A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1º Simpósio de Enfermagem Em Hemodinâmica CONTROLE E IMPLANTAÇÃO DE RASTREABILIDADE Viviane Degani.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1º Simpósio de Enfermagem Em Hemodinâmica CONTROLE E IMPLANTAÇÃO DE RASTREABILIDADE Viviane Degani."— Transcrição da apresentação:

1 1º Simpósio de Enfermagem Em Hemodinâmica CONTROLE E IMPLANTAÇÃO DE RASTREABILIDADE Viviane Degani

2 RASTREABILIDADE VERBO: RASTREAR (SEGUIR O RASTRO, INVESTIGAR, INDAGAR) E SUBST. FEMININO: HABILIDADE ( QUALIDADE DE HÁBIL)‏  “REPRESENTA A CAPACIDADE DE TRAÇAR O CAMINHO DA HISTÓRIA, APLICAÇÃO, USO E LOCALIZAÇÃO DE CARACTERÍSTICA DE UMA MERCADORIA INDIVIDUAL OU DE UM CONJUNTO DE CARACTERÍSTICAS DE MECADORIAS, ATRAVÉS DA IMPRESSÃO DE NÚMEROS DE IDENTIFICAÇÃO”

3 A RASTREABILIDADE PERMITE  IDENTIFICAR TODO LOTE DE PRODUTOS DANIFICADOS, CONTAMINADOS, ETC;  RETIRADA RÁPIDA DO MERCADO DOS LOTES IDENTIFICADOS;  DEFINIÇÃO DE RESPONSABILIDADES;  INTERVENÇÃO RÁPIDA AUTORIDADES COMPETENTES;  CONTROLE E COMBATE ÀS FALSIFICAÇÕES CONTRABANDOS E ROUBOS;

4 A RASTREABILIDADE PERMITE  ATENDIMENTO ÀS NORMAS LEGAIS;  ATENDIMENTO AO ELEVEDO NÍVEL DE EXGIÊNCIAS DOS CLIENTES (PACIENTES,CONVÊNIOS E FORNECEDORES);  AUMENTAR A SEGURANÇA NO PROCESSO;  IDENTIFICAÇÃO DE TODO MATERIAL UTILIZADOS DURANTE PROCEDIMENTO;  MELHORAR EFICIÊNCIA OPERACIONAL - GESTÃO EFICIÊNTE DO ESTOQUE, CAIXA, COMPRA, DISTRIBUIÇÃO,ETC.

5 RASTREABILIDADE DE QUE?

6

7 O INÍCIO DA RASTREABILIDADE  INDÚSTRIAS E A AGROPECUÁRIA – PIONEIRAS NA IMPLANTAÇÃO DA RASTREABILIDADE;  FORMAÇÃO DE BLOCOS ECONÔMICOS – – UE, – NAFTA, – MERCOSUL E OUTROS  NO BRASIL NO FINAL DA DÉCADA DE 90 - GLOBALIZAÇÃO Aumento exigências

8 RASTREABILIDADE E ANVISA  RDC 59 DE JUN/2000 – MATERIAS NOVOS – FABRICANTES  CONSULTA PÚBLICA Nº 98 DE 2001 – REPROCESSAMENTO;  RDC Nº30 E Nº 515 DE FEV/2006 – ARTIGOS DE USO ÚNICO, – REGRAS PARA REUTILIZAÇÃO;  RDC Nº 156, RE Nº 2605 E RE Nº 2606 DE AGO/2006;

9 RASTREABILIDADE E ANVISA  RDC 156 – RÓTULOS E RISTROS DE PRODUTOS;  RE 2605 – PRODUTOS PROIBIDOS PARA REPROCESSAMENTO;  RE 2606 – PROTOCOLOS E PARÂMETROS PARA O REPROCESSAMENTO

10 RASTREABILIDADE E ANVISA  RE 2606 – ART.4º – IV – – “O PRODUTO POSSUI CARACTERÍSTICAS QUE PERMITEM A RASTREABILIDADE E O CONTROLE DO NÚMERO DE REPROCESSAMENTOS”

11 RASTREABILIDADE MaterialProcedimentoPaciente

12 RASTREABILIDADE PARA ISTO PRECISAMOS:  QUE O PRODUTO (CATETER) ESTEJA IDENTIFICADO;  A ORIGEM( FORNECEDOR) SEJA CONHECIDA;  O DESTINO( PACIENTE) PRECISA SER DEFINIDO.

