A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Analfabetismo Tradi ç ão oral Fatores de produ ç ão dos artefatos da escrita natureza e custo do suporte e do modo de produ ç ão Iletramento Considerações.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Analfabetismo Tradi ç ão oral Fatores de produ ç ão dos artefatos da escrita natureza e custo do suporte e do modo de produ ç ão Iletramento Considerações."— Transcrição da apresentação:

1

2 Analfabetismo Tradi ç ão oral Fatores de produ ç ão dos artefatos da escrita natureza e custo do suporte e do modo de produ ç ão Iletramento Considerações preliminares

3 Diversidade Cultural modo de circula ç ão dos objetos identidade das pr á ticas propriedades de gênero propriedades de gera ç ão adesões religiosas tradi ç ões comunit á rias, educativas ou corporativas Comunidades de Interpretação

4 Cultura é a heran ç a social de uma comunidade humana representada pelo acervo co-participado de modos padronizados de adapta ç ão à natureza para o provimento da subsistência, e normas e institui ç ões reguladoras das rela ç ões sociais, e de corpos do saber, de valores e de cren ç as com que seus membros explicam sua experiência, exprimem sua criatividade art í stica e a motivam para a a ç ão. Darcy Ribeiro Abordagem sociológica da histórica das bibliotecas

5 sistema ideol ó gico (corpo de saber, cren ç as, valores, id é ias e sentimentos gerados pelas experiências humanas no esfor ç o pelo desenvolvimento tecnol ó gico e social) Esferas da cultura sistema adaptativo (conjunto de t é cnicas humanas respons á veis pelo desenvolvimento de bens e equipamentos necess á rios à sociedade) sistema associativo (conjunto de normas e institui ç ões que permitem organizar a vida social, as rela ç ões de trabalho e a vida pol í tica) Darcy Ribeiro

6 A biblioteca é uma agência social criada para atender as necessidades da instituição à qual estiver subordinada. As institui ç ões sociais são geradoras de suas pr ó prias agências. Biblioteca - agência social A biblioteca não é um fenômeno sócio- cultural ou um instrumento da cultural A biblioteca é uma agência social complexa, sendo ao mesmo tempo repositório e meio de difusão das experiências culturais

7 O ADVENTO DA BIBLIOTECA Argila – Papiro – Pergaminho - Papel Desejo humano de registrar conhecimento

8 TABLETA DE ARGILA

9 THE FLOOD TABLE Tábua Diluviana

10 Código de HAMMURABI

11 Papiro e Hieróglifos

12 PERGAMINHO Códice - II d.C Rolo

13 PAPEL

14 O conceito da palavra Etimologicamente biblioteca significa: Dep ó sito de livros Cole ç ão p ú blica ou privada de livros e documentos organizada para estudo, leitura e consulta (grego) biblioth é ke (latim) bibliotheca

15 1 ª Revolu ç ão t é cnico-ling üí stica - escrita - preserva ç ão 2 ª Revolu ç ão t é cnico-industrial - papel - tipos m ó veis - prensa de Gutenberg laiciza ç ão - democratiza ç ão 3 ª Revolu ç ão t é cnico-econômica - telem á tica – hipertexto – virtual especializa ç ão - socializa ç ão As revoluções da escrita, leitura e bibliotecas

16 Compila ç ão de dados registrados de forma impressa, eletrônica, digital ou virtual e acesso compartilhado, local ou universal. Acervos de conserva ç ão que se referem a todo tipo de documento raro e/ou de valor que interessam especialmente aos especialistas Acervos de consumo, abertos a todos e destinados à leitura e a difusão do conhecimento. No sentido contemporâneo

17 conceitos jur í dicos de copyright direitos autorais e propriedade intelectual est é tica da integridade, estabilidade e originalidade das obras normas de dep ó sito legal normas de representa ç ão descritiva e tem á tica Reorganização da economia da escrita

18 Caráter das bibliotecas através dos tempos Brasil – século XVI – caráter restrito ou privativo à partir do século XIX – caráter público Antiguidade e Idade Média caráter restrito ou privativo Europa Ocidental – Século XV – caráter público Vaticana – XV – XVI d.C Nínive – VII a.C Alexandria – III a.C

19 Biblioteca de Alexandria - Alexandrina Project http//www.bibalex.org/fateseminar/AP.htm Biblioteca de N í nive - IFLA Blue Shield Devasta ç ão dos arquivos e bibliotecas do Iraque Relat ó rio Imagens Biblioteca Vaticana

20 A biblioteca p ú blica é agente de informa ç ão, conhecimento, educa ç ão permanente, autonomia e cultura e pode promover a paz e o bem-estar em todas as sociedades que escolheram essa alternativa como prioridade. As bibliotecas, antecederam os livros e at é mesmos os manuscritos. Houve uma desigual presen ç a do livro atrav é s dos tempos em decorrência dos modos culturais de interpreta ç ão da leitura e da escrita. A escrita e a biblioteca contribu í ram para atender tanto ao desejo de registrar o conhecimento quanto à necessidade de preservar esse registro. A biblioteca é uma agência social complexa respons á vel pela reunião e conserva ç ão e difusão das experiências culturais geradoras de conhecimento. Ao longo de sua trajet ó ria a biblioteca tomou diferentes sentidos e conceitos. Transforma ç ões da escrita, da leitura e das bibliotecas são decorrentes de mudan ç a nas categorias de expectativas e percep ç ões dos leitores e nos modos de produ ç ão, conserva ç ão e comunica ç ão do texto.

21 As institui ç ões ou agências sociais são cria ç ão de seres humanos empenhados em atividade grupal, logo qualquer institui ç ão ou agência pode assumir o papel que o homem lhe destinar...a sociedade determinou o que foi a biblioteca do passado, e é a sociedade que ir á determinar o que ser á a biblioteca do futuro · Jesse Shera

22 Tiago Muhlethaler & Marize Marques Design Gráfico – Projetos Editoriais – Ilustrações (21) (21) Texto: Clarice Muhlethaler de Souza

23


Carregar ppt "Analfabetismo Tradi ç ão oral Fatores de produ ç ão dos artefatos da escrita natureza e custo do suporte e do modo de produ ç ão Iletramento Considerações."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google