A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Integração das Operações Logísticas Prof. Eduardo Mangini.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Integração das Operações Logísticas Prof. Eduardo Mangini."— Transcrição da apresentação:

1 Integração das Operações Logísticas Prof. Eduardo Mangini

2 O Trabalho da Logística A competência logística é alcançada pela coordenação de; 1)Um projeto de rede 2)Informação 3)Transporte 4)Estoque 5)Armazenagem, manuseio de materiais e embalagem Desafio está em gerenciar estas áreas funcionais com o objetivo de gerar capacidade necessária ao atendimento das exigências logísticas

3 Pontos fundamentais sobre desempenho logístico Todas as empresas necessitam de apoio e cooperação de várias outras empresas para consecução de seu processo logístico As empresas especialistas (terceirizadas) no sistema logístico devem estar dispostas a se enquadrarem na forma de trabalho de seus clientes, seja adaptando-se a suas diretrizes empresarias, seja submetendo-se a um certo nível de controle gerencial

4 Projeto de Rede O objetivo do projeto de rede é determinar a quantidade e localização de todos os tipos de instalações necessárias para o processo logístico A rede de instalações forma uma estrutura a partir da qual as operações logísticas são executadas É necessária a modificação constante da rede de instalações visando adaptá-la às mudanças nas infra-estruturas da oferta e da demanda

5 Informação A tecnologia atual é capaz de atender aos mais exigentes requisitos de informação Deficiências na qualidade de informação podem criar inúmeros problemas operacionais. As deficiências podem ser: 1)As informações recebidas podem estar incorretas quanto às tendências e aos acontecimentos 2)Informações sobre o processamento de pedidos podem estar imprecisas com respeito às exigências de um cliente específico

6 Informação A vantagem do fluxo rápido de informação está diretamente relacionada com o equilíbrio dos procedimentos de trabalho O gerenciamento de pedidos e as projeções são duas áreas do processo logístico que dependem de informação Quanto mais eficiente for o projeto do sistema logístico de uma empresa, mais precisas deverão ser as informações.

7 Transporte O transporte é a área operacional da logística que posiciona geograficamente o estoque As necessidades de transporte podem ser atendidas de três maneiras básicas: 1)Privado: operar uma frota exlusiva de veículos 2)Contratado:contratos com empresas de transporte 3)Transporte Comum: contrato de várias empresas que oferecem serviços diversos de transporte de cargas individuais

8 Transporte Do ponto de vista do sistema logístico, três fatores são fundamentais para o desempenho do transporte 1)Custo: é o pagamento pela movimentação entre dois pontos geográficos e as despesas relacionadas com o gerenciamento e a manutenção do estoque em trânsito 2)Velocidade: é o tempo necessário para completar uma movimentação específica 3)Consistência: abrange as variações de tempo necessário para executar uma movimentação específica, considerando diversos carregamentos

9 Transporte Deve-se procurar manter um equilíbrio entre custo de transporte e qualidade de serviço. Importante: a)Seleção de instalações estabelece uma estrutura de rede que gera necessidades de transporte e limita as alternativas b)Custo total do transporte envolve mais que a fatura do frete c)A capacitação do transporte pode ser inviabilizada se o serviço de entrega não for consistente

10 Estoque As necessidades de estoque de uma empresa dependem da estrutura da rede e do nível desejado de serviço ao cliente O objetivo logístico é fornecer o serviço desejado ao cliente mantendo o mínimo em estoque, consistente com o menor custo total possível Já o objetivo básico da gerência de estoque é obter máxima rotatividade satisfazendo os compromissos com o cliente

11 Estoque Política de estoque é baseada em: 1.Segmentação de clientes; 2.Especificidade de produtos; 3.Integração de transportes; 4.Necessidades relativas a operações baseadas no tempo; 5.Desempenho competitivo

12 Armazenagem, Manuseio de Materiais e Embalagens ARMAZENAGEM: as mercadorias necessitam ser armazenadas em momentos específicos durante o processo logístico e envolve outras atividades como separação, seqüenciamento, seleção de pedidos, consolidação de cargas para transporte, modificação e montagem de produtos

13 Armazenagem, Manuseio de Materiais e Embalagens MANUSEIO:os produtos devem ser recebidos, movimentados, separados e agrupados de modo a atender às necessidades dos pedidos dos clientes. A mão-de-obra e o capital investido em equipamento de manuseio de materiais constituem uma parte importante do custo logístico total.

14 Armazenagem, Manuseio de Materiais e Embalagens EMBALAGENS: A unidade inicial é chamada de caixa mestra e apresenta duas características importantes: 1)Serve para proteger o produto durante o processo logístico 2)Facilita o manuseio, criando um pacote de grandes dimensões em vez de inúmeras unidades menores As unidades mais comuns são paletes, slip sheets e diversos tipos de contêineres

15 Logística integrada ClientesFornecedores Distribuição Física Apoio à manufatura Suprimentos Fluxo de Materiais Fluxo de Informações

16 Logística Integrada Distribuição física: trata da movimentação de produtos acabados para entrega aos clientes Apoio à manufatura: concentra-se no gerenciamento de estoque em processo à medida que este flui entre as fases de fabricação Suprimento: abrange a compra e organização da movimentação de entrada de materiais, de peças e de produtos acabados dos fornecedores para as fábricas, montadores, depósitos ou lojas de varejo

17 Logística Integrada Fluxo de materiais: as operações logísticas tem ínicio com a expedição inicial de materiais ou componentes por um fornecedor e terminam quando um produto fabricado ou processado é entregue a um cliente Fluxo de informações: identifica locais específicos dentro de um sistema logístico em que é preciso atender a algum tipo de necessidade. Abrange o fluxo de coordenação e fluxo operacional

