A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Gestão em Serviços de Análises Clínicas e Controle de Qualidade Valdemir Miranda.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Gestão em Serviços de Análises Clínicas e Controle de Qualidade Valdemir Miranda."— Transcrição da apresentação:

1 Gestão em Serviços de Análises Clínicas e Controle de Qualidade Valdemir Miranda

2

3 Ganho de Saúde Custos Relação entre Ganho de Saúde e Custo

4 Ganho de Saúde Custos Intervenção Relação entre Ganho de Saúde e Custo

5 Ganho de Saúde Custos Intervenção

6 CONCEITOS BÁSICOS EFICÁCIA Atributo de uma intervenção que funciona em condições ideais, atingindo o máximo possível de benefício. Exemplo: Eficácia de um medicamento mensurada na fase III do ensaio clinico controlado randomizado.

7 TIPOS DE LABORATÓRIO CONCEITOS Laboratório clínico: Serviço destinado à análise de amostras de paciente, com a finalidade de oferecer apoio ao diagnóstico e terapêutico, compreendendo as fases pré-analítica, analítica e pós-analítica. Laboratório de apoio: Laboratório clínico que realiza análises em amostras enviadas por outros laboratórios clínicos.

8 CONCEITOS BÁSICOS EFETIVIDADE Propriedade de uma intervenção que funciona no mundo real, na prática do dia a dia. Exemplo: Efetividade de um medicamento mensurada em registro prospectivo de pacientes.

9 QUEM ATUA DIRETAMENTE EM LABORATÓRIOS CLÍNICOS ???? NA ÁREA TÉCNICA... MÉDICOS BIOMÉDICOS FARMACÊUTICOS BIÓLOGOS TÉCNICOS DE LABORATÓRIOS

10 QUEM ATUA EM LABORATÓRIOS CLÍNICOS ???? NAS OUTRAS ÁREAS... ADMINISTRADORES, ECONOMISTAS TECNÓLOGOS ENGENHEIROS CLÍNICOS ESPECIALISTAS EM INFORMÁTICA PROFISSIONAIS DE MARKETING PROFISSIONAIS DE VENDAS ESPECIALISTAS EM RECURSOS HUMANOS ESPECIALISTAS EM LOGÍSTICA ENTRE OUTROS....

11 As preocupações

12 Fatores que afetam a confiabilidade e a reprodutibilidade de resultados Laboratorais Pessoal : O desempenho dos funcionários está diretamente relacionado com a qualidade da educação e do treinamento recebidos, a experiência pessoal e as condições de trabalho. Fatores ambientais: Espaço funcional inadequado, falhas de iluminação ou ventilação, temperaturas extremas, nível excessivo de ruídos ou condições de trabalho sem segurança.

13 Fatores que afetam a confiabilidade e a reprodutibilidade de resultados Laboratorais Amostras : Método, tempo de coleta, transporte, idenficação, estocagem e processamento. A equipe Clínica e de Enfermagem devem consultar informações fornecidas pelo Laboratório. Equipamentos : A falta, uso inadequado ou sem manutenção fornecerão resultados inadequados. Registros : Erros de transcrição ou registros incompletos.

14 MISSÃO: Sua razão de existir CAPITAL HUMANO Pessoas como pessoas, tratamento individualizado, talentos, habilidades, conhecimentos. CAPITAL INTELECTUAL Pessoas como recursos, tratamento igual, genérico. GESTÃO DE PESSOAS NAS ORGANIZAÇÕES

15 TRABALHO: (Origem:tribilho=chicote) Satisfação ou sofrimento?? ALTO GRAU DE COMPETITIVIDADE – Formação de equipes. GESTÃO DE PESSOAS NAS ORGANIZAÇÕES

16 Requisitos técnicos Qualidade no laboratório clínico atendimento coleta amostras Análise laboratorial laudo cliente Fase pré analítica Fase analítica Fase pós analítica

17 Qualidade no laboratório clínico atendimento coleta amostras cliente Fase pré analítica Procedimentos escritos para: – orientações para dieta, jejum, higienização, etc... – cadastro do paciente contendo no mínimo: identificação do paciente no laboratório nome do paciente e do médico solicitante tipo de amostra exames requisitados data e hora da coleta data e hora do recebimento pelo laboratório informações clínicas para facilitar a liberação dos resultados prazo de entrega do laudo cliente atendimento

18 Qualidade no laboratório clínico atendimento coleta amostras cliente Fase pré analítica Procedimentos escritos para: preparo do paciente (flebotomistas) coleta da amostra de diferentes materiais (sangue, punções, raspados, etc descrição dos recipientes (soro, edta, citrato,etc...) tipo e quantidade de material a ser coletado preparos especiais da amostra ( refrigeração, aquecimento, separação imediata) identificação do flebotomista descarte seguro do material usado na coleta coleta

19 Qualidade no laboratório clínico atendimento coleta amostras cliente Fase pré analítica Procedimentos escritos para: identificação da amostra (devem ser rastreáveis a um indivíduo) manuseio das amostras (diretrizes de biossegurança) armazenamento de modo a mantê-las íntegras até o momento da análise transporte das amostras limites de tempo para inclusão de exames adicionais alíquotas devem ser rastreáveis à amostra primária armazenamento por tempo especificado pós análise para repetição da análise. descarte seguro das amostras após o tempo de armazenamento amostras

20 Qualidade no laboratório clínico laudo cliente Fase pós analítica Procedimentos escritos para: divulgar canais de comunicação do cliente com o laboratório procedimentos de comunicação com o cliente se houver atraso do laudo cliente

21 Controle das informações fornecidas pelos clientes: reclamações reclamações sugestões sugestões elogios elogios Controle das informações fornecidas pelos clientes: reclamações reclamações sugestões sugestões elogios elogios FEED BACK DE CLIENTE

22

23

24

25

26 Análise do Perfil Profissional de um Chefe de Laboratório

27 Diferenças entre Liderar, administrar, gerenciar e chefiar Chefe X Líder O Chefes O Chefes são Obedecidos O Líderes O Líderes são respeitados Enquanto que o gerente busca o controle, o líder facilita a mudança. O gerente olha para o dia-a-dia, o líder amplia o futuro.

28 Pontos Negativos -

29 ÉTICA= Respeito a valores democráticos...

30

31 CONFLITOS Faz parte da vida profissional; Metas, pensamentos e emoções incompatíveis; Efeitos positivos ou negativos Gerenciamento de conflitos Alteridade( respeito, direito do outro)

32 Divisão das Gerações Veteranos Baby Boomers Geração X Geração Y Geração Z - Próxima a entrar no mercado do trabalho

33

34

35

36

37

38 Recepção

39 Atendimento

40 Box de coleta

41 Inspeção de amostras

42 Materiais para fase analítica Kit de reagente Pipetas Meios de Cultura

43 Arquivos de documentos e registros

44 Educação Continuada - Treinamento

45 TREINAMENTO Processo educacional de curto prazo; Mudança de comportamento; Aprendizagem restrita/focada. AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO Controle sobre o desempenho; Premiação de funcionários.

46 PIRAMIDE DE MASLOW Motivação

47 É melhor estar aproximadamente certo do que precisamente errado... WARREN BUFFET

48

49 Medicine is a science of uncertainty and an art of probability Sir William Osler


Carregar ppt "Gestão em Serviços de Análises Clínicas e Controle de Qualidade Valdemir Miranda."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google