A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Fundos de investimentos – Como escolher o melhor? Set / 2007 Viviane Farah Ferreira, CFP™ Consultora.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Fundos de investimentos – Como escolher o melhor? Set / 2007 Viviane Farah Ferreira, CFP™ Consultora."— Transcrição da apresentação:

1 Fundos de investimentos – Como escolher o melhor? Set / 2007 Viviane Farah Ferreira, CFP™ Consultora

2 Objetivo Conhecer o mercado de fundos, as principais variáveis para se escolher um fundo e exemplos de análises.

3 Conceitos – O que são fundos de investimentos? “Comunhão de recursos constituída sob a forma de condomínio, aberto ou fechado, destinado à aplicação em títulos e valores mobiliários, bem como em quaisquer outros ativos disponíveis no mercado financeiro e de capitais.” Condomínio: os condôminos (investidores) centralizam a administração do prédio (carteira de fundo) na figura do síndico (gestor do fundo). O gestor do fundo aplica os recursos dos investidores (patrimônio do fundo) de forma a maximizar o retorno e minimizar o risco da carteira do fundo. Autorizado pela CVM.

4 Mercado de Fundos A indústria de fundos passou recentemente por várias mudanças de legislação visando aumentar a segurança para o investidor e o mercado como um todo. Aumento nos tipos e quantidade de fundos: - 7 classes de fundos. - mais de fundos existentes.

5

6 Categorias de fundos Fundos Referenciados Investe no mínimo 95% da carteira em títulos indexados a variação de um índice de referência. Os fundos Referenciados DI são os mais conhecidos dos investidores. Seu desempenho acompanha os movimentos das taxas de juros do mercado interbancário ( CDI ). Existem também fundos Referenciados a outros índices(IGP-M / IPCA). **Rentabilidade média dos fundos DI: entre 80 a 100% do CDI

7 Categorias de fundos Fundos de Renda Fixa (RF) Investe no mínimo 80% de seu Patrimônio Líquido em ativos de renda fixa expostos a variação da taxa de juros doméstica ou a um índice de preços, ou ambos. Sua carteira é composta por títulos que rendem uma taxa previamente acordada. Estes fundos se beneficiam em um cenário de queda de juros, mas tem risco de taxa de juros e eventualmente de crédito. *Mas atenção: a rentabilidade do fundo não é fixa! **Rentabilidade: 90 a 105% do CDI

8 Categorias de fundos Fundos Cambiais Investe no mínimo 80% de seu Patrimônio Líquido em ativos relacionados com a variação de preços da moeda estrangeira (USD e EURO). **Rentabilidade: -8,66% em 2006 (dólar)

9 Categorias de fundos Fundos de Investimento em Ações (FIA) Investe no mínimo 67% do seu Patrimônio Líquido em ações negociadas no mercado à vista de bolsa de valores. A performance destes fundos está sujeita à variação de preço das ações que compõem sua carteira. Por isso, são mais indicados para quem tem objetivos de investimento de longo prazo. Rentabilidades: 32,93% em 2006 (Ibovespa)

10 Categorias de fundos Fundo de Investimento Multimercado (FIM) Buscam retornos absolutos através de investimentos em diversas classes de ativos, tais como juros, câmbio, renda variável, dívida externa, entre outros. Podem utilizar instrumentos de derivativos para alavancar suas posições. * Vantagem: investidor pode diversificar seus investimentos em diversos mercados com uma única aplicação. **Rentabilidades: IFMM = 142% do CDI em 2006 (21,32% nominal)

11 Vantagens de investir em fundos 1.Diversificação: estratégias para redução de risco 2.Gestão Especializada: melhores decisões de investimento 3.Liquidez: independe do vencimento dos títulos 4.Redução de custos de corretagens: volume alto 5.Transparência: regulamentos e prospectos 6.Serviços: demonstrativos mensais, re-investimento de juros e dividendos 7.Uso de Ativos diferenciados: operacionalização específica, por exemplo derivativos, essenciais na administração do risco.

