A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Vasco Vieira, 4211, 8º D José Lubomirski, 4178, 8º D Maria Dotti, 4106, 8º D Manuel Teixeira, 4218, 8º D.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Vasco Vieira, 4211, 8º D José Lubomirski, 4178, 8º D Maria Dotti, 4106, 8º D Manuel Teixeira, 4218, 8º D."— Transcrição da apresentação:

1 Vasco Vieira, 4211, 8º D José Lubomirski, 4178, 8º D Maria Dotti, 4106, 8º D Manuel Teixeira, 4218, 8º D

2 Rio Tejo

3 Este trabalho foi realizado no âmbito da disciplina de Ciências Naturais e tem como objectivos ficarmos a saber um pouco mais sobre a poluição dos rios da nossa zona. Assim a Ciência Viva, gerou um desafio criativo e uma maneira engraçada de aprender.

4 Recolher a amostra de sedimento Passar pelo peneiro Identificar a amostra Efectuar em vários pontos do rio Adicionar Formol Colocar num saco de plástico

5 No rio:Laboratório :

6 Nome do Local - Margem do Rio Tejo ao lado do Passeio do Tejo Latitude – 38º Norte Longitude – 9º Oeste Largura do Rio – 14,39 km Tipo de Sedimento – Sedimento Fino Leito do Rio – Alterado Corrente – Muito Fraca Uso do Solo na Proximidade – Urbano Vegetação das Margens – Inexistente Vegetação no curso de água – Pequenas Algas pH – 7.10 Temperatura da Água – 3º C Presença e Tipo de Lixo nas Margens – Resíduos Sólidos Urbanos (plásticos, latas, canas) Presença de tubos de descarga de esgotos – Não Presença de matéria vegetal em decomposição - Algas

7 Materiais utilizados na recolha da amostra: Botas de borracha Pá Sacos plásticos com fecho Formol Materiais utilizados na identificação das espécies: Dispositivo de lavagem Água corrente Tabuleiro Pinças Frascos para acondicionar os indivíduos Álcool a 70% Lupa binocular Caixas de Petri Guia de identificação de Macroinvertebrados Colher Lupa Peneira

8 O Índice BMWP, ( do Inglês, Biological Monitoring Working Party) foi criado para avaliar a poluição das águas dos rios na Grã-Bretanha em O método baseia-se no principio que diferentes invertebrados aquáticos têm diferentes tolerâncias a poluentes. Em 1988 os espanhóis Alba-Tercedor e Sanchéz-Ortega fizeram uma adaptação deste índice para a Península Ibérica. Para isso mexeram na tabela original acrescentando novas famílias e trocando algumas pontuações. Para diferenciar esta nova tabela, adaptada à fauna ibérica, denominaram o Índice de BMWP' (acrescentando o apóstrofo à sigla inicial).

9 Macro invertebrados são animais invertebrados (não possuem vértebras) visíveis a olho nu e que ficam retidos numa rede fina ( com tamanho de malha entre 0.2 mm e 0.5 mm. Habitam o fundo dos rios, debaixo de pedras, nos caules de plantas aquáticas e são uma fonte de alimento para os peixes. Estes organismos são mais abundantes nos rios e incluem várias espécies de animais, como anelídeos, crustáceos, moluscos e insectos.

10 Nas analises que fizemos durante as aulas de laboratório relativamente aos macroinvertebrados podemos concluir que encontramos duas famílias diferentes: Horse Fly Larva Oligochaeta

11 Horse Fly LarvaHaplotaxidae

12

13

14 A poluição existente no Estuário do Tejo têm fundamentalmente três origens: A primeira resulta da grande ocupação urbana na bacia hidrográfica do Estuário ( em estimativa 2 milhões de pessoas lançam cerca de ³ de águas residuais), resulta dos seus hábitos diários de higiene e da sua actividade doméstica. De seguida vem o lançamento de grandes quantidades de resíduos industriais, por vezes sem tratamento adequado. Estes efluentes contêm substâncias não biodegradáveis e elementos tóxicos, que afectam a qualidade da água. Finalmente, a terceira origem de poluição, a descarga indirecta nas águas do Estuário dos adubos agrícolas não consumidos pelas plantas.

15 Com este trabalho ficamos a saber ficamos a conhecer um pouco mais sobre a poluição do Rio Tejo ( concluimos que é um rio muito poluido), ficamos a conhecer algumas famílias de macroinvertebrados e as causas de poluição do Rio Tejo. Para além disto aprendemos de uma maneira não muito vulgar a matéria da disciplina em questão.

16 oinvertebrados.pdf

17 /document/Esclarecimento_O_que_dizem_os _macroinvertebrados_da_poluicao_da_tua_zo na.pdf?cidReq=CN8D /document/Oceanos%2C_biodiversidade_e_s aude_humana/Macroinvertebrados_-_tabela- calculo_indice.pdf?cidReq=CN8D afio/Macroinvertebrados%20- %20protocolo.pdf


Carregar ppt "Vasco Vieira, 4211, 8º D José Lubomirski, 4178, 8º D Maria Dotti, 4106, 8º D Manuel Teixeira, 4218, 8º D."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google