18 Fluxo de Coordenação A coordenação é a base da arquitetura do sistema de informações entre participantes da cadeia de agregação de valor. A coordenação resulta em planos que especificam: 1)Objetivos estratégicos 2)Limitações de capacidade 3)Necessidades logísticas 4)Posicionamento de estoque 5)Necessidades de fabricação 6)Necessidades de suprimento 7)Projeções

19 Fluxo Operacional A necessidade de informações está relacionada com o gerenciamento das operações para receber, processar e expedir o estoque na forma desejada para processar tanto os pedidos de compra quanto os pedidos de clientes. Englobam: 1)Gerenciamento de pedidos 2)Processamento de pedidos 3)Operações de Distribuição 4)Gerenciamento de estoque 5)Transporte e expedição 6)Suprimento

20 Distribuição Física Distribuição física é o ramo da logística empresarial que trata da movimentação, estocagem e processamento de pedidos dos produtos finais da firma Abrange o processamento de pedidos dos clientes e entrega de mercadorias Tem influência direta no desempenho de marketing e vendas Absorve 2/3 dos custos logísticos

21 Ciclo de atividade da Distribuição Física Processamento de pedidos Pedido do Cliente Transmissão de pedidos Entrega ao cliente Transporte do pedido (mercadoria) Separação de pedidos

22 Natureza da administração da distribuição física Preocupa-se principalmente com bens acabados ou semi-acabados É responsabilidade da logística desde a finalização da produção até o momento em que o comprador toma posse do produto

23 Consumidores Usuários Finais: são aqueles que usam o produto tanto para satisfazer suas necessidades como aqueles que criam novos produtos. Podem ser: 1)Consumidores Físicos 2)Consumidores Industriais Consumidores intermediários: não consomem o produto, mas oferecem para revenda

24 Diferença entre usuários Finais e consumidores intermediários Usuários finais: 1.comumente adquirem pequenas quantidades 2.são em grande número 3.Compras são mais freqüentes Consumidores Intermediários: 1.adquirem grandes quantidades 2.são em pequeno número 3.Compras são menos freqüentes

25 Configurações Estratégicas de Distribuição 1) Entrega direta a partir de estoques de fábrica 2) Entrega direta a partir de vendedores ou da linha de produção 3) Entrega feita utilizando um sistema de depósitos Tudo depende do volume de materiais

26 Administração da Distribuição Física A administração da distribuição é tarefa desenvolvida em 3 níveis: 1)estratégico: molda o sistema de distribuição em termos gerais, ou seja, decide qual deve ser a configuração do sistema de distribuição 2)Tático: relacionado com a utilização dos recursos, em outras palavras, trabalha com parte do sistema de distribuição 3)Operacional: refere-se às tarefas diárias para garantir que os produtos fluam através do canal de distribuição até o último cliente

27 Tomada de decisões TiposEstratégicaTáticaOperacional LocalizaçãoNúmero de locais, tamanho e localização Posicionamento dos estoques Roteirização, aceleração e despacho TransportesSeleção de modais Sazonalidade do mix de serviço Quantidades e tempo de reabastecimento Processamento de pedidos Seleção e projeto do sistema de colocação de pedidos Regras de prioridades para pedidos de clientes Aceleração de pedidos Serviços ao cliente Estabelecimento de padrões ArmazenagemLayout, seleção de local Escolha sazonal do espaço Preenchimento de pedidos ComprasPolíticasContratação, seleção de fornecedor Liberação dos pedidos

28 Fatores a considerar num processo de planejamento logístico Demanda Serviço ao cliente Características do produto Custos logísticos Política de precificação

29 Conceitos importantes sobre problemas de distribuição 1) Compensações (trade-offs) de custos: o conceito de custos reconhece que os modelos de custos das várias atividades da firma por vezes exibem características que colocam essas atividades em conflito econômico entre si.

30 Determinando o número de armazéns em um sistema logístico Total de Armazéns no sistema de distribuição CUSTO $ Custo de transporte Custo de estoque Custos Totais 0 Custo de processamento de Pedido

31 Conceitos importantes sobre problemas de distribuição 2) Conceito de Custo Total: este conceito reconhece que os custos individuais exibem comportamentos conflitantes, devendo ser examinados coletivamente e balanceados no ótimo Administrar transportes, estoques e processamento de pedidos conjuntamente pode levar a redução no custo quando comparado com a administração destas atividades em separado

32 Seleção de modo de Transporte Trem Caminhões Aéreo Custo Custo de transporte Custo de estoque Custo Total (soma dos custos de transporte, estoque e processamento de pedidos Custo de processamento de Pedido

33 Custos anuais para três alternativas de transporte para um fabricante de instrumentos eletrônicos

34 Conceitos importantes sobre problemas de distribuição 3) Conceito de Sistema Total: observa os problemas de distribuição em termos abrangentes para descobrir relações que, caso negligenciadas, poderiam levar a decisões subótimas Esse conceito é importante devido ao relacionamento da logística com outras áreas funcionais dentro e fora dos limites legais da empresa

35 Interfaces da logística com o marketing e a produção LOGÍSTICA Transporte Manutenção de Estoques Processamento de pedidos Manuseio de materiais PRODUÇÃO Controle da Qualidade Planejamento detalhado Manutenção de equipamento Mensuração do trabalhoMARKETING Promoção Pesquisa Propaganda Administração da força de vendas Atividades de interface Programação da produção Localização da planta Compras Atividades de interface Padrões de serviço Precificação Embalagem Localização de depósitos


Carregar ppt "Integração das Operações Logísticas Prof. Eduardo Mangini."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google