12 ADMINISTRADOR GESTOR CUSTODIANTE DISTRIBUIDOR Responsável pelo funcionamento do fundo. Controla todos os prestadores de serviço, e defende os interesses dos cotistas Responsável pela compra e venda dos ativos do fundo (gestão) segundo política de investimento estabelecida em regulamento Responsável pela “guarda” dos ativos do fundo. Responde pelos dados e envio de informações dos fundos para os gestores e administradores. Responsável pela venda das cotas do fundo. Pode ser o próprio administrador ou terceiros contratados por ele. Cotista Este é você! Aquele que aplica no fundo de investimento.

13 Na verdade, podemos dizer como escolher oS melhoreS fundoS de investimentoS. É fundamental trabalharmos com o conceito de carteira de fundos e ver um conjuntos de fundos como um todo! Como escolher o melhor fundo?

14 Como escolher os melhores fundos? Principais variáveis: Rentabilidade Risco Perfil do cliente

15 Como escolher os melhores fundos? Rentabilidade: Qualidade do fundo Risco

16 Principais referenciais RETORNOS ACUMULADOS Ano jun/07Acum IGP-M9,197,741,7920,109,9610,3725,308,7112,421,203,851,75186% POUPANÇA 16,35 16,5 5 14,4412,258,458,709,1111,108,099,188,414,61233% CDI27,09 24,6 0 28,5825,1417,3217,2919,1123,2516,1819,0015,037,03776% IBOVESPA 63,74 44,8 3 (33,46)150,97(10,72)(11,02)(17,01)97,3417,8127,7132,9321,831155%

17 Exemplos de rentabilidade

18 Análise de risco Fundos de mesma categoria tem o mesmo risco? Mesmo os mais conservadores, podem haver diferenças de lastro e duration. Nos mais arrojados, estas diferenças podem significar até mesmo posições opostas em determinado ativo. Além de risco de mercado, os fundos podem ter risco de crédito.

19 FUNDO DI / GESTOR A

20 FUNDO DI / GESTOR B

21 FUNDO MULTIMERCADO GESTOR C

22 FUNDO MULTIMERCADO GESTOR D

23 Preservação do capital Descobrindo seu perfil Renda corrente Crescimento do capital Alavancagem do capital GRAUDERISCOGRAUDERISCO

24 Descobrindo seu perfil Perfil de Investidor: Preservação do capital Para investidores cujo objetivo principal é proteger o capital existente. Devem estar dispostos a aceitar a possibilidade de retornos menores que a média para minimizar o risco de perda do principal. Renda corrente Para investidores cuja necessidade básica é manter um equilíbrio entre um fluxo contínuo de renda e a manutenção do capital. Algumas vezes precisam aceitar modesto potencial de risco para obter maiores taxas de retorno do que aplicações tradicionais podem oferecer.

25 Descobrindo seu perfil Alavancagem do capital Para investidores que procuram uma alta taxa de retorno, maximizando os ganhos sobre o capital, podem tolerar um alto nível de volatilidade do mercado e estão dispostos a se comprometer com investimentos de longo prazo. Perfil de Investidor: Crescimento do capital Para investidores que têm um entendimento da dinâmica do mercado e aceitam maior volatilidade para obter maiores rentabilidades e aumento de capital.

26 Vale a pena ter rentabilidade melhor? Exemplo: Aplicação inicial de R$ ,00:

27 Conclusão Nós acreditamos que o sucesso de uma estratégia se baseia na sua consistência, no rigoroso processo de seleção dos ativos sugeridos e na disciplinada e permanente administração do portfólio. | Investimentos de longo prazo tendem a reduzir os efeitos da volatilidade que pode ocorrer em qualquer mercado num horizonte de curto prazo. | Diversificação proporciona o equilíbrio mais seguro dos riscos. | Uma administração ativa de um portfólio de investimentos adiciona valor na identificação e exploração das distorções de preços e oportunidades. | Seleção localizada dos ativos dentro de uma visão macroeconômica global.

28 Conclusão SUCESSO DEPENDE DE: Estratégia consistente Investir no LP para diminuir a volatilidade Diversificar para Equilibrar riscos Visão macroeconômica global para identificar oportunidades Rigoroso processo de seleção dos ativos Permanente administração ativa do portfólio

29 PERGUNTAS??

30 SUCESSO! Tel.:


Carregar ppt "Fundos de investimentos – Como escolher o melhor? Set / 2007 Viviane Farah Ferreira, CFP™ Consultora."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google