13 RASTREABILIDADE E IDENTIFICAÇÃO  RASTREABILIDADE E TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO (TI) SÃO CONCEITOS INDISSOCIÁVEIS;  PRESENÇA DE SISTEMA QUE PERMITA A ENTRADA, TRANSFERÊNCIA E SAÍDA DO PRODUTO;  OPERE COM CÓDIGO DE BARRAS – IDENTIFICAÇÃO ÚNICA E EXCLUSIVA;  IDENTIFICAR NÃO É RASTREAR!!!!

14 RASTREABILIDADE E IDENTIFICAÇÃO  ENTRADA DE PRODUTOS OPMES PACIENTE CME

15 RASTREABILIDADE E PROCESSOS  PRECISA ESTAR DEFINIDA ATRAVÉS DE PROCESSOS: • PERMITEM PADRONIZAÇÃO DAS AÇÕES; • DIMINUIÇÃO DOS RISCOS EXISTENTES; • ANÁLISE CRÍTICA DO PROCESSO; • ATENDIMENTO DAS METAS; • CONFIANÇA NAS PARTES INTERESSADAS.

16 TIPOS DE MATERIAIS RASTREADOS  MATERAIS NOVOS: • OPMES; • FABRICANTES.  MATERIAIS REPROCESSADOS: • NÃO EXISTE NORMA REGULADORA; • DEFINIÇÃO DO PROCESSO PELA INSTITUIÇÃO.

17  PROCESSO INTERNO: • IDENTIFICAÇÃO DE CADA MATERIAL- CADA MATERIAL DEVERÁ TER IDENTIFICAÇÃO ÚNICA; • QUANTIDADE DE REPOCESSAMENTOS DEFINIDA; • CRIAÇÃO DE UM ESTOQUE PARA REPROCESSADOS • LANÇAMENTO EM TEMPO HÁBIL MATERAIS UTILIZADOS – CÓDIGO DE BARRAS ; • LIMPEZA, REMARCAÇÃO E ESTERELIZAÇÃO; • TRANFERÊNCIA PARA ESTOQUE HMD. TIPOS DE MATERIAIS RASTREADOS

18 CONTROLE DO PROCESSO  CONTROLE DE ESTOQUE: • INVENTÁRIOS PERIÓDICOS; • CONTAGEM DOS MATERIAIS; • VALIDADE DOS PRODUTOS; • CONTROLE DIÁRIO DA IDENTIFICAÇÃO DOS MATERAIS; • EQUIPE TREINADA.  INDICADORES  RASTREABILIDADE – PRODUTO -PROCEDIMENTO- PACIENTE

19 ENTÃO PORQUE RASTREAR??  QUALIDADE E SEGURANÇA SÃO DECISIVOS PARA AUMENTAR A CONFIANÇA DOS PACIENTES, FORNECEDORES,CONVÊNIOS;  ATENDIMENTO DE REQUISITOS DA ONA E NIAHO – ATESTAM EXCELÊNCIA DO SERVIÇO PRESTADO;  DESAFIO DE MELHORIA CONTÍNUA DOS PROCESSOS;  DIREITOS DO PACIENTE;  RASTREABILIDADE É SINÔNIMO DE EFICIÊNCIA E SEGURANÇA;  TENDÊNCIA MUNDIAL;  A VIDA É O VALOR MAIOR.

20 OBRIGADA!!!! VIVIANE DEGANI – /


Carregar ppt "1º Simpósio de Enfermagem Em Hemodinâmica CONTROLE E IMPLANTAÇÃO DE RASTREABILIDADE Viviane Degani."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google