A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Daniil B. Elkonin Psicologia do jogo. Daniil B. Elkonin -Elkonin a linha sócio-histórica ou histórico- cultural iniciada por Vigotski; -Utilizou as bases.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Daniil B. Elkonin Psicologia do jogo. Daniil B. Elkonin -Elkonin a linha sócio-histórica ou histórico- cultural iniciada por Vigotski; -Utilizou as bases."— Transcrição da apresentação:

1 Daniil B. Elkonin Psicologia do jogo

2 Daniil B. Elkonin -Elkonin a linha sócio-histórica ou histórico- cultural iniciada por Vigotski; -Utilizou as bases de Vigotski, se interessou pela psicologia do jogo observando suas filhas brincarem, de idade pré-escolar; (déc. de 30) - Vigotski o apoiou evidenciando a importância destas pesquisas para se entender o desenvolvimento psíquico na idade pré-escolar.

3 Daniil B. Elkonin -O jogo é uma ação fictícia onde a criança adota o papel de outras pessoas, executa suas ações e estabelece suas relações típicas nas condições lúdicas peculiares. (empregada, professora, aluna) -Utilizando imaginação, a imitação, e uma situação fictícia; ex. Brincadeira com suas filhas, a mais velha via o sentido do jogo ao cumprir um papel adotado e as regras a ele relacionadas, já para a mais nova a importância do jogo se dava em se comunicar com o pai.

4 Daniil B. Elkonin -Até os 3 anos de idade a pré-história do jogo, o aspecto ideológico, o objeto da criança é o adulto. Situação fictícia através das relações sociais que se estabelecem.

5 Daniil B. Elkonin Definição de jogo: entreterimento e diverção; jogar: divertir-se, manejar com habilidade. Judeus: conceito relacionado ao riso; Gregos: relacionado a ações próprias das crianças; Romanos: alegria, regozijo, espontâneidade, liberdade, onde não há trabalho árduo. - É impossível de se encontrar um conceito para a palavra jogo, do ponto de vista do uso que a criança faz, pois elas se apropriam da linguagem do adulto.

6 Daniil B. Elkonin O jogo é uma inversão artificial da energia que por não ter aplicação natural, fica tão disponível para ação que procura saída em atividades supérfluas, na falta de autênticas. (Spencer) Wundt, que diz que o jogo nasce do trabalho, partindo do materialismo de Marx, que a necessidade de subsistência obriga o homem a trabalhar, aplicando sua energia no trabalho, e podendo deixar agradavel esta prática.

7 Daniil B. Elkonin -Periodização do desenvolvimento humano, busca compreender o psiquismo humano para além de explicações baseadas em modelos mecanicistas ou organizacionistas do desenvolvimento. -Mudança histórica da sociedade e na vida material também produzem mudanças na consciência e no comportamento humano. - O psiquismo humano se contrói através das relações sociais, e feita com a mediação dos instrumentos que se imterpõe entre o sujeito e o objeto de sua atividade.

8 Daniil B. Elkonin -Elkonin buscou compreender a relação da criança com a sociedade construída históricamente a partir das necessidades dos homens. - Dividindo em estágios para este desenvolvimento, em que cada um é caracterizado por uma relação determinada, por uma atividade principal.

9 Daniil B. Elkonin -As crianças a partir do desenvolvimento de suas atividades, adaptam-se à natureza, modificando-a; -Diferenciando-se assim de Piaget que acreditava que o desenvolvimento era um mecanismo adaptativo do comportamento.

10 Daniil B. Elkonin Divide em 6 principais estágios de desenvolvimento: 1) Comunicação emocional 2) Atividade objetal manipuladora 3) Jogo de papéis 4) Atividade de estudo 5)Comunicação íntima pessoal 6) Atividade profissional/estudo

11 Daniil B. Elkonin Cada um destes estágios podem se caracterizar em dois grupos, o primeiro onde a criança desenvolve atividades criança-adulto, assimilando motivos, e normas das relações entre as pessoas. No segundo grupo estão presentes atividades que ocorrem em um sistema criança-objeto social, no qual ocorre assimilação de procedimetos de ação com os objetos.

12 Daniil B. Elkonin 1) Comunicação emocional do bebê (1º grupo), onde se encontra a base para a formação sensório-motoras de manipulação, criação de afeto amistoso, que darão base para o surgimento de sentimentos mais complexos. No 1º ano de idade, já aparecem processos de comportamentos em virtudes das condições sociais e da influencia educativa das pessoas que a rodeiam.

13 Daniil B. Elkonin 2)Atividade objetal manipuladora (2º grupo), a linguagem se constitui em uma forma de comunicação com os adultos, auxiliando a criança a compreender a ação dos objetos, e assimilar os procedimentos socialmente elaborados; 3) Jogo de papéis (1º grupo), se inicia na segunda infância, reproduz ações realizadas pelos adultos com esses objetos.

