A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

IDADE CONTEMPORÂNEA AS UNIFICAÇÕES TARDIAS : Itália e Alemanha.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "IDADE CONTEMPORÂNEA AS UNIFICAÇÕES TARDIAS : Itália e Alemanha."— Transcrição da apresentação:

1 IDADE CONTEMPORÂNEA AS UNIFICAÇÕES TARDIAS : Itália e Alemanha

2 ITÁLIA Dividida pelo Congresso de Viena (1815): Dividida pelo Congresso de Viena (1815): Norte e Noroeste – Reino de Piemonte -Sardenha (liberal- burguês). Norte e Noroeste – Reino de Piemonte -Sardenha (liberal- burguês). Nordeste – domínio austríaco (Veneza). Nordeste – domínio austríaco (Veneza). Centro – Estados dominados pela Igreja (Roma). Centro – Estados dominados pela Igreja (Roma). Sul – Reino das Duas Sicílias (rural e atrasado). Sul – Reino das Duas Sicílias (rural e atrasado).

3 A unificação italiana e alemã alterou profundamente o quadro político da Europa no século XIX, rearticulando um equilíbrio de forças que resultaria na I Guerra Mundial (1914­ ). Na base desses processos estavam os movimentos liberais, acentuadamente nacionalistas nestes países. A unificação italiana e alemã alterou profundamente o quadro político da Europa no século XIX, rearticulando um equilíbrio de forças que resultaria na I Guerra Mundial (1914­ ). Na base desses processos estavam os movimentos liberais, acentuadamente nacionalistas nestes países.

4 Até meados do século XIX, a Itália não existia como Estado unificado política e territorialmente, enquanto outros países europeus, como a França e o Reino Unido, já apresentavam, territórios unificados e com limites muito semelhantes aos atuais. Até meados do século XIX, a Itália não existia como Estado unificado política e territorialmente, enquanto outros países europeus, como a França e o Reino Unido, já apresentavam, territórios unificados e com limites muito semelhantes aos atuais.

5 Os mapas a seguir mostram a evolução da unificação italiana, num processo que durou cerca de 20 anos. Os mapas a seguir mostram a evolução da unificação italiana, num processo que durou cerca de 20 anos.

6 A ITÁLIA ANTES DA UNIFICAÇÃO

7

8

9

10 Em sua unificação tardia, a Itália guarda semelhança com a Alemanha, que também se manteve por muito tempo fragmentada territorialmente, e por mais de uma vez ajudou os italianos em seu processo de unificação. Em sua unificação tardia, a Itália guarda semelhança com a Alemanha, que também se manteve por muito tempo fragmentada territorialmente, e por mais de uma vez ajudou os italianos em seu processo de unificação.

11 O nacionalismo italiano e o ideal de unificação da Itália se fortaleceram.

12 O nacionalismo é um sentimento de valorização marcado pela aproximação e identificação com uma nação, mais precisamente com o ponto de vista ideológico. O nacionalismo é um sentimento de valorização marcado pela aproximação e identificação com uma nação, mais precisamente com o ponto de vista ideológico. nação ideológico nação ideológico

13 Em 1852 o conde Camilo Cavour, primeiro-ministro do Reino do Piemonte- Sardenha, o mais rico e poderoso dos sete Estados italianos já industrializados, assumiu o comando da unificação. Em 1852 o conde Camilo Cavour, primeiro-ministro do Reino do Piemonte- Sardenha, o mais rico e poderoso dos sete Estados italianos já industrializados, assumiu o comando da unificação.

14 Em 1859 Cavour fez um acordo com Napoleão III: a França apoiaria os italianos numa guerra para expulsar os austríacos e, em troca, receberia os território de Nice e Savóia, que pertenciam ao Piemonte- Sardenha. Em 1859 Cavour fez um acordo com Napoleão III: a França apoiaria os italianos numa guerra para expulsar os austríacos e, em troca, receberia os território de Nice e Savóia, que pertenciam ao Piemonte- Sardenha.

15 Derrotada nesse conflito, a Áustria cedeu a Lombardia ao Piemonte- Sardenha, que transferiu Nice e Savóia à França. Derrotada nesse conflito, a Áustria cedeu a Lombardia ao Piemonte- Sardenha, que transferiu Nice e Savóia à França.

16 Em 1860, Giuseppe Garibaldi, um nacionalista republicano defensor da unificação, e seus camisas vermelhas, forças populares que lutavam pela unificação, se apoderaram da Sicília e de Nápoles, conquistando o Reino das Duas Sicílias. Em 1860, Giuseppe Garibaldi, um nacionalista republicano defensor da unificação, e seus camisas vermelhas, forças populares que lutavam pela unificação, se apoderaram da Sicília e de Nápoles, conquistando o Reino das Duas Sicílias.

