A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

www.quickhouse.com.br QUICK HOUSE ® www.quickhouse.com.br.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "www.quickhouse.com.br QUICK HOUSE ® www.quickhouse.com.br."— Transcrição da apresentação:

1

2 QUICK HOUSE ®

3

4 BREVE EXPLICAÇÃO DO SISTEMA CONSTRUTIVO •A viabiliade deste sistema está vinculada a utilização de materiais de vedação, isolamento e revestimento de alta tecnologia, o que permite o uso de estruturas leves. •O sistema QUICK HOUSE ® se utiliza de uma estrutura metálica que oferece rigidez estrutural, vedação adequada, rapidez de montagem e flexibilidade de projetos. •Este sistema de construção atende tanto a residências como a prédios residenciais e comerciais, com um ou dois pavimentos. Para tipologias com mais de dois pavimentos empregam-se técnicas mistas, com a utilização de perfis de aço pesados nas estruturas.

5 ESQUEMA ESTRUTURAL Todo o aço empregado na estrutura é do tipo ZAR (de alta resistência), com chapas galvanizadas, com espessura variável entre 0,95 mm e 2 mm, dependendo da finalidade a que se destina. O perfil do módulo básico do painel possui uma secção típica desenvolvida pela METALÚRGICA BIG FARM LTDA, e se constitui na peça fundamental do sistema construtivo. Secção do módulo básico

6 A altura de cada módulo varia de acordo com o pé-direito desejado e com a utilização em peitoris ou vergas. Chapa plana Chapa dobrada

7 Painel montado Os painéis são formadas pela combinação dos mó- dulos, que são encaixados uns aos outros e parafusa- dos. Para fechamento dos painéis, na parte superior e inferior, são utilizados per- fis "U", rebitados nos mó- dulos.

8 Estes painéis, pela combinação dos módulos, criam pilares, conferindo às paredes função estrutural além da função de vedação. O perfil “U” fixado na parte superior e inferior do painel confere resistência à flexão no sentido horizontal, criando um painel rígido. Pilar na união de módulos Pilar na união de painéis

9 A modulação básica dos módulo é de 610mm, exis- tindo módulos auxiliares com medidas de ajuste para permitir a colocação de portas e janelas com larguras variáveis. E ainda módulos com medidas pa- ra as vergas e peitoris. Painel com porta

10 A estrutura do telha- do é executada com perfis “C” de 100 x 40 x 20 x 1,95 mm, com os quais são feitas tesouras simples, u- nindo-se as peças com parafusos. As tesouras são montadas sobre as paredes, sendo apoi- adas diretamente so- bre os pilares a cada mm e fixadas com parafusos. TERÇAS TESOURAS PERFIL “U” DE TRAVAMENTO SUPERIOR PERFIL “U” DE TRAVAMENTO INFERIOR PAINÉIS

11

12 COMENTÁRIO SOBRE O SISTEMA Como os elementos estruturais são fixados uns aos outros mediante uniões parafusadas, o esquema estático de todo o conjunto pode ser considerado articulado. Este fato confere elevado grau de ductibilidade ao conjunto, motivado por um grande número de uniões existentes e pela sua flexibilidade. Desta maneira, naturalmente, sem utilização de complicadas e custosas estruturas de reforço, consegue-se uma estrutura dúctil, capaz de absorver grandes quantidades de energia, dissipando-a em todo o conjunto de forma homogênea. Desta forma este sistema é ideal para regiões onde ocorrem terremotos e furacões

13 REVESTIMENTOS: Os revestimentos a seguir apresentados são os utilizados normalmente em nossas obras, porém existe a possibilidade de utilizar-se os mais diversos tipos de revestimentos e acabamentos, sem prejudicar a essência do sistema. Revestimos as paredes internas com chapas de gesso cartonado com 12,5 mm de espessura O gesso possui qualidade termo-acústica e alta resistência ao fogo. O gesso é pintado com tinta látex ou revestido com papel de parede. Nas paredes das áreas molhadas (cozinhas, áreas de serviço e banheiros), o gesso cartonado é impermeabilizado e revestido com azulejos. Os azulejos são colados e rejuntados com rejuntes impermeáveis.

14 Esquema de montagem da parede interna. GESSO MÓDULO DE AÇO

15

16 Externamente as paredes são revestidas com chapas de OSB com 12 mm de espessura parafusadas na estrutura metálica com parafusos auto- atarraxantes. Sobre a madeira aglomerada, são fixadas lâminas de “vinil siding", na cor escolhida, pregadas com pregos galvanizados tipo tachas. O vinil possui de garantia contra deformações e desbotamentos, e quando exposto ao fogo, tem propriedades de chama auto-extingüível. Apresenta- se pronto para ser utilizado, tem aspecto de madeira pintada e é fabricado em várias cores.

17 LÃ DE VIDRO Esquema de montagem da parede externa. VINIL O.S.B. GESSO

18

19 O telhado é revestido com chapas de OSB com 12 mm de espessura, fixadas nas terças com parafusos auto-atarraxantes. Sobre o OSB são pregadas telhas tipo "shingles". As telhas seguem a norma americana ASTM D3462. As telhas são fabricadas em várias cores. Este tipo de telhado resiste a chuvas de granizo e a ventos fortes, sem risco de quebras ou deslocamentos. O forro dos beirados é executado com lâminas de “vinil siding", perfuradas, para, juntamente com um pequeno lanternim, executado na cumeeira, permitir a ventilação de todo o vão do telhado.

20 O forro interno é executado com chapas de gesso cartonado 12,5 mm de espessura, fixadas aos perfis do forro com parafusos auto-atarraxantes. O forro pode ser pintado com tinta látex ou forrado com papel de parede, conforme a preferência dos clientes. Sobre o forro são colocadas mantas de lã de vidro com densidade de 16 kg/m³ para isolamento térmico. Os revestimentos dos pisos podem variar de acordo com a preferência do comprador. Somente nos banheiros, áreas de serviço e cozinhas, emprega-se sempre pisos cerâmicos.

21 INSTALAÇÕES: As instalações em geral são executadas de forma convencional. A instalação elétrica é executada com eletrodutos de P.V.C. e cabos flexíveis e a instalação hidrosanitária com tubos e conexões de P.V.C. As instalações ficam completamente embutidas nos pisos, paredes e forro e são executadas conforme projetos específicos. FUNDAÇÕES: As fundações são normalmente tipo "radier" executadas conforme projeto específico.

22 PROJETOS: Os projetos po- dem ser persona- lizados e adapta- dos às regiões para onde as ca- sas forem envia- das. Apresenatamos a seguir três mode- los de plantas bá- sicas que utiliza- mos.

23

24

25 Esquema de montagem: Fundações:

26 Base:

27 Paredes:

28 Forro:

29 Oitões:

30 Tesouras:

31 Casa Montada:

32 A seguir apresentamos fotos em seqüência da montagem de uma casa básica com o sistema de painéis pré- acabados,

33

34

35

36 Vistas internas:

37 Outras imagens de obras residenciais: Casa de Walter Mattos

38 Casa de Karl Eryk Frey Johnson

39 Algumas obras comerciais : McDonald’s Av. Nilo Peçanha em Porto Alegre

40 Show Room em Campo Bom

41 Cartas de Atestado de Capacidade Técnica emitidos por clientes.


Carregar ppt "www.quickhouse.com.br QUICK HOUSE ® www.quickhouse.com.br."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google