A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Observação da sala de aula É uma metodologia colaborativa de trabalho e um instrumento poderoso para formação e desenvolvimento de professores.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Observação da sala de aula É uma metodologia colaborativa de trabalho e um instrumento poderoso para formação e desenvolvimento de professores."— Transcrição da apresentação:

1 Observação da sala de aula É uma metodologia colaborativa de trabalho e um instrumento poderoso para formação e desenvolvimento de professores.

2 Observação Antes Depois Durante

3 Antes Sensibilizar os professores; Definir foco; Criar protocolo com indicadores (com- partilhá-los com o professor); Planejar a observação com professor: dia, horário, como ocorrerá a entrada e a permanência na sala de aula, o foco etc.

4 Durante Registrar as observações- Histórico de Colaboração; Intervir com alunos ( se combinado com o professor); Atenção ao foco da observação.

5 Depois Agendar um feedback (escrito e pre- sencial) com professor: socializar pontos observados e compartilhar sugestões pa- ra as próximas aulas. Registrar encaminhamentos no Histórico de Colaboração.

6 Histórico de Colaboração IndicadoresObservadoEncaminhamento inicial Encaminhamento acordado O que será obser- vado e planejado antes da observa- ção. Por quê? Baseado em qual indicadores da UE? Descrição daqui- lo que se obser- vou em relação ao indicador pre- enchido durante a observação. Encaminhamento re- alizado pelo gestor (preenchido após ob- servação) O encaminhamento que o gestor e o pro- fessor combinaram sobre os indicadores.

7 Cuidados para garantir o sucesso A observação deve ser uma prática, principalmente do PC, mas que pode ser promovida por outros profissionais da equipe gestora; Deve ter como foco o ensino e não a pessoa dos professores; Não deve ser aleatória ou acidental, mas parte de um programa de formação de professores e de aperfeiçoamento da escola;

8 Cuidados para garantir o sucesso Os resultados prévios devem ser compartilhados com a equipe gestora, bem como os encaminhamentos, pós-seção de feedback; Todos os professores devem ter oportunidade de serem observados. A periodicidade vai depender da disponibilidade da equipe gestora e da dinâmica de cada escola; Os encaminhamentos gerais devem fazer parte de um plano de ação que contemple todas as ações pensadas para apoiar os professores, bem como prazos para execução e responsáveis.

9 Feedback se torna útil quando... É descritivo em vez de apenas avaliativo, isto é, quando não há julgamento apenas, mas o relato com exemplos dos eventos; É específico em vez de generalizado. Deve-se procurar focar em comportamentos e atitudes específicas; É compatível com as necessidades do observador e do observado. Quando atende apenas a necessidade do observador, costuma ser destrutivo. Deve-se levar em conta a necessidade do observado; É dirigido para comportamentos que o observado possa modificar, pois, se não for assim, ao considerar falhas em algo que não se consegue mudar, cria-se uma situação muito frustrante e não construtiva;

10 É solicitado em vez de imposto. Quando o observador já possui um combinado anterior com o observado fica mais fácil sua execução; É oportuno em relação ao tempo da devolutiva, pois se passar muito tempo entre o ato de observar e o feedback perde-se o sentido do mesmo, tanto em relação ao elogio quanto à crítica; É esclarecedor, assegurando uma comunicação precisa, por isso o uso de um protocolo de observação combinado anteriormente com o professor é essencial. Feedback se torna útil quando...

11 Habilidades de Comunicação Perguntas esclarecedoras São aquelas que ajudam a clarear alguma situação, ação ou ideia observada na prática do professor observado. São perguntas que devem ESTIMULAR O RELATO e não a reflexão para definição de encaminhamentos. As perguntas que fazem parte deste momento feedback devem sempre começar com o que, quantos, quem, quando, quais etc. Ex.: O que aconteceu na atividade desenvolvida pela dupla Aline e Gustavo, que você precisou intervir?; Quais eram os objetivos da atividade avaliativa que você promoveu?; Quanto tempo os alunos levaram para resolver os exercícios propostos?

12 Habilidades de Comunicação Paráfrase Consiste em REPETIR, com suas palavras, o que o observador disse, PARA VERIFICAR SE FICOU CLARO O ENTENDIMENTO. Algumas construções de frases que podem colaborar neste momento são:Deixa eu ver se ficou claro. Pelo que você relata, a que ocorreu com a dupla Aline e Gustavo foi isso, isso e isso. Você confirma este entendimento?;Pelo que você me diz, os objetivos da atividade avaliativa foram este, este e este. É isso mesmo?; Pelo que entendi, os alunos levaram X minutos para resolver os exercícios. É isso mesmo? Este exercício faz com que o observador REFLITA sobre o que ele falou e confirme o entendimento tanto para ele como para o observado. Este já é um primeiro momento de avaliação. Muitas vezes, ao repetir, ele percebe que a explicação não ficou clara e acaba descrevendo o fato novamente. Caso isso ocorra, faça novo uso de paráfrases para confirmar os novos entendimentos. Quando isso ocorre, uma frase clássica, usada pelo observado é: Não foi bem isto que eu quis dizer. Na realidade, o que aconteceu foi isso, isso e isso.

13 Habilidades de Comunicação Perguntas de sondagem São realizadas para que o professor possa refletir sobre o fato ou ação ocorrida. Têm como OBJETIVO FAZER COM QUE ELE PENSE SOBRE SUA PRÁTICA E PROPONHA ENCAMINHAMENTOS. É uma estratégia em que o observador não dá a resposta, mas faz o professor pensar em novas situações para o desafio criado. Ex. Já que avaliamos que o trabalho entre a dupla Aline e Gustavo não fluiu bem, o que poderiam ser novos encaminhamentos?; Que outras estratégias avaliativas poderiam ser criadas para que pudéssemos verificar melhor o desenvolvimento das competências de leitura e escrita dos alunos?; Como poderíamos planejar a aula para que os alunos tivessem mais tempo para se dedicar aos exercícios propostos?

14 Síntese da discussão e opinião Apoio/encorajamento - mostra que a equipe gestora está à disposição para contribuir para que ele faça um bom trabalho. O professor coordenador enfatiza que ele pode procurá-lo, mesmo fora de momentos formais de feedback. Recomendação são sugestões teóricas metodológicas que podem ser dadas ao professor. Por exemplo, Revisite o texto da Lerner, trabalhado na reunião, que ela apresenta projetos para os alunos melhorarem na leitura. Esclarecimento conceitual - É necessário sempre esclarecer algum conceito teórico que não ficou entendido ou que deseja reafirmá-lo. Ex. Você está trazendo um gênero para o trabalho com textos, está se preocupando com o propósito didático da leitura e escrita, porém, para que os alunos se motivem, é preciso de um propósito social, no caso um destinatário bem definido para a escrita. Para que eles estão escrevendo? Quem irá ler? Segundo Solé,...

15 Sequência para promover o feedback Perguntas esclarecedoras Uso de paráfrases Perguntas de sondagem Síntese da discussão e opinião


Carregar ppt "Observação da sala de aula É uma metodologia colaborativa de trabalho e um instrumento poderoso para formação e desenvolvimento de professores."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google