A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Como promover o autocuidado no dia a dia: Intervenções para Mudança de Hábitos de Vida e Autocuidado Apoiado no Diabetes Mellitus - Saúde Bucal - Marilene.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Como promover o autocuidado no dia a dia: Intervenções para Mudança de Hábitos de Vida e Autocuidado Apoiado no Diabetes Mellitus - Saúde Bucal - Marilene."— Transcrição da apresentação:

1 Como promover o autocuidado no dia a dia: Intervenções para Mudança de Hábitos de Vida e Autocuidado Apoiado no Diabetes Mellitus - Saúde Bucal - Marilene Issa Fernandes Cassiano K. Rösing Doutores em Periodontia/Profes. Associados UFRGS

2 Como promover o autocuidado no dia a dia Intervenções para Mudança de Hábitos de Vida e Autocuidado Apoiado no Diabetes Mellitus: – Saúde Bucal. Um comportamento de autocuidado associado a saúde bucal esta associado ao entendimento da interrelação entre doença periodontal e doenças sistêmicas, identificando as características clínicas associadas a doença e estratégias voltadas a um comportamento que favoreça a saúde.

3 DOENÇA PERIODONTAL gengiviteperiodontite A gengivite é um pré-requisito para o estabelecimento de uma periodontite, mas nem toda a gengivite evolui para uma periodontite. A gengivite é uma inflamação limitada à gengiva, enquanto a periodontite acomete as estruturas que suportam os dentes.

4 Gengivite É um processo inflamatório decorrente da presença do biofilme supragengival; Caracteriza-se por gengivas sangrantes e vermelhas; Frequentemente associada à halitose; Não apresenta perda das estruturas de suporte / tecido ósseo; O tratamento da gengivite é o controle do biofilme supragengival. Biofilme supragengival

5 Controle do biofilme supragengival Necessidade de remoção de fatores que dificultem a remoção do biofilme, por exemplo cálculo dental, pelo profissional; Adequada remoção do biofilme supragengival, duas vezes ao dia, com escova dental, fio dental ou outros instrumentos, indicados de acordo com necessidades específicas. O principal autocuidado com a saúde bucal é a higienização dos dentes diariamente, que tem como objetivo a remoção do biofilme supragengival.

6 Periodontite É um processo inflamatório decorrente da presença do biofilme subgengival; A presença do biofilme subgengival é determinada pelo exame profissional; Caracteriza-se por sangramento periodontal ou supuração; Ocasiona a destruição dos tecidos de suporte do dente/perda óssea; O tratamento está associado ao controle do biofilme subgengival. Biofilme subgengival

7 Controle do biofilme subgengival A remoção do biofilme subgengival é de responsabilidade do profissional, cirurgião dentista.

8 RÖSING et al., 2006

9 Periodontite A periodontite é uma infecção bucal crônica comum e a principal causa de perda de dentes em adultos. É considerada a sexta complicação do diabetes mellitus, mostrando ser um fator de risco para o controle glicêmico.

10 o Gengiva inchada o Cor avermelhada o Sangramento espontâneo

11 o Controle glicêmico inadequado o Abcesso periodontal o Sangramento gengival espontâneo o Gengiva edemaciada / inchada

12 Diabetes e doença periodontal Há uma clara relação entre o grau de hiperglicemia e da severidade da periodontite. Prevalência de D.P. em diabéticos é maior que em não-diabéticos Prevalência de diabetes em pacientes periodontais é duas vezes maior que em pacientes sem periodontite

13 Avaliação radiográfica

14 Dados Epidemiológicos Dados epidemiológicos confirmam que o diabetes é um fator de risco para periodontite com suscetibilidade aumentada em cerca de três vezes. A periodontite é altamente prevalente, a forma severa afeta 10-15% dos adultos, com impacto negativo na qualidade de vida.

15 o Sangramento espontâneo o Presença de pus o Gengiva inchada o Queixa de halitose

16 Periodontite x Diabetes Atualmente, há um alerta na relação entre o diabetes e a periodontite, pois não só o diabetes é um fator de risco para periodontite, mas também a periodontite pode ter um efeito negativo sobre o controle da glicemia, sendo uma relação de “duas vias”. periodontitediabetes

17 Área estimada do epitélio da bolsa em contato com o biofilme, em um paciente com periodontite de moderada a severa, correspondendo a 72 cm 2.

18 Periodontite x Diabetes Assim, a atuação clínica da equipe de saúde precisa estar atenta na avaliação dos sintomas indicativos de periodontite e gengivite para que um adequado tratamento seja indicado. Observar queixa de: – Sangramento gengival; – Mobilidade dos dentes; – Edema ou inchaço; – Dor na gengiva; – Halitose.

19 Considerações finais A terapia periodontal em pacientes com diabetes está associada com melhorias no controle glicêmico,o que pode ser clinicamente relevante na gestão da diabetes; A saúde bucal deve ser promovida em pessoas com diabetes como um componente integrante do controle da saúde como um todo; O autocuidado de higienização dos dentes diariamente é importante; Uma colaboração mais estreita entre as equipes de saúde é necessário para a gestão conjunta de pessoas com diabetes e periodontite.

20 Nery, CP Diabetes e relação com as doenças periodontais. Revista Perio News, 2008, 2 (3): – Silva-Boghossian C. et al., Relação entre o tratamento periodonta e o controle metabólico do Diabete Mellitus - Revisão de Literatura. Revista de Periodontia, 2009, v19 (3): – Monteiro AM et al., interrelação doença periodontal Diabetes Mellitus: uma análise crítica. Rev Inst Ciencia Saúde 2006, 24(3): – _N3_2006_p pdf _N3_2006_p pdf Novaes Júnior AB, et al., Inter- relação doença periodontal Diabetes Mellitus. Revista de Periodontia,2007, 17(2): – Referências:

21


Carregar ppt "Como promover o autocuidado no dia a dia: Intervenções para Mudança de Hábitos de Vida e Autocuidado Apoiado no Diabetes Mellitus - Saúde Bucal - Marilene."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google