A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A convivência humana Émile Durkheim 1858 - 1917. Émile Durkheim Da divisão do trabalho social, 1893; As regras do pensamento sociológico, 1895; O suicídio,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A convivência humana Émile Durkheim 1858 - 1917. Émile Durkheim Da divisão do trabalho social, 1893; As regras do pensamento sociológico, 1895; O suicídio,"— Transcrição da apresentação:

1 A convivência humana Émile Durkheim

2 Émile Durkheim Da divisão do trabalho social, 1893; As regras do pensamento sociológico, 1895; O suicídio, 1897; As formas elementares da vida religiosa, 1912.

3 Ciência da Sociedade Positivismo; Neutralidade.

4 Objeto de estudo: fatos sociais Fato social: é toda aquela maneira de fazer, fixada ou não, suscetível de exercer sobre o indivíduo uma coerção exterior.

5 Características Generalidade: ocorre em qualquer sociedade; Coercitividade: imposto à todos os indivíduos; Exterioridade: pertence a toda consciência coletiva.

6 Solidariedade Mecânica Solidariedade mecânica: tipo característico das sociedades pré-capitalistas, está calcada nos laços de parentesco, religião e tradição; coesão pela semelhança entre as funções.

7 Solidariedade orgânica Solidariedade orgânica: característica das sociedades capitalistas, está calcada na divisão social do trabalho. A coesão das pessoas ocorre pela diferença das suas funções.

8

9 Karl Marx ( ) Sociologia

10 Karl Marx Pensador alemão; Obras: A ideologia alemã; Miséria da filosofia; O manifesto do Partido Comunista; Para a crítica da economia política; A luta de classes em França; O capital.

11 Teoria e Revolução Compreender o capitalismo e modificá-lo; Pensamento teórico e prático; Escreveu sobre filosofia, economia e sociologia;

12 Materialismo Histórico Estudos sobre a base material da vida social; Estrutura da sociedade: reflete a forma da organização da produção social de bens.

13 Forças produtivas Condições materiais de produção; Meios de produção: máquinas, ferramentas, matéria-prima. Força de trabalho: trabalhadores assalariados

14 Relações de Produção São as formas pelas quais os homens se organizam para executar a atividade produtiva; Classes sociais: proprietários e não-proprietários dos meios de produção; Podem ser cooperativistas (mutirão), escravistas, servis ou assalariadas.

15 Modo de Produção Condições do contexto histórico que indicam a forma de articulação das forças produtivas com as relações de produção; Exemplos: Sistema comunal primitivo; Modo de produção asiático; Modo de produçao feudal; Modo de produção capitalista.

16 Mais-valia A lei da mais-valia explica como o proprietário dos meios de produção extrai e se apropria do excedente produzido pelo trabalhador, pagando-lhe apenas por uma parte das horas trabalhadas.

17 Modo de produção primitivo Sociedades do paleolítico; Não há classes sociais; Caçadores e coletores; Nômades.

18 Modo de produção asiático História antiga; Estados teístas; Sociedade estratificada; Imobilidade social; Economia agrária; Trabalho: servil e/ou escravista.

19 Modo de produção escravista Surgiu na antiguidade clássica, Grécia e Roma; Escravo: propriedade do Estado cedido para os nobres para trabalhos diversos; oriundo das guerras de conquista; estrangeiro individado;

20 Modo de produção feudal Relações servo-contratuais; Fim do Império Romano; Servo tinha direito a um lote para morar e parte da produção Impostos sobre a servidão: talha, banalidade, mão-morta;

21 Modo de produção capitalista Propridade privada dos meios de produção; Livre mercado; Trabalho assalariado; Burguesia e proletariado; Urbanização; Êxodo Rural.

22 Cinco fases do capitalismo Primitivo; Comercial; Industrial; Financeiro; Informacional.

23 Modo de produção Comunista Fim da propriedade privada; Propriedade comum dos meios de produção; Sociedade sem classes; Utopia.

24 (ENEM 2013) Analisar fatores que explicam o impacto das novas tecnologias no processo de territorialização da produção. [... ] Por meio da exploração do mercado mundial, a, burguesia deu um caráter cosmopolita à produção e ao consumo de todos os países [...]. As antigas indústrias nacionais foram destruídas [...]. São suplantadas por novas indústrias [...] que não mais empregam matérias-primas locais, mas matérias-primas provenientes das mais remotas regiões, e cujos produtos são consumidos não somente no próprio país, mas em todas as partes do mundo. [... ] Em lugar da antiga autossuficiência e do antigo isolamento local e nacional, desenvolvem-se em todas as direções um intercâmbio universal, uma universal interdependência das nações. [... ] MARX, Karl e ENGELS, Friedrich. Manifesto do Partido Comunista. Rio de Janeiro: Vozes, Um carro esporte Mazda é desenhado na Califórnia, financiado por Tóquio; o protótipo é criado em Worthing (Inglaterra) e a montagem é feita nos Estados Unidos e no México, usando componentes eletrônicos inventados em Nova Jersey e fabricados no Japão. Já a indústria de confecção estadunidense, quando inscreve em seus produtos "Made in USA", esquece de mencionar que eles foram produzidos no México, no Caribe ou nas Filipinas. Adaptado de Renato Ortiz. Mundialização e cultura. A análise dos fragmentos permite-nos concluir que: a) apesar das intensas relações comerciais entre as nações desde o século XIX, os países inseridos na globalização conseguiram manter seus padrões nacionais, preservando sua cultura e suas práticas econômicas. b) o comentário de Karl Marx, de 1848, aponta para uma desregulamentação econômica entre países de várias partes do planeta, a ser realizada no fim do século XX com o processo de globalização econômica. c) apesar de a tendência à globalização existir desde o século XIX, o processo de integração econômica será realizado a partir do fim da Segunda Guerra Mundial, em razão da formação de blocos econômicos antagônicos. d) a dependência econômica de algumas nações pode ser apontada como o fator exclusivo da globalização, uma vez que os países dependentes sobrevivem graças à presença de produtos estrangeiros. e) o processo de globalização econômica, por meio de relações comerciais entre países de várias partes do planeta, não -é algo novo, podendo ser identificado no comentário de Karl Marx, em 1848.


Carregar ppt "A convivência humana Émile Durkheim 1858 - 1917. Émile Durkheim Da divisão do trabalho social, 1893; As regras do pensamento sociológico, 1895; O suicídio,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google