14 Daniil B. Elkonin -As brincadeiras não são instintivas, e o que determina seu conteúdo é a percepção que a criança tem do mundo dos objetos humanos. A criança opera com os objetos que são utilizados pelos adultos, dessa forma, tomam consciência deles e das ações humanas realizadas com eles. -Tomando consciência do mundo, através da bincadeira. Ela se esforça para agir como um adulto.

15 Daniil B. Elkonin O principal significado do jogo, para Elkonin, é per- mitir que a criança modele as relações entre as pessoas. O jogo é influênciado pelas atividades humanas e pelas relações entre as pessoas e o conteúdo fundamental é o homem – a atividade dos homens e as relações com os adultos. Ao mesmo tempo, ele exerce influência sobre o desenvolvimento psíquico da criança e sobre a formação de sua personalidade: (...) a evolução do jogo prepara para a transição para uma fase nova, superior, do desenvolvimento psíquico, a transição para um novo período evolutivo

16 Daniil B. Elkonin 4) Atividade de estudo (2º grupo), com a entrada na escola, a atividade principal da criança passa a ser os estudos, o circulo de relacionamentos também mudam, a criança passa a ter deveres para cumprir... 5) Atividade profissional/ estudo (2º grupo), o adolecente cria pontos de vistas gerais sobre o mundo, sobre as relações com as pessoas, sobre o futuro, possui uma atividade cognitiva criadora, investigativa, visa o profissional, - O último estágio do desenvolvimento é quando o indivíduo se torna um trabalhador.

17 Daniil B. Elkonin A sociedade determina o conteúdo e a motivação da vida da criança. Este desenvolvimento se dá, apartir do momento em que a criança se dá conta que o lugar que ocupava no mundo das relações humanas que a circundava não corresponde às suas potencialidades e se esforça para modificá-los, surgindo uma contradição. Ele se torna consciente das relações sociais e esta conscientização leva a uma mudança na motivação de sua atividade.

18 Daniil B. Elkonin Para a mudança de uma atividade principal de estágio de desenvolvimento para o outro, esta mudança é caracterizada por crises, onde a criança demonstra negativismos, frustrações, desobediências, conflitos com novas exigências, demosntranto a necessidade de mudança de um estágio para o outro, visto como um processo dialético, enriquecendo as atividades;

19 Daniil B. Elkonin O jogo protagonizado: O jogo protagonizado é importânte para o desenvolvimento pois pode evidenciar a mudança de caráter nos conflitos entre crianças de diferentes idades, as ações das crianças em relação ao outro estão coordenadas segundo os papéis assumidos pelas crianças, a utilização de argumentos, noções e atitudes referentes a vida cotidiana, desenvolvimento de vínculos. Revelando traços individuais e peculiares da crinança.

20 Daniil B. Elkonin Importância da atividade lúdica: Através destas atividades há o surgimento de regras internas não escritas, mas obrigatórias para os que jogam, provenientes do papel e da situação lúdica. Quanto mais desenvolvido está o jogo, tanto maior é o número de regras internas e os aspectos lúdicos multiplicam-se, os sentidos atribuídos aos brinquedos e a continuidade do desenvolvimento do argumento.

21 Daniil B. Elkonin Níveis de desenvolvimento do jogo: 1º) As ações gerais do jogo se constituem em ações de personagens que existem em realidade, como ¨mãe¨, ¨educadora¨, ¨filhos¨; são atos monótonos como dar de comer. 2º) O jogo possui ação com o objeto, os papéis são determinados pelas crianças, ações são observações da vida cotidiana;

22 Daniil B. Elkonin 3) O conteúdo fundamental do jogo chega a ser a interpretação de papéis, as crianças definem os papéis antes do início do jogo. Existem regras de conduta a serem seguidas. 4) A ação do papel da criança serelaciona aos papéis que as demais criançãs assumem, ex. A educadora diz ¨Enquanto não terminarem a tarefa não sairão para o parque¨ e ¨antes de comer precisam lavar as mãos¨, as regras são bem definidas não só pela reprodução da realidade mais pela racionalidade das mesmas.

23 Daniil B. Elkonin Considerações finais... - A medida em que a idade aumenta também eleva-se o nível de desenvolvimento do jogo; - Os processos do desenvolvimento psíquico que se operam em certos períodos da infância aparecerão e mudarão na história

24 Daniil B. Elkonin Estes conhecimentos ajudam a solucionar questões sobre a forma como as crianças em alguns períodos de desenvolvimento infantil reagem a determinadas influências do ensino e mesmo sobre a forma como o ensino é organizado na nossa sociedade.

25 Daniil B. Elkonin - A periodização proposta por Elkonin, possui uma certa sequência no tempo, mas não são imutáveis, pois dependem das condições histórico-sociais, por exemplo no Brasil onde há um grande índice de crianças que trabalham todas estas propostas de estudo dependem das exigências sociais. - Portanto se dá de acordo com a construção histórica da sociedade.


Carregar ppt "Daniil B. Elkonin Psicologia do jogo. Daniil B. Elkonin -Elkonin a linha sócio-histórica ou histórico- cultural iniciada por Vigotski; -Utilizou as bases."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google