A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O céu sob a ótica da astronomia

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O céu sob a ótica da astronomia"— Transcrição da apresentação:

1 O céu sob a ótica da astronomia
Terra e Universo

2 Tema: Elementos astronômicos visíveis
Ano: 6ª/7º ano Volume 1 Competências e Habilidades: - Ler, interpretar, observar; - articular como os fenômenos celestes ditam o ritmo da vida na Terra; - diferenciar elementos astronômicos de não astronômicos.

3 Narrativa da equipe de professores
Após levantamento prévio com os alunos, sobre Astronomia, observamos a necessidade de trabalhar atividades sobre tal conteúdos que, visa auxiliar e colaborar na eliminação do analfabetismo científico auxiliando-os na formação de cidadãos engajados na globalização de atitudes positivas para o Planeta Terra, fazendo-os a entender a importância da Astronomia em nossas vidas.

4 Problematização: Vocês observaram o céu na noite de 08 de setembro de 2013? Fig.01 –“ No Sul do país deu para ver ocultação de Vênus pela Lua.” Sequência de fotos feita em Bento Gonçalves, RS, pelo Prof. Paulo Rebeque.

5 Figura 01

6 1- Vênus “acima” da Lua; 2- Vênus descendo, a caminho do horizonte, mais rápido que a Lua; 3- Cadê Vênus? Entrou atrás da Lua, pela parte escura; 4- Mais tarde Vênus reaparece abaixo da parte clara do disco lunar. Isso nos faz pensar o quanto paramos para contemplar o céu noturno. Vocês têm esse hábito? Quais os elementos astronômicos visíveis que compõem o céu? Já brincaram de “primeira estrela que vejo...”? Acreditam mesmo nisso? Como os fenômenos celestes ditam o ritmo da vida a Terra?

7 Recurso didático para trabalhar : Sequência Didática
Metodologia de Ensino Aula 01: Objetivos Específicos -Levantar os conhecimentos prévios dos alunos sobre os elementos astronômicos visíveis que compõe o céu. Conteúdos -Elementos astronômicos visíveis no céu

8 Dinâmica A atividade de sensibilização tem início solicitando aos alunos que respondam perguntas do tipo: O que vocês conhecem do céu? O que existe no céu? O que viram no céu? Em grupo de 4 alunos, deverão anotar as respostas e depois cada grupo faz um comentário oralmente do que escreveram, interfiro quando surgir comentários diferentes.

9 Aula 2: Objetivos Específicos Diagnosticar as representações dos alunos quanto ao céu diurno e no céu noturno. Analisar em conjunto com os alunos , as diferenças e semelhanças dos elementos presentes nos desenhos. Conteúdos Céu diurno e Céu noturno

10 Dinâmica Peço para os grupos desenharem numa cartolina ou folha, o céu diurno e noturno, e em seguida peço para os grupos apresentarem seus desenhos. Após apresentação dos grupos retomo os desenhos (que serão guardados para a exposição) e oralmente com a classe faço perguntas sobre o céu diurno e o noturno, por exemplo:O Sol está presente no céu durante o dia? Por que? Onde o Sol está á noite? A Lua está presente somente à noite? Por quê alguns desenharam a Lua durante o dia? Alguém reparou a fase em que a Lua pode ser vista durante o dia? As estrelas estão presentes no céu apenas durante à noite? Para onde vão ou onde estão as estrelas durante o dia? De acordo com as apresentações é possível verificar se o conceito dia e noite, foi incorporado, se o aluno já observou que é possível, ver a Lua durante o dia e que as estrelas, embora estejam no céu durante o dia, não podem ser vistas, pois o brilho da estrela que está mais próxima de nós, o Sol, ofusca o brilho das demais. Após as apresentações, os alunos fixam os cartazes em um o mural ao lado correspondente do céu diurno e noturno. Avalio a responsabilidade de realizar e participar da atividade (comprometimentos com os estudos).

11 Aula 3: Objetivos Específicos Finalizar a análise em conjunto com os alunos sobre as diferenças e semelhanças dos elementos presentes nos desenhos. Iniciar a manipulação do software Stellarium. Conteúdos Conhecendo e manipulando o software Stellarium,

12 Dinâmica Retomar as discussões da aula anterior, destacando as diferenças e aproximações entre o céu noturno e diurno, principalmente, sobre o que não conseguimos visualizar. Levar os alunos na sala de informática e apresentar o software Stellarium, para que cada um possa manipulá-lo. Comparando a visualização do céu diurno e noturno através do software.  Retirando a atmosfera noturna, condição que possibilita a visualização de outros elementos do céu durante o dia.

