sua função de verificar, validar ou ampliar uma teoria.

5 Coleta de Dados em Pesquisas Descritivas Cuidados com elaboração das perguntas; – qualidade dos instrumentos: validade, fidedignidade, não tendenciosidade – finalidade e relação das questões com o objetivo da pesquisa. Instrumentos de coleta de dados: – Entrevista: respondido na presença do pesquisador, usada para amostra pequena e coleta de informações específicas/seletivas. – Formulário: respondido na presença do pesquisador, destina-se a coleta de dados complexos em documentos e arquivos. – Questionário: preenchido pelo informante, mediante orientações escritas, podendo ser enviado pelo correio eletrônico ou postal. Instrumentos de coleta de dados: – Podem conter questões fechadas (número limitado de opções de respostas) ou abertas (sem limites de opções). – Questões abertas implicam maior dificuldade na análise dos dados.

6 Coleta de Dados em Pesquisas Descritivas Etapas da elaboração dos instrumentos de coleta de dados: a) identificar os dados ou as variáveis sobre as quais serão feitas as questões; b) selecionar o tipo de pergunta a ser utilizada face às vantagens e desvantagens de cada tipo, com vistas ao tempo a ser consumido, para obter os dados, tabulá-los e analisá-los; c) elaborar uma ou mais perguntas referentes a cada dado a ser levantado; d) analisar as questões elaboradas quanto à clareza da redação, classificação e a real necessidade; e) codificar as questões para a posterior tabulação e análise com a inclusão dos códigos no próprio instrumento; f) elaborar instruções claras e precisas para o preenchimento do instrumento; g) submeter as questões a outros técnicos para sanar possíveis deficiências; h) revisar o instrumento para dar ordem e seqüência às questões; i) submeter o instrumento a um pré-teste para detectar possíveis reformulações ou correções, antes de sua aplicação.

7 Coleta de Dados em Pesquisas Descritivas Tipos de Instrumentos de coleta de dados – Entrevista – Questionários – Formulário – Observação Participante do pesquisador. Qualidade dos Instrumentos: – Validade: Instrumento adequado que coleta os dados necessários à pesquisa. Responde questões como: a quem perguntar? O que perguntar? – Fidedignidade : Independente de quem o aplique, o instrumento deve apresentar sempre resultados confiáveis e coerentes. Respostas contraditórias serão desconsideradas/descartadas – Objetividade / não Tendenciosidade: possuir o mesmo nº de opções de respostas positivas e negativas.

8 Coleta de Dados em Pesquisas Descritivas Exemplo de questões técnicas ( ) muito bom( ) muito importante( ) concordo totalmente ( ) bom( ) importante( ) tendo mais a concordar ( ) ruim( ) pouco importante( ) tendo mais a discordar ( ) muito ruim( ) nada importante( ) discordo totalmente ( ) não sei Exemplo de questões tendenciosas ( ) bom( ) muito bom ( ) ótimo ( ) razoável( ) bom ( ) muito bom ( ) ruim( ) regular ( ) bom ( ) muito ruim( ) ruim ( ) razoável ( ) péssimo( ) muito ruim ( ) ruim

9 Coleta de Dados em Pesquisas Descritivas O gerenciamento da coleta: O sucesso na obtenção de respostas de questionários, bem como agilização da pesquisa, depende de alguns cuidados importantes: – enviar envelope endereçado e selado para resposta; ou e- mail – apresentar instruções para preenchimento – enviar carta / de agradecimento e explicação dos objetivos da pesquisa – se possível, enviar um cheque com valor adequado!!! – organizar os instrumentos de modo a permitir fácil processamento ( = codificação)

10 Coleta de Dados em Pesquisas Descritivas Escolha dos Instrumentos – os três instrumentos são adequados para coleta de dados em ciências Humanas e Sociais. Ambos tem vantagens e desvantagens. – recomenda-se o uso de mais de uma técnica, se possível as três, para compensar as desvantagens de cada instrumento.

11 Coleta de Dados em Pesquisas Descritivas Exercício em sala: definição do método de coleta de dados para testar a hipótese, coleta dos dados pelo grupo.


Carregar ppt "Metodologia Práticas Investigativas. O Modelo de Estudo Classificação das pesquisas conforme o objetivo: indica os objetivos gerais que o autor pretende."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google