17 Quando Cavour faleceu, em 1861, o Reino do Piemonte- Sardenha já controlava quase todo o território que viria a ser a Itália. Quando Cavour faleceu, em 1861, o Reino do Piemonte- Sardenha já controlava quase todo o território que viria a ser a Itália.

18 Vítor Emanuel II, até então rei do Piemonte- Sardenha, proclamou-se rei da Itália, e a capital foi instalada em Roma completando a unificação. Vítor Emanuel II, até então rei do Piemonte- Sardenha, proclamou-se rei da Itália, e a capital foi instalada em Roma completando a unificação.

19 ALEMANHA Dividida pelo Congresso de Viena (1815): Dividida pelo Congresso de Viena (1815): Confederação dos Estados Germânicos. Confederação dos Estados Germânicos. 39 Estados autônomos. 39 Estados autônomos. Áustria – líder, agrícola. Áustria – líder, agrícola. Prússia – vice, industrial. Prússia – vice, industrial. 1834: ZOLLVEREIN (união aduaneira dos Estados): 1834: ZOLLVEREIN (união aduaneira dos Estados): Áustria inicialmente de fora. Áustria inicialmente de fora. Prússia se fortalece política e economicamente. Prússia se fortalece política e economicamente.

20 ALEMANHA: Dividida pelo Congresso de Viena (1815): Dividida pelo Congresso de Viena (1815): Confederação dos Estados Germânicos. Confederação dos Estados Germânicos. 39 Estados autônomos. 39 Estados autônomos. Áustria – líder, agrícola. Áustria – líder, agrícola. Prússia – vice, industrial. Prússia – vice, industrial. 1834: ZOLLVEREIN (união aduaneira dos Estados): 1834: ZOLLVEREIN (união aduaneira dos Estados): Áustria inicialmente de fora. Áustria inicialmente de fora. Prússia se fortalece política e economicamente. Prússia se fortalece política e economicamente.

21 ZOLLVEREIN (1834):

22 Idéia de unificação ganha impulso a partir de 1860: OTTO VON BISMARCK (1º ministro da PRÚSSIA) – líder. OTTO VON BISMARCK (1º ministro da PRÚSSIA) – líder. Aliança da burguesia prussiana + Junkers (aristocracia rural). Aliança da burguesia prussiana + Junkers (aristocracia rural). Tática: militarismo acentuado. Tática: militarismo acentuado. Via Prussiana: Via Prussiana: sem participação popular na condução do processo. sem participação popular na condução do processo. Unificação realizada de cima para baixo a partir do Estado. Unificação realizada de cima para baixo a partir do Estado.

23 Etapas da unificação 1864 Guerra dos Ducados PRÚSSIA+ ÁUSTRIA X DINAMARCA DINAMARCA Bismarck, Roon e Moltke

24 A batalha de Königgrätz, em quadro de Georg Bleibtreu 1866GuerraÁustro-Prussiana PRÚSSIA PRÚSSIAX ÁUSTRIA ÁUSTRIA

25 Napoleão III e Bismarck após a Batalha de Sedan. Sedan 1870 – 71 Guerra Franco- Prussiana 1870 – 71 Guerra Franco- Prussiana PRÚSSIA PRÚSSIA X FRANÇA

26 Anexação dos territórios de Holstein e Schleswig. Anexação dos territórios de Alsácia-Lorena, ricos em ferro e carvão.

27 A ALEMANHA UNIFICADA (1871)

28 Conseqüências: Revanchismo francês : França derrotada cedeu a região da Alsácia- Lorena.

29 Com a queda de Napoleão, forma-se a confederação Germânica. Houve a União Aduaneira, que estabelecia a mesma moeda para os estados alemães. A confederação durou até a vitória da Prússia na guerra Austro-Prussiana, quando a Alemanha foi dividida em Alemanha do Norte e Estados do Sul. Na guerra franco-prussiana, além da Prússia ganhar as regiões da Alsácia- Lorena, a Alemanha foi unificada.

30 A Imigração para a América

31 A situação de miséria fez com que muitos italianos e alemães viessem fazer a América

32 "Que entendeis por uma Nação, Senhor Ministro? É a massa dos infelizes? É a massa dos infelizes? Plantamos e ceifamos o trigo, mas nunca provamos pão branco. Plantamos e ceifamos o trigo, mas nunca provamos pão branco. Cultivamos a videira, mas não bebemos o vinho. Criamos animais, mas não comemos a carne. Apesar disso, vós nos aconselhais a não abandonarmos a nossa Pátria? Apesar disso, vós nos aconselhais a não abandonarmos a nossa Pátria? Mas é uma Pátria a terra onde não se consegue viver do próprio trabalho?"- (frase anônima de um imigrante italiano no fim do século XIX para o ministro de Estado italiano que lhe pedia para não abandonar sua Pátria. )

33 Imigrantes italianos e alemães no Brasil


Carregar ppt "IDADE CONTEMPORÂNEA AS UNIFICAÇÕES TARDIAS : Itália e Alemanha."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google