A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

OXIGENIOTERAPIA E ENTUBAÇÃO TRAQUEAL Elizabeth Fernandes Vaz da Silva Disciplina /Serviço de Anestesiologia Disciplina Optativa de Reanimação Cardiorrespiratoria.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "OXIGENIOTERAPIA E ENTUBAÇÃO TRAQUEAL Elizabeth Fernandes Vaz da Silva Disciplina /Serviço de Anestesiologia Disciplina Optativa de Reanimação Cardiorrespiratoria."— Transcrição da apresentação:

1 OXIGENIOTERAPIA E ENTUBAÇÃO TRAQUEAL Elizabeth Fernandes Vaz da Silva Disciplina /Serviço de Anestesiologia Disciplina Optativa de Reanimação Cardiorrespiratoria

2 Hiperbárica Pressão> 1,5 atm Fi O 2 1 Sociedade Brasileira de Medicina Hiperbárica Normobárica Invasiva Não invasiva Hiperoxia Terapêutica Iatrogênica(Stress Oxidativo) OXIGENIOTERAPIA

3 Seminars in Fetal & Neonatal Medicine 15 (2010) 186e190 Reactive Oxigen Species

4 RECOMENDAÇÕES PARA OXIGENIOTERAPIA SINDROME CORONARIANA AGUDA O2 = considere Dispneia,sinais clinicos de insuficiência cardíaca,choque e SpO 2 <94 % APÓS REANIMAÇÃO Suficiente para SpO 2 > 94% DURANTE REANIMAÇÃO O2 100% RESSUSCITAÇÃO NEONATAL Ar ou ar+O 2 Frequência cardiaca < 60.min O 2 100% 2010 American Heart Association Guidelines for Cardiopulmonary Resuscitation and Emergency Cardiovascular Care

5 MONITORIZAÇÃO DA OXIGENAÇÃO CLINICA CLINICA Frequência Respiratória Padrão Respiratório Cor da Pele Pressão Arterial e Frequência Cardíaca Nível de Consciência OXIMETRIA DE PULSO OXIMETRIA DE PULSO GASOMETRIA GASOMETRIA

6 OXÍMETROS DE PULSO E SENSORES

7 OXIMETRIA DE PULSO(SpO2) PROBLEMAS NA LEITURA Luz Esmalte Movimento* Vasoconstrição* de débito cardíaco* Hipotermia Hemoglobinopatia Metahemoglobina Carboxihemoglobina NORMAL SpO2 > 95 % PRECISÃO ± 2% acima de 90% ± 5% entre 80 e 90% ± 12% abaixo de 80% TOLERÁVEL EM VENTILAÇÃO MECÂNICA SpO2 90%

8 CURVA DE DISSOCIAÇÃO DA HEMOGLOBINA Alcalose,hipotermia e de 2,3DPG Acidose,hipertermia e 2,3 DPG

9 INDICAÇÕES DE OXIGÊNIO ADICIONAL OXIMETRIA DE PULSO INTERPRETAÇÃOINTERVENÇÃO 95 % a100 %DesejadoApenas em cardiopatas 90 % a <95 %Hipoxemia leveCateter nasal mascara 85 % a < 90 %Hipoxemia moderada a severa Mascara com reservatório ventilação assistida < 85 %Hipoxemia severa Ventilação assistida_ entubação ACLS Resource Text for Instructors and Experience Providers

10 OXIGÊNIO ADICIONAL EQUIPAMENTOFLUXOCONCENTRAÇÃO DE O2 Cateter Nasal 1 L/min21% - 24% 2 L/min25% - 28% 3L/min29% -32% 4 L/min33% - 36% 5 L/min37% - 40% 6L/min41% - 44% Máscara Facial6 -10L/min35% - 60% Máscara com reservatório 6L/min60% 7L/min70% 8L/min80% 9L/min90% 10 – 15L/min95% - 100% Máscara Venturi L/min24% - 40% 10 – 12L/min40% - 50%

11 EQUIPAMENTOS CATETER NASAL MÁSCARA FACIAL MÁSCARA COM RESERVATÓRIO MÁSCARA VENTURI

12 CONCENTRAÇÃO E TRANSPORTE DE OXIGÊNIO DO2 = Q x CaO2 CONCENTRAÇÃO DE O2 NO SANGUE( Ca O2) (1,39 x Hb x Sat/100)+ 0,003PO 2

13 CONCENTRAÇÃO E TRANSPORTE DE CO2 Dissolvido 10% do total Bicarbonato(HCO 3 ) 60% do total Ligado a proteina 30% do total

14 RELAÇÃO VENTILAÇÃO PERFUSÃO Diagrama de Rahn e Farhi V = Ventilação(4L/m) Q = Perfusão(5L/m) V/Q = 0,8 PRESSÃO ALVEOLAR DE O2 Equação do Gas Alveolar PAO2 = FiO2(Patm – P H2O) – (PaCO2/o,8) DAa O2 Normal 5 a 12 mmHg Varia com idade e com fiO2

15 CAUSAS DE HIPOXEMIA DISTURBIOPaO2 em arPaO2 com O2PaCO2 HIPOVENTILAÇÃONormal ALTERAÇÃO DA RELAÇÃO V/Q Normal SHUNTNormal DIFUSÃONormal (A-a)O2 Causa pulmonar ou extrapulmonar PaO2/FiO2 Gravidade do distúrbio GASOMETRIA É IMPRESCINDÍVEL

16 PERMEABILIZAÇÃO DA VIA AÉREA

17 Canula NasofaringeaCanula Orofaringea

18 INDICAÇÃO DE ENTUBAÇÃO TRAQUEAL Manter a permeabilidade da via aérea Evitar aspiração de conteudo gástrico Possibilitar ventilação mecânica invasiva

19 POSICIONAMENTO PARA ENTUBAÇÃO Posição Olfativa para alinhar os eixos oro-faringeos e faringo-traqueal

20 POSICIONAMENTO PARA ENTUBAÇÃO Posição Olfativa para alinhar os eixos oro-faringeos e faringo-traqueal

21 MATERIAL PARA ENTUBAÇÃO

22 ENTUBAÇÃO ORO-TRAQUEAL

23 Manobra BURP

24 MASCARA LARINGEA

25 MÁSCARA LARÍNGEA

26 MASCARA LARINGEA


Carregar ppt "OXIGENIOTERAPIA E ENTUBAÇÃO TRAQUEAL Elizabeth Fernandes Vaz da Silva Disciplina /Serviço de Anestesiologia Disciplina Optativa de Reanimação Cardiorrespiratoria."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google