A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Respostas de segunda ordem em função da relação de amortecimento.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Respostas de segunda ordem em função da relação de amortecimento."— Transcrição da apresentação:

1 Respostas de segunda ordem em função da relação de amortecimento

2 Parâmetros de Desempenho de Sistemas de Segunda Ordem Tempo de Subida: tempo para a resposta variar de 10% até 90% do seu valor final; Tempo de Estabilização: tempo necessário para que a resposta ao degrau alcance 98% do valor de estado estacionário;

3 Parâmetros de Desempenho de Sistemas de Segunda Ordem Tempo de Pico: tempo necessário para que a resposta alcance seu valor máximo; Ultrapassagem Percentual (Sobrenível Percentual): O quanto o valor da resposta (em Percentual) ultrapassa no tempo de pico o valor de estado estacionário da resposta.

4 Especificações da resposta de segunda ordem subamortecida máx 1,02 0,98 0,9 c final 0,1 0,1 c final

5 Tempo de Pico

6

7 Percentual de Ultrapassagem (Sobrenível Percentual)

8 Tempo de Estabilização

9

10 Ultrapassagem percentual em função da relação de amortecimento Relação de amortecimento, Ultrapassagem percentual,%UP 0,10,20,30,40,50,60,70,80,9

11 Tempo de subida normalizado versus relação de amortecimento para uma resposta de segunda ordem subamortecida Relação de amortecimento Tempo de subida × Freqüência natural 3,0 2,8 2,6 2,4 2,2 2,0 1,8 1,6 1,4 1,2 1,0 0,1 0,2 0,3 0,4 0,5 0,6 0,7 0,8 0,9 0,8 0,7 0,6 0,5 0,4 0,3 0,2 0,1 1,104 1,203 1,321 1,463 1,638 1,854 2,126 2,467 2,883 Tempo de subida normalizado Coeficiente de amortecimento

12 Respostas de segunda ordem subamortecidas com os valores da relação de amortecimento 0,1 1,8 1,6 1,4 1,2 1,0 0,8 0,6 0,4 0,2 0,4 0,5 0,8 0,6

13 Exemplo Encontre para uma entrada degrau para o sistema abaixo

14

15 plano s RELAÇÃO ENTRE OS PARÂMETROS DE RESPOSTA AO DEGRAU E A POSIÇÃO DOS PÓLOS DE G(S) NO PLANO s

16

17 Linhas de valores constantes para tempo de pico, T p, tempo de assentamento, T s, e ultrapassagem percentual, %UP - Nota: %UP 1 < %UP 2 plano s %UP 1 %UP 2

18 Respostas ao degrau de sistemas de segunda ordem subamortecidos à medida que os pólos se movem: a. com parte real constante; b. com parte imaginária constante; c. com relação de amortecimento constante. A mesma envoltória A mesma freqüência A mesma ultrapassagem plano s Movimentação do pólo Movimentação do pólo Movimentação do pólo

19 Exemplo: Encontre plano s

20

21 Resposta de Sistemas com três pólos

22 Influência de Terceiro Pólo em um sistema de Segunda Ordem Quanto menor a Constante de Tempo do pólo menor sua influência na resposta Quanto mais a esquerda do plano s estiver o pólo menor será o resíduo associado a este pólo (ver exemplo a seguir)

23 Influência do Resíduo do Terceiro Pólo

24 Validade de aproximação de Segunda Ordem Como os pólos adicionais devem estar o mais à esquerda do eixo imaginário, consideraremos que um sistema com três (ou mais) pólos pode ser aproximado por um Sistema de Segunda Ordem se os pólos adicionais estiverem a esquerda dos pólos dominantes, pelo menos cinco vezes mais distantes.

25 EXEMPLO i i

26 Respostas ao degrau dos sistemas T 1 (s), T 2 (s) e T 3 (s) Tempo (s) Resposta normalizada 0,5 1,0 1,5 2,02,5 3,0 0,2 0,4 0,6 0,8 1,0 1,2 1,4


Carregar ppt "Respostas de segunda ordem em função da relação de amortecimento."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google