A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

UNIMINAS Curso de Pedagogia – Gestão e Tecnologia Educacional Aluna: Aline Sebaio Professora: Gilca Vilarinho Setembro – 2005.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "UNIMINAS Curso de Pedagogia – Gestão e Tecnologia Educacional Aluna: Aline Sebaio Professora: Gilca Vilarinho Setembro – 2005."— Transcrição da apresentação:

1 UNIMINAS Curso de Pedagogia – Gestão e Tecnologia Educacional Aluna: Aline Sebaio Professora: Gilca Vilarinho Setembro – 2005

2 Tema: Principais projetos em Informática Educacional no Brasil

3 Os principais projetos criados ao longo do processo de informatização da educação do Brasil: • Projeto Educom • Projeto Formar • Projeto Proninfe

4 Projeto Educom:  Surgiu no período que o país não era possível adquirir equipamentos e softwares estrangeiros;  À informática educacional era desenvolvida em escolas particulares e em pouquíssimas universidades;  Projeto Educom é o primeiro e principal projeto público a tratar mda Informática educacvional;  Teve como principal objetivo o investimento em pesquisas educacionais;  As primeiras entidades que participaram das pesquisas sobre a utilização do computador na educação brasileira foram: UFRJ, UNICAMP, UFRGS.

5 Metas do Projeto Educom:  esenvolver a pesquisa do uso educacional da informática;  Levar os computadores às escolas públicas, para possibilitar as mesmas oportunidades que as particulares ofereciam aos seus alunos;  Em 1984, o Centro de Informática do MEC ( CENINFOR ) foi rees- truturado para assumir a coordenação do projeto EDUCOM e recebeu a responsabilidade de implementá-lo, coordená-lo e supervisioná-lo;  O MEC assumiu a liderança na área da informática, inclusive mantendo o respaldo financeiro necessário para sua operacionalização;  Em 1996 ocorre nova tentativa de reestruturação e implementação do EDUCOM;

6  CIED’S – Centro de Informática na Educação, ambientes de aprendizagem informatizados, integrados por diversos profissionais, os quais tornariam centro de multiplicadores da tecnologia informática para as escolas públicas;  O nome do projeto foi escolhido para fazer com que o professor refletisse sobre a forma de atuar em sala de aula e propiciar condições de mudanças em sua prática pedagógica, levando-o a assumir uma nova postura como educador;

7 Aspectos Positivos desse projeto:  Os cursos propiciaram uma visão ampla dos aspectos envolvidos na informática educativa, no que se refere às questões pedagógicas e informáticas;  O material produzido no curso, as experiências realizadas e, principalmente, o currículo e o conteúdo, segundo Valente, passaram a ser usados como referências para o desenvolvimento de outros cursos de formação no país;  Os professores formados projetavam e implementava, junto à sua Secretaria de Educação um CIEd - Centro de Informática Educativa, com apoio técnico e financeiro do Ministério da Educação.

8  Os CIEd estavam voltados para a implantação de centros de informática educativa para atender as escolas de 1° e 2° graus, e as escolas técnicas federais,, além de jornadas de trabalho para o estabelecimento da política educacional para a área, e concursos anuais de software;  CIEd, passou a ser um núcleo central de coordenação pedagógica das atividades desenvolvidas, a partir da criação de subcentros e laboratórios;

9 Projeto Proninfe:  PRONINFE – Programa Nacional de Informática na Educação  Implantado em outubro de 1989 pelo MEC e teve seu Regimento Interno aprovado em março de  A finalidade do PRONINFE era “ Desenvolver a Informática Educativa no Brasil”, através de projetos e atividades, articulados e convergentes, apoiados em fundamentação pedagógica sólida e atualizada, de modo a assegurar a unidade política, técnica e científica imprescindível ao êxito dos esforços e investimentos envolvidos;  O programa pretendia: apoiar o desenvolvimento e a utilização da informática nos ensinos de 1°, 2° e 3° graus e educação especial;  Estimular à criação de vários centros distribuídos pelo país, criando e intregrando pesquisas; a capacitação contínua e permanente de professores e formação de recursos humanos;

10  produção, aquisição, adaptação e avaliação de softwares educativos;  funcionava através de centros de informática na educação espalhados por todo o país. Esses centros contavam com apoio mútuo, divulgando e analisando projetos educacionais, seus objetivos e resultados;  Tinha como formação dos professores os três graus, bem como na área de educação especial e em nível de pós-graduação.  Visava a pesquisa sobre a utilização da informática na educação, aproveitando a interatividade e a interconectividade que o computador possibilitava;  Apresentou grandes resultados no período de 1980 a 1995;  Gerou, em dez anos uma, uma cultura nacional de informática educativa centrada na realidade da escola pública;

11 Projeto Proinfo:  Em 1997 foi lançado o Programa Nacional de Informática na Educação ; Metas iniciada PROINFO:  Financiar a introduçãois da tecnologia de informática e telecomunicações na rede pública de ensino fundamental e médio;  Iniciar o processo o processo de universalização do uso de tecnologias de ponta no sistema público de ensino;

12 Principais objetivos:  melhorar a qualidade do processo de ensino e aprendizagem;  proporcionar uma educação voltada para o desenvolvimento científico e tecnológico;  algumas ações previstas pela PROINFO, como elaboração e aprovação dos projetos estaduais de informática na educação;  planejamento da informatização das escolas;  aprovação dos projetos das escolas;  capacitação de recursos humanos;  implantação dos Núcleos de Tecnologia Educacional;

13  definição das especificações técnicas;  acompanhamento e avaliação dos projetos;  no final da década de 90, a PROINFO é estruturado e as questões do impacto da informática na educação e na sociedade foram suplantadas pelo questionamento de como fornecer condições mínimas de acesso à tecnologia às parcelas da população menos favorecida economicamente.

14 Projeto Ensino On line (EOL):  Em 1997, a Secretaria de Estado e Educação (SEE), enviou uma quantidade considerável de computadores com conjunto de software pedagógico com o propósito de sensibilização e capacitação de professores e também para o emprego educacional de informática;  Foi realizado um processo de discussão entre diretores, coordenadores pedagógicos e professores, para a elaboração do projeto didático-pedagógico que viabilizaria o recebimento dos computadores;  Em 1998, esse programa começou a ser aplicado em todas as escolas de Ensino Fundamental e Ensino Médio;

15 Referências Bibliográficas: O QUE SÃO MOTORES DE PASSO? Disponível na internet.Http://www.geocities.com/CollegePark/Dorm/8863/ motordepasso.htm. Acessado dia 02/10/05 às 13:39 hs.

16 “Naquela época, algum tempo atrás, já havia um consenso no âmbito de que a educação seria o setor mais importante para a construção de uma modernidade aceitável e própria, capaz de articular o avanço tecnológico com o patrimônio cultural da sociedade e promover as interações necessárias” Maria Cândida Moraes


Carregar ppt "UNIMINAS Curso de Pedagogia – Gestão e Tecnologia Educacional Aluna: Aline Sebaio Professora: Gilca Vilarinho Setembro – 2005."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google