13 Aula 4 Objetivos Específicos Conhecer e diferenciar os elementos que compõe o Sistema Solar, como: a Lua, outros satélites,os planetas inclusive a Terra, algumas estrelas, cinturão de asteróides e o Sol. Conteúdos Apresentando o Sistema Solar

14 Dinâmica Iniciar a aula com o vídeo: Sistema Solar em três Dimensões – Solar System In 3D, mostrando os diferentes elementos que compõem nosso Sistema Solar.. Após, o vídeo realizar com os alunos a leitura do Texto (5): “Características de alguns elementos do Sistema Solar”, onde vou lendo, faço algumas interrupções, fazendo perguntas sobre cada uma das características, de forma que os alunos possam associar o que viram nas imagens do vídeo com as informações do texto.

15 Aula 05: Objetivos Específicos Mobilizar a escola, para uma visita dos trabalhos realizados, que ficará exposto na Escola. Conteúdos Montagem da exposição dos cartazes confeccionados e das pesquisas.

16 Dinâmica Montagem da exposição dos cartazes confeccionados e das pesquisas. Avaliação da proposta juntamente com os alunos.

17 Avaliação Na aula 1: Avalio a responsabilidade de realizar e participar da atividade (comprometimentos com os estudos). Na aula 2: os cartazes serão avaliados na exposição. Nas aulas 3 e 4 : avalio a participação do grupo na apresentação, organização da confecção dos cartazes. Na aula 4: Avaliação - participação, responsabilidade, cooperação e respeito de se trabalhar em grupo e, justamente nesse envolvimento é que poderemos ver o empenho de cada um em pesquisar, entender e estudar o que aprenderam durante o 1º semestre.

18 Referências Bibliográficas
CAPÍTULO 7 - KANT E LAPLACE: A FORMAÇÃO DO SISTEMA SOLAR. Disponível em <http://redefor.usp.br/cursos/file.php/156/textos/texto_3_sem7.pdf> Acesso em 21/06/2012. GLEISER, M. Inevitabilidade Humana. Será que nós somos uma conseqüência inevitável das leis da natureza? Ou não passamos de acidente? SÃO PAULO. Caderno do Professor– Ciências, Ensino Fundamental II - 6ª série/7ºano, volume 1. Secretaria do Estado da Educação. São Paulo, 2009. TEXTO 2: EvoluçãoEstelar. Disponível em: <http://redefor.usp.br/cursos/file.php/156/textos/texto_2_sem7.pdf>. Acesso em 07/09/2013. Software Stellarium. Disponível em: <http://midia.atp.usp.br/impressos/redefor/EnsinoCiencias/UniEd_2011_2012/UniEd_v2_Semana_5_Complementar.pdf> Acesso em: 07/09/2013.

19 Material utilizado Figura 01:O céu em 08 de setembro de Disponível em < Acesso em 08/09/2013. Vídeos: “Crab Nebula”. Disponível em: <http://redefor.usp.br/cursos/mod/book/view.php?id=11954&chapterid=4522> .Acesso em 05/09/2013. Formação estelar em nebulosas. Sua relação com supernovas e mostra a colisão de asteróides com planetas. Disponível em <http://redefor.usp.br/cursos/mod/book/view.php?id=11954&chapterid=4522 >Acesso em 05/09/2013. Vídeo: Sistema Solar em três dimensões – Solar System In 30.Disponível em <www.yotube.com/watch?v=FmPDfG/cmMQ . Acesso em 20/06/2012. Vídeo: “Volume Visualization”. Nasa. Disponível em <redefor.usp.br/cursos/mod/book/vievew.php?id=1195&chapte-red=4522, Acesso em 21/06/2012. SÃO PAULO. Caderno do Professor– Texto 5“Características de alguns elementos do Sistema Solar”- Ciências, Ensino Fundamental II - 6ª série/7ºano, - volume 1. Pág..42,46. Secretaria do Estado da Educação. São Paulo, 2009. Software Stellarium. Disponível em <http://midia.atp.usp.br/impressos/redefor/EnsinoCiencias/UniEd_2011_2012/UniEd_v2_Semana_5_Complementar.pdf> Acesso em: 06/09/2013.

20 No eixo temático “Terra e Universo”, encontramos um trecho que traduz alguns pontos importantes deste trabalho: Compreender o universo, projetando-se para além do horizonte terrestre para dimensões maiores de espaço e de tempo, pode nos dar novo significado aos limites do nosso planeta, de nossa existência no cosmos, a passo que, paradoxalmente, as várias transformações que aqui ocorrem e as relações entre os vários componentes do ambiente terrestre podem nos dar a dimensão da nossa enormresponsabilidade pela biosfera. (BRASIL,1998, p. 41).

21 Grupo 01: Adriana Aparecida Dias Aparecida Amélia Felício
Rosermy Aparecida Bellotto Baratella Salete Aparecida Tafuri Ercolini Simone Aparecida da Rosa “D.R.E.Bragança Paulista” 2013


Carregar ppt "O céu sob a ótica da astronomia"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google